1. Spirit Fanfics >
  2. Scars - CARL GRIMES (2) >
  3. 20. Deixa acontecer

História Scars - CARL GRIMES (2) - Capítulo 22


Escrita por:


Capítulo 22 - 20. Deixa acontecer


Fanfic / Fanfiction Scars - CARL GRIMES (2) - Capítulo 22 - 20. Deixa acontecer

NATÁLIE DIXON

Quando acordei de novo, já era dia. Fui até o banheiro e joguei uma água no rosto, coloquei minhas armas no coldre e prendi a capa nas costas.

Sai da casa e comecei a andar pela comunidade. Algumas pessoas já estavam de pé, fazendo seus trabalhos e também andando pelas ruas.

一 Ei! - meu irmão me alcançou e me abraçou. 一 Estou indo caçar, quer ir? - ele pergunta, já andando ao meu lado.

一 Gostaria muito, mas preciso achar a Mich. - digo e dou um sorriso.

一 Se lembrou dela? - concordei. 一 Ótimo, nossa dupla de samurais está de volta. - Daryl diz, me fazendo rir. 一 Ela está na casa dela, onde mora com Rick. Acabei de sair de lá.

一 Então eu vou até lá. - digo, dando um abraço no meu irmão, e saindo na direção contrária da dele.

Subi os degraus da varanda e bati na porta, que logo foi aberta por Rick.

一 Nate! Entra! - cumprimentei o homem e entrei na casa.

Dylan e seus pais estavam sentados na mesa, junto de Michonne e Judith, tomando café. Fui para o lado do meu amigo e o cumprimentei com um toque de mãos.

一 Como foi a noite? - revirei os olhos com sua pergunta, e resolvi ignorar.

一 Mich... posso falar com você? - pergunto para a mulher, que sorri e se levanta.

一 Claro! - despedimos de todos e saímos da casa, andando pela comunidade. 一 Então, o que precisa? - ela me pergunta, sorrindo de lado.

一 De um conselho da minha melhor amiga. - digo, vendo ela diminuindo os passos e parando no meio da rua.

一 C-como?! - me viro, ficando de frente à ela, e sorrindo. 

一 Qual é samurai, preciso... - não pude terminar minha frase, já que Michonne me abraçou fortemente.

Você não sabe o quanto senti sua falta. - ela sussurra, ainda abraçada em mim. 一 Promete não vai me deixar outra vez? - dou uma pequena risada ao ver que ela me estendeu o mindinho.

一 Prometo samurai. - sorrio e lhe dou outro abraço. 一 Mas, a parte do conselho é sério. - suspiro, enquanto voltávamos a andar. 一 Não consigo lembrar do Carl, mas...

一 Você está gostando dele. - ela me completa, com um sorriso no rosto. Balanço a cabeça, confirmando e Mich me abraça pelo ombro. 一 Amor a segunda vista, nunca ouviu falar?

一 Mich, é sério! - a reeprendo. 一 A gente iria se beijar ontem, se não fosse pelo Glenn! - ignoro sua expressão surpresa e continuo. 一 Eu deveria ter o afastado e gritado, já que eu "não conheço" ele, mas não quis fazer isso... - suspiro.

一 Nate, não fez isso porque sente que o Carl é especial para você. - Mich diz carinhosamente. 一 Mesmo que não se lembre dele, acho que ainda vai se apaixonar outra vez. - ela sorri.

一 E se eu já estiver?! - pergunto, desviando o olhar para o chão.

一 Se você já estiver... - ela dá de ombros. 一 só precisa deixar acontecer. - volto a olhar para a morena e fiquei pensativa.

一 Você está certa. - digo, e paramos próximas ao portão, onde meu grupo já estava para voltarmos para casa. 一 Vou seguir seu conselho.

一 Pode fazer isso agora. - ela sorri e aponta discretamente para Carl, que se aproximava de nós. 一 Tchau guerreira. - Michonne me abraça e vai para perto de Rick, depois de cumprimentar Carl.

一 Precisa mesmo ir embora? - ele pergunta, parando no lugar em que Michonne estava antes.

一 Preciso. Mesmo confiando na Lydia, não dá para deixar a comunidade muito tempo sozinha com ela. Ainda mais com a Miranda por aí. - respondo, cruzando meus braços. 一 A gente vai se ver daqui alguns dias, cowboy. - vejo ele ficando surpreso. 一 O que?!

一 Nada. - ele ri, olhando para baixo. 一 Você sempre me chamou assim. - disse em um sussurro, voltando a olhar para mim.

一 Então vou chamar de novo. - sorrio.

Abracei meu irmão, que veio até mim, antes de subir na minha moto.

一 Quem te ensinou a pilotar, garota? - Daryl pergunta, parando ao lado de Rick.

一 Foi um caipira, que eu chamo de irmão. - mostro língua para ele, e ligo o veículo. 一 Se cuida. - digo, e vejo Daryl sorrir.

一 Você também. - ele me responde, e eu correspondo seu sorriso.

Me despeço dos outros e saio atrás do carro que Eddie e os outros estavam. Pelo retrovisor, vejo todos voltando para dentro da comunidade. Olhei para Carl e vi ele sorrindo, antes de virar as costas e seguir os outros.

Volto a olhar para a entrada, com um sorriso no rosto. Passo na frente do carro e acelero a moto, sentindo o vento bater contra meu rosto e balançar meu capuz.

(...)

Passei pelos portões, após Thomas abrir para nós. Desliguei a moto e sorri, ao ver Lydia e seu pai virem na nossa direção.

一 Como foi lá? - minha amiga pergunta, depois de me abraçar. 

一 Fizemos um acordo com o grupo de Rick. Eles virão para cá, nós ajudar contra os zumbis que Miranda vai mandar. - Eddie responde.

一 Mais alguma memória? - Robert me pergunta, e eu sorrio.

一 Lembrei do meu irmão, da minha mãe adotiva e das minhas melhores amigas. - repondo, e vejo o médico sorrir.

一 Poxa, pensei que era a única. - Lydia finge estar emburrada, fazendo todos rirem. 一 Mas, que bom que lembrou de pessoas queridas para você.

一 E muito especiais por sinal. - comento alegre. 一 Agora, preciso de um banho. - digo, me despedindo e indo para casa.

一 Não vai contar como foi na casa do pirata? - Dylan grita, me fazendo rolar os olhos. Me virei, mostrei o dedo para ele e dei um sorriso forçado. Voltei a caminhar para frente, ouvindo a risada alta do meu amigo.

Nem eu sei o que aconteceu lá, Dylan. Ainda. - penso e suspiro fundo.

Fui para casa e subi para meu quarto. Tirei as armas do meu corpo, as colocando em uma cadeira, junto do meu colete.

Entrei no meu banheiro e tirei minhas roupas. Tomei um banho relaxante e fiz outro curativo no meu braço. Vesti roupas limpas e me deitei na minha cama.

Fiquei pensando no conselho que Michonne me deu, até a hora que acabei pegando no sono, com o sorriso de Carl em minha mente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...