1. Spirit Fanfics >
  2. Scars - CARL GRIMES (2) >
  3. 02. Cela vazia

História Scars - CARL GRIMES (2) - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - 02. Cela vazia


Fanfic / Fanfiction Scars - CARL GRIMES (2) - Capítulo 4 - 02. Cela vazia

CARL GRIMES

Daryl havia voltado de uma caça, e ele nos avisou sobre as pessoas que ele viu na floresta. Isso deixou todos - principalmente meu pai - preocupados. Poderiam ser pessoas ruins, outro grupo perigoso para nós.

一 Vamos adiar a ida até Hilltop para hoje. - meu pai começa a dizer para nós. 一 Precisamos informar Maggie e Glenn sobre isso. Daryl, Michonne e Rosita vão comigo.

一 Eu também vou com vocês. - digo, e eles me olham.

一 Tudo bem, Aaron pode cuidar das coisas por aqui? - o homem afirma. 一 Ótimo. Saímos em quinze minutos.

(...)

Estava checando minhas armas e arrumando minha mochila, quando meu filho para ao meu lado, com uma carinha de dó.

一 O que foi Jeffery? - pergunto, e o garoto se aproxima um pouco mais.

一 Deixa eu ir com você? - olho para ele sério. 一 Por favor pai! Quero ver o Hershel, além de estar com saudades da Maggie.

一 Vai obedecer? - Jp balança a cabeça animado. 一 Então tudo bem. Mas, fique sempre com a arma por perto!

一 Pode deixar. - o pequeno me abraça rápido, e corre até nossa casa, provavelmente, para pegar alguma coisa.

一 Ele também disse que era para ver o Hershel? - Michonne aparece ao meu lado, com um sorriso no rosto.

一 Deixa eu adivinhar... a Judith disse a mesma coisa? - a morena concordou, e nós rimos. 一 Ele cresceu muito rápido. - digo, e dou um suspiro.

Ela estaria orgulhosa de você. - Mich diz, e coloca a mão em meu ombro. 一 Eu estou! - sorri para ela, e logo em seguida meu pai apareceu em nossa frente, com as mãos na cintura.

一 Vamos? - ia responder, mas Jeff nos interrompeu.

一 Vamos! - ele diz e passa por nós, entrando no trailer. Rick me olha e eu levanto as mãos, como se não soubesse de nada.

(...)

Os portões de Hilltop se abriram para nós entrarmos. Judy e Jp logo saíram correndo pela comunidade, junto de Hershel. Mesmo sendo mais velhos, eles amam brincar com o pequeno. Glenn e Maggie vieram nos receber.

一 Que bom ver vocês! - a mulher me abraça, e deixa um beijo carinhoso em minha bochecha. 一 Como estão as coisas?

一 Bem, na medida do possível. - meu pai responde por todos. 一 Não viemos aqui só pela comida, viemos conversar sobre um possível problema.

一 Negan fugiu?! - Glenn pergunta, se colocando ao lado da esposa.

Não. Achamos que pode haver outra comunidade. - Daryl diz, e o casal se entreolha.

一 Vamos para minha sala. - Maggie diz.

Entramos no casarão e fomos logo para o escritório de Maggie. Tara, Jesus, Enid e seu namorado - Alden - também se juntaram a nós. Meu pai começou a explicar toda a situação para eles.

一 Você chegou a ver eles? - Paul pergunta ao Daryl.

一 Não, foram só as vozes. Eles estavam bem afastados, e eu também me escondi. - ele responde, e Jesus fica pensativo por um tempo.

一 Algum problema Paul? - pergunto e ele me olha, com um sorriso no rosto.

Talvez, eles não sejam inimigos. - o homem responde calmo, e nós o olhamos sem entender. 一 Alguns anos atrás, na época dos Salvadores, eu conheci uma comunidade: a Aldeia.

一 Aldeia? Porque nunca falou para nós?! Eles poderiam ter nos ajudado! - Maggie se pronuncia.

一 Peço desculpas por isso. Mas, Eddie e sua esposa, os líderes da comunidade, pediram para manter segredo. Nem para o Gregory eu disse. - Jesus explica. 一 Eu ia para lá algumas vezes, para treinar as pessoas.

一 Acha que possam ser eles? - meu pai pergunta.

一 Sim. - Paul sorri confiante. 一 Posso ir até lá e conversar com eles. Mas, preciso fazer isso sozinho.

一 Certo. Espere alguns dias para isso. - Rick diz, e o homem assentiu.

(...)

Já era noite e eu tive que voltar para Alexandria sozinho, com Jp e Judy. Meu pai e Michonne iriam voltar amanhã, com os alimentos que pegariam da comunidade. Daryl e Rosita saíram para olhar as redondezas, ver se encontravam alguma pista do novo grupo.

Sorri ao lembrar da relação dos dois. Logo após a Nate morrer, o caçador ficou muito triste. Muitas das vezes ia para a floresta e passava dias procurando pelo corpo da irmã, mesmo que ele tenha virado cinzas. Rosita o ajudou várias vezes e, um ano depois, os dois começaram a namorar. A Natálie estaria feliz por eles.

Suspiro fundo e olho para o retrovisor. Minha irmã estava dormindo, encostada no ombro de Jp, e ele estava com a cabeça apoiada na dela. Dei um sorriso de lado, e voltei a atenção para a estrada.

Logo os muros da comunidade foram avistados. Fiz o sinal com os faróis e logo Eugene abriu o portão. Parei o carro do outro lado e desci. Aaron veio até mim e me cumprimentou.

一 Onde estão os outros? - ele pergunta, e pude perceber que estava tenso.

一 Meu pai vai vir amanhã, junto com os outros. - falo, e ele acena em concordância. 一 Aconteceu alguma coisa?

一 Aconteceu.

(...)

Estava andando de um lado para outro, com a mão nos cabelos, enquanto olhava para a cela aberta. Aaron estava do meu lado e também estava nervoso.

一 Como isso aconteceu? - pergunto, parando de andar para encará-lo.

一 Não sei! - ele responde tenso. 一 Quando vocês saíram, vim até aqui e tudo estava trancado. Mais tarde voltei para trazer a comida dele, e estava aberta. - Aaron diz rápido e gesticulando com as mãos.

一 Temos que procurá-lo! - digo, já saindo de lá. 一 Negan não deve estar longe.

一 Não podemos ir agora, Carl! - Aaron me segura pelo braço. 一 Já está escuro, não encontraremos nada! Vamos esperar Rick voltar amanhã, aí pensamos em alguma coisa. - ele diz calmamente. Suspiro fundo para me acalmar, e depois olho para o homem.

一 Quero vigias dobradas essa noite. Se algo acontecer, não hesite em me chamar! - digo seriamente.

一 Tudo bem. - Aaron sorri, e me solta. 一 Vou pedir para Siddiq me ajudar com a primeira patrulha. - agradeço com a cabeça e vou embora para minha casa.

Jp estava dormindo em seu quarto e Judy no quarto ao lado. Fui até o meu e deitei na cama. Depois de algum tempo pensando na fuga de Negan, eu acabei dormindo por conta do cansaço.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...