História Scars On My Body - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Jack & Jack
Personagens Cameron Dallas, Jack Gilinsky, Personagens Originais
Tags Cameron Dallas, Jack&jack, Jackandjack, Jackjohnson, Matthewespinosa, Nashgrier, Shawnmendes, Taylorcaniff
Visualizações 146
Palavras 762
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - California Girl


Fanfic / Fanfiction Scars On My Body - Capítulo 2 - California Girl

Mila’s pov.

O som dos meus passos era inaudível por dois motivos: o primeiro era que eu estava de tênis e o segundo era que o aeroporto de Los Angeles era barulhento demais e isso era incrível!

Sempre sonhei com cidades grandes e todas as vezes que visitei a Califórnia tinham sido incríveis. Minha tia, prima e amigos eram tão sortudos por viverem nesse lugar. Não acreditava que a minha hora tinha finalmente chegado.

Overland Park, no Kansas é a cidade mais monótona do universo. Não tem muito o que fazer por lá, então, eu acabei conhecendo as pessoas que tinham os mesmos interesses que os meus pela internet. Uma dessas pessoas era Cameron Dallas.

A maneira com que nos aproximamos foi imensa e em pouco tempo compartilhávamos tudo um com o outro. Eu conheci ele pessoalmente durante os feriados de Natal e Ano Novo que passei na Califórnia, há dois anos. Não demorou muito para que ele se declarasse apaixonado por mim e mesmo que estivéssemos a 2,606,844 km de distância ele jurava que queria ser o meu namorado. 

Conheci seus melhores amigos: Shawn Mendes, Matthew Espinosa e Nash Grier. Nós tínhamos um grande interesse pela arte e numa brincadeira falei que quando eu mudasse para a Califórnia nós abriríamos um estúdio de arte juntos. Mas, eu não esperava que uma simples brincadeira pudesse mudar a minha vida.

Sim, eu, Mila Meyers estava prestes a abrir um estúdio de arte com meus melhores amigos e meu ex-namorado. Ex-namorado? Exato.
Por morarmos tão longe, Cameron acabou se envolvendo com uma garota chamada Caitlin Hancher e eu descobri faltando duas semanas para minha viagem. Gostaria muito de dizer que eu tinha superado ele com muitas doses de amor próprio e uma boa festa. Mas, quem eu queria enganar? Eu não tinha.
Era tudo recente demais e nós tínhamos uma coisa muito boa. Eu achei que a distância não fosse ser um empecilho, já que ele realmente me amava. Ou eu pensava que amava.

Minha prima, Natalie estava me esperando no portão de desembarque. Ela segurava uma plaquinha com meu nome em cor de rosa e eu precisei gargalhar ao ver aquilo.
Assim que nos vimos, nos abraçamos muito forte.

- Eu nem acredito que você tá mesmo aqui, Mila. – Natalie disse, sorrindo de orelha a orelha.

- Eu tô tão feliz. – eu sorria também. – Dá pra notar?

- Muito! – Natalie riu e começou a me ajudar a com o carrinho de malas. – Você tá transbordando alegria, mesmo com tudo o que aconteceu.

Sorri ao ouvir aquilo. Eu estava realmente feliz de estar ali, de estar com ela, de estar próxima de estar com meus amigos e cada vez mais perto do meu sonho.

- Cadê a titia? – perguntei para Natalie.

- Trabalhando, como sempre. – minha prima suspirou.

Minha tia, Juliet trabalhava com moda. Começou como modelo e depois que largou as passarelas, criou a própria grife. Ela trabalhava muito e nunca teve tempo para se dedicar a criação da Natalie, coisa que magoava muito a minha prima.

A Natalie era linda. Tinha os traços finos, olhos claros e cabelos bem loiros. Se parecia muito com a mãe.

Chegamos na casa da minha tia e prima. Minha tia tinha sido casada com um diretor de cinema, mas hoje em dia, são separados. Agora ele mora na França e namora outro homem, mas ainda acho que ele é um cara legal. Talvez eu o veja no verão quando ele vier visitar a Natalie. Ou talvez a Natalie o visite no verão, o que significa que eu teria passar tempo demais sozinha com minha tia.
A ideia de alugar um apartamento parecia boa, até tia Juliet me ver e me abraçar tão forte que eu pensei que todos os ossos do meu corpo fossem estalar. É, ela não me deixaria fazer isso.

- Você está fantástica, Mila! – minha tia sorriu, de orelha a orelha. – Eu estou tão feliz de te ver.

- Você que está maravilhosa, tia Juliet. – sorri de volta. – Eu também estou muito contente de estar aqui. Agora pra ficar, eu espero.

- Com certeza! – Juliet respondeu. – Por que você e Natalie não sobem, huh? Eu vou terminar algumas coisas do trabalho e mais tarde podemos jantar todas juntas.

- Parece bom. – disse e olhei para Natalie que mexeu a cabeça afirmativamente.

- Ok. – minha tia sorriu e se colocou a andar ao escritório.

- Como eu conheço minha mãe, imagino que esse jantar não vá sair. – Natalie me olhou. – Havaiana ainda é sua pizza favorita?

- Sempre! – ri e fomos desfazer minhas malas. 


Notas Finais


O primeiro capítulo ficou um pouco pequeno, mas em compensação, os próximos estão grandinhos e com muita informação! Vocês sabe qual o meu objetivo: fazer com que vocês, meninas, se encontrem nesses personagens, então.... Fiquem ligadas para os próximos!
Me contem o que estão achando!! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...