História School of fairy tales - Capítulo 5


Escrita por:

Visualizações 24
Palavras 1.089
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Se ficou ruim desculpa pois foi o melhor que deu pra fazer

Fiquem com o cap

Capítulo 5 - Brigas


Fanfic / Fanfiction School of fairy tales - Capítulo 5 - Brigas

Terminei de cantar e comecei a chorar, quando escutei um barulho de galho se quebrando eu parei de chorar e peguei minha adaga e me levantei devagar

Pov Pac

A cantoria acaba e escuto choros, pensei em sair dali e deixar pra comer em outro lugar pois não queria atrapalhar quem quer que fosse que estava chorando ali.

Logo que dei o primeiro passo para sair piso num galho que se quebra instantâneamente, "espero que a pessoa não tenha escutado" penso comigo mesmo. O choro se serra e parece que notou que eu estava ali, fui ver quem era que estava tão triste e quando olhei o lugar não tinha ninguém, fiquei confuso pois tinha certeza que tinha alguém ali estava mais foi por pouco tempo

Senti alguém me empurrado fortemente contra a árvore, na hora do impacto fechei os olhos e não pude ver quem era, senti algo gelado tocar em meu pescoço e acho que era uma faca

Abro meu olhos e vejo duas orbes violetas me encarando friamente parecendo que poderia me matar a qualquer momento, tive medo do que a pessoa pudesse fazer algo comigo mas logo reconheço quem era

Pac- Princesa Miranda?!

Pov Lian

O que sera que Pac faz aqui e espero mesmo que ele não tenha escutado e visto nada

Lian- Pac o que você faz aqui?? - Tiro a faca de seu pescoço

Pac- Tentando lanchar - Ele ta assustado por eu ter colocado uma adaga em seu pescoço e eu também mas por que se ele ouviu a música que cantava e me viu se cortando ferrou

Lian- Você ouviu ou viu alguma coisa?? - Digo colocando de volta a faca em seu pescoço de novo, não para machuca-lo e sim pra ver se ele estava escutando tudo

Pac- Não ouvi nada

Lian- Está mentindo!! - forço um pouco a faca e faço um leve corte no mesmo que se inrrita

Pac- Já chega!! - Ele consegue sair e me empurra contra a árvore colocando minhas mãos a cima de minha cabeça, com uma de suas mãos ele segura os meus pulsos fortemente e a outra tira a adaga que eu segurava

Eu me debatia para sair só que era em vão pois ele era bem mais forte que eu, Pac coloca uma de suas pernas em meio as das minha me em pedindo de chuta-lo e ficando mais próximo

Pac- Você vai parar pra que eu possa explicar?? - Ele tava muito perto de meu rosto a ponto de nos beijar-mós

Lian- Ta eu paro - Digo tentando não olhar em seu olhos e nem em sua boca

Pac- Como vou saber que posso confiar que não vai tentar me matar quando te soltar?

Lian- Primeiro você esta com minha adaga e segundo o quer para acreditar que não vou tentar te matar?

Pac- Me conte o porque de você estar aqui, chorando e cantando aquela musica tão triste??

Lian- OK eu conto

Pac- Promete??

Lian- Prometo e me solta logo, por favor

Ele me solta e me sinto aliviada, a força com que ele me segurava abriu os cortes recentes em meu pulso e fazendo-os sangrar, olho que meu braço estava ficando completamente vermelho e por eu estar sem uma blusa de manga comprida tinha medo de ele se culpar pelos cortes abertos

Pac- Você está bem? - Ele olha meu cortes

Não dou ouvidos ao que Pac fala e só saio correndo voltando para a escola pois tinha que chegar a enfermaria rápido, percebi que Pac corria atrás e não dei bola pois ele podia ser forte só que eu era mais rápida

Pov Mike

Estava procurando a Lian para ver se ela estava bem quando a mesma passa correndo rapidamente por mim seguida de um garoto, logo ele para e se encosta nos armários para respirar. Chego perto do mesmo e vejo que ele segurava a adaga que a maninha usava para se proteger dos caras que queriam machuca-la.... Espera a adaga da minha irmã!!! Com um garoto e ela correndo e ele a seguindo... E tinha sangue na mesma... Juntei os pontos

A raiva subiu e tormou conta de mim, empurrei ele com muita força contra o armário que ele se apoiava fazendo-o perder o ar e soltar a adaga

Mike- O QUE VOCÊ FEZ PARA MINHA IRMÃ?!!! - Estou muito irritado

Pac- D-do... Q-que... E-está... F-falando!! - Ele tenta recuperar o ar

Mike- Você sabe muito bem do eu estou falando!! - Droga já devo ter causado uma multidão ao nosso redor, não ligo para as pessoas que estão olhando para nós - Me diz o que você fez para ela!!

Pac- Eu não fiz nada!! - Ao gritar comigo a minha sanidade some e vou para dar um soco nele quando sou impedindo levando um outro soco que me fez cair, levanto o olhar para ver quem era e pra minha surpresa era Felps

Felps- Para!! - Ele me olha com o olha de raiva - O que você fez?!

Coloco a minha mão no local do soco e volto ao normal, "O que eu fiz?!!"

Felps- Tá maluco cara?!! - Ele olha o garoto e depois pra mim

Mike- Eu... Eu...

Felps- Você nada!... Quase matou meu irmão idiota!!

Mike- Desculpa, eu não sei o que deu em mim... - Abaixo a cabeça

Pac- Ta... Tudo... Bem Felps - Ele tenta recuper o fôlego - Ele não sabe de nada ainda

Felps- Pac, vamos para enfermaria agora! - Ele o ajuda a andar e o guia levando para a enfermaria 

Mike- Desculpa - Sussurro para mim mesmo

Pov Felps

Após ajudar o Pac a chegar na enfermaria abro a porta devagar e o ajudo a coloca-lo na cama, tinha um garoto lá só que não dei muita importância

Felps- O que acabou de acontecer? - Olho nos olhos de Pac

Pac- Nada - Ele abaixa a cabeça

Felps- Me conta por favor - Seguro sua cabeça e faço ele me olhar - Estou pedindo

Pac- Depois... Preciso pedir permissão para uma pessoa antes de te falar o que aconteceu, desculpa - Ele abaixa o olhar

Felps- OK, deixa eu ver como ficou suas costas pois pelo o barulho do armário deve ter sido forte a pancada 

Pac- Pode ser - Ele levanta a parte de trás da blusa e mostrando suas costas, não chegou a ficar roxo

Felps- Dói algum em algum lugar? - Ele segura em minha mão e coloca a mesma na parte da frente em sua costela - Então é aqui?

Pac- Sim, só não... - Forço um pouco o lugar e ele solta um gemido (aut: 😏😏) - Seu maluco!!

Felps- Desculpa, só queria ter certeza - Retiro minha mão - Se eu soubesse o que fazer

X- Eu posso ajudar

Continua.....



Notas Finais


Deve estar bom sei lá, desculpe pelos erros de português

Valeu, falou e tchau...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...