1. Spirit Fanfics >
  2. School of Heroes >
  3. Cap 2- Edukashi - Origem (Final)

História School of Heroes - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Cap 2- Edukashi - Origem (Final)


(Na cidade de Hundres)

ㅡ Um ladrão! ㅡ Gritou uma mulher que preparou um escudo para se proteger-

ㅡ Alguém!

ㅡ Me peguem se puderem ㅡ Falou o ladrão que subia prédio pro prédio-

Toda a sociedade estava esperando que algum herói, iria os salva-los, mais até agora nada, alguns olhavam para cima dos prédios para ver se os heróis vinham dali

ㅡ Hã? Não tem herói por perto

ㅡ Normalmente alguém viria imediatamente

Um homem apareceu, cabelos grandes e brancos,e era bem encorpado, era ele, All Light

ㅡ Esse cara está tirando vantagem do caos essa manhã

Há toneladas de pessoas que não sabem usar suas individualidades

ㅡ Eles não tem fim

ㅡ Há um fim, ㅡ A sociedade que estava ali olharam para trás e ficaram felizes em verem a presença de All Light- Por que? Porque eu estou aqui!

 

...

 

(Na escola)

Já tinha tocado o sinal, e todos os alunos já estavam indo embora, mais antes, Edukashi estava mexendo no celular

ㅡ O incidente desta manhã está em destaque em todo lugar! ㅡ Guarda o celular no bolso e começa a guardar as suas coisas- Quero ir logo para casa para poder escrever no meu caderno ㅡ Mais antes dele guardar o seu caderno, Luca Matsuke cata o caderno de sua mãos, e ele não estar sozinho, ele tava junto com mais duas pessoas- !

ㅡ Ainda não terminamos a nossa conversa, Edu ㅡ Olhava para Edukashi desafiador, segurando o caderno na ponta dos dedos quase deixando cair-

ㅡ Matsuke, o que é isso? ㅡ Perguntou o cara ao seu lado, O Luca não deu, apenas mostrou a capa do caderno- Hã? "Análise de heróis para o futuro"? Sério, Edukashi? ㅡ Os dois caras deram pequenas gargalhadas, enquanto Edukashi tentava pegar o seu caderno das mãos de Luca Matsuke-

ㅡ L-legal, não é? Me devolva! ㅡ Tentava pegar o caderno das mãos de Luca, mais não conseguia por ele ser mais forte que ele. O Luca Matsuke esmagou o caderno com as duas mãos, deixando ele queimado- AAAH!! Que crueldade... ㅡ e ainda o infeliz do Luca joga pela janela- que?!

ㅡ A maioria dos heróis de primeira linha têm historias da época do colegial, ㅡ Ambos se encaravam- eu quero brilhar e ser chamado como o único estudante do fundamental medíocre dessa cidade a conseguir entrar na S.F.H., digo, sou um perfeccionista ㅡ Ele deu um sorriso malicioso-

ㅡ Ele é tão mesquinho

ㅡ Então enfim, ㅡ Luca Matsuke toca no ombro de Edukashi, saindo um pouco de fumaça, ele sentia a quentura no seu ombro fazendo entrar em desespero- não se inscreva na S.F.H., nerd ㅡ Com um sorriso amigável em seu rosto, que obviamente era falso e não combinava nada com ele. Luca e seus dois amigos já indo embora-

ㅡ Qual é, podia ao menos recrutar alguma coisa

ㅡ Não diga isso ele é patético, ainda não consegue encarar a realidade hahaha

ㅡ Se quer tanto ser um herói, tenha uma forma mais rápida ㅡ Luca Matsuke apenas virou a cabeça com um olhar provocador olhando para Edukashi que estava de costas- acredite que nascerá com uma individualidade na próxima vida, e aproveite a ultima chance de mergulhar no telhado! ㅡ Edukashi vira-se para Luca Matsuke com um olhar com furia nos olhos, mais quase chorando, Luca Matsuke devolva o olhar só que mais ameaçador, mostrando chamas de fogo saindo de suas mãos- Que?

 

...

 

Edukashi já estava indo embora, mais estava pensativo, falando o quão o Luca é um idiota, ele pensava " Idiota! Se eu pulasse mesmo, seria um suicídio instigado! Pense antes de falar!" . Ele olha para o lado e ver o seu caderno na água se comido aos poucos por três peixes

ㅡ Isso não é comida de peixe, idiota ㅡ Ele pega o seu caderno afastando os peixes de perto- esse é o meu caderno...idiota...idiota maldito...

(Lembrança de infância)

Edukashi, que naquele ano ele tinha apenas 4 aninhos, correu até a sua mãe com uma miniatura/boneco do All Light na mão, ela lavava a louça

ㅡ Mãe! Mãe, o computador! ㅡ Ele pulava mais não tão alto chamando a atenção de sua mãe, quando ele pulava a sua camisa que era um pouco larga pulava junto-

ㅡ De novo? ㅡ Ela olha para baixo, aonde o Edukashi estar-

ㅡ Rápido! ㅡ Ele correu até o seu quarto e se sentou na cadeira que era frente ao computador, ele se balançava tão ansiosamente, ele não se cansava de ver o mesmo vídeo, sua mãe ligou o computador e começou a botar o video-

ㅡ Credo, você deve ter contribuído com 10 mil visualizações sozinho ㅡ Ela finalmente botou e Edukashi começou a assistir- é assustador pra mim, não consigo ver

Edukashi P.O.V

Era um vídeo antigo, um desastre que aconteceu a muito tempo, um vídeo de um heroi que estreou depois disso

ㅡ Já pode ver isso? ele já salvou cem pessoas! Que loucura! Nem faz dez minutos! Que loucura! Ele está rindo!

ㅡ Tudo bem agora. Por que? ㅡ Os olhos de Edukashi brilharam, o reflexo da tela brilhava nos seus olhos, e com um grande sorriso em seu rosto- porque eu estou aqui! ㅡ Com a frase de All Light, Edukashi se arrepiou até o cabelos-

ㅡ Ele é tão legal! ㅡ Edukashi esticou o seu braço aonde estava segurando o boneco do All Light- assim que eu conseguir a minha individualidade, quero ser igual a ele!

(No mesmo ano, no hospital)

ㅡ Você devia desistir ㅡ Falou o doutor sentado na cadeira assim como a Mãe e Edu. O Edukashi se congelou inteiro, ele deixou o boneco do All Light cair no chão-

ㅡ Não pode ser... Tem algo de errado com ele mesmo? ㅡ Perguntou a mãe, tocando no ombro do filho- a maioria dos outros já manifestaram as suas individualidades... Ele é o único...

ㅡ Com licença, mas a senhora é da quarta geração, certo?, posso perguntar sobre a sua individualidade?

ㅡ Sim, claro. Posso puxar pequenos objetos até mim, meu marido pode cuspir fogo ㅡ Ela pegava com a sua individualidade o boneco do All Light que estava no chão até a sua mão esquerda-

ㅡ Normalmente aos quatros anos, ele manifestaria uma dessas individualidades, ou uma combinação desses dois. No passado, quando superpoderes começaram a aparecer, os resultados de um estudo precoce foram publicados, se tornou pratica comum ver se o dedo mindinho tinha uma junta à menos não, quando partes do corpo não são usadas, são ditas de desnecessárias ㅡ O doutor e a Mãe olham para o raio-x que estava pendurado na parede- pessoas que não tinham a junta eram ditas como uma nova forma evoluída, pode ver olhando nesse raio-x, que o Edukashi tem duas juntas. É incomum ver isso nesses dias, mas isso significa que ele não tem uma individualidade

 

...

 

(No mesmo ano, no quarto de Edukashi)

Ele assistia no computador o mesmo vídeo, sua mãe estava na porta o vendo sentado de costas na cadeira, seus olhos brilharam um pouco

ㅡ Pode ver aquilo? Ele já salvou cem pessoas! Que loucura! Não faz nem dez minutos! Que loucura! Ele está rindo!

ㅡ Tudo bem agora. Por que? Porque eu estou aqui!

ㅡ Mãe... ㅡ Edukashi vira a cadeira chorando, e apontando o seu dedo fracamente pra tela do computador- ele salva todos com um sorriso, não importa qual problema tenham... Ele é um heroi tão legal... Posso... Ser um também?

ㅡ .... ㅡ Sua mãe andou bem devagar até o filho, até as lágrimas serem mais rápidas que ela, ela corre para o filho e o abraça enquanto ele chora- Desculpa, Edu! Desculpe, desculpe!

Edukashi P.O.V

Não, você está errada, você está errada, Mãe. O que eu queria que você dissesse era...

(Voltando ao presente)

Você já havia decidido, não é? Isso mesmo. Não se preocupe com o que os outros pensam! Erga a sua cabeça e continue em frente! No estante eu não tinha percebido que um vilão estava atrás de mim

ㅡ Um vilão?! ㅡ Fiquei em choque novamente, parecia que o vilão era um tipo de gosma verde-

ㅡ Uma capa de invisibilidade de tamanho médio... ㅡ O vilão foi até ele e começou a me apertar, ele colocou aquela gosma na minha boca, fazendo eu ficar sem ar- não se preocupe, só vou tomar o seu corpo, vai doer por uns 45 segundos, vai se sentir melhor logo ㅡ Eu tentava tira aquela gosma, mais era muito pegajoso e não dava para pegar-

Não consigo.... Respirar...

ㅡ Não pode me pegar, Sou um fluído! Obrigada pela ajuda, você é o meu herói !

não pensei que aquilo havia vindo para essa cidade. Meu corpo....não há forças.... Estou morrendo.... Estou morrendo?... Alguém.....alguém! Não....

ㅡ Está tudo bem agora, jovem! ㅡ aquela voz não parecia a do vilão, parecia bem familiar...- eu estou aqui! ㅡ All Light!!- Texas Smash! ㅡ Ele deu um soco no vilão, ele se despedaçou no ar, eu estava recuperando fôlego, até eu desmaiar-

 

....

 

ㅡ Ei! Ei! Ei... Ah! ㅡ Sentia algo batendo fraco na minha face, eu abri os olhos lentamente e vi o All Light dando tapinhas na minha cara- Ainda bem! ㅡ Eu dei um grito de surpresa ou emoção e me afastei dele bem nervoso- que bom que está bem! ㅡ Eu estava tão nervoso que nem conseguia pensar direito- desculpe por te acabado no meio da briga, eu normalmente não cometo erros assim, mas estava animado no meu dia de folga num lugar novo. Mas! Você foi uma grande ajuda, obrigado! Eu o capturei com segurança! ㅡ Ele mostrou o vilão dentro de duas garrafas de plástico, o herói numero 1... All Light... E é verdadeiro... E-ele parece totalmente diferente em pessoa-

Narrador P.O.V

ㅡ É mesmo! Um autógrafo! Onde eu... ㅡ Ele olha para o seu caderno que o Luca Matsuke deixou o queimado- aquele caderno... ㅡ Ele o abriu e viu que o All Light já tinha assinado no caderno- JÁ ASSINOU?! ㅡ Ele se arrepia todo- O-obrigado! Vai ser uma herança! Tesouro de família!

ㅡ Beleza! Então, preciso levar esse cara para a policia, te vejo do outro lado da tela! ㅡ Mais antes All Light estava se esticando um pouco para poder saltar-

ㅡ Espera, já?

ㅡ Profissionais lutam contra criminosos toda hora ㅡ Ele esticava os seus braços e pernas-

Edukashi P.O.V

Espera... Ainda tem coisa que quero perguntar...

ㅡ Então... ㅡ Ele pula tão alto que parecia que ele voo- CONTO COM A SUA AJUDA! ㅡ Antes dele ir, eu me agarro na perna dele bem firme para eu não me esborrar no chão- Espera, ei, ei, ei, ei , ei!! Me solte! Seu fanatismo é demais!

ㅡ Se... Eu soltar agora... Eu vou morrer!!

ㅡ Pior que é verdade

ㅡ Tenho... Muitas coisas.... Que quero te perguntar! ㅡ Minhas partes de meus rosto estava saindo do lugar, estava indo muito rápido que chega saia lágrimas-

ㅡ Ta, ta! Entendi, então fecha os olhos e a boca! ㅡ Fiz o que ele pediu e me levou para encima de um prédio com alta velocidade, minha cara estava tão pálida, que poderiam me confundi com um vampiro-

ㅡ Isso... Foi a-assustador...

ㅡ Fala sério, se eu falar com o pessoal lá embaixo, tenho certeza que deixam você descer ㅡ Ele começou a dar uns passos para frente- estou sem tempo mesmo, preciso ir

ㅡ Espera! Bem...

ㅡ Não, não esperarei!

ㅡ Mas... ㅡ "Você devia desistir" "Desculpe, Edu!" "Ah lembrei... VOCÊ NÃO TEM INDIVIDUALIDADE!" ㅡ isso pode ser verdade... Mais, eu ainda... Mesmo quem não tenha uma individualidade, posso me tornar um heroi? Alguém sem individualidades... Pode ser que nem você?

Edukashi P.O.V

Naquela hora, não podia imaginar o quão isso mudaria meu destino.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...