História Scottish Kingdom - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 2
Palavras 1.094
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - A Missa


Fanfic / Fanfiction Scottish Kingdom - Capítulo 4 - A Missa

05 de Abril de 1410

07:00 da manhã


missa começou cedo, todos estavam em jejum na capela do castelo. Mesmo contra a vontade. O Padre regia a missa com naturalidade, o rei e a rainha mãe sentavam nos primeiros bancos, juntos com alguns lordes que moravam no castelo como conselheiros do rei, eles ocupavam as três primeiras fileiras de bancos de madeira. Na quarta fileira estavam as pretendentes reais, as cinco que estavam a esquerda da sala eram Maria, Violet, Ágata, Marta e Rute, a direita estavam Mirela, Lola, Marie, Jessie e Mysie. Mysie sentava entre Marie e Jessie, apesar de religiosas, as três estavam com mais fome do que vontade de ouvir o padre rezar. Um barulho de estômago roncando surgio no meio delas, apenas algumas pessoas perceberam e olharam com mal gosto para elas.

- Meu Deus, Mysie, o que foi isso? - Sussurra Jessie tentando não rir.

- O dragão do são Jorge só pode. - Lola, a moça de cabelos castanhos, corpo robusto e olhos acinzentados, que apesar de não conhecer bem as garotas ao seu lado, era bem extrovertida, tirou brincadeira e Mirela deu uma cotovelada na prima. 

- Quieta, Lola. - Mirela manda e as quatro tentam não rir da situação. 

- Desculpa, mas jejum em pleno domingo de manhã é mesmo necessário? Eu estou mudando de cor com tanta fome. - Mysie fala ficando estressada com a demora do padre de acabar logo.

- Mysie, a família real é muito religiosa, eles levam isso a sério, você deveria levar também, afinalnão é a única com fome aqui, olha as garotas Mackenzie estão amareladas. - Marie fala e todas olham para as Mackenzie que estavam se abanando com as mãos, todas estavam pálida que quase podia ver através delas. Nem Mirela aguentou e começaram a rir, o rei virou com o rosto anos sério que o normal e elas abaixaram a cabeça envergonhadas, menos Mysie que não percebeu o olhar do rei até Marie cutucar ela. Mysie encarou o rei firmemente até ele voltar a olhar para o padre, as garotas olharam para ela abismadas, mas não disseram nada.

missa terminou às 08:30, todos saíram da sala quase caindo de fome, na sala de jantar havia um banquete de café da manhã.

- Minha espera foi recompensada. - Mysie fala sentando na mesa e enfiando um pedaço de pão na boca. Os lordes e a realeza olharam para ela da mesma forma que na missa, as garotas começaram a rir. 

- Mysie, você não tem jeito, a rainha mãe vai acabar colocando você pra fazer aulas de etiqueta. - Jessie fala rindo.

- O que? Eu trabalho com a verdade. - Mysie fala com a boca cheia de pão. Enquanto todos comiam e conversavam, Ágata Mackenzie, de cabelos louros como trigo, olhos castanhos e corpo esguio, estava sentada a frente de Mysie.

- Que colar lindo. - Ela fala timidamente chamando a atenção de Mysie.

- Obrigada. - Mysie sorri. 

Sem perceberem, o rei Jaime se próxima de Mysie. 

- Onde você conseguiu isso? - Ele pergunta puxand ela pelo braço. 

- Ai, você está louco? - Ela puxa o braço. 

- Onde você conseguiu isso? - Ele novamente pergunta quase gritando, todos na sala ficaram calados.

- Colocaram no meu quarto, eu não roubei. - Mysie fala endireitando a postura e ficando "no mesmo nível" dele.

- Isso não é seu! - Ele puxa o colar com força arrebentando a corrente e deixando uma marca vermelha no pescoço dela. Todos ficam em choque.

- Jaime! - A rainha mãe grita.

- Saía daqui. - Jaime fala apontando a porta para Mysie.

- O que? - Ela pergunta.

- Saía do castelo, agora! - Ele gruni.

- Não! - Ela o enfrenta.

- Mysie! - Marie segura o braço da amiga.

- Como ousa? - Ele pergunta com o rosto e tom enfurecido. 

- Eu não vou sair, não quando vocês e minha familia precisam de mim aqui! - Ela responde seria. 

- Não preciso de você, eu sou o rei! - Ele fala apontando para si mesmo com raiva.

- E eu sou Mysie Fraser, herdeira do clã Fraser, protetora do Norte! Se eu for embora, você perde a aliança com o Norte e quem irá defender suas fronteiras marítimas dos ingleses que vivem atacando elas? - Ela fala com propriedade e todos ficam espantados com a petulância dela. Enfurecido o rei se retira da sala seguido pela rainha mãe e os lordes ali presentes. As garotas e os servos ficaram cochichando sobre o ocorrido, Mysie estava com o sangue fervendo de raiva e saiu da sala.

Todos foram para seus afazeres ou outras coisas, enquanto Mysie foi para os estábulos. Ela empunhava uma espada e batia em uma coluna de madeira ao fundo do lugar.

- Aquele garoto mimado, arrogante, pretensioso, despudorado, quem ele pensa que é? - Ela grunia ofensas ao rei.

- O rei! - Uma voz grave responde. Ela vira bruscamente quase cortando a cabeça de quem se encontrava ali. - Calma, Mysie, sou eu.

- Logan, desculpa, eu achei que você já tinha partido. - Ela fala abraçando ele.

- A rainha mãe me convidou para ficar mais um pouco... - Ele responde constrangido. 

- A rainha mãe? - Ela parou para pensar. - Ai meu Deus, Logan! Eu não acredito. - Ela fala alto.

- Silêncio! - Ele põem a mão na boca dela.

- Você e ela? - Ela faz uma expressãode nojo. 

- Não é assim, Mysie, foi só uma vez! - Ele responde revirando os olhos.

- Deve ter sidouma bela primeira vez, para ela lhe pedir para ficar. - Ela ri.

- Pare com isso, eu aceitei por você, sabemos como você pode ser cabeça dura, como no café da manhã de hoje. - Ele fala arqueando a sobrancelha direita.

- Você soube? - Ela revira os olhos.

- Todo castelo já sabe como a ruiva desafiou o rei. - Ele fala bagunçando os cabelos dela. - Você precisa manter a cabeça fria, Mysie, o clã depende de você, nosso pai confia em você, por isso mandou você para cá. 

- Eu sei, Logan, mas você soube como ele me tratou? Eu não sou nenhuma puta que ele pode tratar como bem quiser! - Ela enfiando a espada no chão. 

- Eu não disse que você estava errada, olha o que ele fez com você. - Ele fala colocando os cabelos dela para o lado. - Mysie se ele tocar em você para te machucar, juro que eu mesmo mato ele. - Logan fala com raiva.

- Eu sei. - Ela abraça ele, naquele momento, o abraço dele era o lugar mais seguro que ela poderia ter.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...