1. Spirit Fanfics >
  2. Se descobrindo >
  3. Se descobrindo

História Se descobrindo - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Se descobrindo


Se descobrindo 

Personagens* Bruna e Fernanda

Bruna è uma garota bem problemática, cabelo preto curto, olhos pretos de óculos, 1,65, gostava de ficar com vários carinhas pela rua, chegou a transar com 10 na mesma noite o tipo suruba, mas sempre com sorte de não engravidar e não pegar nenhuma IST (infecção sexualmente transmissível). Bruna fazia faculdade de Medicina e já morada sozinha numa casa enorme, de um tempo pra cá vinha sentindo atração por uma garota da faculdade chamada Fernanda, Fernanda tinha os cabelos ruivos bem linda, cintura fina, olhos castanhos escuros, Bruna sentia desejo por Fernanda ,pois era muito linda, cada vez que a via sentia um fogo subindo na sua vagina, a vontade de foder com Fernanda era muito intensa, mas tinha medo porque nunca tinha gostado de garotas antes, então não contava para ninguém o que sentia nem para Fernanda, certo dia estavam no banheiro da faculdade, Fernanda precisava de um absorvente pois a menstruação tinha descido mas não tinha absorvente com ela ali naquele momento, então ela perguntou se Bruna tinha.

Bruna respondeu:
- Claro que tenho, toma!!!

Fernanda pegou e respondeu:
- Muito obrigado, como posso te recompensar ?

Bruna entusiasmada respondeu:
- Tenho te observando e te achei bem gata

Fernanda respondeu:
- A sério eu também tenho te observando e achei o mesmo.
- Sabe eu sempre tive a curiosidade de saber como que è transar com uma garota.

Bruna responde:
- Sério,? eu também sempre tive essa curiosidade mas sempre com vergonha de falar.

Fernanda fala:
- Então já que nós duas temos curiosidade, que tão a gente descobrir juntas ?

Bruna responde:
Mas aqui ? Agora ? Se alguém pegar a gente fazendo isso vai ser expulsão na hora.

Fernanda retruca:
- Vai não, tá de boas, Vamos lá ?

Bruna fala:
- Tá, vamos !
- Mas como a gente vai fazer ? Não tem um pênis entre nós, não vamos sentir prazer nenhum.

Fernanda fala:
- Você que pensa, temos o dedo, a língua também, tem também o pênis artificial, è um pênis de borracha grande, a gente esfrega as nossas xotas, você vai delirar.

Bruna responde:
- Ain já tô cheia de tesão, Vamos começar.

Fernanda começa tirando a calça e a calcinha, a blusa e o sutiã entra dentro da cabine e puxa Bruna pra dentro, Bruna também tira a calça e a calcinha, e o sutiã, Fernanda pega Bruna de surpresa e logo mete a dedada na buceta de Bruna e começa a rodar, e a fazer movimentos de sobe e desce, Bruna geme:

Huuuum que delícia, aiiiiiim, aiiiiiii eu vou gozar aiiiiu, Fernan...... para, para, pa......

Fernanda responde:
- Parar nada, agora você vai ser minha puta, vou te estuprar, vou te comer delícia, e logo ajoelha nos pés de Bruna e mete a língua na buceta, fazendo movimentos circulares, Bruna não aguentou e gozou na boca de Fernada, Fernanda engole aquele gozo quente de Bruna, morde o clitóris, Fernanda chupa tanto que até começa a sair sangue de dentro da vagina de Bruna.

Fernanda diz:
- Isso goza, goza sua vagabunda, sua piranha, cachorra, me diz se algum homem já te deu prazer assim, me diz sua biscate, e começa a dar uns tapas na cara de Bruna de tão branquinha sua cara logo fica bem vermelha, Fernanda puxa Bruna pelos cabelos e manda ela chupar a buceta dela.

Fernanda:
- Chupa sua vadia, chupa sua biscate.

Bruna diz:
- Ain, que delícia.

E logo mete a língua naquela buceta toda molhadinha, aquele gozo delicioso, Fernanda começa a ficar trêmula, não consegue nem se mexer de tão bom que tava. Deu o sinal da hora de acabar o "Recreio" da faculdade às duas se vestem.

Fernanda fala:
- Depois a gente continua,

Bruna responde:

- Toma aqui meu número, depois a gente conversa, si è que você me entende.

Fernanda sorri e sai, depois Bruna sai para que não desconfiem de nada.......

No dia seguinte, não tinha faculdade, Bruna resolveu chamar Fernanda pra ir na casa dela, com a desculpa de que precisa de uma ajuda na matéria, Fernanda logo aceitou. Bruna resolveu colocar uma roupa bem provocante, para chamar a atenção de Fernanda, escolheu uma blusinha transparente sem sutiã colocando aqueles seios fartos a mostra, o biquinho do peito aparecendo, uma saia também provocantes e resolveu não usar calcinha pra ficar mais atraente, na noite passada já tinha comprado lubrificantes, o pênis de borracha, algemas, e vendas.

Logo, Fernanda toca a Campainha rápido, Bruna atende, Fernanda surpreendida fala:

Uauuu que isso, que coisa linda, olha só, que tesão.

Bruna fala:
- Tudo pra você, quer dormir aqui comigo hoje?

Fernanda responde:
- Claro que quero.
- Mas cadê a matéria que você não entendeu ?

Bruna responde:
- Oops não têm, só arrumei uma desculpa pra te chamar pra vim aqui.

Fernanda responde:
- Affs, sua cachorra você só que transar comigo né, sua vagabunda, começou a beijar Bruna, e a apertar o peito dela, tirou a blusa e começou a chupar o peito de Bruna, aquilo foi eletrizante e incrível, logo Fernanda se ajoelha aos pés de Bruna e enfia a língua naquela bucetona molhada, aquilo foi a coisa mais excitante que Bruna já viveu.

Bruna fala tremendo:
- Nanda.... eu comprei.... aqueles brinquedinhos que você falo.... Vam..... usar

Fernanda fala:
- Aí que maravilha, então você quer brincar né, logo sacou o pênis de borracha e socou com força na bucetona de Bruna, Bruna perde o ar e geme igual uma cachorra

Aiiiiin...... Fer-nan-da me estupra vai me come, me chupa me faz de sua cachorra

Fernanda responde:
- Vai geme meu nome vai, sua puta vou te estuprar, sua piranha, cachorra. E assim continua a noite toda até que Fernanda e Bruna dormem juntas, amanhã acordam e vão pra faculdade..............

𝕱 𝖎 𝖒 ♡🔥



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...