História Se ele for feliz assim... - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Adultério, Gaasaku, Primeirafic, Romance, Saiino, Sasuino, Sasusaku, Victoriauzumaki
Visualizações 1.158
Palavras 1.543
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bora lá, finalmente segundo capítulo... Sorry pela demora...😞😞

Capítulo 2 - O casamento de Sasuke...


Fanfic / Fanfiction Se ele for feliz assim... - Capítulo 2 - O casamento de Sasuke...

Sasuke POVs

Estava sentado num campo à noite, para não ter que ouvir a Ino tagarelar no meu ouvido, sobre como foi seu dia e blá, blá, blá... 

Como se eu me importasse...

Só tínhamos uma semana de casados, e eu já não estava mais aguentando ela... Ela me irritava demais com suas conversas sobre roupas, como foi o seu dia e fofocas da vila...

 Chego à pensar, onde eu estava com a cabeça quando decidi me casar com ela... Por quê me casei com ela?...

Não que ela seja feia, pelo contrário ela muito bonita... Tem seios bem avantajados, curvas, pernas e coxas torneadas e uma bunda grande... Resumindo ela é muito gostosa.

Mas, ter que ouvir ela fofocar, falar de roupas, sapatos e etc já é demais. Tenho vontade de mandar ela pra casa do [email protected]#, mas lembro que fui eu que fiz a escolha do de ter me casado com ela...

Flashback on

Eu já  havia voltado pra vila fazia quase um mês, nem havia colocado meu braço protético ainda, na verdade iria coloca-lo amanhã. Estava caminhando pelas ruas, já que não tinha nenhuma missão. Estava distraído pensando no que faria, agora que havia voltado pra vila...

– EI TEME!!!! – um berro escândaloso me tira dos meus pensamentos, paro e olho para trás vendo o idiota do Naruto vindo até mim.

– Para de gritar, seu idiota — digo assim que ele para na minha frente sorrindo com as mãos na cabeça.– o que foi? 

– Ah nada! – o idiota diz sorrindo! Eu o encaro torto, voltando a caminhar..– O que você vai fazer agora que estar de volta ?– ele pergunta já caminhando ao meu lado.

– Restabelecer o Clã. – respondo sem olha-lo e continuo andando, e ele olha pra mim.

– E com quem você vai se casar?...– ele pergunta, fazendo-me olha-lo e ele continua.– É... Afinal pra restaurar o clã, você precisa se casar e ter filhos ou você pretende sair por aí engravidando todas que encontrar?!!

– Claro que não Dobe... – lhe respondo emburrado... – e casar... Cuido disso depois.– digo, pois realmente não fazia ideia de com quem eu iria casar...

— Então tá né, mas fique longe da minha Hinata hein.– ele diz me encarando emburrado.

– Tá Dobe... – digo começando à andar em direção ao meu apartamento, pois já estava anoitecendo – tchau .

– Tchau Teme! – ele diz seguindo seu caminho. 

Cheguei em casa, e fui direto pro banheiro tomar banho...

Depois que jantei, fiz minha higiene e fui pra cama, já que amanhã iria cedo ao hospital para colocarem o meu braço protético.

Deito-me na cama, e fico a pensar com quem eu poderia me casar...  Não que seja difícil achar uma mulher que queria se casar com Sasuke Uchiha.

Afinal, em todo lugar que passo as garotas Babam ao me ver, além de ficarem me cantando... Mas não poderia ser qualquer uma que teria e criaria os descendentes do clã Uchiha

Quem poderia ser?... Adormeci com essa pergunta...

Acordei às 6h30min e fiz minha higiene matinal. Vesti uma calça jeans e uma camisa cinza com o símbolo do clã atrás.Assim que termino de me arrumar desço as escadas, e vou pra cozinha preparar meu café...

Saio de casa às 7h20min e vou para o hospital. Quando chego vou para a sala da Tsunade, e nela estão ela, a Sakura e a Ino...

– Bom dia Sasuke! que bom que veio cedo, ainda temos que colocar o seu braço protético.– começou Tsunade

– Bom dia, você que irá colocar o braço em mim? – perguntei a olhando

– Não, pois a Sakura e eu temos uma cirurgia para fazer, então será a Ino. E já podem ir – ela respondeu, e eu olhei para Ino e vi que ela estava toda sorridente, e a Sakura abaixou a cabeça...

– Vamos Sasuke-kun! – Ino diz indo em direção à porta da sala ainda sorrindo e rebolando...

– Hun.– resmungo seguindo-a para a outra sala... 

Ino e Sakura... As garotas que mais ficavam no meu pé, falando o quanto me amavam e tal... Quem sabe uma delas não possa ser  a futura senhora Uchiha?... A Sakura é um ser que não dá pra esquecer, é irritante demais! Ela já está fora de cogitação! Parece criança que nunca cresce! Bom... A Ino também me irritava bastante, mas não tanto, como a Sakura...

Não to afim de sair pela vila inteira e listar todas as mulheres que eu poderia me casar, fora que não são todas que vêm de um bom clã! Por enquanto a Ino me parece ser uma boa opção e nossa! como ela ta gata agora! 

por acaso ela quer me seduzir rebolando desse jeito?...

– Chegamos... Entre Sasuke-kun!...– ela diz me despertando dos meus pensamentos, e eu entrei – sente-se na maca e retire a camisa.

– Tudo bem – Obedeci, sentei-me na maca e retirei a camisa...

– Kami-sama! – ouvi Ino suspirar se abanando assim que retirei a camisa e eu sorri de canto...

Ela terminou o procedimento depois de quase uma hora, e andava em direção à uma mesa, ainda rebolando... 

Éh ela tava realmente querendo me seduzir...

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~//~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Passou-se um mês e eu iria pedir a Ino em namoro pra ver se ela realmente poderia ser a senhora Uchiha...

Já estava de noite, e eu estava caminhando rumo à casa dela pra fazer o tal pedido, porém no caminho encontrei com a Sakura...

E estava com seus cabelos longos, como sempre para tentar me agradar, vestia suas roupas de sempre, pra idade chegava a parecer uma criança!

E claro ia começar com suas perguntas irritantes!

Ela começou com as suas declarações e eu não me lembro bem o que respondi, só sei que ela abaixou a cabeça com a minha voz e voltei a caminhar para casa de Ino, deixando a Sakura sozinha...

Quando cheguei bati na porta e ela logo atendeu.

– Sasuke-kun?!? – ela disse surpresa, e eu fui direto ao assunto.

– Namora comigo?– digo logo, e a mesma quase desmaiou e logo abriu um sorriso gigante..

– Claro que sim!!– disse pulando em meu pescoço e me beijou. Não senti nada, apenas correspondi...

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~//~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

No dia seguinte enquanto ia pra Ambu, encontrei a Sakura e comecei à caminhar ao seu lado como sempre... Mas ela estava estranha, estava de cabeça baixa e até agora não me encheu de perguntas...

Estava em dúvida sobre onde fazer o pedido de casamento. Não que eu me importasse, mas tinha que fazer parecer que eu pelo menos gostava da Ino né?... Então resolvi perguntar a Sakura, afinal toda mulher sabe até demais sobre casamento e a mesma deve ser formada de tanto que fala de casamento nas sua declarações.

– Sakura, onde você gostaria de ser pedida em casamento? – perguntei e ela parecia estar tendo uma batalha interna..

– Ahh?– ela pergunta, sei lá surpresa? E contendo um sorriso?...

– Onde você gostaria de ser pedida em casamento?– pergunto novamente, indiferente por ter que repetir revirando os olhos...

– Bom... Eu gostaria de ser pedida em casamento... Talvez no festival da primavera, que é a minha estação favorita e da Ino também.– ela diz bem sorridente..

— A Ino também ?– pergunto, e ela balança positivamente a cabeça – No festival da primavera... – Bom ela me ajudou bastante... – então tá e obrigada – agradeço indo para o quartel da Ambu.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~//~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Ainda planejava tirar outras dúvidas sobre o casamento com a Sakura, mas a mesma partiu em missão no dia seguinte...

Ino e eu namoramos por duas semanas  até o festival da primavera, e a danada beija bem pra caramba, além de ser cheia de atitude e safada. E como a Sakura havia dito, eu pedi a Ino no festival e todos ficaram de boca aberta.. A Ino até chorou, quando eu me ajoelhei na sua frente. Ela não disse um sim, ela gritou aos quatro ventos um grande SIM. 

A festa de casamento foi feita no Distrito Uchiha depois de reformado. Ino foi quem escolheu o dia, dizendo que seria o dia que a Sakura voltaria... Pode ter sido impressão minha, mas eu acho que à vi saindo correndo da festa... 

A Sakura está sumida a semana toda, o Naruto ficou preocupado e ia na casa dela, mas a mesma nem atendia a porta. E essa semana foi uma droga, depois que a Ino levou suas coisas lá pra casa, tive que ouvi-la falar dos seus planos, ela não podia ficar calada não?

Mas é claro que não deixei de ter a noite de núpcias, por causa da faladeira dela. Me surpreendi  por ela não ser mais virgem, mas como também não sou santo deixei pra lá... Afinal ela só tem que me dar herdeiros...

Flashback off

É herdeiros, pois tinha que realizar o pedido de Itachi. Mas com aquela tagarela tava difícil de ficar perto dela... Talvez se eu tivesse listado todas as mulheres da vila...Mas agora que já fiz a merda, vou ter que aturar...

Com certeza ela é melhor que a Sakura! Que é irritante! Além de parecer criança pera idade...

Me levanto da grama e começo a caminhar pra casa já sentindo meu estômago embrulhar, pois a essa hora Ino já deve esta fazendo a janta..

Entro em casa retirando as sandálias, deixando-as no canto da porta, indo para cozinha onde eu sentia um cheiro de desastre/dor de cabeça no ar...

— Sasuke-kun! Você não vai acreditar no que aconteceu hoje...

Argh!!! Vai começar...
 


Notas Finais


Foi mal pela demora
Continuo?????
Estão gostando??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...