História Se eu amo tanto culinária, você é ela - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Culinária, Fofs, Jikook, Menção Vhope, Muito Amor
Visualizações 8
Palavras 1.738
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


(eh uma jikook galero, e perdoem a capakkkkk)

boa leitura!

Capítulo 1 - Apostas;


A calmaria, a organização e a paciência, é algo essencial quando você estar dentro de uma cozinha, fazendo algum tipo de comida. Contudo, esses três simples quesitos não era encontrado na cozinha do apartamento de Jimin e Jungkook. Estes que estavam desesperados aprontando um prato especial, para dar boas vindas aos melhores amigos de infância: Jung Hoseok e Kim Taehyung. Eles não se viam há mais de um ano e chegariam em menos de três horas para o reencontro.

— Você devia ter me acordado mais cedo, Jeongguk! — Jimin disse bufando, enquanto ligava o forno impaciente. 

Jungkook revirou os olhos, inconformado com a chateação de Jimin para si. Os dois não acordaram cedo, então é óbvio que não tinha como ele acordar o namorado, se o sono profundo se instalou neles no mesmo dia. O rapaz moreno continuou cortando as verduras, sem questionar o outro que estava arisco, não queria brigar mais nesse dia tão especial.

Enquanto Jimin se jogava em cima do sofá, suspirando e descansado o corpo ali, Jungkook continuava preparando o gosto da comida. O Park contava os minutos para tirar a comida do forno, mas o sono se fez presente nele, e não demorou muito para dormir aonde estava. 

— Jimin, eu vou comprar cebola. — Jungkook disse cutucando a costela do rapaz, que resmungou balançando a cabeça assentindo, e logo em seguida virou-se para o lado oposto do namorado. 

A noite passada tinha sido pesada para os dois. Não, eles não havia feito amor, e sim ficaram até às três da madrugada no restaurante — onde trabalhavam e eram donos — ajeitando tudo ali, já que havia tido uma briga entre dois clientes, que ocasionou muita bagunça no local, e logo depois disso, os dois mesmos brigaram. Ficavam facilmente com raiva quando estavam com sono ou com muita fome, e qualquer assunto simples, desencadeava uma discussão. A briga não tinha sido resolvida, e a pressa para fazer comida logo de manhã cedo, só piorou tudo.

Quando Jungkook chegou do supermercado, sentiu um cheiro forte, e sabia que algo havia queimado dentro do seu apartamento. Entrou rapidamente, vendo Jimin acordando alarmado, olhando para cima e vendo que a fumaça estava quase cobrindo o teto todo. Xingou um palavrão e foi até o forno, o desligando rapidamente, enquanto Jungkook abria todas as janelas para sair aquele cheiro forte.

— Porra, por que você não me avisou? — Questionou com um semblante raivoso, se jogando no sofá novamente naquele dia, colocando as duas mãos no rosto. Jungkook respirou profundamente, e sentou-se ao lado do loiro, colocando as mãos na costa deste. Antes que pudesse encostar direitamente para acariciar, sentiu a mão de Jimin o afastando. — Não me toca.

— Jimin poxa, o que eu fiz para você? — Perguntou chateado afastando-se, vendo o outro suspirar, encarando-lhe em seguida com os olhos lacrimejando. — Eu tinha ido comprar cebola, eu o avisei...por que está me culpando por tudo?

Jimin continuava o encarando com tristeza, sentindo o coração apertar diante daquela situação. Estava sendo tudo exaustivo para si. Cuidar do restaurante; cuidar da casa; cuidar do namorado, lhe deixava apreensivo, e sem que percebesse, magoava a pessoa que mais amava nesse mundo todo: Jungkook.

 O conheceu na faculdade, onde cursava gastronomia junto do outro. A paixão pela culinária, fez com que os dois se juntassem logo no segundo dia de aula. Eles tinham tudo em comum, e não demorou muito para o amor se alastrar nos dois, e logo estavam se encontrando com intenções a mais. Estavam há sete anos juntos, montaram uma vida nova juntos, e se amavam juntos, na mesma intensidade. Era tudo recíproco.

As lágrimas caiam excessivamente no rosto de Jimin. Surpreendeu Jungkook, quando o abraçou fortemente, pedindo várias desculpas, enquanto o outro sentia as lágrimas quentes na curvatura do pescoço. Acariciou as madeixas loiras dizendo que tudo ia ficar bem, beijou-lhe no topo da cabeça, e o afastou, para ele mesmo limpar as lágrimas com os dedos, aproveitando para dar um selar nos lábios.

— Vamos fazer outra comida, hum? — Disse levantando-se. — Ainda temos tempo amor, não se preocupe. 

Jimin concordou ainda com o coração batendo forte. Estava se sentindo tão culpado por ter o tratado de forma rude, que poderia começar a chorar novamente, pedindo mais desculpas. Jungkook entendia o que ele sentia, pelo fato de passar pelas mesmas circunstâncias. Ele sabia lidar com elas, diferente do rapaz loiro, que qualquer coisa fora do lugar o fazia entrar em fúria, tratando  mal quem quer que estivesse em sua frente,  sempre com um bico nos lábios demonstrando claramente sua chateação.

— Coloque um sorriso no seu rosto, porque vamos começar a fazer o que mais gostamos! — Jeongguk disse, quando pegou uma panela e uma colher de pau batendo nela, espantando Jimin, que revirou olhos, sorrindo em seguida, e por um segundo sua mente suja, se perguntou "ele 'tá falando de sexo?" — Comida. 

E não era.

— Vamos tentar novamente. — Jimin mandou, suspirando, e indo até o forno tirar aquela comida cor de carvão.

Jungkook o encarou inconformado. Queria fazer algo que eles amavam fazer, quando recebiam algum tipo de visita. Queria animar o namorado que tinha o ego enorme quando se tratava do seu estilo de cozinhar.

— Não Jimin! 

— Hum? — Arqueou uma das sobrancelhas, não o entendendo. — Jungkook eles vão chegar já já, não enrole.

— Jimin, eu faço comida melhor que você. — Tocou na ferida, fazendo o outro levantar o olhar até si, dando um sorriso de lado,  e então começou  a gargalhar falsamente.

— Não comece. — Disse entre risadas. — Você sabe muito bem que eu sempre fui melhor.

— Então vamos apostar! — Sorriu ladino, vendo o outro largar tudo que tinha nas mãos, indo em sua direção com os olhos em fúria, ficando nas pontas dos pés para alcançar o seu tamanho, tendo o nariz encostados como provocação.

— Tá Jeon. — Disse sussurrando, se afastando do outro depois.

— Taehyung e Hoseok serão os jurados sem saberem. — Explicou. — Você faz o seu prato, e eu faço o meu. Qual eles acharem mais gostoso, ganha! Se eu ganhar você vai comigo no shopping comprar os meus mangás, e vai fazer tudo que eu mandar por um dia.

— Sério isso? — Revirou os olhos. — Tão simples!? 

— Você odeia ir comigo! 

— É porque eu não vejo graça nesses seus mangás. 

— Como ousa? — Indagou, puxando o outro pela cintura, apertando sua bochecha com as duas mãos, transferindo um beijo na sua boca, dando uma risada anasalada, vendo que o outro estava sério, e consequentemente isso o deixava fofo. — Enfim, é isso. 

— Se eu ganhar, você vai fazer um piquenique bem fofo comigo na praça, com um sorriso no rosto.

— Ué, mas a gente já não fez isso? 

— Com um sorriso no rosto e só nós dois — Falou e o outro entendeu, dizendo um "aaah". Na última vez que tinham feito isso, Jimin havia o forçado a ir consigo num piquenique com uns colegas de faculdade, e durante o dia todo, Jungkook ficou de cara fechada. Estava quente e ele não gostava daqueles 'amigos', nem mesmo o Park, que sabia que eles eram bem falsos, mas foi mesmo assim por educação.

Os dois se entreolharam mais uma vez, assentindo um para o outro, para então começarem a fazer os pratos para a avaliação dos jurados que nem sabiam que iam ter esse cargo. 

Jimin irá fazer um "Bulgogi" que é uma peça de carne bem marmorizada, cortada em pedaços finos e marinada em deliciosos temperos asiáticos. Enquanto Jungkook irá fazer "Dankgangjeong" que é basicamente um frango crocante, que junto de um molho, poderia se tornar um prato triunfal.

{...}

O porteiro já ligava, avisando que dois rapazes queriam subir até o apartamento deles, e não demorou muito para a campainha ser tocada com desespero. Jimin olhou por uma última vez para mesa, que estava arrumada, com a comida bem feita, e o cheiro ruim não se tornava mais presente, agora o cheiro de temperos tomou conta do lugar todo. Abriu a porta sendo recebido com duas pessoas pulando em cima de si, como se a vida deles dependessem disso.

— Jimin que saudade! — Taehyung disse beijando a sua bochecha, soltando-se e indo até Jungkook o abraçando também. — Jungkook que saudade de você também!

Hoseok abraçou Jungkook, elogiando o cheiro da comida. Jimin os puxou até a mesa para comerem, e darem o resultado, que na sua concepção seria ele o grande vencedor. Sua comida estava incrivelmente boa, porém não podia negar que a comida que Jungkook tinha feito estava com a aparência maravilhosa, de dar água na boca.

Eu vou ganhar, certeza. Pensou, sentando na cadeira com um sorriso no rosto, e direcionando o seu sorriso para namorado, que sorria para si também, como se estivesse tendo o mesmo pensamento. 

Os dois rapazes comiam gulosos, tendo os olhares precisos dos cozinheiros, observando cada expressão de cada colherada que eles direcionaram na boca. 

— 'Tá bom? — Jimin perguntou, não suportando eles não falarem nada.

— Tá uma delícia. — Hoseok disse após engolir um pedaço crocante de frango, fazendo o Park revirar os olhos, por ver que ele comia o que Jungkook tinha feito. 

Jungkook continuava comendo, tentando não se importar tanto com o resultado que poderia vir. Jimin chutava sua canela de vez em quando, quando os garotos elogiavam o prato dele, e sempre tinha que disfarçar sua expressão de dor. Quando Tae e Hoseok terminaram, Jungkook passou a observá-los. 

— Gostaram mais de qual prato aí? — Perguntou.

Jimin fechava os olhos, implorando para que seu prato fosse escolhido.

— Os dois né. — Taehyung disse limpando a boca com o guardanapo. — Mas não posso negar que esse frango 'tá dos deuses. 

— Sim, sim! — Hoseok concordou.

Jimin bufou, jogando sua costa para trás, vendo Jungkook levantar-se da cadeira e começar a pular que nem um louco, gritando que tinha ganhado. Os convidados estavam com uma interrogação na cabeça, não entendendo o que acontecia ali, mas logo a exclamação veio na mente, e eles entenderam que os dois estavam competindo.

— Me desculpa Jimin! — Taehyung disse e Jimin assentiu com uma dor no coração, seu ego estava ferido. 

— Amor. — Jungkook disse baixinho perto da orelha de Jimin que se arrepiou involuntariamente. — Agora você vai fazer tudo que eu mandar.

— Vai se ferrar! — O loiro o empurrou com raiva, deixando para trás três caras gargalhando da sua atitude.










Notas Finais


vao ser dois capítulos
oq acharam? :((


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...