História Se eu pudesse, odiaria você. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Jason Grace, Nico di Angelo, Percy Jackson
Tags Jason Grace, Nico Di Angelo, Os Herois Do Olimpo, Os Olimpianos, Percico, Percy Jackson, Pernico, Will Solace
Visualizações 172
Palavras 1.435
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ecchi, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Pansexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - I don't like you


Nico não gostava de Percy. Eram amigos, mas ele não gostava de Percy. Ele não queria estar com Percy e não queria ver Percy. Depois de muito tempo sendo o melhor amigo que pôde, ele queria evitar Percy.
Evitava Percy na escola, na rua, na biblioteca, no supermercado, no shopping e até no próprio quarto, quando fechava as cortinas para que Percy não pudesse vê-lo da sua própria janela.

Nico evitava Percy ao máximo o mais cautelosamente possível, mas bastou um deslize para que seu plano de evitar Percy até ele ficar velho e com catarata demais para vê-lo foi por água abaixo.

Nico estava sentado na varanda de casa rabiscando em um caderno quando Percy se aproximou, silencioso demais para ser ouvido através dos fones e da música alta e perto demais para que Nico tivesse tempo de fugir.
Percy tirou um dos fones de Nico e sentou-se ao seu lado.

— Por que está me evitando? — Percy fez a pergunta de 1 milhão de dólares.

Nico suspirou e deixou a música e o caderno de lado.

— Não estou te evitando.

— Sim você está e eu não sei o motivo e isso está me enlouquecendo. Eu não consigo não ficar bem com ninguém, especialmente você.

— Ah, é, Percy Jackson, o garoto perfeito. Todos devem amá-lo e se jogarem aos seus pés.

— Eu não...

— Para, Percy. Você sente essa necessidade ridícula de ser amado por todos e de estar bem com todo mundo, mas eu não sou assim. Eu sou... Diferente.

— Eu sei, eu sei que você é diferente dos outros e tudo bem. Eu gosto desse jeito.

— Você nem me conhece! — Nico se levantou.

— Claro que eu conheço, somos amigos desde sempre! Você adora coisas de nerd, música alternativa, usa essas roupas assustadoras e faz as pessoas terem medo de você mesmo que você seja mais novo do que eu.

— Isso não é mais do que qualquer um sabe. Me deixe em paz, Percy. — Nico pegou as coisas e entrou em casa.

��

— Você tentou usar a outra fórmula? — Jason perguntou a Nico.

— Desculpa, eu tô meio distraído.

— É, eu sei. Você precisa de um tempo, mas... Tente não se forçar demais.

— Eu não estou me forçando, só não quero ver Percy. — Nico levou as mãos ao rosto.

— Fugir dele não parece ser a solução.

— O que você sabe?

— Sei que você gosta do Percy e que está tentando não gostar evitando ele e que isso não vai dar em nada.

— Eu não gosto de Percy!

Jason riu enquanto Nico ficava furioso. Mas aquela era a verdade, Nico estava apaixonado por Percy e odiava isso mais do que qualquer coisa.

Jason era o outro melhor amigo de Nico e Percy, especialmente de Nico, que era como seu irmãozinho.

— Eu conheço você melhor do que ninguém, Nico. Sei o que se passa no seu coração.

— Eu não estou apaixonado por Percy e nunca vou estar. Ele tem Annabeth ou Rachel, eu não sou do tipo que ele ficaria.

— Isso não muda o que você sente.

— Pare, Jason. Eu não vou ser um idiota sofrendo por Percy, ele não faz meu tipo.

Jason sabia que Nico era teimoso o bastante para insistir naquela bobagem e orgulhoso demais para dizer a Percy que gostava dele, sabia que nada do que ele dissesse faria Nico mudar de ideia e isso o fazia querer dar um cascudo em cada um.

— Você vai para o jantar de Hazel?

— Ela está tentando. Eu amo minha irmã, mas não estou nem um pouco afim de encarar Percy, Annabeth e Piper.

— Honestamente? Eu também não. — Jason desabafou.

— Como você pôde namorar aquela garota? Sério, Jason.

— Não é a Piper o problema. Não posso encarar Reyna agora, as coisas estão muito estranhas ainda.

— Estranhas pra você ou pra ela? — Nico provocou.

— Já que não vamos terminar a droga dos cálculos, que tal irmos comer algo?

— Boa ideia.

Jason e Nico foram a um restaurante estilo pin-up próximo da casa de Nico. Pediram hambúrgueres, batatas fritas e milkshake.

— Você gosta de comida gordurosa, hein? — Jason implicou.

— Era isso ou McDonalds.

—  Ugh... tudo bem.

— Tá, tá, sei que você é um atleta e etc, mas comer besteira só quando está comigo não vai te matar. — Nico atacou as batatas.

— Eu estou sempre com você.

— Mas não estamos comendo sempre. Além do mais, você me obriga a comer, é uma troca justa.

— Não dá pra argumentar com você. — Jason deu de ombros.

Depois do jantar, os dois seguiram caminho para a casa de Nico.

— Eu devia ter pego um casaco, está frio aqui fora. — Nico abraçou o próprio corpo, sentindo calafrios.

— Você é muito descuidado. Está tremendo! — Jason tirou a jaqueta e colocou sobre os ombros de Nico. — Coloque isto.

— Obrigado — Disse Nico, colocando a jaqueta.

A rua parecia deserta naquela noite, mas eles não sabiam que estavam sendo observados por Percy, que da janela de seu quarto sentia ciúmes da proximidade dos dois.

��

Quando Jason e Nico chegaram juntos na escola, poucas pessoas acharam estranho. Eles eram próximos, não era algo novo. O que estava errado era que Nico estava chegando com Jason ao lado, não com Percy, e Nico estava usando o casaco esportivo de Jason, coisa que ele nunca fizera antes, nem mesmo com Percy.
Apesar de alguns olhares esquisitos, Jason e Nico chegaram vivos aos armários.

— Você vai ficar bem? — Perguntou Jason.

— Vou sim.

— Mesmo que esteja usando meu casaco e todos estejam olhando pra você?

— Tudo bem, Jason.

— Ok, te vejo depois então. — Jason se despediu de Nico e seguiu para a aula.

Nico pegou os livros que precisava e foi para a sala de aula. Quando entrou na sala, parecia que todos prendiam a respiração. Talvez a ideia de um garoto quieto e mau humorado como Nico saindo com um atleta cool como Jason fosse o fim do mundo para eles. Para Nico, era só um monte de gente idiota supondo coisas idiotas por causa de uma jaqueta idiota.

— Nico! — Hazel acenou da parte de trás da classe, fazendo a sala acordar novamente aos poucos.

— Oi Nico, de boa? — Leo o recebeu.

— Oi Hazel, e aí, Leo — Nico os cumprimentou e trocou um soquinho com Leo.

— Jaqueta legal, é do Percy? — Perguntou Leo e recebeu uma cotovelada de Hazel.

— Não, é do Jason.

— Jason? — Leo assobiou — Subiu bastante o nível. De quarterback à capitão.

Nico riu, Leo conhecia Jason, sabia que Nico e ele eram apenas amigos, mas gostava de provocar. Especialmente se fosse contra Percy.

— Então você e Jason...

— Leo. Não, você sabe que não. — Nico o interrompeu.

— Eu só acho que seria um casal muito bom. Shippo, inclusive.

Hazel riu e revirou os olhos.

— Claro que você shippa, é o Jason afinal.

— Você aposta em quem, mocinha?

— Gosto de Will, mas... Ele está muito atrás. Entre Jason e Percy, acho que fico com Percy.

— 10 pratas, fechou? — Leo estendeu a mão.

— Fechado. — Hazel a apertou.

— Se eu não ficar com nenhum dos dois, eu ganho a aposta. — Disse Nico.

— Boa. — disse Leo — Mas se ficar comigo, a aposta está cancelada.

Os três caíram na gargalhada.
Durante o intervalo, Drew Tanaka parou Nico e exigiu saber por que ele estava com o casaco de um dos atletas, ele a dispensou com um único palavrão.

— Nico. — Foi a vez de Percy o parar enquanto estava no armário.

— O que você quer, Percy?

— Por que tá usando a jaqueta do Jason?

— Não é da sua conta. — Nico fechou o armário e tentou sair, mas Percy o fechou contra a parede.

— O que tá rolando entre você e o Jason?

— Não te interessa, Percy. Me deixa em paz. — Nico escapou dele.

Nico foi para o pavilhão encontrar Jason na mesa de sempre.

— Você está bem? — Perguntou Jason.

— Estou irritado. Primeiro Drew me para por causa da sua jaqueta e agora Percy, exigindo saber se estamos juntos. — Nico bufou.

— Bem, ele também me perguntou isso no vestiário.

— O quê?

— Alguns caras tinham feito uma brincadeira boba sobre eu estar namorando e ele ouviu, quando ele perguntou, Dakota contou à ele que viemos juntos pra escola e que você estava com a minha jaqueta. Percy ficou meio nervoso e depois me perguntou se estávamos juntos.

— E o que você respondeu?

— Eu disse: "se quer tanto saber, pergunte à Nico". Só não achei que ele fosse mesmo.

— Isso não é da conta dele. Ele não tem que saber de nada.

— Tudo bem, eu não falo nada então, mas só por você. Porque Percy não foi esperto o suficiente pra mantê-lo por perto.

Nico abraçou Jason e pensou em como ele era o melhor amigo do universo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...