História Se já estou no inferno porque não abraçá-lo? (Imagine BTS) - Capítulo 17


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 49
Palavras 708
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura ♥️

Capítulo 17 - -"O amor é inexplicável..."


Acordo com uma puta dor de cabeça e logo que pego celular já avisto algumas mensagens de J-Hope, olho as mensagens pela barra de notificações mas não respondo. 

Eu não estava nos meus melhores dias, levanto faço minhas higienes e então antes de sair do quarto fico pensando em tudo que aconteceu ontem... E sim, eu sou um completo idiota que ainda acredita que o amor pode salvar o mundo! Idiota foi eu que mesmo depois de Tudo que Tae fez e vem fazendo decidi dar uma chance à ele e perdoar ele com todo meu amor e paixão.

Vou para sala de breakfast onde Tae já estava lendo seu jornal, me sento me sirvo e percebo que Tae em meio sua leitura não parava de me olhar.

Ele então arruma seu jornal levanta da mesa e com as duas mãos na cadeira fala:

Meu motorista irá te buscar as 20:30 então esteja pronto. 

Tae vira as costas e eu boto pra chorar feito uma criança, eu não acreditava que eu teria que transar com outros homens, que eu seria machucado novamente... 

Limpo minhas lágrimas quando uma empregada aparece para tirar o café, eu vou para o quarto e mais ligações de J-Hope chegam. Eu não atendo as ligações mas respondo as mensagens. 

Oi J-Hope! Está tudo bem sim e com você?! 🙂

Oiiii Jimin, tudo bem! Porque não estava atendendo as ligações?

Estava ocupado! 

Ocupado? 

Sim! Bom hoje vou pra boate... 🙁

Que saco, mas eu vou lá assim você não estará tão sozinho! 

Isso vai!!

Ouvi dizer que Tae voltou, é verdade? 

Sim! 

Depois disso desliguei a Internet, eu estava com nojo de mim mesma, nojo da minha ingenuidade... 

QUEBRA DE TEMPO 

Chego na boate e paço por Tae e Jung que pareciam estar discutindo, porém pararam quando Tae me viu chegando. Tae vem até mim e me leva até o camarim falando no meu ouvido:

Hoje você irá dançar, arrume se bem!

Ok!

Me arrumo todo, ou melhor uma parte... Coloco apenas uma calça  cinza (degrade) extremamente justa e uma gravata borboleta sem camisa. 

As luzes se apagam e então eu subo ao palco e dou meu show, em meio às luzes, fumaças e olhares eu busco um único olhar... O de Tae que insistia se esconder atrás de um homem de cabelos azuis. 

Quem estava na frente deslumbrado era J-Hope, ele sorria e seus olhos brilhavam a cada passo que eu dava. 

Depois de dar o show saio do palco bebo uma água e volto para o salão onde já tinha gente no palco. 

Em questão de segundos J-Hope vem até mim. 

Você está lindo!!! - diz me abraçando. 

Que bom que gostou!

Bom eu quero ser mais rápido que esses garanhoes todos - pisca. 

Seu pervertido... - dou um tapinha em seu ombro. 

Nós estávamos nos olhando e rindo quando Tae aparece por trás de mim e coloca seu braço por cima de mim fazendo J-Hope mudar seu semblante. 

Olá J-Hope! 

Olá Taehyung, como vai?! 

Muito bem, desde que cheguei! - joga seu pescoço em meu ombro. 

Imagino! Bom eu e Jimin já estávamos indo pra um quarto então se me da licença... 

Huum é uma pena, mas Jimin não fará mais programa! - me pega pelo braço e me arrasta deixando J-Hope sozinho. 

Tae me leva para seu escritório. 

O que foi isso? Eu não irei mais fazer programas?! - falo contente! 

Não se iluda baby, é só por hoje. Só para afastar J-Hope de você. - coloca as mãos em minha cintura e as aperta. 

E porque quer que eu me afaste de J-Hope em?! - rebolo sentido sua ereção. 

Ahh Jimin você faz muitas perguntas... 

Gosto de saber das coisas. - rebolo ainda mais. 

Tae ia falar alguma coisa quando Jung entra na sala e o chama. Tae pega as chaves e quando chega na porta fala:

Para te proteger! - sacode as chaves. 

Tae tranca a porta e eu sinto uma dor em meu pênis, eu estava completamente excitado a ponto de doer... 

Me sento no sofá e então decido não me masturbar, queria que Tae me visse naquele estado. 

Soltei um sorriso bobo quando pensei em como Tae meche comigo, eu estava com ódio dele agora pouco e olha agora estou morrendo de amores novamente... O amor é realmente inexplicável! 



Notas Finais


2 capítulos para alegrar nossa noite!!! ♥️♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...