História Se o meu amor me amar também - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Hermione Granger, Ronald Weasley
Tags Ficção, Harry Potter, Hinny, Romance, Romione
Visualizações 124
Palavras 1.315
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Magia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom, essa é minha segunda história postada aqui no spirit, porém a outra é uma oneshot que eu acho ruim, mas não tem como tirar do ar porque eu perdi a senha da conta. Enfim, espero que goste do capítulo é da fanfic, como um todo ❤

Capítulo 1 - O Baile de Inverno



Hermione olhou seu reflexo, olhou fundo nos próprios olhos, e enxergou a menina de pouco mais de 3 anos atrás. Cabelos desgrenhados e dentes grandes, uma saia plisada, meias até os joelhos, e um lindo e delicado suster por cima de uma blusa azul. Sentou-se insegura, por um mero momento, mas passou, e ela sorriu pra si mesma, tentando demonstrar confiança e a alegria que sentia. O vestido com um suave decote em V, com mangas de um chiffon rosa transparente, com uma saia em cascata formando um lindo degrade de rosa claro até chegar nos pés, em um tom de quase vinho. O corpete em cetim, com um simples laço no quadril, fez ela se sentir bem consigo mesma. O cabelo em lindos cachos muito bem controlados caiam pelo seu ombro e suas costas. Ela sorriu, com a maquiagem leve e os brincos simples, se sentia linda. 
-Vamos, Mione, estamos quase nos atrasando - chamou Gina, na porta do dormitório, arrumando a saia- Krum te espera.
Ambas sorriram, mesmo Hermione corando levemente, sentia-se feliz e especial. Ela virou para Gina e perguntou:
-O que acha, então? 
-Que você devia se controlar, porque está maravilhosa Mione!- disse a ruiva, mas escondendo um pensamento para si: seu irmão babaria em Hermione.
Hermione sorriu, contendo sua ansiedade dentro de si, observou melhor Gina. Ela vestia um lindo vestido cor pastel verde e rosa, com gola contornada de renda e decorações em formato de estrelas, com um laço que caia atrás, e uma cintura ajustada. Perfeito.
-Vamos, então. A propósito, esse tom de verde ficou lindo com seus cabelos, Gina.
 
Gina sorriu, corando levemente. Ainda tinha, ou melhor, sempre teve, uma paixão por Harry. Abriu ainda mais o sorriso com a lembrança dos cabelos desarrumados, os óculos mal ajustados sobre o nariz, cobrindo com uma lente seus olhos verde-esmeralda. Ah, ela amava aqueles olhos. 
-Hey, Molly, vamos lá. -disse Hermione, sorrindo. Chamava a amiga assim, de vez em quando.
-Ah, vamos, princesa cor-de-rosa. -Sorriu para a outra menina no quarto, e virou-se em direção às escadas.

************************************************
Gina desceu as escadas junto a Neville, não era quem ela queria, mas eles eram muito amigos e estavam bem juntos, apenas no baile, é claro. O vestido arrastou levemente no chão, e com a mão livre ela o ergueu suavemente, para não afetar a renda delicada. Ao pé da escada, viu Harry e Parvati... ou Padma. Que fosse. Ergueu o queixo e controlou suas palavras. Posicionou-se junto à Neville com o grupo de amigos de ambos. 
No alto da escada, um pouco envergonhada, estava uma Hermione deslumbrante. Ela olhou de esguelha o salão. Estava cheio de alunas com os mais diversos e lindos vestidos, das mais variadas cores, com os mais variados pares. Ela sorriu, ao identificar Harry e Padma (ou seria Parvati?) no pé da escada, porém não consegui encontrar Rony apenas com o olhar. Respirou fundo e tomou coragem, descendo as escadas cautelosamente. Ao sentir que atraiu olhares, ela corou levemente, dando um sorrisinho por estar tão feliz. Enquanto caminhava, viu Krum no pé da escada, estava charmoso, com os olhos brilhando. Ela se sentia ótima, porém algo estava fora dos eixos. Sentiu um olhar recair sobre si, e identificou Ron a uma certa distância, observando-a. Corou fortemente e retirou o olhar dele, focando em Krum, e então percebeu que já chegara ao fim da escada. Sorriu para seu companheiro, que a elogiou em um inglês mal falado.
-Hermioni-ni, vozé extá lindá! - Ele sorriu para ela, que retribuiu o sorriso. 
-Obrigada, Vitor. Você está muito bem, também.- Ela direcionou seu olhar para a mesa de drinques, mas antes de voltar sua atenção a Krum, varreu o salão com o olhar, sem perceber.
-Voxé qer um drink? -Disse sorrindo gentilmente.
-Ah, claro. Muito obrigada, Vítor. Sem álcool nem adoçantes externos, por favor. -Sorriu ela, alegre por ter um par tão atencioso.
 Vítor saio murmurando as última palavras de Hermione, para lembrar-se. Hermione sorriu, absorta em como era bom estar ali, feliz e alegre, sabendo que seus amigos também estavam felizes. Um garoto com um sorriso maroto chegou por trás da menina e tocou seu ombro, que estava levemente desnudo. O toque fez ela despertar de seus próprios pensamentos felizes e leves, e virar-se encontrando um par de olhos verdes sob um óculos redondo. 
-Harry!- a amiga apressou-se a abraça-lo.- Rony! -a amiga viu que os olhos tão encantadores do melhor amigo estava transparecendo raiva, e com certeza, não queria fixar o olhar nos castanhos da morena.
Ela foi até ele, com a intenção de abraçar o garoto, que resistiu um pouco e mal retribuiu o abraço tão eufórico da menina. Ela o estranhou. Por mais que não fosse de demonstrar carinho, nunca agia de tal maneira. Ele levantou o olhar por um momento e analisou-a. O vestido em cascata a deixava linda, maravilhosamente encantadora, queria elogia-lá, mas seus ciumes falaram mais alto. 
-Onde estão seus pares? -perguntou Hermione alegre. 
-Ah, elas foram falar com as amigas - Harry ergue o dedão e apontou por cima dos ombros para trás.- De qualquer maneira, a prof. McGonagall disse que terei que dançar, abrir o baile. 
Todos poderiam perceber o nervosismo de Harry apenas pela sua voz, pelo jeito como conferia o espaço ao seu redor com os olhos a cada 45 segundos. Hermione o tranquilizou. Rony não falou nada durante os poucos minutos em que conversavam sobre a próxima tarefa do Torneio Tribruxo. Harry e Rony saíram para pegar suas acompanhantes assim que Vítor chegou com os drinques. 
********************************************
No fim da noite, mesmo ainda com o baile a todo vapor, Hermione localizou Harry e Rony sentados em um canto, sozinhos, e foi até os amigos, sentando-se junto a eles.
- A noite está ótima, não? Querem ficar conosco? O Vitor foi buscar umas bebidas.
-Não, não queremos ficar com você e com o Vítor -disse Rony, cuspindo o nome do búlgaro 
-O que...? Qual é o seu problema? -perguntou irritada com a infantilidade de seu melhor amigo.
-Meu problema? Você está com o inimigo! -exclamou um ruivo já vermelho de raiva, exasperado.
Estavam tão absortos em sua briga, que não notaram a saída do melhor amigo, para a longe deles.
-O inimigo!  Pare de ser infantil, Ronald! Devemos ser todos amigos! - exclamou ela, indignada.
-Não seja tola. -resmungou levantando-se- Ele quer ser mais que seu amigo. -conclui, indo em direção às escadas. 
-Ronald Billius Weasley! Pare de infantilidade! Não acredito que você vai fazer isso -levantou-se a menina, seguindo ele 
-O que quer que eu faça? -retrucou o ruivo, já camuflado entre seus próprios cabelos.
-Você já sabe o que fazer da próxima vez! -gritou ela, com os olhos molhados.
-Diga! 
-Da próxima vez, me chame antes que alguém o faça, e não como última opção! - exclamou, sentindo uma lágrima quente cortar caminho em sua pele, cortando também seu coração.
-Nem ao menos estávamos falando sobre isso...-desconversou o ruivo- Harry!
Hermione virou-se e viu o melhor amigo ali,
-Onde você estava? Não importa! -exclamou furiosa- Os dois, já por quarto! 
 Ele apenas seguiu até as escadas com Rony, e sussurrou algo.
-Você estragou tudo!- gritou Hermione para Ron, com lágrimas rolando livremente pela face. Ela sentou-se na escada, permitindo a si mesma chorar.
*****************************************
Ela havia fugido de Krum o resto da noite inteira, e fugirá para o dormitório na primeira oportunidade. Jogou-se na cama com o rosto coberto pelas mãos, as lágrimas estavam saindo sem ela ao menos tentar resistir. Por que Rony fora tão idiota? Foi um babaca, estúpido, imperdoável, sem coração.  Hermione levantou-se e rumou ao banheiro. Despiu-se lentamente, com as lágrimas cortando suas bochechas, a maquiagem borrada, e o batom, antes impecável, agora estava fraco e manchado. Sentiu-se desolada . 
Após despir suas últimas peças de roupa, entrou em um banho gelado, no qual a água misturava-se com suas lágrimas quentes e incontroláveis.
 


Notas Finais


Olá novamente, fofuxos 😄
Tudo bem?
Gostaram do capítulo? Espero que tenham gostado, comentem suas opiniões e tudo mais 😜
Vou voltar com mais um capítulo dessa fanfic o mais rápido possível! Kisses babys


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...