1. Spirit Fanfics >
  2. Se sim me amas >
  3. Mistério

História Se sim me amas - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Mistério


Fanfic / Fanfiction Se sim me amas - Capítulo 1 - Mistério


Antes de escrever as linhas desta história, digamos os motivos que me põe o lápis á mão. Trabalho como pesquisadora em um laboratório. Devo admitir que sempre foi o que sonhei para minha vida, mas como bem se sabe, com o tempo tudo se torna monótono. Mudei-me para Florianópolis por conta das pesquisas. Nunca fui uma pessoa de muitos amigos. Estou longe da minha família. E quem eu sou? Sinceramente eu não sei dizer, mas houve uma mulher que me fez chegar perigosamente perto da resposta para esta pergunta.

Comecemos por uma tarde de fevereiro que eu nunca esqueci, tive outras, melhores e piores, mas aquela nunca se apagou do meu espírito.

Nesta data que não se sabe qual, estava eu na cidade do México. O museu Frida Kahlo abrira as portas para a exposição "La casa azul" . Era tudo definitivamente fantástico. Andar pela casa onde morou uma das maiores artistas do mundo, era realmente maravilhoso. 

Haviam obras penduradas em alguns cômodos. Um cômodo e uma obra em especial me chamou a atenção. Se tratava de um auto retrato de Frida. Ficava intactamente pendurado á cima de sua penteadeira. Olhei nos olhos da obra. E ali fiquei a admirar cada traço. 

A verdade é que eu não sabia muito sobre arte. Não sabia dar detalhes sobre as cores, e muito menos interpretá-las. Mas admirava com todo meu coração a mulher comunista e feminista que a artista foi.

-São traços realmente fortes não acha?

Olhei para a direita e a esquerda procurando de onde vira aquela voz. Percebi que vinha de trás. Não tive tempo de me virar, pois a figura de uma mulher logo se dirigiu ao canto direito de meu corpo.

Me deu um sorriso que carregava um ar irônico e infantil. Senti-me um pouco acuada. Sorri de volta. 

Ali ficou. Me falava das obras. Dava-me instruções. Eu ouvia tudo atentamente, mas no fundo estava curiosa. Algo naquela mulher chamou minha atenção como imã. Quis saber mais sobre ela. Perguntava. Ela desconversava. Volta e meia perguntava novamente. Ela desconversava novamente. Desisti. Por enquanto...

Parei por um momento para observá-la. Era linda. Tinha os cabelos mais negros que a asa da graúna. Os olhos, percustradores e sagazes, de uma sagacidade incômoda para quem encarava eles, o que não o fazia menos atraente. O favo de jati não era doce como seu sorriso. Aquela mulher definitivamente me atraía...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...