História Se você ficar - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Chuva


Fanfic / Fanfiction Se você ficar - Capítulo 2 - Chuva

Uma das coisas que Jaskier nunca imaginaria ver ao acordar se listava em duas coisas: Um monstro bem próximo ao seu rosto,com um olhar de cachorrinho enquanto o planejava lhe despedaçar e a mais improvável notar as íris cor de amêndoas de Geralt o observando,ambas,eram opções improváveis que o bardo se tivesse pensado nisso a alguns tempo atrás,ele próprio acharia engraçado. Mas naquele amanhecer enquanto os feixes de luz iluminavam seu rosto -contra sua vontade- Ali estava o bruxo perto,seus cabelos estavam bagunçados e seu rosto permanecia calmo mesmo sendo "descoberto" por Jaskier o bruxo apenas se levantou do tronco de árvore que estava sentado e se aproximando do bardo,mas apenas passando por ele.




—Você dorme babando.—O bruxo resmunga e arrumando sua espada.




—Me espere,Geralt.—Jaskier se levantou sobressaltado pegando suas coisas e colocando o alaúde nas costas seguindo o bruxo.—Não me deixe sozinho aqui.




O bardo conseguiu caminhar até chegar próximo do bruxo ficando ao seu lado.




 Enquanto caminhavam o clima frio se propagava por perto, apenas um vento gelado e Jaskier já tinha algumas coisas para dizer,e Geralt apenas continuou caminhando ignorando os comentários do bardo.Ainda pensava em Yennefer e de como tinham se envolvido, ela pela visão clara do bruxo,era mais do que apenas uma relação causada por um "pote quebrado",porém não teve muito tempo para pensar após ela o abandonar,então decidido havia se comprometido a ir atrás de sua criança surpresa com o Jaskier seu encalço.




—Vamos parar em algum lugar.—O bardo reclamou dispensando os pensamentos do bruxo,que o olhou vendo Jaskier esconder as mãos puxando as mangas de seu casaco.—Pelo menos até o vento parar.




Geralt deu de ombros prosseguindo e o bardo continuou a caminhar.Depois de longos minutos o céu se nublou e nuvens antes brancas se tornaram escuras,o bardo conseguia ver a chuva se aproximando e mesmo com seu pequeno temor o bruxo prosseguia,era no máximo curioso tanto comprometimento. Sim,ele sabia que era pela criança que o "pertencia",mas correr o risco de ficar doente por isso já era considerado demais para o bardo.A chuva começou segundos depois que Jaskier decidir uma maneira para convencer o bruxo a se esconder das gotas severas que caiam sobre eles e sua maneira escolhida havia sido a simples ameaça de cantoria e sem opção Geralt escolheu uma caverna rochosa que encontrou,tal qual o bardo agradeceu por estar dentro.




 —Estou encharcado!.—Jaskier comenta retirando algumas peças de roupa ficando apenas com sua camisa de botões e a calça.Enquanto se decidia se deveria retirar sua camisa para secar melhor o bruxo havia juntado alguns galhos e feito uma pequena fogueira,o bardo iria dizer que era desnecessário por estar claro do lado de fora, Geralt apenas olhou a sua peça de roupa molhada e Jaskier entendeu o recado.—Elas secaram com o tempo são feitas de um tecido muito bom.




—Pare de dizer,merda.—O bruxo diz olhando para a chuva que continuava forte e de ventos cortantes do lado de fora.—Tira a camisa antes que fique doente e me ferrando.




O bardo tirou a camisa se aproximando da fogueira, ainda estava se sentindo seu corpo tremular a cada minuto e as gotas de água de seu cabelo bater contra seu rosto.




—Quando a chuva vai passar.—Jaskier comenta se encolhendo um pouco unindo os joelhos e passando seus braços sobre eles.—Não sinto meus dedos.




Geralt o observou vendo os fios molhados do cabelos do bardo e o os lábios  esbranquiçados dele ,e suspirando de raiva o bruxo saiu de seu lugar e sentou ao lado do bardo que apenas o observou confuso se encolhendo ainda mais,o bruxo se virou vendo que a chuva estava abrandando um pouco, mas ainda não iria passar totalmente.Ele pareceu pensar um pouco e depois se decidindo retirar as partes de sua "armadura" ficando apenas com sua camisa.




—Fica perto de mim.—O bruxo ordenou e Jaskier depois de uma pequena relutância se aproximou e para sua surpresa Geralt colocou seu braço em sua volta, os juntando e como o bardo corou ao sentir aquilo,novamente estava nos "braços" do bruxo por alguma brincadeira do destino.—Se você contar para alguém, está morto!




—Isso significa que somos amigos.—O bardo ergue o rosto e as íris do bruxo o observa.—E que se importa comigo.




—Você doente seria muito pior.—O bruxo apenas continua observando a chuva.—E isso não significa nada.




O bardo apenas se concentra em se aquecer notando o quanto que o bruxo continuava a observar a chuva,para jaskier era impressionante como o Geralt estava quente, não aparecendo se afetar com a chuva,o bardo imaginou que talvez fosse alguma feitiço ou dádiva de ser um bruxo,porém no final agradeceu por Geralt ter decidido lhe ajudar a se aquecer.Enquanto estava colado próximo ao peito do bruxo poderia ouvir o coração dele batendo devagar diferente do que o de Jaskier bombeava acelerado,estava tão próximo que poderia ver perfeitamente o rosto do bruxo concentrado,os seus fios rebeldes e o olhar calmo quase terno que Geralt direcionava a tempestade.Por segundos o bardo imaginou como aquela cena,era digna de canções detalhadas,se ele fosse um romântico que estivesse apaixonado,mas não combinava para alguém que canta sobre aventuras.


Jaskier ergue um pouco o rosto vendo o colar do bruxo abaixo do tecido da camisa, ele aproximou seus dedos para pegar o objeto,mas Geralt foi mais rápido virando para encara lo.




—Chega.—O bruxo se levantou fazendo o bardo afastar meio assustado.—A chuva já está mais calma e suas roupas já estão mais secas.




Ainda chovia forte e Geralt apenas se afastará para ficar próximo a entrada da caverna olhando para floresta,o bardo olhava a cena um pouco decepcionado, mas obedeceu o pedido colocando sua camisa em ficando perto da fogueira de frente para a pequena chama que se alimentava dos pequenos galhos,ele tinha que assumir que estava se sentindo estranho com os toques do bruxo,algo que nunca havia sentido antes com ninguém e somente de pensar no motivo desse sentimento,já imaginava o pior.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...