História Sea - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Channyook_PJK

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Suga, V
Tags Bts, Drama, Gay, Jimin, Jungkook, Romance, Suga, Tragedia, Yaoi, Yoongi, Yoonmin
Visualizações 41
Palavras 2.766
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então gente. Essa é minha primeira fic então me desculpem qualquer coisa. Percebi que o trabalho é um ótimo lugar para ter idéia de fanfics 😂, mas agora chega de enrolação e boa leitura 😚.

Divirtam-se

Capítulo 1 - Sea


Fanfic / Fanfiction Sea - Capítulo 1 - Sea

O vento noturno e a maresia me invadiam. O mar aquela noite estava lindo e a lua prateada refletida sobre a água, iluminando toda a praia me trazendo junto a nostalgia

-Como você está Suga?

Um garoto moreno senta-se ao meu lado na areia botando a mão em meu ombro tentando me confortar. Era JungKook o meu melhor amigo e estava tentando me ajudar,porém estava longe de conseguir.

Meu peito doía e algumas lágrimas lutavam para descer, porém eram contidas com sucesso. JungKook desviou o olhar para o mar e pelo modo que o encara era perceptível que se lembrava também.

Levantei minha cabeça para sentir a brisa noturna que faziam meu cabelos dançarem e lembranças começaram a me invadir

"-Uhuuuul!

Jimin grita em pé no banco do carro com os cabelos ao vento e as mãos levantadas. Em seu rosto exibia um sorriso que não via a anos.

-Cuidado Jimin. -Bati em em sua perna levemente fazendo o garoto exibir um bico e se jogar no banco se sentando.

-Você é muito chato sabia - O garoto loiro faz uma careta e volta a sorrir. - Sabe Yoongi , queria que fosse assim para sempre.

Me viro para o garoto com uma das sobrancelhas levantada.

-Como? Sempre indo buscar nossos amigos para festa e nos perdendo ?

-Não seu bobo. Assim. Nós dois nesse carro sem rumo.

Jimin levanta a cabeça e fecha seus olhos para sentir a brisa."

JungKook soluçava ao meu lado me fazendo voltar das lembranças. Nunca havia o visto chorar, mas naquela situação não me surpreendi. Ele e Jimin eram próximos a ponto de me deixar com ciumes, porém eu confiava nos dois.

"O telefone tocava incessantemente sobre a mesinha de centro da sala. Jimin apenas passou seu olhar pelo celular e voltara a ver o filme se encolhendo em meus braços. Não estávamos vendo um filme muito bom, mas aquele momento era especial. Nós dois deitados no sofá, agarrados com cobertas, esse era nosso momento.

Os olhos de Jimin estavam fechados entregues ao sono, eu olhava para o garoto sem preocupações em meu colo enquanto acariciava seus cabelos, então o barulho que até então eu não havia percebido que havia cessado,voltara fazendo Jimin despertar.

-Não vai atender Jimin? Deve ser importante. - Falei baixo para não incomodar o garoto

-Não não. É o JungKook. Ele vai entender.- Sua fala sai sonolenta.

Ficamos ali um tempo ali na sala juntos,e Jimin já havia dormido em meus braços.

Já passava da meia noite e no dia seguinte eu e Jimin acordariamos cedo, pois viajariamos.

Não podia deixar o garoto dormir naquele sofá duro,mas não podia acorda-lo. Não conseguiria, então após desligar a televisão o peguei no colo e na esperança de sentir seu peso em meus braços, uma decepção me tomou, ele era mais leve do que esperava.

-Yoongi. -O garoto fala sem abrir os olhos enlaçando seus braços sobre meu pescoço.

Aquele gesto sem querer me fez soltar um sorriso bobo. Aquele era um gesto infantil do garoto,mas que me alegrava. Coloquei Jimin suavemente na cama o cobrindo com uma coberta vermelha e no final depositei um beijo em sua testa

-Durma bem Jiminnie. -Falei aos sussurro me deitando ao seu lado.

-Obrigado por hoje Yoongi.

Jimin se ajeitou na cama e aproximou nossos corpos e automaticamente o envolvi em um abraço

-Eu te amo Jimin. -Falo baixo.

Era a primeira vez que falava isso para ele e meu coração estava acelerado,porém quando minha atenção voltou para Jimin, ele estava encolhido em meus braços com sua testa encostada em meu peito. Ele já estava dormindo

-Eu te amo. Park Jimin.

Falei desta vez mais alto apertando o garoto em meus braços."

~*~

Respirei fundo absorvendo cada parte daquela maresia, mas eu continuava a me sentir vazio, algo me faltava e mais lembranças vieram a me atordoar.

"Jimin e eu ríamos histericamente enquanto Taehyung e Hoseok brigavam pelo último pedaço de pizza.

Estávamos naquele rodízio que ficava em frente a casa de praia que ficavamos. Jimin amava aquela pizzaria e toda vez que íamos para praia, íamos naquele lugar comer. Jungkook apenas brincava com a borda da pizza que restou em seu prato usando seu garfo.

-Kook? -Jimin começou -Tem certeza que não quer ir?

Jeon apenas exibiu um sorriso fraco e balançou a cabeça negativamente. Ele não estava bem. Durante a viagem toda estava passando mal,mas ele não queria que deixássemos de nos divertir por causa dele.

Jimin lançou um sorriso fraco para Jeon e depois se voltara para mim levando seus lábios ao meu ouvido

-Vamos sair daqui!? - E antes da minha resposta o garoto se levantou da cadeira me puxando pela porta da pizzaria afora, enquanto acenava para nossos amigos que ainda discutiam.

A lua prateada estava estampada no grande mar preto que era o céu. Apenas a lua estava à mostra, sua luz ofuscava toda e qualquer estrela que poderia estar ali

Estávamos caminhando descalços pela areia da praia de mãos dadas. A brisa do mar que vinha batia em nossos rostos e trazia consigo uma sensação boa que não queriamos que acabasse.

-O mar e tão lindo - Disse ele parando de andar me fazendo parar também. Ele fitava o mar com uma espécie de encanto, enquanto eu admirava sua beleza. - Queria morar no mar.

Uma risada acaba saindo sem meus consentimentos fazendo Jimin voltar sua atenção a mim, mas não me olhava com reprovação por rir dele, mas seus olhos brilhavam e seus lábios exibiam um sorriso.

-O que foi?- Perguntei estranhando seu olhar.

-A luz da lua te deixa bonito. -Jimin disse com seus olhos brilhantes me fazendo ficar vermelho.

-Ear. O mar e lindo mesmo. -Digo constrangido, o que faz Jimin soltar uma gargalhada.

-Quando eu morrer vou voltar como um tubarão. - Jimin faz dentes usando seus dedos.

-Está mais para peixinho dourado. -Brinco puxando Jimin pela cintura aproximando nossos corpos.

Jimin abriu um sorriso mais lindo do que já havia visto exibir, então juntou nossos lábios em um beijo. Um beijo molhado,porém quente. Um beijo que me deixou sem fôlego, mas que não me sufocava e que me fazia sentir-me no paraíso. Em nossos pés já não havia mais chão. Era como se flutuassemos sobre o mar. Jimin era alguém especial. Alguém que conseguia me tirar do meu mundo. Jimin me afastou lentamente do beijo e encontrara sua testa na minha.

-Eu te amo Yoongi.

Finalmente disse o que seu coração queria, o que me fez o meu acelerar e minhas bochechas queimarem.

-Eu também te amo Jimin."

~*~

Eu queria abrir meus olhos e descobrir que tudo não passava de um sonho ruim e que o encontraria ao meu lado, me abraçando enquanto dizia que nunca sairia do meu lado, assim como nunca faria do meu medo nossa realidade.

- Jiminnie. - Um sorriso escapou de meus lábios, enquanto lágrimas de saudade caíam quase despercebidamente.

"-Nunca mais vamos na montanha russa. - Hoseok segurava sua barriga com uma mão e a outra tampava a boca na tentative de não vomitar, enquanto Taehyung apenas gargalhava ao seu lado.

Haviamos cabado de sair da montanha russa que J-Hope tanto queria andar, agora não queria mais vê-la a sua frente. Aquele parque acabara de se mudar para o cais da praia e apenas em alguns dias de funcionamento, estava completamente cheio.

-Serio que não vamos naquele?- Jimin aponta para o brinquedo que se destacava no centro do parque.

Discovery, o brinquedo que girava, ficava de cabeça para baixo e amendrontava Hobi. Ao brinquedo ser mencionando os olhos de Jeon logo brilhavam, mas Hobi acenava negativamente com a cabeça amendrontado.

-Deixa de ser medroso Hoseok. -Kook fala batendo no braço de Hobi.

-Não é medo. - Hoseok exibi um bico -  Só que se o ser humano fosse feito para ficar de cabeça para baixo, em uma altura imensa, ele seria um morcego.

-Okay okay. Começo. Não vamos nesse brinquedo que já está tarde. Vamos embora, porque amanhã viajamos.

Os garotos me olham decepcionados, mas era verdade. Já estava muito tarde, de manhã sairiamos de viajem e não seria nada seguro dirigir com sono.

Saimos daquele parque aos risos conversando de coisas aleatorias.

Taehyung e Jeon naquela viagem haviam se aproximado bastante e estavam de mãos dadas, enquanto Hoseok estava sem se preocupar em estar sozinho.

As ruas da cidade estavam vazias, o que era normal para a hora, já passava de meia noite, mas havia alguém a nossa frente, um homem agachado fumando. Ele estava bem no caminho que iriamos tomar para voltar para a casa de praia.

Jimin assustado, apertou minha mão ao ver o homem á nossa frente, mas apenas sorri para o garoto, era uma coisa que conseguia acalma-lo. Não havia porque ter medo, era apenas um e nós eramos cinco.

Foi o que pensei.

Continuamos por aquele caminho fingindo que estava tudo bem, conversando alto e rindo, mesmo que estivessemos muito assustados. Passamos pelo homem e conseguimos respirar aliviados até que Hoseok chamou nossa atenção. O homem estava nos seguindo.

-Andem rapido! -Sussussurrei para que os demais apressancem os passos, mas o homem que estava atrás de nós apenas deu um grito

-Parem, ou alguém levará um tiro.

Naquele momento minhas pernas congelaram e tudo que pude fazer foi me virar e o homem estava com uma arma apontada para mim.

-Calma. -Disse enquanto todos se viravam com as mãos levantadas

-Passem tudo! -Gritou balançando a arma.

-Não temos nada. -Hoseok deu um passo a frente.

-Não mintam para mim. -O homem balançava a arma e a outra mão em tempos batia em sua propria cabeça.

Estava mais do que na cara que ele estava drogado. Não pensava por si

-Você não prescisa fazer isso Jimin começa. Você não esta bem. Podemos te ajudar

Viro-me com uma sobrancelha levantada para o garoto que falava. O que Jimin estava fazendo?

-Não presciso de ajuda. Me passem o dinheiro.

-Calma ..Calma. Vamos te passar.

Levo a mão ao meu bolso pegando minha carteira. Eu ja não tinha muito, afinal já estavamos de férias havia duas semanas e gastamos muito e o que restava eram apenas dinheiro para gasolina, mas isso não importava. Não agora. Nossas vidas estavam em jogo

-Aqui. -Ergo a carteira para o assaltante que exibe um sorriso amarelo.

-Isso não vai te ajudar. -Jimin põe a mão sobre a minha abaixando a carteira para que o homem não a pegasse.

-Para Jimin! -Grito.

-Yoongi. -Ele me olha com seus olhos marejados. Jimin estava com medo, mas por que agia daquela forma?

-O que há com você Jimin?. -Hoseok olha assustado para o assaltante.

-Ele está drogado. Não quer fazer isso -Jimin sussurra para nos

Então entendi. Jimin via seu irmão naquele assaltante. Seu irmão que se envolveu com drogas, o mesmo que morrera por conta de overdose a um ano

-Me deem logo!

A mão que segurava a arma apontada para mim, começara a tremer fazendo com que ele tivesse que usar a outra mão para poder mirar a arma melhor. Jimin se pôs a minha frente e apenas encarava o homem.

-Se vocês querem assim.

Apenas um barulho alto se fez e um clarão.

De inicio não haviamos percebido o que havia acontecido. Foi questão de segundos. O barulho, clarão e Jimin caindo em meus braços. Sua blusa antes branca havia um furo no peito e uma flor vermelha se formava a medida que seu sangue se alastrava cada vez mais.

-Yoon...gi. -Jimin falou com uma voz engasgada.

Tudo que conseguia fazer era segurar o garoto em um braço, enquanto com o outro tentava estancar o sangue. Lágrimas escorriam por meus olhos sem permissão, enquanto o garoto em meus braços tossia sangue.

O homem estava a nossa frente olhando assustado, provavelmente nunca havia atirado em alguém e quando o fez, percebera a gravidade da situação, então saira correndo aos tropeços.

-Liga para a ambulância. -Gritei desesperado sem desviar os olhos de Jimin, que havia parado de tossir.

Ele agora olhava para mim com um sorriso no rosto. Jimin levou a mão ao meu rosto secando uma lagrima que caia, sua mão estava gelada ,mais que o normal.

-Não fecha os olhos Jimin - Trago o garoto para perto de mim e o aperto em um abraço. - Não ouse fazer isso comigo.

Grito, mas tudo que recebo de Jimin é um sorriso.

-Pelo menos não terá mais o trabalho de cuidar de mim.

-Não é hora de brincadeira Jimin.

Jimin leva a mão ao meu rosto e acaricia minha bochecha.

-Se eu morrer aqui Yoon...

-PARA-Gritei o interrompendo

-Sei que sentirá minha falta. - Agora Jimin elencontrava dificuldades para falar e seus olhos derramavam muitas lagrimas - Nosso sonho

-Uma casa na praiaum cachorro. - Falei sorrindo limpando as lagrimas. - E um oceano em nosso quintal

-Um oceano so nosso. - Falamos em um uníssono.

Era um sonho bobo. Um oceano só nosso , mas é o que queriamos. Um oceano em nosso quintal, onde poderiamos comer vendo o sol se pôr naquele mar, dormir em uma rede abraçados sentindo a brisa do oceano.

Jungkook ao fundo gritava ao telefone desesperado enquanto Taehyung chorava, Hoseok não estava mais ali com a gente. Havia saído correndo para procurar alguém que pudesse ajudar.

-Não desista desse sonho Yoongi. Mesmo que não o realize comigo.Seria egoismo meu dizer que não quero você com ninguem..Eu quero você feliz. -Jimin agora apenas sussurrava e agora seus olhos ficava a maior parte do tempo fechados.

-Mas esse sonho não é meu sem você.

-Eu te amo Min Yoongi. - Jimin diz com um sorriso nos labios.

Jimim seca minhas lagrimas insistentes.O trago para perto do do meu corpo e me inclino lhe dando um beijo em seus lábios frios e a força que sentia em minha mão que ele segurava começa a se afrouxar e o garoto se deita em meus braços se entregando ao sono. O sono no qual não acordaria mais. Um desespero começou a crescer dentro de mim em meu peito ardia, meu namorado estava morto em meus braços e tudo que fiz, tudo o que pude fazer foi gritar. Gritar o mais alto que pude. Gritar até minha voz se esvair"

-Yoongi? - Jeon me tira das lembraças ruins de algumas semanas atrás. Ele está olhando para nós, não quer que fiquemos tristes.

Respondi Jeon com um olhar reprovador.

-Você acha que ele queria uma festa para sua morte? - Pergunto deixando uma lágrima escapar e acabo recebendo um suspiro de Jeon - Desculpa Jeon, sei que está tentando.

Coço a nuca decepcionado. Não era justo descontar tudo no Kook, mas era o que eu estava fazendo

-Que dia você iria contar para ele?

-Contar o quê? -Pergunto fixando meu olhar na lua ao horizonte.

-Sobre a casa na praia que comprou. A mesma que você guardou por anos suas economias?

Meu coração agora estava comprimido em meu peito.

-No dia em que iríamos voltar de viagem. Minha voz falha ao falar aquelas palavras. Agora não importa mais.

Kook suspira e se levanta da areia estendendo a mão para mim, mas a ignorei.

-Vamos, está tarde e amanhã viajamos.

-Me deixe só mais um pouquinho aqui.-Digo mais baixo do que queria.

Jeon colocou a mão em meu ombro em uma espécie de força amigo e sumiu por detrás de mim.

Fiquei ali por alguns minutos contemplando a luz da lua refletida sobre aquele mar imenso. O mesmo mar que encantava Jimin. O som das ondas batendo nas pedras eram relaxantes e parecia um canto que me chamava, então descidi ir até o mar molhar meus pés.

"-O mar e tão lindo - Sua voz junto com as lembranças, me embalaram mais uma vez. - Queria morar no mar."

"-Quando eu morrer vou voltar como um tubarão.

O garoto faz dentes usando seus dedos

-Está mais para peixinho dourado"

As lembranças vieram em minha mente junto com o sabor do beijo de Jimin.

A água gelada do mar caminhava entre meus dedos enquanto meu peito ardia, era como se enfiassem estacas a cada segundo em meu coração.

Nunca imaginaria que esse sentimento fosse possível e nunca pensaria que um garoto no qual namorava a três anos, conseguisse me fazer apaixonar e me sentir perdido sem ele. Não achei que esse sentimento fosse possível de ser sentido

Desde que estavamos juntos, não conseguia ver minha vida sem ele e agora sou forçado a viver.

-Jimin. -Sussurro para mim mesmo enquando deixo as lagrimas que tanto lutei para segurar saíssem de encontro ao mar.

Como em um encanto, eu me entrego, me entrego às ondas que batiam em minhas pernas, me entrego ao mar que tentava me levar, me entrego ao meu lugar agora.

"O mar agora é a nossa casa Jimin."

Naquela noite uma vida foi perdida. Min Yoongi foi visto por seu amigo Jeon Jungkook entrando no mar e não foi visto saindo. O mar aquela noite estava agitado e há a possibilidade do garoto ter sido arrastado. Seu corpo não fora encontrado até o momento. Força para a familia e amigos, afinal foi a segunda perda e menos de duas semanas.


Notas Finais


Obg a todos que leram. Espero que tenham gostado e comentem aí😄. Essa foi minha primeira fic e não está tão boa assim, mas com o tempo eu aprendo :D.
Um abraço para todos vcs e em breve tem mais fics e surpresas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...