História Sea: The Beginning: (BTS e BLACKPINK) - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Red Velvet
Personagens Irene, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Joy, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Seulgi, Wendy, Yeri
Tags Blackpink, Bts, Chaeyoung, Hoseok, Irene, Jennie, Jhope, Jimin, Jin, Jisoo, Joy, Jungkook, Lalisa, Lisa, Mako Mermaids, Namjoon, Red Velvet, Rose, Seokjin, Seulgi, Suga, Taehyung, Wendy, Yeri, Yoongi
Visualizações 77
Palavras 1.073
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura. ♡️

Capítulo 16 - Capítulo 16.


Fanfic / Fanfiction Sea: The Beginning: (BTS e BLACKPINK) - Capítulo 16 - Capítulo 16.

15.06.18 - Queensland, Austrália.
ROSÉ POVS.

Faz semanas que estamos infiltradas no mundo humano, vivendo a mercê de nossa própria sorte, indo para água ao cair da noite e voltando a procurar as garotas de quando os primeiros raios solares se faziam presentes no ambiente, isso se tornou nossa monótona rotina diária, eu já estava a me adaptar, quando você faz algo todos os dias mais cedo ou mais tarde isso se tornará natural para você, como respirar ou caminhar, mas Jennie odiava mais do que tudo no mundo.

— Eu odeio mais do que tudo no mundo! - Ela diz. No momento nós estavamos sentadas na areia quentinha dando um tempo nas buscas, eu apreciava a beleza do final de tarde, a beleza de arrancar suspiros do céu e sua mista coloração com o sol. Já Jennie... bem ela reclamava e murmurava vez ou outra também direcionava olhares raivosos á mim, mas me mantive indiferente a falha tentativa de intimidação vindo dela.

— Precisamos de ajuda, Rosé.

— Não iremos procurar pelo Jimin, não precisamos da ajuda de um tritão. - Na última vez que nos vemos eu e Jimin tivemos um pequeno desentendimento, Jennie não entende qual a razão para eu odia-lo tanto a ponto de não ceder meu perdão, se eu tentar explicar nem mesmo consigo, porém eu não gosto dele, como se a existência dele fosse o único motivo para o mundo ser um desastre. Forçado? sim, completamente sem nexo? também, mas é assim que eu me sinto em relação ao loiro anão, e sentimentos nunca foram de fazer sentido mesmo.

— Os amigos dele conhecem as garotas, se não fosse pela sua falta de noção nós já teríamos terminado o que temos que fazer nesse inferno! - Furiosa, vermelha e prestes a cometer um crime movido a ódio é assim que Jennie se encontra, me olhando com as pálpebras cerradas, eu suspiro fundo uma. Duas. Três vezes antes de aceitar que estou agindo de maneira completamente contraditória a meu discurso sobre sacrificar tudo para consertar o erro que cometemos, já que não estou sacrificando o meu orgulho.

— 'Tá! Se quer a ajuda do Jimin, procure-o, eu aceitarei sem reclamar mas... Não irei correr até ele como se estivesse desesperada, pois não estou. 

— Fechado! agora levanta. - Eu a olho com desdém, a mais velha adorava me ver ceder e eu odiava o sorriso convencido que ela sempre me mostrava quando vencia uma discussão.

15.06.18 - Queensland, Austrália.
JIMIN POVS.


— Hyung, eu preciso fazer uma coisa, pode voltar sozinho? - Hobi saiu disparado seguindo a garota de cabelos roxos e eu fui deixado para trás na companhia de Jin-hyung que parecia meio aéreo a tudo a sua volta.

— Para onde vai e o que vai fazer? - Ele questiona voltando para realidade. 

— Nada do que está pensando, eu só não quero voltar para loja ainda. - Diferente do que sempre faz Jin apenas dá de ombros e afirma com a cabeça que eu poderia ir, me sinto tentado a perguntar se alguma coisa havia acontecido com o mais velho, mas minhas pernas foram mais ágeis que meu raciocínio, quando me dei conta já estava me distanciando do loiro.

( ... )

Depois de conhecer as tão procuradas "Garota de cabelos roxos e outra de olhos redondos", que atendem por Jisoo e Lisa, fui a procura da lula ruiva e Jennie pois essa informação as ajudaria e muito! Pois, agora eu não precisaria chamar atenção dos Hyungs humanos perguntando sobre elas, poderia pedir ajuda a Hoseok, Jin e Taehyung que compreenderiam completamente a situação.

Vou até um dos quiosques que ficava próximo a um coqueiro bem alto na praia, era um lugar perfeito, nem muito perto da água e nem muito longe também, sei que normalmente aquelas duas garotas sempre roubam as coisas do comércio, e mesmo que o dono sinta falta elas ainda não foram pegas.

— Jennie! - Grito assim que vejo as duas de costas para direção que eu vinha, a morena sorri para mim e acena, já Rosé revira os olhos colocando as mãos nos bolsos do short que vestia.

— Deve ser mesmo o destino! nós estavamos indo procurar por você- Quer dizer... - Ela entrega uma risada nervosa olhando para face entediada de Rosé e se auto corrige. — Eu estava a te procurar. Precisamos de ajuda! eu sei que não dá pra você perguntar diretamente para seus amigos mas não temos outra pista de onde aquelas duas estão. - O tom de voz rouco de Jennie dizia que a mesma estava exausta, os trapos que usava e seus cabelos já maltratados pelo tempo me cortaram o coração, eu fui egoísta em deixa-las sozinhas nessa situação.

— Eu conheci elas hoje, Jisoo e Lisa. - Quando eu encerro minha frase vejo as faces espantadas de ambas, Rosé abriu a boca num perfeito “O”. Já Jennie estava tão aliviada que precisou se segurar em mim, pois havia perdido o equilíbrio. 

Até que ela sorriu ainda desacreditada, eu senti mais do que sinceridade em seu corpo magro após um abraço caloroso e um tanto afobado que recebi da morena. Rosé que estava petrificada veio até mim como um trovão separando o bom aperto de Jennie me segurando pela gola da camiseta e questionando.

— Onde? Como? e por que logo você?! - Acabo sorrindo para ruiva que levanta as sobrancelhas em dúvida, me sentia vitorioso e isso me dava uma confiança do tamanho do ego da mais baixa a minha frente.

— Elas não só conhecem como são amigas dos meus hyungs, parece que a transformação já aconteceu, elas sabem que são sereias. - A verdade dita por mim caí na consciência de Rosé como uma chuva de canivetes, ela me libera do aperto que dava em minha camisa para usar suas mãos como apoio, tenho certeza que a ruiva estava se amaldiçoando e eu entendo a culpa e frustração que ela deve sentir no momento, o que me faz tomar uma decisão.

— Vocês não precisam mais se preocupar, eu não as deixarei sozinhas, tomarei o problema de vocês para mim, eu prometo que resolveremos isso juntos, como deveria ter sido desde o início.

— Obrigada Jimin. - Jennie segura minha mãe sorrindo sem mostrar os dentes já Rosé parecer cogitar a idéia.

— E como fará isso? - Um déjà-vu talvez? 

— Pedirei ajuda aos meus Hyungs, eles saberão o que fazer.


Notas Finais


Comentem se gostaram, caso não gostaram, digam também, críticas são muito bem-vindas! Pois queremos trazer o melhor para vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...