1. Spirit Fanfics >
  2. Second Chance - Uma vida por uma vida >
  3. Capítulo Um

História Second Chance - Uma vida por uma vida - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Capítulo Um


Fanfic / Fanfiction Second Chance - Uma vida por uma vida - Capítulo 1 - Capítulo Um

❄❄❄❄❄

Meu coração estava acelerado, minhas mãos suando e meus lábios ardiam de tanto tê-los mordido por ansiedade. Eu me encontrava em frente ao prédio da empresa de publicidade, observando as grandes letras prateadas gravadas na fachada:

B A N G T A N

— Calma Jimin, respira fundo. Você consegue — falei baixo o suficiente para que apenas eu mesmo ouvisse.

Hoje era 1° de Setembro, meu primeiro dia no novo emprego e eu não poderia estar mais nervoso. Eu havia me formado na faculdade no fim do ano passado, e como num passe de mágica fui jogado no mundo real. Depois de muitos meses trabalhando em cafeterias, livrarias, supermercados e até mesmo dando aulas de reforço eu estava mais do que pronto para um trabalho de verdade. Era o pontapé inicial para minha nova jornada na vida adulta.

Mas por que tinha que ser justo hoje? Nesse dia específico? Parecia algum tipo de sinal.

Balancei minha cabeça na tentativa de afastar esses pensamentos e olhei atenciosamente para os dois lados da avenida pouco movimentada naquela hora do dia antes de atravessá-la em direção à entrada do prédio.

— Bom dia, como posso ajudá-lo? — a garota de cabelos escuros e ondulados atrás da recepção disse com um sorriso simpático no rosto e eu pude sentir meu corpo inteiro tremendo.

Esfreguei minhas mãos na calça tentando me livrar do suor acumulado nelas antes de ajeitar a mochila que carregava em minhas costas. Ainda nervoso tentei fazer com que meus músculos obedecessem os comandos emitidos pelo meu cérebro — Bom dia, eu... eu sou Jimin, Park Jimin, o novo... novo assistente de design gráfico?

A garota abre um sorriso e faz uma pequena reverência para logo virar-se caminhando em direção ao elevador enquanto eu a seguia — Por aqui Sr. Park — disse estendendo a mão para me dar passagem.

Acompanhei seus passos pelo sexto andar até uma das salas no final do corredor

— Seja bem vindo — ela repetiu a leve reverência me fazendo copiar o gesto automaticamente — Você ficará nesta sala hoje.

Fui guiado pelo meio das diversas mesas redondas e estantes até que encontrássemos uma mesa larga, suportando dois computadores distintos.

— Aqui é onde você irá trabalhar. O Sr. Min vai lhe treinar aqui por algumas semanas.

Encarei a mesa à minha frente com os monitores alinhados, os blocos de anotações milimetricamente posicionados e os post-its classificados por cores. A morena estava prestes a sair da sala quando parou e voltou seu olhar à mim - A propósito, sou Rosé. Boa sorte no seu primeiro dia. Assenti em agradecimento e Rosé desapareceu pela porta de vidro me deixando ali com a mesa, sua absurda organização e meu próprio nervosismo.

Com cuidado sentei-me na cadeira estofada e observei os detalhes do ambiente ao meu redor. Tudo parecia ser muito bem decorado e organizado, não havia uma caneta sequer fora de seu lugar. Me pergunto que tipo de pessoa seria "Sr. Min" para manter seu ambiente de trabalho tão ordenado, mas principalmente se ele seria um boa pessoa.

— Você deve ser o Jimin — uma voz um pouco rouca, mas suave, me tirou dos meus devaneios.

Olhei na direção do som e me deparei com um homem de cabelos negros, aparentava estar em seus vinte e poucos anos e os óculos de armação preta lhe davam um ar intelectual. Mas apesar da aparência jovem seu olhar era extremamente sério.

— Si-sim.. Sou eu mesmo — respondi já me levantando para cumprimentá-lo

O moreno abriu um sorriso antes de voltar a falar — Sou Min Yoongi. Então você é o novo assistente? Prazer em conhecê-lo.

Yoongi ajeitou os óculos sobre o nariz com os dedos e se dirigiu ao outro lado da mesa super-arrumada. Sua mão alcançou uma das gavetas embutidas e revelou a única parte bagunçada daquela sala antes de retirar de lá uma pilha de pastas e papéis. Ele pousou a mesma pilha sobre o meu lado da mesa e percebi meu novo chefe estendendo sua mão para que eu voltasse a me sentar

— Podemos começar pelo básico, certo? — Afirmou em questionamento enquanto puxava sua cadeira para se sentar ao meu lado.

Concordei movendo minha cabeça de maneira sútil, Yoongi começou me explicando as regras da empresa e algumas das atividades que eu faria enquanto assistente naquele departamento. Descrever Min Yoongi certamente o fazia parecer um completo nerd, mas vê-lo pessoalmente eliminava totalmente essa ideia absurda. Seus olhos eram misteriosos e sua postura emanava confiança e superioridade.

Algum tempo depois me retirei para buscar café para nós dois. No caminho de volta à mesa perdi o equilíbrio de repente e acabei caindo no chão, mas não sem antes dar um banho da bebida quente em Yoongi. Levantei-me rapidamente buscando qualquer coisa que pudesse secá-lo e evitar que seu corpo inteiro queimasse por minha causa.

— Eu sinto muito. Você está bem? — perguntei depressa sem saber ao certo se deveria me esconder ou me matar por tanta vergonha.

— Estou bem. Apenas me dê licença — Yoongi rebateu sério, levantando-se da cadeira e caminhando à passos firmes em direção ao banheiro.

Merda.

Que bela primeira impressão.

1° de setembro trouxe má sorte, afinal.

De volta à sala, Min Yoongi trazia consigo uma pequena pilha de toalhas e começara à limpar a mesa depois de me estender algumas. Após o incidente, o moreno continuou a me explicar os detalhes, mantendo sua postura profissional apesar do clima tenso no ambiente. Um tanto quanto impressionante, eu diria.

As horas passam e o fim do dia enfim chega. Yoongi organizava suas coisas se preparando para ir embora, assim como todos os outros funcionários ali.

— Nos vemos em breve Park — O mais velho disse jogando seu blazer preto por cima do ombro e alcançando sua maleta com a mão livre.

— Claro. Me desculpe mais uma vez. Prometo nunca mais derramar café em você — falei incoscientemente ainda me sentindo mal pelo ocorrido.

Yoongi soltou um riso abafado enquanto caminhava até a porta, logo sumindo pelo corredor. Estava ficando tarde, e eu não podia deixar de me preocupar se chegaria atrasado. Peguei o ônibus que sempre me levava até em casa, mas permaneceria nele por algum tempo além do normal para então chegar ao meu destino.

No caminho, retirei um bloco de notas e uma caneta preta da mochila que segurava sobre o colo, apoiei o material sobre minhas pernas para começar a escrever minha carta anual.

"Hey Jeon Jungkook, hoje não foi um dia muito bom, talvez porque você não estava aqui para me motivar. Não consigo evitar pensar que a cada dia que passa eu esqueço um pouquinho de você. Alguma mania sua, alguma característica que te diferenciava em meio à multidão, e isso..."

O sinal ecoando pelo veículo avisou que estávamos parando e tive que descer do ônibus antes que pudesse terminar o texto, acabei por fazer o resto do percurso à pé. O vento suave trazia o aroma das flores do jardim ao redor, os pássaros exibiam suas canções para quem estivesse disposto a ouví-las e os raios do sol, que agora estava prestes a se pôr, coloriam o céu de diversos tons

— Okay kookie. Estou aqui

Senti uma brisa gélida assoprar em minha nuca me fazendo arrepiar

— Então — falei ajeitando uma manta no gramado antes de me sentar sobre ela com os joelhos dobrados e meus braços apoiados sobre eles - Cinco anos certo? Muita coisa mudou desde a última vez que te visitei

Hoje, 1° de setembro, era o aniversário de 22 anos de Jeon Jungkook, meu melhor amigo.

Mas também era o aniversário de 5 anos de sua morte.

❄❄❄❄❄


Notas Finais


Olá...
Tudo bem com você??
Espero que sim

Essa fic é originalmente postada na plataforma Wattpad, mas decidi expandir um pouquinho os horizontes, então aqui estamos.

Espero que possamos vivenciar essa imersão da melhor maneira possível.
Seu incentivo é muito importante para o andamento dela, então não hesite em dar sua opinião, todas são bem vindas.

Por ora é isso, te aguardo no próximo capítulo para descobrirmos juntes o desfecho dessa história!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...