História Second Chances - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Aaron Taylor-Johnson, Candice Accola, Chris Evans, Jason Momoa, Jensen Ackles, Tom Hiddleston
Personagens Aaron Taylor-Johnson, Personagens Originais
Visualizações 70
Palavras 1.126
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi 🤗
Segundo cap pra vcs

Capítulo 2 - The day we Met


Fanfic / Fanfiction Second Chances - Capítulo 2 - The day we Met

10 Anos Antes...

Bem vindos à cidade de High Wycombe, uma cidade simplória do condado de Buckinghmanshire, na Inglaterra. Fica a aproximadamente 52km de Londres, e absolutamente nada acontece por aqui, ou talvez aconteça. Nossos protagonistas, estão terminando o ensino médio e em busca de rumos em suas conturbadas vidas.

As filhas do diretor da rede local de TV, Alice e Claire, com suas personalidades totalmente diferentes, estão prestes a ter suas vidas de ponta cabeça ao começar um estágio na emissora onde o pai trabalha.

- Você está animada? - pulo em cima de Ali, a fazendo revirar os olhos, como de costume - Vamos começar a trabalhar! - grito empolgada

- Estou saltitante, por dentro. - minha irmã rosna se levantando - Não aceito esse seu bom humor matinal, você não pode ter saído do mesmo ventre que eu. - murmura seguindo para o banheiro

- Muito engraçada você. - me levanto a seguindo - Se arrume logo ou vamos nos atrasar.

- E qual a vantagem de ser filhas do patrão, se não podemos nos atrasar? - ela bufa do banheiro me fazendo rir - Eu nunca vi, algum ser humano no mundo, começar a trabalhar no sábado. É algo que pode causar traumas no futuro.

- Você deveria ser atriz, sabia? Especializada em drama. - ironizo saindo de seu quarto, Ali não é do tipo adolescente rebelde, pelo contrário, é muito sociável e popular no colégio, apenas pela manhã é um pouco mal humorada

Papai nos levou no nosso primeiro dia, não que fosse preciso, crescemos naquela emissora, conhecíamos cada canto. Mas ele queria nos apresentar formalmente, de tão orgulhoso que estava. Nos levou até nossas instalações e nos deixou sob os cuidados das figurinistas e maquiadoras, que era com quem trabalharíamos a partir dali. Ali, estrovertida como sempre, logo se enturmou, puxou assunto com os produtores, roteiristas, câmeras, e até os âncoras do jornal que seria gravado naquele momento. Eu, por outro lado, sou mais tímida, preferi ficar no meu canto, aprendendo a separar os figurinos para a nova minissérie que seria gravada pela tarde. Não era um trabalho difícil, e Ali acabou me ajudando. Ela tinha muita facilidada para lidar com essas coisas.

- Papai te falou sobre essa série? - ela pergunta despretensiosa, separando as peças para levarmos para os atores - Pelo figurino, parece ser legal.

- Magie disse que é uma minissérie, ambientada em Londres, mas como é pro público adolescente vão fazer aqui.

- E os atores são londrinos? - seu sorriso animado me fez rir, entendendo sua pretenção

- Papai exigiu que pelo menos dois dos protagonistas fossem daqui.

- Estraga prazeres. - protestou pegando a jaqueta de couro preta da arara - Rock'n'roll baby! - brincou vestindo a jaqueta e fazendo movimentos divertidos, sempre admirei sua autenticidade, ela não se preocupava com nada, apenas vivia

- Muito divertido, mas o elenco está esperando os figurinos. - Magie advertiu da porta a fazendo rir

Terminamos de separar as peças e seguimos para os camarins. Ali não tirou a jaqueta, e seguiu cantarolando músicas dos Beatles pelo corredor, chamando a atenção de todos e me deixando um pouco envergonhada.

Aaron Johnson, um aspirante a ator, fez alguns filmes de pouca visibilidade, comerciais e estava encarando seu primeiro papel de destaque. Um roqueiro rebelde em uma série adolescente. Sentia que estava prestes a mudar sua vida para sempre, mas não fazia ideia das drásticas mudanças que enfrentaria a partir dali.

Estar em um estúdio não era novo para mim, não que eu tenha uma carreira sólida e brilhante, mas tenho experiência. Os outros estavam nervosos, apreensivos, eu só estava ansioso, sabia o quanto aquele papel era importante pra mim, para a minha carreira, ser visto ali poderia me garantir bons contratos, filmes grandes. Eu mal podia esperar para começar, e a demora do figurino estava me deixando nervoso.

- Let it be, let it be, let it be, let it be. And there we'll be a answer, let it be! - uma voz, muito bonita, e alta ecoava do corredor me deixando curioso, me levantei e abri a porta para ver o que era

- Alicia, para de cantar. Estamos atrasadas. - a garota tímida murmurava empurrando as araras enquanto a outra saltitava e dançava cantando, ambas muito bonitas

- Let it be! - ela ria, uma risada deliciosa e espontânea, daquelas que você passa horas ouvindo e não se cansa - Não seja tão chata! Pode ser divertido. - sorria puxando as araras e e perdendo o controle de uma delas que acabou batendo em mim - Ai meu Deus!

- Viu, Alicia! - a outra garota gritou correndo em minha direção - Moço, você se machucou? - me olhou preocupada assim que me recompus, empurrando a arara para o canto da parede

- Me desculpe. - Alicia, a garota dançante levou as mãos ao rosto se aproximando - Foi um acidente, eu sinto muito.

- Tudo bem, não foi nada. Eu estou bem. - sorri a encarando, de perto ela era ainda mais linda, seus olhos azuis marcados pelo lápis preto, seus cabelos ondulados levemente bagunçados caídos no ombro, lábios vermelhos vivos, encantadora - Acidentes acontecem. - cruzei os braços a encarando e ela sorriu

- Eu falei pra ela não ficar correndo com essas coisas pelo corredor. - a outra garota, não menos graciosa, um pouco mais delicada, mesmos olhos azuis, mesmos cabelos loiros ondulados, mesmo sorriso largo, um tanto tímido, não menos encantador me olhava apreensiva e nervosa - Ela é meio maluca.

- Claire! - Alice a repreendeu me fazendo rir

- Alice, Claire. - constatei as olhando - Minha capacidade cognitiva não foi afetadada. Meu nome é.... - fingi estar confuso as fazendo rir - Aaron, Aaron Johnson.

- Aaron. - ambas disseram juntos e se entreolharam

- Isso é seu. - Alicia tirou a jaqueta e me entregou - Certamente fica melhor em você.

- Em você está ótima. - sorri pegando a peça e a jogando no ombro

- Certo. - ela me olhou emcabulada - Se virou para a arara retirando outras peças - Aqui estão suas roupas. Owen. - sorriu me entregando o restante - E desculpe o choque com a arara.

- Tudo certo. - sorri a olhando puxar a arara perdida e a colocar novamente no caminho - Cuidado pra não acertar mais ninguém. - brinquei a fazendo rir - Cuida dela, Claire. Acho melhor você guiar. - sorri para a garota que me observava timidamente

- Pode deixar. - ela sorriu segurando as outras araras e Alicia revirou os olhos seguindo seu caminho - Boa sorte na gravação. - sussurrou timidamente ao se afastar

  - Estúdio 6. Se quiserem assistir. - sorri voltando para o camarim


Notas Finais


Música que a Ali estava cantando 🤗
https://youtu.be/ih-8K1a_SsA

Vídeo do cap:

https://www.instagram.com/p/BbfvQWejyQE/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...