História Secret - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Cana Alberona, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Evergreen, Freed Justine, Gajeel Redfox, Gildartz, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Rogue Cheney, Sting Eucliffe, Wendy Marvell
Tags Naer, Naju, Nale, Nalu, Nami, Nawen
Visualizações 382
Palavras 1.251
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Ecchi, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


"VOCÊ TÁ VIVO?"

Pois é né! Quem é vivo sempre aparece! De vez em quando, bate aquela criatividadezinha né?

Capítulo 17 - Lush Life


Narrador pov on:

No palco da Fairy Tail, Natsu sorria como nunca havia sorrido em sua vida. Batia palmas enquanto acompanhava o ritmo da música que tocava ao fundo. Wendy acabou segurando na mão de Romeo enquanto dançavam. Mirajane, por outro lado, tinha o típico gentil enquanto segurava na mão de Laxus, sendo girada. Lucy e Erza acabaram por rir também, enquanto davam de ombros e se aproximavam de Natsu. Ao fundo, a música "Lush Life - Zara Larsson" tocava, vindo do celular que o rosado havia trazido para a época com si. O áudio da música era aumentado por causa de um lacrima que Erza tinha. 

Pela primeira vez, desde que chegaram ali, Natsu mostrava algo que vinha de sua época. Principalmente uma música! E melhor, era uma das que ele mais amava. Não era atoa que cantarolava junto. Foi nesse momento que girou Lucy e Erza com cada uma de suas mãos, enquanto Wendy encarava a cena com ciúme. Mira por outro lado, estava incomodada mas tentava não demonstrar nada. Foi quando a música parou de repente, mas Natsu continuava a cantarolar a letra.

Natsu — I live my day as if it was the last, live my day as if there was no past. Doin' it all nite, all summer, doin' it the way I wanna... - Até se tocar que estava sendo observado. - Ah... Merda! Eu devia ter parado na hora! - 

Foi impossível não achar bonitinho a maneira como o rosado havia ficado constrangido depois daquilo. Mira encostou a mão em seu rosto, enquanto soltava seu famoso "Ora ora..." e abria o sorriso gentil de sempre. Realmente. As duas Mirajane's... Não eram diferentes. Não mesmo. Wendy e Natsu, por outro lado, pareciam até ter trocado de personalidade. Enquanto Wendy era explosiva, agressiva e grossa... Natsu era um poço de gentileza, calmaria e alegria. 

Era até mesmo curioso. Lucy e Makarov continuavam se perguntando como eles não estavam assustados de terem trocado de época, enquanto Erza somente pensava em que magia cada um deles iria despertar. Afinal, querendo ou não, teria que ensinar magia para eles. Mais cedo ou mais tarde, iriam ter que aprender. Não apenas por um desejo bobo, do tipo "quero ser um mago". Na realidade, Erza queria ensinar até mesmo para a defesa pessoal deles. Querendo ou não, Natsu era bastante conhecido. Com isso, ao mesmo tempo que tinha vários aliados e amigos, também tinha diversos inimigos que deveriam estar loucos para terem a cabeça daquele rosado em suas mãos. Enquanto Mira, era uma maga classe SS. Não é de se estranhar que algum dia, eles procurariam pela albina... E Wendy, por causa da magia de cura, querendo ou não, ela é uma aliada que qualquer guilda iria querer. Até mesmo guildas das trevas. 

Natsu — Erza-san, por que está nos olhando assim?

Wendy — Quer perder os olhos? - Arqueou uma das sobrancelhas. - 

Mirajane — Desculpe Erza. Eu gosto de homens. - Sorriu gentilmente. - Mas quem sabe... - E todos viram o momento em que Erza ficou literalmente da cor dos cabelos. Ao contrário do que todos pensavam, a ruiva era extremamente inocente. - 

Erza — Do que vocês estão falando?!

E foi nesse momento que Violet entrou na guilda. Totalmente alegre, dançando e comemorando algo. Wendy olhou para ela um tanto quanto estranho. Em seguida, arregalou os olhos.

Wendy — Que foi, virou mulher bomba? Vai explodir todo mundo daqui? - Acusou a loira, enquanto ela negou. - 

Violet — Não! Eu tava no bar da Blue Pegasus e... 

Wendy — Você foi pro bar?! Você virou alcoólatra?! A Cana bebe, mas pelo menos ela se comporta! - Apontou para a morena, que tinha um barril que outrora estava cheio de vinho. - 

Cana — EU SE COMPORTOW!  - Gritou, antes de cair bêbada no chão. - 

Violet — Dá pra me ouvir?! - Exclamou, um tanto quanto irritada. - Eu descobri que o Hibiki, com o seu Archive, pode achar um meio de vocês voltarem para casa antes da hora...

Natsu — Mas eu queria aprender magia! - Fez um biquinho magoado. Parecia literalmente uma criança que teve o doce arrancado. Isso fez Lucy, Erza, Wendy, Mirajane e até mesmo Evergreen o olharem como se falassem "que adorável". 

Violet — Então, espere uns dias! Afinal, o que de ruim pode estar acontecendo?

[ Em 2018, Natsu acorda com Mira e Wendy o olhando. ]

Natsu — O QUEEEEE? EU TAVA LÁ! E DEPOIS TAVA CÁ! EU ME VI? EU TO EM EDOLAS? QUEM SOU EU?! - Abriu o escândalo, enquanto Mira e Wendy bateram a mão na testa. - 

Mirajane — Agora eu entendo porque tivemos que vir pra cá...

Wendy — Natsu-san, me escute. O que aconteceu foi que você trocou de época. Quer dizer, nós trocamos. Estamos em 2018, uma época onde não existe magia. Isso aconteceu porque você e o Natsu daqui, desejaram que algo diferente acontecesse. Mas, como conhecemos como você é explosivo, decidimos o acompanhar para evitar isso. 

Natsu — Entendi... 

Mira/Wendy — Entendeu? - Pareceram chocadas.- 

Natsu — Vocês estão loucas! MESTRE! A MIRA E A WENDY - Antes de continuar a gritar, Mira o olhou com os olhos demoníacos. Natsu calou a boca na hora. - Desculpa!! - Pediu com lágrimas nos olhos. Logo ela voltou com seu sorriso gentil. - 

Mirajane — Você precisa se entender com seu eu interior, para descobrir que espécie de novas aventuras você estava pensando. Você vai fingir que não sabe nada sobre magia, e se eu ver você PENSANDO em comer fogo... Eu vou fazer você esquecer do seu nascimento a base de pancadas! Você me entendeu? - Exclamou a albina. -

Natsu — Aye, Mira-sama! 

Wendy — Só assim para ele entender, afinal... - Deu de ombros, enquanto acariciava o topo da cabeça de Charl, a gata branca que miou. - Você parece com ela... Como será que a outra Wendy está se dando bem com a Charl?

[ Em seguida ]

Laki — A gente podia começar a fazer um sistema de reciclagem e ecologia aqui, né? Tipo, lá em casa! A gente sempre separa o papelão e as latinhas!

Wendy — Pra quê? Pro seu pai ter mais dinheiro pra comprar crack? - Perguntou, enquanto lixava as unhas. Laki pareceu ter seus olhos enchidos de lágrimas, enquanto saia correndo. - Vai chorar em casa, vai! Só cuidado pro seu pai não te vender na rua pra matar os vícios!

Natsu — Que malvada... 

Violet — Gente, eu comprei um chiclete que veio com uma tatuagem, olhem! - Falou, toda animada. Romeo logo desmanchou o sorriso. - 

Romeo — Eu não tenho dinheiro pra comprar chicletes... 

Wendy — E o único chiclete que ele tem, é aquele que o escroto do pai dele usa pra vender no farol. - Gargalhou. Wendy realmente era malvada. - 

Droy — Gente, eu amo chocolate! - Falou, tentando quebrar o clima ruim dali. - 

Wendy —  Por isso você tem diabetes e obesidade mórbida, de tanto comer chocolate... - Falou com a voz até que.. Calma, enquanto lixava as próprias unhas. - 

Natsu — Wendy! Para com isso. Está deixando as pessoas tristes! - Exclamou. -

Wendy — Mas se eu não fizer alguém chorar a cada cinco minutos, eu perco quem eu sou! Essa é minha marca registrada! Nada pessoal, mas ser cruel, grossa, fria, cortante... É a minha personalidade! Só sou um doce com o onii-chan! - Ela se levantou, começando a andar pra fora dali. - 

Charl — Wendy, me espera! - Gritou a gatinha. Natsu somente negou com a cabeça, enquanto se perguntava o que acontecia na cabeça de sua irmãzinha. - 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...