História Secret Love - Jeon Jungkook - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook)
Tags Bts, Drama, Jeon Jungkook, Romance
Visualizações 87
Palavras 3.080
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura! ♥

Capítulo 6 - Livre


Fanfic / Fanfiction Secret Love - Jeon Jungkook - Capítulo 6 - Livre

Anteriormente

Se eu já era apaixonada, não sei nem dizer o que sou agora! Ele foi um verdadeiro príncipe, e me deu uma experiência maravilhosa! Ele ficou ainda um tempo deitado em cima de mim, e eu acariciava seu cabelo... De repente ele levantou sua cabeça, olhou para mim e disse...

-JK: Foi bom?

-S/n: (Sorri) Foi maravilhoso, eu nunca vou me esquecer dessa noite! Obrigado por me fazer feliz mais uma vez, você não faz de como estou feliz! (Seus olhos se enchem de lagrimas).

-JK: Você é muito linda, e merece muito mais! Eu é que agradeço por ter a honra de ser seu primeiro, namora comigo?

Capítulo 6

Para minha noite fechar com chave de ouro, ainda recebi uma proposta dessas! Logicamente estou explodindo de felicidade, porém estou morrendo de medo! Fiquei alguns segundos em silêncio olhando para ele...

S/n: Namoro, eu já entrei nesse sonho, e não vai ser agora que vou sair né?! Mas você tem certeza de que quer isso?!

JK: Eu já disse para você que isso é real, eu estou apaixonado por você! Eu quero ter você ao meu lado, mesmo que a gente não possa se ver todos os dias! Quero ter você ao meu lado para fazer como fiz hoje, chegar de uma viajem e vir correndo te ver! E principalmente quero estar do teu lado para cuidar de você, você não está mais sozinha! (S/n começa a chorar). Ei, porque você está chorando?

S/n: Porque depois de três infelizes anos estou escutando alguém dizer que eu não estou sozinha, estou escutando alguém dizer que quer cuidar de mim! Depois do acidente dos meus pais eu nunca mais escutei uma palavra de conforto de ninguém, o máximo que eu escutava era “sinto muito”! Eu já havia esquecido o quanto é bom ter alguém que se preocupa comigo, obrigado! (Ele a abraça).

JK: (secando suas lagrimas) Eu já disse que você é linda?!

S/n: (sorri) Já, você disse agora pouco!

JK: Vou dizer quantas vezes me der vontade, você é linda! (ele deita ao seu lado olhando para ela) Bom, já que agora estamos namorando, temos que falar sobre algumas coisas! Você sabe que o nosso namoro não vai ser um namoro normal né?! Não vamos poder sair para encontros em lugares públicos, infelizmente eu não vou poder vir te ver todos os dias, vão ter dias que eu não vou ter tempo para mandar nem uma mensagem, e nos períodos de turnê vai ficar muito difícil ver você! Você precisa manter isso em segredo, quanto menos pessoas ficarem sabendo, melhor para nós dois! Eu sei que é pedir muito, mas eu não posso me expor! E eu espero muito que você concorde com tudo isso, assim podemos ficar juntos! (faz uma carinha aflita).

S/n: Eu já sabia de tudo isso, e logicamente concordo! Eu sei que o BTS é a sua vida, e entendo perfeitamente seus motivos! Eu faria o mesmo, mas mesmo com todas essas condições estou feliz em ser sua namorada! Afinal não é todo dia que Jeon Jungkook pede a uma Army em namoro, sou uma Army sortuda! (diz sorrindo).

JK: (Diz sorrindo) Não é todo dia?! Isso há um mês era algo impossível, eu nunca imaginei que me apaixonaria por uma Army em um Fansign! E por sinal, que Army! (Diz olhando para seu corpo dando um sorrisinho safado).

S/n: (Envergonhada se cobre com o lençol) Jungkook Oppa, quando é que você vai parar de me deixar sem graça?!

JK: (Rindo) Eu espero nunca, porque eu amo ver seu rosto quando está envergonhada! Você consegue ficar ainda mais linda, como isso é possível?!

S/n: (Sorri) Bobo!

JK: Viaja comigo?

S/n: (surpresa) Que? Você acabou de dizer que não podemos frequentar locais públicos, como é que vamos viajar junto?!

JK: Vai ser uma viajem de alguns dias, para Busan! Vou passar uns dias com a minha família, e gostaria que você fosse junto!

S/n: (Coloca a mão na testa dele) Você deve estar ficando doente, e já está começando a delirar!

JK: (tira a mão dela, e ri) Eu estou falando sério, e ai você vem ou não?!

S/n: O que eu vou fazer na casa dos seus pais? O que você vai dizer a eles? Sem contar que tem a minha irmã, e eu não posso deixa-la por dias!

JK: Ué, vou dizer que você é minha namorada!

S/n: Tá louco?! Você realmente deve estar ficando doente!

JK: S/n, é a minha família, eles jamais fariam algo para me prejudicar! E se você não for vamos ter que ficar dias longe de novo, e eu não quero isso! Hoje eu acabei me viciando ao extremo em você, vamos?! Diz que sim, você quer ficar longe de mim?

S/n: Ai meu Deus Oppa, mas e quanto a minha irmã? E se seus pais não gostarem disso?!

JK: Leva ela, qual é o problema?! Meus pais são de boa, eles não vão ligar!(começa a beijar seu pescoço enquanto fala) Vai, diz que sim! Pensa que vamos ficar juntinhos por alguns dias, e vamos fazer muito amor!

S/n: Tá bom Oppa, eu vou! Mas você tem certeza de que não vai ser um problema? E quando você pretende ir?

JK: (Diz rindo) Tenho quase, mas de qualquer modo vou avisar a eles primeiro! Sem ser essa semana, a outra! Ainda temos algumas coisas para fazer essa semana, e assim que terminar eu vou!

S/n: Ai meu Deus!

JK: Fica tranquila amor, eles não vão ligar!

S/n: (diz em tom baixo) Do que você me chamou?

JK: (Chega perto de seus lábios dando selinhos) Amor, amor, amor, amor, amor, amor! Quer ouvir mais um pouco?

S/n: (Sorri) Você não existe, você é perfeito!

JK: Não sou tão perfeito o quanto você pensa, tenho meus defeitos também! Mas vou tentar fazer o possível para chegar perto do perfeito!

Quebra tempo

O mesmo me beijou, fizemos amor novamente, e ele acabou pegando no sono em seguida... Eu acordei as 05:45 da manhã com o peso de sua perna em cima de mim! Olhei no relógio, e comecei a chama-lo! Mas ele dormia como uma pedra, fiquei nervosa porque não queria que minha irmã o visse dormindo ali, e também porque acho que ele deveria ter voltado para casa! Resumindo, ele não acordou e eu não dormi mais! As 06:00 levantei, tranquei a porta do meu quarto, e fui acordar minha irmã... Coloquei ela no banho, e fui preparar algo para comer... Como ele também estava lá acabei preparando mais coisas, minha irmã é uma criança, mas me surpreende sempre...

S/I: Unnie, Jungkook Oppa está aqui?

S/n: Claro que não, ele está na casa dele! Porque ele estaria aqui?! Come logo que sua amiguinha já deve estar chegando!

S/I: E porque você preparou tanta coisa?

S/n: Porque eu estou morrendo de fome!

S/I E porque os sapatos dele estão ali? (Aponta para tênis na entrada).

Por alguns segundos eu fiquei sem reação, eu não esperava que ela fosse prestar atenção nos detalhes!

S/n: (nervosa) Foi por que... Ele acabou molhando com cerveja, e então eu emprestei um do papai para ele ir embora!

S/I: Entendi, achei que fosse ver o Oppa novamente!

S/n: Florzinha eu sei que você está muito feliz por ter visto os três Oppa ontem, mas preciso te pedir um favor! Não conta isso para ninguém sobre isso, por favor!

S/I: Por quê? Nem para a Hee?

S/n: Não flor, nem mesmo para ela! Porque se você contar eles não voltam mais aqui, você quer que eles não venham mais?

S/I: Não Unnie, eu não vou contar para ninguém! Eu quero que eles voltem sempre, por isso não vou falar!

S/n: Obrigado meu amor, agora termina logo de comer!

Ainda bem que ela é uma Army, porque se não fosse seria difícil manter isso em segredo! Ela terminou de comer, e logo a mãe de sua amiga chegou... Assim que ela saiu, voltei ao quarto para tentar acorda-lo novamente! Só que mais uma vez falhei, acabei nem indo para a escola! Deitei-me ao seu lado, e fiquei observando aquela perfeição dormindo em minha cama! Cochilei, e as 14:00 meu celular tocou, e era Chung Hee! Levantei, e sai do quarto para atender...

Ligação on

S/n: O que você quer?

CH: Porque você não me atendeu ontem à noite?

S/n: Porque eu não escutei, é só isso que quer saber? (ela realmente não fazia ideia de que ele havia ligado)

CH: Eu acho que você está perdendo a noção do perigo, cuidado com o jeito que você fala comigo garota! E da próxima vez que eu ligar e você não atender, vou até ai fazer uma surpresinha!

S/n: (nervosa, encosta na parede e coloca sua mão no rosto) Eu estava com febre ontem, e acabei dormindo profundamente! Não escutei o celular tocar, desculpa!

CH: Amanhã as 19:00 quero você aqui, tem trabalho para você! As 19:00 em ponto entendeu?!

S/n: Sim, amanh... (interrompida por Jungkook que pega o celular de sua mão).

JK: Ela não vai! (ele desliga o telefone).

Ligação off

S/n: (entra em desespero) O que você fez?! Você está ficando louco?! (Seu celular começa a tocar novamente, ela tenta pegar) Me dá, por favor! Eu preciso atender, ele vai me matar!

JK: Você não vai atender, denuncie ele para a policia!

S/n: Eu não posso fazer isso, se eu fizer ele vai preso! Mas os seus sócios não, e ai o que eu faço depois? (muito nervosa, começa a chorar).

JK: Até quando você vai ficar vivendo assim?! Eu não quero que faça mais isso, eu não quero a minha namorada mostrando seu corpo para outros homens! Eu quero você somente para mim, qual é o valor da sua divida? Me fala que eu vou paga-la!

S/n: Eu não quero isso, e não vou falar, isso não é um problema seu! Eu vou resolver isso, não quero que você se envolva! Isso pode não ser bom para sua carreira, e pode até te colocar em perigo! Por favor, fique fora disso!

JK: Como é que você vai resolver isso? Você até hoje não conseguiu se livrar disso, e ainda acha que vai conseguir resolver sozinha?! Se você não me falar eu vou ficar muito chateado com você, então fala!

S/n: Eu não vou falar!

JK: É isso mesmo?! Não faz nem 24 horas que estamos namorando, e já estamos tendo a nossa primeira briga porque você é cabeça dura! Fala S/n, se você não me disser eu vou embora agora!

S/n: (Abaixa a cabeça) Desculpa, mas eu não vou falar!

Quando eu terminei de falar, ele foi para meu quarto muito puto... Começou a se vestir rápido, e seu rosto havia uma expressão nervosa... Minha vontade era de segura-lo, mas se eu fizesse teria que falar! Nesse tempo que estou com ele eu jamais pensei em pedir sua ajuda para isso, não quero seu dinheiro! Primeiro porque não quero que ele se envolva nisso, pode ser perigoso! E segundo que não me sinto bem com isso, me sinto mal em pensar em pegar dinheiro com ele! Nós acabamos de nos conhecer praticamente, e isso não é nem um pouco legal! Ele terminou de se vestir, parou em minha frente...

JK: Você realmente não vai falar?

S/n: Aonde você vai? Está de dia, espera!

JK: É, eu acho que você não vai falar!

Ele saiu descendo como um louco, eu fui atrás... Ele começou a colocar seu tênis, e eu apenas o observava com um aperto enorme no coração! Quando ele terminou, e colocou a mão na maçaneta, segurei em sua mão...

S/n: Não vai, por favor!

JK: Você vai falar? (S/n não responde e abaixa a cabeça).

Ele colocou sua mascara, o capuz de seu moletom, e saiu... Quando ele saiu, eu comecei a chorar... Foi horrível vê-lo nervoso daquele jeito, eu estou acostumada a vê-lo sempre sorrindo e brincando comigo! E vê-lo chateado comigo fez meu coração doer, mas eu não posso deixar que ele se meta nisso! Sentei no chão ali mesmo, e fiquei apenas chorando! Pois não havia nada a se fazer, eu definitivamente não vou envolvê-lo nisso! Após 20 minutos a campainha tocou, e eu levantei rápido para abrir! Assim que abri deu de cara com Chung Hee, ele me empurrou, fechou a porta... E em seguida deu um tapão em meu rosto, segurou eu meus cabelos, deu outro tapa...

CH: Quem foi que falou no telefone comigo?

Eu não respondi, e levei outro tapa forte...

CH: Você me irrita, minha vontade é de te apagar agora mesmo! Mas para sua sorte hoje estou de bom humor, então vou perguntar mais uma vez! Quem foi que falou no telefone?

S/n: (responde nervosa e chorando) Foi um amigo da escola, ele fez por brincadeira! Ele nem fazia ideia de com quem eu estava falando, ele achou que fosse algum namorado e quis brincar! Eu não fui à aula hoje, e ele veio trazer o que perdi na aula de hoje! (S/n ligeira)

CH: E porque você não atendeu novamente?

S/n: Achei que já estava combinado, por isso não atendi mais!

CH: A próxima vez que eu ligar atenda no primeiro toque, entendeu? (Diz puxando seu cabelo)

S/n: Sim, sim!

CH: Que bom, acho que estamos entendidos! Agora vai cuidar dessa boca, porque eu preciso de você amanhã! (ele a joga no chão).

Ele foi embora, e eu fiquei aliviada por Jungkook ter ido embora! Se ele estivesse ali, seria um grande problema! Não acho que ele ficaria escondido me vendo apanhar, e depois disso comecei a pensar que talvez fosse melhor desistir dele! E mais uma vez minha vida está sendo comandada por esse demônio, estava tudo muito bom para ser verdade! Meu rosto ardia, em minha boca eu sentia o gosto de meu sangue, então me levante e fui ao banheiro... Ao me olhar no espelho entrei em desespero, eu não queria mais passar por aquilo! Eu me sentia sufocada, encurralada como um animal indefeso! Que sensação horrível, se minha mãe estivesse melhor poderíamos fugir! Mas não posso fugir com minha irmã, e deixar minha mãe! Aquele homem a mataria com toda certeza, a única coisa que posso fazer é chorar, e me lamentar! Escutei minha irmã entrando, então lavei meu rosto, ajeitei meu cabelo e sai... Quando ela me viu logo perguntou...

S/I: Unnie, o que aconteceu com a sua boca?

S/n: Eu cai da escada porque fui descer correndo, viu porque digo para você não correr?! Vai tomar seu banho, que eu vou preparar algo para você comer!

Eu queria muito mandar uma mensagem para ele, fiquei preocupada por ele ter saído daquele jeito! Mas me segurei, e ele também não me mandou nenhuma mensagem! Passei o resto dia triste, e toda hora eu me pagava chorando! Eu não conseguia tira-lo da minha cabeça, e não tirava o olho do meu celular... À noite jantamos, coloquei minha irmã para dormi e deitei também! Mas só deitei mesmo, porque o sono não existia, minha cabeça explodia! Desci para pegar um copo de água, e um remédio para dor de cabeça por volta da meia noite e meia... Tomei o remédio, e estava subindo... Quando coloquei meu pé no terceiro degrau a campainha tocou... E logicamente sai correndo, e abri... E lá estava ele, como sempre camuflado, com uma mochila, e um papel em sua mão... Quando o vi comecei a chorar, não sei se era de felicidade, ou por medo!

JK: Desculpa! (ele a abraça).

O abracei forte, e fiquei durante uns três minutos agarrada nele sem dizer nada! Foi tão bom, tão gostoso, tão confortante, me senti segura! Sentir seu cheiro me tranquilizou, estou impressionada com a intensidade do meu sentimento por ele!

JK: Vamos entrar! (eles entram, S/n acende a luz e ele vê o hematoma) O que foi isso?

S/n: Eu cai da escada!

JK: Caiu?! Então você deve estar machucada em outros lugares, não é?!

S/n: Não, eu só machuquei aqui mesmo!

JK: Porque você está mentindo para mim? Se você tivesse caído realmente da escada estaria toda quebrada, e não só o canto de sua boca! Não mente para mim, por favor!

S/n: (fica alguns segundos quieta) Foi ele, e é por isso que eu tenho que fazer o que ele manda! E é por isso que você não pode se meter nisso, se você fizer isso eu vou me machucar! E você também pode se machucar, desculpa ter mentido!

JK: Eu não acredito que aquele desgraçado colocou as mãos em você, isso não vai ficar assim! Você não precisa mais fazer o que ele manda, você não precisa mais trabalhar nisso!

S/n: (nervosa) Oppa, eu preciso fazer o que ele manda! Eu não quero deixa-lo irritado novamente, uma hora ele realmente vai perder a paciência, e vai acabar fazendo algo pior!

JK: (Segura em seu rosto) Você não está entendendo, você está livre! Ele nunca mais vai encostar aquela mão suja em você, nunca mais!

S/n: (surpresa) Ham?!

JK: (Dá o papel em sua mão) A sua divida foi paga, você não tem mais que ir! Encontre um trabalho que goste, e as despesas de sua mãe ficam por minha conta! Se preocupe somente em manter você e sua irmã! Eu disse que você não estava mais sozinha, e eu não estava brincando!

S/n: (S/n lê o papel, e começa a chorar) Eu não acredito que você fez isso, você é louco! E agora eu devo a você, eu não queria que você tivesse feito isso! Vou me sentir mal por estar te devendo esse dinheiro, tem tão pouco tempo que nos conhecemos e olha o que você já fez por mim!

JK: Sim, agora você me deve! E eu quero ser muito bem pago senhorita S/n, porém quero ser pago com muito amor! Sua cabeça dura, você poderia ter evitado tudo isso, esse dinheiro não vai me fazer à mínima falta! Odiei sair daqui brigado com você, mas você me deixou nervoso! (ele a puxa) Nunca mais me deixe ir embora, entendeu?!

S/n: (sorri) Você realmente existe?! Eu não sei nem como te agradecer, eu te amo! Eu sei que é muito cedo para dizer isso, mas precisava dizer! E não estou dizendo por você ter pagado a minha divida, estou dizendo de coração! Senti sua falta, nunca mais te deixo ir!

JK: (Segura em seu rosto) Pode ser cedo, mas ouvir isso me fez sentir vontade de retribuir, eu amo você! (ele a beija).

CONTINUA...


Notas Finais


Obrigado por estarem acompanhando, espero que tenham gostado desse capítulo! ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...