História Secret Love... - Capítulo 14


Escrita por: ~ e ~Claudinha_2

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, Jay Park, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Imagine, Jackmon, Jikook, Jinhope, Markson, Minhope, Minkook, Namjin, Rapson, Romance, Sugamon, Surubangtan, Taegi, Taekook, Tragedia, Vhope, Vkook, Vmin, Yoonseokmin
Visualizações 429
Palavras 1.932
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, me perdoem a demora *desvia das pedras, chineladas e etc...* só leiam kkkk
~cap não betado
~passei por um bloqueio criativo

Capítulo 14 - Revelações!


Fanfic / Fanfiction Secret Love... - Capítulo 14 - Revelações!

_Jung hoseok_

"Me remexi na cama me virando para o lado e vendo Jackson dormindo tranquilamente... desde que se casou ele nunca havia me procurado tantas vezes seguidas assim, isso era até bom para mim no entanto... podia ser ruim para ele,acho que algo pede ter acontecido na casa dele ou até mesmo no casamento, ele tenta tanto me proteger mais... quem protege ele? Talvez eu devesse cuidar dele, afinal ele vem cuidando de mim"

-Jackson -o chamei com calma- Jack acorda -ele apenas se remexeu... preguiçoso- Jack acorda hm? -beijei seu peitoral nu- vamos Jack -beijei seu pescoço e ele se arrepiou, me coloquei em cima de Jackson e passei a rebolar em cima de si até que ele acordou.

-bom dia -murmurou sonolento.

-bom dia -lhe dei um selinho.

-o que aconteceu para você me acordar assim? -virei o rosto corado e fiz um bico com os lábios.

-nada -lhe dei mais um selinho, beijei seu pescoço novamente voltando a rebolar em seu colo.

-não pense que agindo assim vai me fazer esquecer de te levar a delegacia -bufei com raiva e sai de cima de si rumo ao banheiro, assim que entrei passei a encarar o meu reflexo no grande espelho que tinha ali.

-hobi não fique assim -falou adentrando no banheiro e se posicionado atrás de mim- você tem que ir e sabe disso -me abraçou por trás fazendo com que eu desse um longo suspiro- não dificulte as coisas, sei que é difícil para você porém...

-ok -o interrompi- eu vou... nós vamos então -sorriu para mim.

-vamos tomar um banho? -acenti com a cabeça retirando minha blusa.

~~\\~~

_Bambam_

"Coloquei meus livros de baixo do braço e corri para a sala de aula da faculdade, assim que cheguei lá me sentei perto de yugyeom, ficamos conversando sobre coisas bem aleatórias até que o professor chegou"

-antes de começarmos a aula -ele fez uma pausa e se sentou- Bambam o diretor quer falar com você -bufei de raiva e me levantei já com todos os meus materiais dentro da mochila, algo me dizia que a conversa seria longa. Sai da sala e fui direto para a sala do diretor, entrei sem bater mesmo e sentei na cadeira ficando de frente a ele.

-o que você quer dessa vez? -perguntei o fazendo revirar os olhos.

-essa não foi a educação que eu te dei

-à pai qual é, não vem com essa conversa de novo não -resmunguei enquanto me debruçava em sua mesa.

-ok Bambam, então deixa eu ir direto ao assunto... que história é essa que você estava tendo relações sexuais com um professor -me endireitei na cadeira e suspirei nervosamente.

-como?... -tentei esconder o meu nervosismo.

-não se finja de tonto

-pai isso é mentira! -me levantei exaltado.

-você acha mesmo que ninguém vê as servegonhices que você faz pelos corredores afora aqui? Você anda matando aulas, manchando os muros da faculdade, asediando professores, alunos... agindo como se fosse o dono. Eu sou o diretor daqui, eu... e quanto tempo achou que iria fazer essas bobagens e ficar impune?

-o que vai fazer? -perguntei me sentando cabisbaixo.

-à agora ta cabisbaixo? Eu não vou te expulsar mas você terá que fazer um estágio

-estágio? Pra que? Minhas notas são boas! -ele me encarou bravo então eu fiquei quieto.

-sim, suas notas são ótimas, a única coisa que você tem de bom é a inteligência. No entanto você não tem disciplina ou responsabilidade e o estágio vai ajudar nisso

-o estágio é de que?

-medicina

- que? Eu nem quero ser um médico

-o hospital é um lugar calmo que precisa de silêncio e responsabilidade... há estágio melhor?

-mais pai..

-sem mais nem menos Bambam, é isso ou você vai para um internato fora do país -bufei de raiva e bati os pés no chão- não adianta ficar bravo você mesmo causou isso

-quando começa esse estágio?

-hoje mesmo depois das aulas -eu abri a boca para reclamar porém ele colocou o dedo a minha frente- cala a boca e sai da minha sala -peguei minha mochila e sai batendo a porta com força, passei as mãos por meus cabelos quase os arrancando de tanto nervosismo, depois dessa eu não volto para a sala de aula mesmo, retirei meu celular do bolso entrei no banheiro e mandei uma mensagem para o yugyeom.

.

[Você] : me encontre dentro do banheiro agora!

{yugyeom} : ok

{yugyeom} : ...

{yugyeom} : aconteceu algo entre você e seu pai?

[Você] : sim, discutimos e agora eu terei que fazer um estágio besta!

{yugyeom} : mas... suas notas não eram boas carai? '-'

[Você] : e são!! Yugyeom vem logo, eu preciso de você!

{yugyeom} : estou chegando

.

"Coloquei meu celular dentro do bolso, não tinha ninguém no banheiro afinal... estava em horário de aula, peguei a chave de dentro da minha mochila e tranquei a porta do banheiro, ser filho do diretor as vezes tinha as suas vantagens. Me sentei na enorme pia dali e fiquei balançando as pernas no ar até que alguém bateu na porta"

-Bambam sou eu -ouvi a voz de yugyeom e fui até lá abrir a porta- o que aconteceu? -perguntou assim que entrou.

-depois -tranquei a porta- eu te explico agora... vem aqui -o puxei pelo colarinho da blusa, selei nossos lábios e iniciei um beijo afoito e necessitado, as mãos de yugyeom foram até a minha cintura e a apertou com força me trazendo para perto, coloquei ele contra a porta e comecei a abrir os botões de sua camisa, a medida que eu ia abrindo sua blusa meus beijos desciam até chegarem em sua calça, abri a mesma e a retirei junto com sua cueca, me levantei com calma e pus minhas mão em seu peitoral afastando sua blusa, beijei seu peitoral, pescoço, e mamilos o fazendo suspirar. O beijei novamente, sua língua explorava a minha com ansiedade enquanto eu comecei a estimular seu membro.

-me chupa logo -pediu em meio ao beijo mordendo meu lábio inferior. Mais uma vez desci meus beijos por todo seu peitoral fazendo ali uma trilha de saliva.

"Peguei o membro de yugyeom e passei a estimular o mesmo, passei minha língua por toda sua extensão e glande lhe causando arrepios, com uma mão yugyeom puxou meu cabelo para trás e com a outra pegou seu próprio membro e começou a passar o mesmo pelo meu lábio inferior me deixando muito mais excitado, ele forçou minha cabeça para frente me fazendo engolir seu membro, o membro de yugyeom roçou em minha garganta fazendo-me engasgar um pouco, ele soltou meu cabelo deixando com que eu fizesse o trabalho, comecei com rápidos movimentos de vai e vem em toda sua extensão, vez ou outra lambia sua glande e chupava suas bolas"

-hy-hyung, ah! -gemeu arqueando as costas um pouco para trás quando raspei meu dente por sua extensão, continuamos assim até ele gozar em minha boca, fiz questão de engolir tudo, comecei a beijar seu ventre subindo aos poucos até chegar em seus lábios lhe danado um outro beijo, conduzi yugyeom até a pia do banheiro fazendo ele ficar de frente para o espelho encarando seu reflexo corado, fiquei atrás de si e beijei seu pescoço, inclinei ele um pouco para frente, comecei a beijar suas costas descendo até suas nadegas e as abri, passei minha língua por toda sua entrada rosinha, yugyeom gemeu baixinho enquanto fechava os olhos com força, me levantei e beijei sua nuca, desabotuei minha calça e a abaixei junto com a minha cueca, fui introduzindo meu membro em si devagar até estar completamente dentro, comecei a me movimentar lentamente... yugyeom mordia o pulso segurando os gemidos abafados que queriam sair.

-geme pra mim yugyeom, geme -sussurrei contra seu ouvido lambendo o lóbulo de sua orelha.

-a-alguém pode nós... o-ouvir -sussurrou de volta.

-foda-se, geme pra mim como a puta que você é yugyeom

"Eu realmente adorava foder o yugyeom"

~~\\~~

_(S/n)_

-quando vai me soltar Kwan? -perguntei observando ele retirar a mesa do café.

-(S/n) já conversamos sobre isso

-é! No entanto parece que você não entendeu eu não vou voltar para você

-(S/n) por que é tão difícil acreditar que eu te amo? Eu demorei anos para aceitar isso e achei que quando aceitasse iria ser mais fácil

-felizmente quando você se foi o tempo não parou, as coisas continuaram a andar e eu me apaixonei por outra pessoa, Kwan você só torna as coisas difíceis, aprenda a ouvir e aceitar um não. Isso é ridículo você some sem dizer nada, fica fora por anos e acha que eu iria ficar te esperando esse tempo todo?

-...eu estou indo trabalhar, não saia daqui... à é mesmo você não pode -riu anasalado saindo dali.

~~\\~~

_Jung hoseok_

"Entrei no carro de Jackson mesmo não querendo, logo depois ele entrou, coloquei o cinto de segurança depois dele, Jack me deu um selinho e ligou o carro"

-não fique com essa cara hobi -pediu enquanto dirigia.

-eu vou ter que ver o taehyung? -perguntei olhando pela janela.

-não... bom se você quiser ver ele

-eu não quero -o cortei.

-então você não vai o ver -acenti com a cabeça fechando os olhos, depois de um tempo o barulho do motor do carro cessou, abri os olhos e vi que estávamos de frente para a delegacia.

-vamos voltar por favor? -pedi o segurando pelo pulso, Jackson me deu um rápido selinho enquanto murmuravam um não, saímos do carro ficando frente a delegacia.

-eles já estão te esperando a um bom tempo hobi, você tem que ir, já estamos aqui e não vamos voltar... se quiser pode segurar minha mão -entrelaçei nossas mãos e me agarrei em seu braço, era agora ou nunca

~||~

"Depois de um tempo danado o meu depoimento ao delegado ele pediu para que eu e Jackson o esperarssemos em sua sala"

-bom Sr.hoseok, Sr.Jackson... eu tenho que lhes contar algo, no dia que o taehyung chegou aqui ele estava completamente transtornado, falava coisas desconexas e bem sem sentido, ele falou que não queria fazer aquilo, que a culpa não foi dele então decidimos chamar uma psicóloga, ela conversou com ele e...

-e! -Jackson exclamou.

-e ela constatou que o taehyung tem um grave transtorno de personalidade -eu arregalei os olhos diante aquilo.

-co-como? -perguntei perplexo.

-bom, ela disse que na hora que ele tentou fezer a tentativa de estrupo taehyung poderia estar tendo um colapso mental -suspirei fundo e fechei os olhos com força tentando assimilar aquilo tudo- olha aqui está o telefone da psicóloga -o delegado entregou um papel para Jackson- o namorado de taehyung já está ciente disso e vai pagar um tratamento para ele, lógico que com ele fora da cadeia será mais fácil e até mesmo rápido realizar o tratamento, taehyung já não é mais rel primário a um tempo a sua denúncia pode prejudicar o tratamento ou até mesmo piorar sua sanidade mental, visto que se o senhor prosseguir ele iria preso por pelo menos cinco anos... então Sr.hoseok você quer continuar com essa denúncia?

~||~

"Suspirei fundo deitando-me no sofá da minha casa, eu não tinha decidido nada sobre taehyung ainda, precisava de tempo para pensar, isso não era algo simples, era muito delicado, muito mesmo, Jackson já havia ido embora fazia algum tempo, senti meus olhos se embaçarem pelas lágrimas... a onde eu fui me meter?"

-a onde você foi se meter Jung hoseok? -perguntei a mim mesmo em voz alta, não tive mais tempo para me lamentar pois alguém bateu em minha porta, como está taehyung preso não tinha perigo em abrir então simplesmente abri, assim que abri tive uma surpresa, aquele rosto, aqueles cabelos, aqueles olhos... eu os reconhecia muito bem, me lembrava de si perfeitamente, tão perfeitamente que queria soca-lo agora, ele é realmente bonito e aquele em minha frente era o amante de taehyung ou namorado... sei lá.

-eu não sei se lembra de mim mas -começou com a voz falha como se quisesse chorar e eu sei que queria- precisamos conversa sobre taehyung


Notas Finais


Desculpem a demora, desculpem o cap pequeno, desculpem os erros, desculpem a demora!
Vou ficar sem net por um tempo, innt vou demorar um pouco mais :') vcs ainda estão barbas com o taehyung??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...