História Secret Love - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Black Pink, EXO, Got7, Monsta X, Red Velvet, Seventeen
Personagens Baekhyun, BamBam, Boo Seungkwan, Chanyeol, Chen, D.O, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Hyung Won, I'M, Irene, Jackson, JB, Jennie, Jeon Wonwoo, Jinyoung, Jisoo, Joo Heon, Joy, Junghan "Jeonghan", Kai, Ki Hyun, Kim Mingyu, Kris Wu, Lay, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Lisa, Lu Han, Mark, Min Hyuk, Rosé, Sehun, Seulgi, Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Suho, Tao, Wen Junhui "JUN", Wendy, Won Ho, Xiumin, Xu Ming Hao "THE8", Yeri, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, 2won, Changkyun, Cheolsoo, Hunhan, Jihan, Jihancheol, Junhao, Markjinson, Meanie, Menção Chanbaek, Menção Joohyuk, Menção Joyri, Menção Kaisoo, Menção Kristao, Menção Yugbam, Seulrene, Soonhoon, Sulay, Verkwan, Xiuchen
Visualizações 195
Palavras 2.076
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 24 - Twenty four


Já era a noite, Jihoon estava no penhasco com Soonyoung, conversando. De repente, tudo ficou em silêncio. Soonyoung parecia pensar em algumas coisas, enquanto Jihoon apenas brincava com a grama.

— Jihoon...

Soonyoung o chamou, quebrando o silêncio.

— Sim? — Olhou para o vampiro.

— O que você realmente sente por mim?

A pergunta deixou Jihoon surpreso. Apesar de estarem namorando, nenhum dos dois nunca disseram o que realmente sentiam um para o outro.

Jihoon nunca foi bom em expressar seus sentimentos. O ômega ficou minutos pensando. Claro que amava Soonyoung, mas não sabia como dizer isso de um jeito que demonstrasse o quanto o amava.

Já Soonyoung, também amava muito o ômega, no entanto, tinha medo de admitir isso. Lisa havia comentado sobre uma das coisas que, provavelmente, os aconteceria. Com certeza não era algo nada bom.

— Eu não sei dizer ao certo... — Mordeu levemente o lábio inferior.

— Não sabe ou não quer dizer? — Soonyoung riu ao ver o rosto de Jihoon corar.

— Diz você primeiro então. O que você realmente sente por mim?  — Cruzou os braços.

— Hum... — Ficou alguns minutos pensando.

— Olha só, você também não sabe di...

Sua fala foi interrompida por um beijo vindo da parte do outro. O ômega piscou algumas vezes e corou logo em seguida. O Im levou suas mãos até o rosto do menor, fazendo um carinho em sua bochecha com seu dedo.

— Isso responde a sua pergunta? — Sorriu, se separando do menor.

— Eu acho que sim. — Disse, sorrindo.

— Como assim "acha"? — Perguntou rindo.

— Me dê outro beijo para que eu tire minhas conclusões. — Sorriu.

— Esperto. — Riu.

É novamente Soonyoung deixou um beijo nos lábios do ômega. Após se separarem, Soonyoung disse algo que assustou a si próprio e ao Wang:

— Eu te amo. — Os olhos do mesmo ficaram num tom forte de rosa.

— Eu... Eu também te amo. — Sorriu e abraçou o mais velho.

Atrás de uma árvore estava Lisa e Jisoo observando tudo.

— Jisoo, você ouviu o que o Soonyoung disse? — Perguntou com um sorriso.

— Ouvi. — Sorriu também.

As duas começaram a gritar e se abraçar.

— Os olhos ficaram rosa, Jisoo! — Falou escandalosamente. — Você sabe o que significa?!

— Eu vi! Sim, eu sei! — Disse rindo. — Isso é ótimo!

— Eu senti, Jisoo! Ambos estão falando a verdade! — Disse pulando. — Soonhoon!

— O que é Soonhoon? — Soonyoung e Jihoon apareceram de repente.

— É uma comida tailandesa. — Lisa sorriu sem graça. — Tudo bom?

— O que vocês estão fazendo aqui? — Jihoon perguntou.

— Estamos... Passeando. — Jisoo sorriu.

— Por que vocês estão gritando assim? Estão ficando loucas? — Jihoon revirou os olhos, cruzando os braços.

— Nós atrapalhamos alguma coisa? — Lisa perguntou.

— Atrapalharam. — Soonyoung disse.

— Então nós já vamos. Tchau para vocês. — Jisoo disse, puxando Lisa.

Após as duas saírem, os dois se entreolharam e riram.

No outro dia...

— Jihoon, para de andar de um lado para o outro, estou começando a ficar tonto. — Jisoo disse acompanhando o menor que andava de um lado para o outro.

— Desculpa, hyung, eu estou nervoso. — Disse se jogando na cama.

— Nervoso com o quê? — Arqueou as sobrancelhas. — É só uma viagem.

— Eu sei, mas estou nervoso do mesmo jeito. — Suspirou. — Hyung, eu e o Soonyoung vamos ficar sozinhos!

— Eu sei. O que tem demais? — Perguntou. — Além disso, vocês não vão estar tão sozinhos, Wonwoo e Mingyu vão também.

— Eu sei, mas do mesmo jeito... — Se encolheu. — E você entendeu o que eu quis dizer com sozinhos.

A porta do quarto foi aberta por Minseok.

— O Soonyoung está lá embaixo. — Viu a situação do menor. — O que aconteceu?

— Ele está nervoso. — Jisoo revirou os olhos.

— Claro, 1001 coisas podem acontecer nessa viagem! — Disse.

— Ah é? Eu só consigo pensar em uma. — Sorriu malicioso para o menor.

— Jisoo! — Deu um tapa no braço do outro.

— Ai! — Resmungou.

— Ei vocês dois, parem com isso. — Minseok disse. — Jisoo, para de implicar com o Jihoon. Jihoon, não precisa ficar nervoso, vocês só vão viajar, não vai acontecer nada de mais enquanto vocês estiverem lá.

— Ou talvez aconteça... — Jisoo murmurou baixo.

— Aliás, você está bonito. — Sorriu. — Agora para com o fogo e desce logo.

Jihoon riu e Minseok o ajudou a levar as malas para baixo. Ao chegar lá, viu Soonyoung conversando alguma coisa com Youngjae e Jaebum e Wonwoo quase dormindo no ombro de Mingyu.

— Finalmente você desceu. — Mark disse ao ver o ômega. — Você está bem? Tem certeza que pegou tudo?

— Sim, omma. — Disse revirando os olhos.

— Ainda não estou muito seguro sobre isso... — Jackson disse enquanto olhava para o Kwon. — Não tenho um bom pressentimento. — Suspirou.

— Deve ser só coisa da sua cabeça, Jackson. — Jinyoung disse. — Vocês já vão, deixa só Youngjae terminar de falar com Soonyoung. — Jihoon fez que sim com a cabeça, indo até Wonwoo e Mingyu.

— Oi Mingyu e Wonwoo hyung. — Disse.

— Oi Hoonie. — Mingyu sorriu.

— Oi... — Wonwoo disse, bocejando.

— Está com sono? — Cutucou Wonwoo.

— Não dormi direito ontem. — Disse, bocejando.

— Percebi. — Riu.

Jihoon sentiu alguém o abraçar por trás e sorriu, olhando para trás e vendo Soonyoung.

— Oi. — Disse, beijando o menor.

— Oi, Soony. — Sorriu.

Jihoon sentiu algo agarrar em suas pernas, olhou para baixo vendo SooYoung ali, com um bico no lábios.

— Oh, SooYoung veio também? — Sorriu para a menina, a pegando no colo.

— Ela insistiu para vir. — Disse.

— Por que está com essa carinha emburrada? — Perguntou.

— Onde vocês vão? Não posso ir também? — Fez bico.

— A gente não vai demorar para voltar, querida, são apenas algumas semanas. — Soonyoung disse.

— Isso é muito! — Disse, cruzando os braços.

— Não é não, nós estaremos de volta logo. — Jihoon sorriu para a mais nova.

— Prometem? — Perguntou.

— Prometemos. — Falaram juntos.

— Tá bom então... — Disse abraçando o ômega.

Mark se aproximou dos três.

— Ah, você está bem crescido... — Disse. — Está até cuidando de uma criança.

— Aliás, quando pretendia contar? — Jinyoung perguntou.

— Logo. Youngjae disse a vocês?

— É, ele disse. — Cruzou os braços.

— Não acha melhor ir? Vocês vão se atrasar. — Jaebum disse.

— Verdade. — Jackson falou.

— Tchau, omma e appa. — SooYoung abraçou Jihoon e Soonyoung — Vou sentir saudades.

Soonyoung riu ao ouvir um "que amor" vindo de Jaebum.

— Nós também vamos sentir. — Jihoon disse.

— Tá bom, chega de enrolação, vocês vão perder o vôo. — Youngjae disse, pegando SooYoung no colo.

— Tchau Hoonie. — Mark abraçou o menor. — Ligue quando você chegar.

— Certo. — Riu.

— Tchau Ji. — Jinyoung deixou um beijo na testa. — Se divirta muito.

— Me avisar se ele fizer alguma coisa para você, certo? — Jackson disse, fazendo o ômega rir. — Tchau bebê. — Abraçou o filho.

Após se soltar do abraço com Jackson, Jihoon viu Soonyoung conversando com Jaebum e Youngjae sobre alguma coisa. Seu semblante estava tenso, o que preocupou um pouco Jihoon, mas ao ver o Kwon sorrir como se tivesse recebido a melhor notícia do mundo, se acalmou um pouco. Youngjae deu um abraço em Soonyoung, fazendo Jihoon murmurar um "awn". Soonyoung se virou para Jaebum, para a surpresa de Jihoon - e para a de Soonyoung - Jaebum o abraçou também. Soonyoung sorriu para o Im mais velho, logo se soltando do abraço e indo para perto de Jihoon.

— Wow, fico feliz que vocês estejam se dando bem. —Disse.

— Acho que ele deve ter batido a cabeça em algum lugar, então vamos apenas aproveitar enquanto ele está assim.

Os dois foram até Mingyu e Wonwoo.

— Vamos, tem um carro lá fora nos esperando. — Soonyoung disse, cutucando Wonwoo.

— Vocês demoram demais. — Resmungou.

— Aliás, quem de vocês sabe dirigir? — Jihoon perguntou.

— Eu e Mingyu sabemos, mas Wendy que vai nos levar até o aeroporto. — Soonyoung disse.

— Ah sim...

— Tá, tá... Vamos logo. — Wonwoo disse.

— Vamos. — Soonyoung disse, puxando Jihoon pela cintura.

Horas depois...

— Ah! Finalmente chegamos! — Jihoon disse.

— Nem demorou tanto assim... — Mingyu falou, observando a casa. — É bem mais bonita do que eu pensava.

— Verdade. — Wonwoo disse, subindo para o andar de cima.

Jihoon seguiu Wonwoo.

— Tem muitos quartos... — Jihoon falou, entrando em um dos quartos. — Acho que vou ficar com esse...

— Verdade... — Disse, indo para uma porta no final do corredor. — Vou ficar nesse. — Ji... — Wonwoo chamou. — Eu preciso falar com você. — Mordeu o lábio inferior, contendo um sorriso.

— Claro, o que foi? — Se virou para Wonwoo.

Wonwoo pegou a mão de Jihoon e o puxou para o quarto.

— Então, fala logo o que aconteceu. — Disse, se sentando na cama.

— Bom... — Sorriu pequeno.

— Pelo visto, deve ser uma coisa boa. — Sorriu também. — Você está sorrindo.

— Ah, depende do ponto de vista. — Deu de ombros. — Isso é bom para mim.

— E o que é? — Perguntou, curioso. — Você está enrolando muito.

— Eu preciso da sua ajuda para isso. — Disse, mordendo o lábio inferior. — Tipo, eu não sei como contar para o Mingyu.

— Contar o quê?

— Eu estou grávido. — Jihoon pareceu surpreso.

— Wow... Quando você soube? — Perguntou.

— Ontem a noite.

— Sobre como você pode contar para o Mingyu... — Pensou um pouco. — Ah, apenas chame ele para conversar sobre isso. Pelo que eu sei, Mingyu adora crianças, certo? Ele vai ficar muito feliz em saber que você está esperando um bebê.

— Estou um pouco nervoso.

— Com o quê? Não tem motivos para você ficar nervoso. — Disse.

— Quando for a sua vez, você vê o porquê. — Disse.

— Certo, Certo... — Riu. — Depois que você contar, me diz como foi a reação dele. — Disse, se levantando da cama.

— Sim, depois eu conto. — Riu.

Após sair do quarto de Wonwoo,  Jihoon entrou em seu quarto, observando cada detalhe do mesmo.

— É bonito. — Ouviu a voz de Soonyoung atrás de si. Jihoon se virou, vendo Soonyoung colocar as suas malas e as malas de Jihoon no quarto.

— Vamos dividir o mesmo quarto? — Perguntou.

— Sim. Algum problema?

— N-não. — Disse corado.

Soonyoung riu.

— Eu estou cansado... — Disse enquanto se jogava na cama.

— Cansado de quê? Você dormiu a viagem inteira. — Soonyoung disse.

— Do mesmo jeito... — Resmungou.

O quarto ficou em silêncio, provavelmente Soonyoung tinha saído. Jihoon sentiu um peso a mais na cama. Abriu os olhos lentamente, vendo Soonyoung ali.

— Eu, saía de cima de mim. — Disse.

— Não. — Sorriu.

— Soony... — Disse manhoso.

— Você está bem manhoso esses dias, não? — Disse saindo de cima do ômega e o puxando para seu colo.

— Isso é ruim? — Perguntou.

— Não, eu gosto. — Deixou um selar nos lábios do ômega.

— É? — Sorriu provocador.

— Ei, não me olha assim. — Disse.

— Eu estou te olhando normal. — Riu baixo.

— Coisinha nanica. — Disse.

— Me chama disso outra vez e você vai ver quem é a "coisinha nanica". — Disse emburrado. — E eu quero um beijo.

— Primeiro você me ameaça, depois vem pedir beijo? — Jihoon revirou os olhos. — Coisinha chata. — Deixou um selar nos lábios róseos do ômega.

Jihoon se encolheu no colo de Soonyoung.

— Às vezes você parece um bebê. — Disse, rodeando o ômega com seus braços.

— Não pareço. — Disse.

— Verdade, você não parece. — Disse. — Você é um bebê, o meu bebê.

— Ei, pare de dizer isso... — Corou.

— Por que você é tão fofo? — Beijou a bochecha vermelhinha de Jihoon.

O quarto ficou em silêncio por alguns segundos. Jihoon riu e disse:

— Finalmente entendi o que a Lisa e a Jisoo quiseram dizer com "Soonhoon".

— Não é uma comida tailandesa? — Perguntou em tom de brincadeira.

— Não, seu tolo. — Riu.

— O que é então? — Perguntou.

— A junção dos nossos nomes. — Sorriu.

— Como assim?

— "Soon" de Soonyoung e "hoon" de Jihoon. Soonhoon. — Soonyoung riu.

— De onde elas tiraram isso? Não duvido nada que tenha sido a Lisa que criou esse nome. — Disse.

— Eu gostei... — Jihoon disse. — É um nome engraçadinho...

— Você é maluquinho... — Disse rindo. — E eu amo isso.


Notas Finais


~Xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...