História Secret Lover - Sterek. - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Derek Hale, Stiles Stilinski
Tags Romance, Sterek
Visualizações 605
Palavras 4.039
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Capítulo Cinco: Already its not so secret anymore.


Capítulo 5

Already it’s not so secret anymore.

Derek estava cansado de correr assim que percebeu que suas roupas estavam ensopadas de suor. Não havia notado quanto tempo ficou perdido em seus próprios passos e o quanto havia saído disparado ou se Peter havia o seguido sem que tivesse percebido.

 O único passo era apenas a certeza que estava arrasado.

Encostou-se numa árvore respirando profundamente sentindo as dores de seu corpo despertar numa agonia mesmo que não estivesse machucado, mas algo dentro dele parecia ter sido quebrado inteiramente.

Seu lobo rugia dentro de si querendo escapar para fora com o tolo erro que estava cometendo e as memórias parecia tão osciladas que Derek precisou piscar algumas vezes para se focar onde estava.

Podia sentir o cheiro de família e conforto perto o bastante para sentir-se seguro. Então percebeu que não estava tão longe da mansão Hale e isso lhe deixava menos preocupado de sair em disparada sem rumo e sem certezas do que estava fazendo.

Suas garras começaram a aparecer fazendo com que percebesse que estava perdendo o controle de suas ações novamente, porém Derek tinha em sua intuição que não deveria deixar-se levar e acalmar aquele ímpeto voraz que rasgava em seu peito.

Respirou profundamente alguma vezes até que conseguiu domar a fera dentro de si para não fazer o que ambos queriam e quando fechou os olhos por um instante a imagem de um Stiles sorrindo apareceu debaixo de suas pálpebras e uma demonstração de aceitação, amor e afeto que o deixava aturdido.

Uma confusão em seus sentimentos fez com que percebesse que algo estava realmente errado porque as lembranças voltando uma a uma indicava que Stiles não estava sendo obrigado e tudo parecia tão consensual que o deixava ainda mais desperto.

A respiração afobada de Stiles sob sua pele e o formigamento em sua barriga quando a recordação trouxe êxtase dos beijos trocados e as agradáveis caricias recebidas por todo aquele tempo fazia com que se arrepiasse mesmo que o suor já estivesse impregnado em suas roupas.

Não deveria estar tão cansado percebendo então que o acônito deveria ser o culpado por deixa-lo lento.

Ficou um tempo em silêncio olhando para o nada e a brisa batendo em seu rosto abatido tentando colocar a cabeça no lugar e parar de pensar nas possibilidades alarmantes da recusa de Stiles e todo aquele pavor que passava dentro de si ao entender que o garoto que era membro da alcateia estava usando algo que poderia mata-lo.

Derek sentou-se sentindo a grama molhada em seu jeans e focou-se em sua mente para lembrar-se de exatamente tudo que estava fazendo desde o dia que percebeu que Stiles mexia com seu coração.

Era claro que por ímpeto de receios não conseguiu expressar seus sentimentos claramente e sempre que tentava uma aproximação com Stiles era deixado falando sozinho. Os opostos deles se repeliam em uma defesa e agora Derek entendia os motivos.

Não deveria ter começado uma relação fadada ao fracasso com Braeden sabendo que seus sentimentos por Stiles eram de uma paixão avassaladora que não conseguiria reprimir por muito tempo e agora a ideia de ter o magoado feria mais do que os pensamentos de ter o obrigado a aceita-lo na lua cheia.

Era a primeira vez depois de um longo tempo que deixou que a mente ficasse vazia para que finalmente entendesse o que seu coração e seu lado animal já havia compreendido. E quando a percepção das lembranças de todas as luas cheias e as palavras de um Stiles exalando felicidade em tê-lo sem obrigação trouxe a verdade em sua mente e rasgando qualquer tipo de negação do real relacionamento.

Tudo parecia exatamente um encaixe.

Derek suspirou passando as mãos nos olhos com uma tristeza cortante de ter feito tanta confusão.

Já tinha uma clara ideia dos dias após a última lua cheia que não estava se sentindo bem. Era como se estivesse realmente faltando algo em sua vida assim que acordava do pequeno coma após a passagem do tempo que ficava fora em um intervalo que suas memórias não alcançavam.

E por começar a pensar em Stiles e com todas as lembranças sendo condicionadas em sonhos que pareciam reais permitiam que pudesse tê-lo pelo menos quando estivesse dormindo e foi com esse ímpeto frêmito que o levou a terminar seu namoro com Braeden.

Não poderia mais tentar engana-la já que não tinham intimidades e nenhum tipo de laço concreto que pudesse levar a relação para frente e tentar esquecer-se do seu amor por Stiles parecia tão impossível.

Erro esse que agora pensando com mais clareza e tendo a certeza do que seu lobo fazia quando tomava conta de suas ações fez com que Derek ficasse ainda mais amuado em um tipo de dor que dilacerava seu coração. Eram essas ações que o levavam até a casa de Stiles quando o mesmo tinha deixado de frequentar as reuniões porque as saudades que sentia dele não era apenas uma solução fictícia que havia inventado para seu coração por ama-lo as escondidas, mas porque seu lobo havia concretizado esse amor sem que soubesse.

Havia provocado as certezas em Stiles de um romance enquanto viviam na lua cheia e após o amanhecer acabava se esquecendo do que mais queria na vida desde o dia que o conheceu. Era como se estivesse enganando e o deixando ser apenas seu amante secreto e ficou espantando ainda mais para entender porque Stiles aceitaria uma tolice dessas.

Novamente o coração de Derek bateu tão apressadamente em seu peito que suas mãos tremiam com a realidade debatendo em seu rosto.

Se Stiles havia o aceitado mesmo com essas condições inadequadas era porque seus sentimentos eram recíprocos ou ainda mais intensos.

Derek fechou os olhos novamente quando a voz distante lhe proporcionou prazer ao mesmo tempo que lhe trazia uma tristeza distante. “Eu gosto de você” repetidas vezes e todas as vezes que estava em seus braços soava como a realidade que deixou para trás.

Stiles também era apaixonado tanto quanto Derek também era. Ou ainda seria? Derek ficou perdido olhando para suas mãos cheia de terra pensando que depois de tudo o que aconteceu ele haveria desistido.

E quem não desistiria, se perguntava tolamente com o coração despedaçado. A compreensão que Stiles tinha desistido era possível já que aguentar esse tipo de escolha de ser deixado de lado no dia seguinte doía tanto que Derek teve a sensação de ser uma péssima pessoa.

No entanto ainda não entendia porque teria feito todas essas ações se no fundo seus sentimentos por Stiles eram e ainda são de amor. Percebeu no mesmo instante que tinha sido um covarde no quesito de se confessar ao humano da alcateia que o amava desde o dia que havia aparecido ao lado de Scott.

Sentiu-se mais péssimo ainda em compreender que parecia que tudo que fazia em relação aos seus sentimentos por Stiles saiam errado.

Levantou seu rosto quando sentiu alguém se aproximar e pelo cheiro e pelo jeito de caminhar não se moveu para tentar uma fuga novamente sabendo que deixar Peter para trás poderia trazer consequências negativas.  Principalmente porque seu alfa imanava um aspecto furioso de ter que correr atrás e estava parecendo bastante nervoso.

Derek ainda olhava para suas mãos e não tinha coragem de enfrentar o olhar de Peter que se sentou ao seu lado.

—  Achei que esse jogo de esconde-esconde iria durar mais... – observou o Hale mais velho enquanto deixava seu humor mais ameno.

Ao perceber o cheiro podre imanando de seu sobrinho como se tivesse acabado de morrer por dentro fazia com que utilizasse as palavras com cuidado. Um tipo de situação que Peter não estava acostumado.

Derek levantou a cabeça com os olhos afundados numa agonia que fazia qualquer lobo se retorcer estando ao seu lado e para o alfa aquele sentimento era refletido em si mesmo. E por esse emaranhamento de ligação que todos eles tinham precisou dizer a Stiles que acalmasse seu bando enquanto corria atrás de Derek.

E Peter nem começou a dizer ao sobrinho que devia muito a ele por ter que acalmar Stiles em primeiro lugar. Será que nenhum dos dois entendiam que o afastamento deles só faziam mal a ambos?

—  Ele me odeia? – perguntou Derek em primeiro lugar percebendo que a voz parecia seca em sua garganta.

—  Stiles sente muito coisa nesse exato momento, mas ódio puro acredito que não... – rebateu Peter olhando para Derek com compaixão.

Derek ficou em silêncio tentando se entender ainda mais, porém já tinha noção que tudo que aconteceu entre eles havia sido concedido por ambos e que Stiles o recebeu na lua cheia deixando que o primeiro beijo fosse a abertura para o amor secreto que ambos nutriam um pelo outro.

—  Você entendeu o que aconteceu? – perguntou Peter disposto a ter que arrastar o sobrinho para a realidade a força.

Esse movimento de acordar Derek no exato momento que ia busca-lo depois que ficava junto a Stiles na casa do xerife passou pela cabeça do alfa várias vezes. Talvez fosse o que precisaria para aquele relacionamento complexo ser entendido, mas Stiles tinha um poder de persuasão muito bom e Peter não estava afim de perder um membro da sua alcateia.

—  Sim... – Derek respondeu finalmente olhando para Peter com o olhar cabisbaixo – Sei que não o forcei a nada...

—  Se tivesse ficado lá ele mesmo teria explicado... Fugindo fez com que Stiles pensasse que você não aceitou bem saber que se encontram amorosamente na lua cheia...

O fato chocou tanto Derek que ficou pálido pela descoberta de ainda depois de tudo afetar Stiles negativamente. Será que ainda poderia ficar pior do que já estava.

—  Fique tranquilo... – continuou Peter tentando ser mais amistoso o que dificultava – Acho que seu pedido de desculpas foi alto e claro....

—  Por que não me contou Peter... – apontou Derek se levantando cambaleante, mas já conseguindo se restabelecer da agitação por dentro – Porque deixou que passássemos por tudo isso... Deixar que ele passasse por isso. Você poderia ter falado para ele o que eu sentia, pois você sempre soube que eu estava apaixonado...

—  Até tentei... – respondeu Peter no mesmo lugar sem mudar sua expressão. Na realidade o alfa estava querendo arrancar a cabeça de seu sobrinho por derrubar a culpa nele, mas preferiu deixa-lo achar seus escapes por enquanto

— Stiles é tão teimoso em seus sentimentos quanto você... Acredito piamente que nasceram um para o outro...

O sarcasmo do alfa não atingiu negativamente Derek. Ele queria realmente ter nascido para Stiles.

Derek ficou em silêncio sabendo que seu confessar para Stiles era preocupação sua e não de Peter, pediu então que o alfa lhe contasse sobre o intervalo que sua mente apagava o que fez Peter sorrir drasticamente ocultando as partes que se aproveitava para bater nele por ser um completo idiota.  E também quais haviam sido os motivos que fizeram com que Stiles armasse toda aquela defesa contra ele e por sua desistência que mesmo que suas memórias estivessem sido falhas foi o que Derek mais sentiu.

Talvez tenha sido esse caminho que o fez perceber dessa vez o que estava perdendo.

— Tudo poderia ter acabado bem porque Stiles iria lhe contar a realidade ... – continuou Peter até gostando da expressão derrotada do sobrinho – se você não tivesse beijado Braeden na frente dele...

Derek sentiu como se seu mundo tivesse sido arrancado de suas mãos no momento que percebeu do que Peter estava dizendo. Na situação havia acabado de terminar uma relação e descobriu tardiamente que seu erro em ficar com ela teria quase destruído o que poderia ter com quem mais desejava. Braeden havia tentando uma reaproximação em vão.

— Não sei porque ela fez isso... – tentou se desculpar como se o ato o remetesse como um sórdido – Já não estávamos mais juntos...

— Não é para mim que você deve explicações.... – Peter se levantou tirando o celular do bolso avisando que o lobo perdido havia sido encontrado.

Mas para Derek a questão ainda era tão embaraçosa e dificultava saber qual seria seu próximo passo. Era como estivesse acabado de acordar de um dos seus preciosos sonhos quando tivesse a certeza que teria suas chances com a pessoa que seu coração havia escolhido e no final descobrir que poderia perde-lo.

Voltou com Peter para sua casa observando que Isaac lhe observava com o entendimento de também saber o que estava acontecendo.

E algum tempo depois o bando estava quase todo reunido querendo saber qual foi o sentimento obscuro que sentiram que ainda emanava de Derek, mas ninguém teve a coragem de perguntar o que estava acontecendo realmente.

Derek precisava de um tempo para colocar sua mente no lugar, mas sua expressão entristecida ainda era aumentada cada vez que olhava para a porta e não o encontrava. Stiles não tinha aparecido.

 

Dizer que Stiles estava – novamente – evitando a alcateia como se fosse uma das pragas do Egito seria até engraçado.

Não porque as coisas estavam melhores dessa vez, mas porque estava dando tempo a Derek em aceitar toda a história de ter estado juntos.

Era claro que já sabia sobre quando Peter o encontrou e todas as mensagens enchendo seu celular do alfa não tinha como serem ignoradas principalmente quando havia mandado uma em letras bem grandes que o romance entre Braeden tinha terminado há muito tempo e que Derek não estava assustado por ter descoberto sobre a relação secreta entre eles e sim porque havia o magoado.

Depois de tudo parecendo estar indo em direção ao que Stiles sempre quis parecia que dessa vez algo dentro dele não estava disposto a dar esse passo. Era óbvio que era apenas deixar abrir espaço para que Derek viesse até si para conversar, porém Stiles não deixava.

Tinha certeza de as vezes sentir estar sendo seguido de longe ou as vezes ver que Derek estivesse em alguns lugares que encontrava o bando sem estar perto na mansão.

O lobo estava apenas esperando que Stiles soltasse a carta branca para se aproximar coisa que o humano não fez.

E Stiles compreendia muito bem os motivos para estar fazendo esse tipo de jogo. Dizer que poderia ser uma pequena vingança seria até tolo de sua parte mesmo que no fundo achasse que Derek não tinha culpa de tudo sozinho, mas era exatamente nesse ponto que se lembrava como poderia chegar a dizer algo se Derek mantinha uma relação com outra pessoa.  

Nunca havia dado a chance de conversarem nem antes muito menos após tudo ter começado nas primeiras luas cheias.

Eles pareciam estar brincando de gato e rato e no fundo Stiles estava realmente cansado disso.

Não se passou tanto tempo assim, mas uma semana já bastava para deixar a maioria de seus amigos preocupados e um Peter que parecia querer derrubar tudo que estivesse em sua frente dizendo que os membros de sua alcateia estavam ficando cada vez mais teimosos e com as palavras certas direcionado com todas as letras para Stiles e Derek.

Stiles começou a entender que no fundo não era vingança que fazia com que evitasse Derek. A realidade agora o afetava em saber que Derek entendia o que acontecia entre eles porque tinha receios de tudo ter um fim antes menos de ter realmente começado.

 Evitar Derek – seu lado humano – já tinha começado a ser uma fuga mais fácil do que o enfrentar.

As pessoas já estavam começando a constatar sua tristeza e não precisava ser um ser sobrenatural para entender que o afastamento de Derek não estava ajudando em nada.

Por uma parte esperava que Derek viesse com tudo para cima de si o procurando sem reservas, mas Stiles entendia que ele também estava lhe dando espaço para aceita-lo.

Havia o negado aquele dia e o rejeitado deixando claro que sua presença na sua casa não era mais bem-vinda e Derek estava com receios também de lhe magoar novamente.

Stiles então começou a pensar que esses intermédios ou melhor desculpas era apenas um meio de defesa que arranjaram para si próprios. Talvez estivesse pensando mais abertamente sobre isso depois da visita que Peter e Isaac lhe fizeram com as mesmas palavras fazendo ter certeza de como estava agindo e que Derek parecia cada vez mais infeliz.

Estava jantando com seu pai que era uma das rotinas que havia ficado escassa por causa dos horários alternados de Noah sobre seu trabalho. Stiles não estava com muita fome o que era também estranho para quem o conhecia tão bem fazendo seu pai olha-lo com a expressão um pouco indecifrável.

Foi dos poucos silêncios desconfortáveis de sua vida fazendo com que Noah não perguntasse o que realmente estava acontecendo e era claro que Stiles evitaria contar ao pai sobre estar apaixonado por Derek. Não que isso seria um problema já que Stiles desconhecia a realidade na inteligência herdada pela família fazendo com que achasse que todos estavam imunes ao seu segredo.

Noah sabia o suficiente por isso não ficava na casa nas luas cheias.

Stiles após lavar alguns pratos assim que seu pai saiu de casa arrastou os pés pela escada enquanto ia se enfornar em sua cama quente e esquecer-se um pouco de todos seus problemas.

Estava distraído, mas não o suficiente para abrir sua porta e encontrar uma sombra perdida no meio do seu quarto parecendo não saber onde colocar as mãos olhando para os lados como se estivesse se sentindo perdido ou tentando encontrar uma maneira da desculpa suficiente por estar ali.

Parou seus passos como se tivesse realmente se assustado com a presença de Derek, mas ao lançar seu olhar para a janela e presenciar o brilho glorioso da lua cheia fez com que percebesse que mais cedo ou mais tarde estaria ali novamente.

Derek percebeu a presença de Stiles antes mesmo dele ter entrado no quarto de supetão. Ainda que ele usasse a proteção para deixar seu cheiro e seu coração afastado das suas habilidades sobrenaturais conseguia reconhece-lo em movimento de longe e quando escutou os passos pela escada estava se preparado para vê-lo outra vez de perto.

— A janela estava aberta... – a voz de Derek saiu ansioso enquanto Stiles o observava ainda surpreso.

Stiles olhou sob os ombros largos de Derek afim de preencher sua visão com a janela aberta, mas sabia que ele estava assim porque havia deixado. Talvez fosse o primeiro passo que deveria ter dado deixando Derek entrar em sua casa, mas o fez mesmo assim sabendo que era a semana da lua cheia.

Seus olhos voltaram para Derek que parecia estar numa luta dentro dele porque suas mãos tremiam envoltas uma das outras. Stiles tinha noção de que estava tentando se controlar e o efeito da lua ainda o atingia e todos tinham algo e alguém para usar como sua âncora em calmaria e ele era a de Derek.

— Você está bem? – perguntou depois de um silêncio preocupante para ambos os lados.

Stiles reparou que além de Derek estar se controlando não havia sinais de que era a consciência animalesca dele na sua frente e os olhos ainda se mantinham esverdeados.

Derek não respondeu porque qualquer palavra poderia tirar sua concentração. Na realidade desde que entrou dentro do quarto teve a certeza que não poderia mais ficar longe porque o cheiro de Stiles estava em todos os lugares e foi por pouco que não pulou na cama dele e ficou lá a cheirando como um louco.

Estava tentando ser consciente de suas ações e dando o espaço para que pudessem conversar, mas cada vez que o tempo passava mais difícil ficava de se manter longe e na realidade Derek já não conseguia.

— Derek? – Stiles ficou preocupado e o chamou por seu nome. Talvez não devesse ter o feito ou talvez já estava na hora de fazê-lo, mas assim que a pronuncia saiu dos seus lábios a expressão que encontrou na face do lobo foi de puro deleite.

Derek movimentou a cabeça em sua resposta. Não estava bem e estava longe de ficar se Stiles o mandasse embora.

— Posso ficar um pouco... – a frase foi mal pronunciada como se Derek estivesse sentindo dor fazendo Stiles abrir a boca sem som – É só até conseguir me acalmar...

Algo dentro de Stiles então soube que não poderia evita-lo mais. Aquilo realmente era o que sempre quis.

— Pode... – a resposta de Stiles atingiu Derek em cheio.

Parecia a aceitação que precisava, mas não se moveu do lugar como queria ter o feito.

Eles se encararam demoradamente fazendo as coisas ao seu redor ficarem estáticas. Uma brisa mínima de calor poderia arremata-los a queimar e eles sabiam do que precisavam, mas nenhum dos dois parecia ter a certeza do que o outro pensava.

O fato era que aquilo não demoraria para ser quebrado e toda a atmosfera de distanciamento seria apenas um passo diante do que eles realmente sentiam. Não se sabe qual dos dois deram o primeiro passo e para a sinceridade nenhum deles estava realmente se importando porque cada passo que davam seriam o ponto ao meio de encontro.

Derek sentiu algo diferente ao abraçar Stiles e parecia que toda a agitação dentro dele havia cedido para deixar seus sentimentos plenos. Um abraço apertado significa mais que qualquer palavra e sentia os dedos do garoto lhe apertando as costas como se para ele também tivesse o mesmo significado.

— Você disse que gostava de mim... – Derek perguntou baixo ainda se mantendo dentro do aconchego de Stiles e tentando procurar seus batimentos e cheiro.

Aquilo incomodava porque Stiles ainda estava bloqueado para seus instintos, porém não fez nada para modificar isso. Stiles também não poderia senti-lo como um lobo e ter essa mesma percepção seria um caminho para entender o que ele passava. Se o sobrenatural estivesse em Stiles o faria compreender muito antes que Derek o amava.

— Eu estava desistindo... – respondeu sincero a Derek que levantou seu rosto para encara-lo.

Derek então o beijou já estava na hora de encarar de frente o que ambos sentiam um pelo outro e não foi o tipo de carinho lento. Assim que os lábios se tocaram parecia uma disputa de quem estava mais com saudades sobre toda a negação que estavam passando seja sobre os encontros secretos apenas na lua cheia ou a teimosia de ambos.

A respiração começou a ficar pesada e as mãos de Stiles se moviam drasticamente puxando Derek pela nuca e se embaralhando em um aperto prazerosa e a mente totalmente focada naquele momento.

— Não desista... – Derek falou entre os beijos – Eu também gosto de você. Eu fiz tanta confusão, mas eu o amo...

Stiles se afastou um pouco para encara-lo e quando Derek abriu os olhos ainda era ele ali ainda que os traços do seu lobo estivessem aparecendo na íris de seus olhos.

 O humano entendeu, porém, que Derek e seu lobo eram a mesma pessoa e ambos o amavam.

Sorriu como se a descoberta trouxesse êxtase dentro do seu coração e o tão esperado sinal de que poderia ficar ao lado dele enfim havia chegado. Dessa vez foi Stiles que o beijou e se agarrou em Derek até que sorriram entre beijos caindo em cima da cama.

Dessa vez sem receio de acordar no dia seguinte sabendo que seria um amante secreto, pois Derek confessava determinantemente em suas orelhas pedidos de desculpas e o quanto estava feliz.

E as roupas sendo jogadas em todas as direções notavam-se que seria uma longa e inesquecível noite.

 

Peter observava a lua ao lado de Isaac enquanto escutava de longe os múrmuros apaixonados sabendo que dessa vez não precisaria ficar de guarda a mercê do casal apaixonado.

E ao julgar pelo tempo que havia passado e nenhuma mensagem chegou ao seu celular pode perceber que Derek e Stiles finalmente tinham cedido ao seu romance secreto.

— Graças a Deus teremos paz... – a voz chegando perto do casal fez Peter e Isaac olhar para o lado e ver todo o bando entusiasmado.

Scott parecia realmente feliz com isso e Peter moveu a cabeça em uma risada abafada pelo sorriso de Isaac em descrença que Stiles não tivesse percebido que todos já sabiam. Até mesmo Scott.

Afinal ninguém poderia esconder por tanto tempo sentimentos fortes de amigos que queriam o seu bem ou para um bando de lobos curiosos.

O romance entre Stiles e Derek?

Já não é mais tão secreto.

 

Fim.


Notas Finais


Mais uma história finalizada 💚
E era para ser assim mesmo bem curtinha e não era para ser demorada, mas não seria eu mesma se não atrasasse nas atualizações, mas finalmente chegamos ao fim.
Obrigada por estarem aqui prestigiando mais um fanfic Sterek e logo teremos outras porque quanto mais Stiles e Derek juntos, melhor.

Vejo vocês em breve (:


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...