História Secret Only Forever - Capítulo 34


Escrita por:

Visualizações 75
Palavras 942
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Faculdade voltou e estou entrando na onda de novo, prometo não deixar vocês sem capítulos por muito tempo.

Capítulo 34 - Número desconhecido.


— Emily - Não quero mais pensar nele, deixa a polícia se preocupar com essa parte. - Ela se apoiou no meu ombro e eu percebi como ela estava preocupada.

— Alison - Só quero acabar com isso logo e poder seguir com você.

— Emily - Pra se sincera eu nem estou com tanta fome sabia?

— Alison - O que?

— Emily - Acho que podemos deixar a comida de lado um pouco e prestar atenção só na gente. - há beijei de um jeito malicioso mas fofo ao mesmo tempo.

— Alison - Você está recém operada sabia?

— Emily - Você é enfermeira não é? Sabe ser cuidadosa. - me levanto devagar e puxo ela junto.

— Alison - Emily, sossega. - fala enquanto beijo seu pescoço.

— Emily - Tem certeza? 

— Alison - Não. - ela me beijou e aos poucos foi me levando para o quarto e quando me dei conta já estávamos na cama.

Eu nunca achei que gostaria de um sexo mais carinhoso, acabava que sempre teria que ser totalmente animal mas na verdade era só falta da pessoa certa, só faltava encontrar alguém que me fizesse ficar suada só de estar respirando perto de mim, me deixar louca apenas por estar com o corpo por cima do meu, nós duas temos uma sintonia incrível e não sei como demoramos tanto tempo pra entender que era isso que faltava nas nossas vidas.

— Alison - Se machucar me avisa.

— Emily - Alí......... - fechei meus olhos e deixei o momento me levar e só de sentir as mãos dela passando pelo meu corpo, os dedos delicados deslizando por cada parte já estava me deixando completamente louca. Eu estava exitada e molhada e já não conseguia parar quieta, ela foi tirando minha roupa lentamente enquanto eu queria arrancar tudo de uma só vez.

— Emily - Anda logo. - tento me levantar pra tirar tudo.

— Alison - Agora sou eu que estou no controle. - fala me segurando na cama com um olhar bem saliente. - eu já volto.

Ela saiu do quarto e eu não conseguia tirar o sorriso bobo do rosto, eu não precisava correr, não precisava temer porque ela era minha naquele momento e nos próximos que iriam vir.

— Alison - Ei. - ela apareceu encostada na porta apenas com o jaleco branco e eu achei sexy mas ao mesmo tempo clichê então dei uma risada. - Está tão ruim assim?

— Emily - Não, tá linda mas eu ainda prefiro sem nada. - chamei ela de volta pra cama.

Eu conseguia sentir seu membro latejando sem precisar encostar, ela me beijava com tanta vontade que parecia ser a primeira vez dela nas duas coisas e isso estava fazendo eu me sentir incrível, fui descendo minha mão lentamente passando pelos seios, descendo até a barriga e quando cheguei nas coxas comecei a fazer carinho com as pontas dos dedos até sentir como ela estava arrepiada então penetrei meus dedos de uma só vez pegando ela de surpresa e fazendo ela gemer bem alto e depois dar um sorriso bem safado, ela me pedia cada vez mais e isso fez eu me empolgar tanto que não conseguia me conter então fiquei de joelhos na cama pra poder ter mais firmeza no braço e dar o que ela queria sem nem pensar na cirurgia ou nos meus pontos e deveria agradecer ela só por conseguir tirar minha atenção disso um pouco.

Ela gozou tão rápido que fez eu me exitar mais ainda, eu não conseguia conter a vontade que estava sentindo e era só com ela, eu queria apenas ela pra poder ficar naquele momento pra sempre. Ela não conseguia se segurar, mesmo depois de estar saciada ela me virou e montou em cima de mim o que me fez soltar um gemido de dor.

— Alison - Desculpa, você faz parecer que nem está machucada.

— Emily - Mas não estou, se continuar assim tenho certeza que vou melhorar logo logo.

Passamos ótimas horas nos amando até ficarmos totalmente sem forças e sem fôlego, ela deitou do meu lado em cima do meu braço e eu conseguia fazer carinho no seu cabelo.

— Alison - Em?

— Emily - Oi minha linda. - falo com os olhos fechados quase dormindo.

— Alison - Olha pra mim. - abri os olhos e olhei para os olhos dela que sorriam por si só, ela levantou a cabeça e me encarou. - eu amo você.

— Emily - Alí..

— Alison - Eu nunca mais vou fazer algo que possa te machucar ou permitir que alguém faça isso, eu amo você e vou querer dizer isso a todo momento já que demorei tanto pra falar.

— Emily - Eu amo você e sempre soube disso (risos). Eu sei que nunca teve essa intenção menina. - ela em da um selinho com o sorriso mais lindo do mundo no rosto, eu juro que daria qualquer coisa só pra poder olhar pro sorriso dela a todo momento.

*Celular toca*

— Alison - Alô?

— Emily - Quem é?

— Alison - Não sei, número desconhecido. - ela senta na cama. - Quem é? Não vai falar nada?

— Emily - Alison.

— Alison - Desligou.

— Emily - Han?

— Alison - Só ficou respirando no telefone e desligou. - ela se levantou coberta por um robi, eu percebi o rosto preocupado e sabia que o que estava passando na minha cabeça era a mesma coisa que estava passando na dela. 

Eu me levantei enrolada no lençol e a abracei, odiava ver que ela estava com medo e não podia fazer nada pra aliviar.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...