1. Spirit Fanfics >
  2. Secret Romance (Jikook, Namjin, Taeyoonseok) >
  3. Qual é mais dolorido?

História Secret Romance (Jikook, Namjin, Taeyoonseok) - Capítulo 59


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii pessoas
Eba, estamos chegando aos 500 fav's. Obrigado a todos que estão acompanhando, aos favoritos e comentários, são importantes pra mim, significa muito, sério mesmo.

Bom, boa leitura.💜

Capítulo 59 - Qual é mais dolorido?


Mesmo que eu olhe pra ele, não acredito que ele esteja na minha frente. Foi a quatro anos, mas é inevitável não sentir como se tivesse acontecido ontem. As lembranças são tão frescas... Eu acreditava ter superado, mas acabo de perceber que não, ainda dói.

NJ: Você estar bem? _ouço a voz de Namjoon. Por um momento esqueci da presença dele.

SJ: A quanto tempo você estar aqui? _pergunto o encarando. Tirando a altura, ele não mudou muito.

JIJ: Ah... Semana passada, assim que consegui o estágio. _até sua voz ainda é a mesma. _ não imaginei que fosse lhe encontrar aqui depois de anos.

NJ: Ninguém esperava lhe encontrar novamente algum dia. _Namjoon fala entrando na minha frente, mas o faço ficar de frente pra mim.

SJ: Nam, pode me esperar no quarto? Preciso conversar a sós com ele. Por favor. _peço segurando suas mãos. _ não vou demorar. _ele suspira e segura meu rosto me dando um rápido beijo. Depois se vira para Ji Hoon e logo vai embora.

JIH: Sabia que ele sentia algo por...

SJ: Falei que nunca mais queria te ver, então não volte mais a dirigir a palavra a mim e nem me procure ou aos meus amigos. Não quero saber de você ou do que tem a dizer. Se voltarmos a nos encontrar, me ignore, porque eu farei isso. _ele pisca os olhos algumas vezes parecendo surpreso.

JIH: Você mudou muito. _ele abaixa a cabeça dando um passo para trás. _ não se preocupe, atenderei seu pedido. _começo a sentir raiva com suas palavras.

SJ: Não se faça de inocente. _digo agarrando sua camisa, o fazendo me olhar nos olhos.

JIH: Você nunca quis me ouvir Jin, nunca me deixou...

SJ: Não existe explicações para suas ações. _acabo gritando por causa da raiva que estou sentindo, mas também por causa do sentimento de frustação, por saber que não superei ele depois de anos.

JIH: Não nego que te traí.

SJ: Cala a boca. _o empurro contra a parede.

JIH: Mas eu não tive escolhas.

SJ: Mandei calar a boca.

JIH: Eu nunca séria capaz de fazer isso por vontade própria.

SJ: Para. _grito o soltando e tampando meus ouvidos, não quero ouvi-lo, não quero ouvir sua voz.

JIH: Tudo bem. Não quero brigar com você. Mas eu tenho direito de me explicar Jin. _o encaro já com os olhos ardendo. _ você vai saber do que realmente aconteceu, nem que eu tenha que arrancar com minhas próprias mãos, a verdade do Taemin.

SJ: Ele não tem nada haver com o que aconteceu com a gente. _passo as mãos em meu rosto impedido das lágrimas caírem.

JIH: Ele tem tanta culpa quanto eu tenho culpa por não lutar por você. _ele se aproxima e eu recuo. _ e não sabe o quanto eu me arrependo de não ter ido te encontrar naquela noite.

SJ: Eu não quero saber de nada, agora para de tocar nesse assunto e me deixa em paz. Não me procura mais, arranquei você de mim, e não quero passar por tudo aquilo de novo. _sem eu perceber, deixo as lágrimas rolarem. _ decidi te esquecer, então peço que faça o mesmo.

Depois de encara-lo uma última vez, me afasto dele, seguindo pra fora do Colégio. Meu peito estar doendo, meu coração acelerado, sinto que vou cair se eu não me sentar logo, minhas pernas estão bambas e...

Eu já havia cogitado o fato de que eu pudesse reencontra-lo algum dia, mas também achei que isso nunca fosse acontecer, por isso não estava preparado. Mas quem estaria? Ele foi meu primeiro amor, meu primeiro namorado, tive minha primeira relação sexual com ele. Com ele foram várias primeiras vezes. É algo que não se esquece de um dia pro outro. Durante todos esses anos, eu só ignorei esse sentimento, porque seguir em frente era o que eu queria, e até consegui quando descobrir sentimentos pelo Namjoon. Ele me fez superar – ou eu achava que havia superado – a dor, e me mostrou que as segundas vezes podem ser bem melhores.

Mas na verdade eu só guardei o passado e agora ele veio a tona, e não tenho forças o suficiente para enfrentar.

NJ: Você estar bem? _ouço a voz de Namjoon e vou em direção a ele, me jogo nos braços dele e o aperto contra mim. _ o que aconteceu? Ele fez algo com você? Jin, me responde. _ele tenta me afastar, mas não deixo.

SJ: Só me abraça Nam, preciso muito de você agora. _digo com a voz embargada. _ não me solta por favor, não me deixe.

NJ: Calma, estar tudo bem, eu estou aqui. _sinto seus braços me envolverem, me deixando bem mais confortável. _ fica calma, eu vou te proteger. _acabo sorrindo com jeito protetor que ele fala.

SJ: Obrigado Nam. _me afasto um pouco apenas para capturar seus lábios

TH: Desculpe atrapalhar o casalzinho aí, mas o jantar estar sendo servido, e se não for incômodo, poderiam fazer esse tipo de coisa imoral em um lugar não público? _corto o beijo e crispo olhos para o ruivo. _ tá, tá, não estou mais aqui. _e se vira voltando para dentro do Colégio.

NJ: Ele estar certo, não podemos fazer em isso em público. Aliás, descobrir que algumas salas do primeiro andar irão ficar fechadas por um tempo. _ele diz como quem não quer nada.

SJ: Sério? Interessante. _nos encaramos por alguns segundos, e logo sorrimos voltando a nos abraçar.

NJ: Mas falando sério Jin, _ele me afasta e segura meu queixo. _ não deixa a presença dele te afetar, você tem a mim agora. Eu te amo e não vou deixar ele te machucar. Ok?

SJ: Ok. _respondo tocando a ponta do nariz dele.

*Jimin*

Sei que Namjoon conversou com Jin, mas ele ainda estar preocupado. Mas eu o entendo, ele deve estar sentindo o mesmo que senti quando voltei a ver o Taemin, eu sei o quanto dói, mas a diferença é que Jin e Ji Hoon se amavam muito, e a decepção foi maior, já eu nunca cheguei a sentir nada pelo Taemin, mas eu o considerava meu melhor amigo.

JM: Perder um melhor amigo dói mais que perder um primeiro amor?

JK: Como? _percebo que falei em voz alta.

JM: Ah, nada. É que eu estava pensando na situação do Jin e acabei pensando em voz alta. _digo me sentando direito na grama.

JK: Então qual acha que dói mais? _ele pergunta deixando o caderno de desenho de lado.

JM: Sinceramente... Eu não sei. Conheço a dor da perda de um amigo, mas não de um amor. Eu amei minha primeira namorada, ou acho que amei, porque com ela não foi como é com você, então se você é meu primeiro amor, eu só saberei no dia em que eu te perder.

JK: Só que há um erro em sua teoria. _ele se aproxima se sentando do meu lado.

JM: Qual?

JK: Você nunca vai me perder, vai ter que me aguentar por toda sua vida. _ele diz me olhando nos olhos com o rosto muito próximo ao meu.

JM: Bobo. _lhe roubo um selinho e ele sorrir. _ aliás, antes estava pensando em outra coisa.

JK: Nota mental: Park Jimin pensa muito. Mas posso lidar com isso, fazendo com que ele só pense em mim. _reviro os olhos sem consegui esconder o riso.

JM: É sério. Andei pensando...

JK: Cuidado para não tropeçar enquanto pensa, é perigoso.

JM: Ok, não vou mais pensar em nada. _digo cruzando os braços e virando para o outro lado.

JK: Se te deixar com raiva faz você fazer esse bico, irei te irritar sempre. _ele diz olhando para minha boca.

JM: Eu não... Espera, você me fez mudar de assunto.

JK: Porque já sei sobre o que irá dizer. _ele diz se deitando. _ eu ainda não pensei onde vou nessas férias, talvez eu procure um emprego, ou não faça nada.

JM: Emprego? _me deito ao lado dele.

JK: Passa tempo. Mas e você? _ele vira o rosto na minha direção.

JM: Ah... Minha família quer viajar. Pedi para ficar com meus amigos, mas não deu certo. Vou viajar com eles.

JK: Então vamos ficar sem nos ver por muitos dias? _eu apenas confirmo com um balançar de cabeça, olhando para o céu que começa a ficar laranja com o pôr do sol. _ você vai ligar pra mim todos os dias? _viro o rosto pra ele que também estar olhando o céu, mas logo desvia pra mim. _ vou poder ouvi sua voz todos os dias? _confirmo de novo com um balançar de cabeça e ele sorrir.

JM: Jungkook?

JK: Hum? _analiso seu rosto por uns instantes, criando coragem para pronunciar o que tanto quero dizer a ele.

JM: Será que... Nós... Antes... Poderíamos...

TH: Achamos vocês. _me assunto com a voz alterada de Taehyung. Olho pra ele e percebo que parece nervoso.

JM: Aconteceu alguma coisa? _me levanto juntamente com Jungkook.

TH: Sim.

(No domingo anterior)

*Taemin*

TM: Nunca imaginei que o Jungkook fosse capaz de fazer isso. _digo depois de ouvir a história que essa garota me contou sobre o Jungkook.

YE: Também achava isso, ele até que era bom, vendia muito, mas ai a mãe dele ficou doente, bom pelo menos acho que foi isso que o fez parar.

TM: Acha que ele já contou pro Jimin?

YE: Agora ele deve ter contado porque plantei a semente. E o Jimin parece do tipo de garoto que não gosta que guardem segredos dele.

TM: Ele é assim mesmo. _sorrio lembrando dos nossos tempos de amigos.

YE: Você é o que dele?

TM: Eu era melhor amigo dele à alguns anos atrás.

YE: E o que aconteceu?

TM: Bom, nós brigamos feio e não nos vimos mais.

YE: Então agora tá querendo se aproximar de novo?

TM: Não quero amizade, eu quero é ele pra mim. O Jimin tem que ser meu e de mais ninguém. E eu odeio ver aquele Jungkook cheio de chamego com ele, estou apenas me segurando, mas vai chegar um momento que irei arrebentar a cara dele.

YE: Já logo avisando, Jungkook até que é bom de briga, se for dá uma surra nele, leva pelo menos três.

TM: Não vai se importar se eu acabar com ele?

YE: Não, quero mesmo é que ele se ligue da burrice que tá fazendo. Mas deixando isso de lado, o que estar pensando em fazer pra afastar os dois?

TM: Na verdade eu já comecei. _lembro que logo o Hoseok será expulso do Colégio. _ vou começar pelos amigos dele, quero acabar com cada um deles.

YE: E o que vai fazer quando conseguir isso e o Jimin não quiser nada com você?

TM: Ele não vai ter escolha. Ele vai ser meu, nem que eu tenha que mata-lo.

YE: Isso é obsessão sabia?

TM: Eu sei, mas não me importo. _digo dando de ombros. _ você não vai fazer o mesmo pelo Jungkook?

YE: Já sei que ele nunca irá me querer de volta, nem que ele não esteja mais com o Jimin, eu só quero dar uma lição nele, uma lição da qual ele vai se lembrar pro resto da vida miserável dele. _sorrio com o jeito louco que ela falou.

TM: Já sei qual vai ser meu próximo passo e você vai me ajudar com seus contatos. _ela me olha confusa. _ o Yoongi sempre se achou o melhor, mas agora eu vou acabar com a vida dele.

YE: Quem é Yoongi?

JM: Um amiguinho do Jimin. Nunca suportei aquele garoto.

YE: Deixa eu adivinhar, ele também é gay. _confirmo com a cabeça e ela suspira. _ pelo jeito vou ter que aceitar ser lésbica. _sorrio me levantando.

TM: Vamos, temos que colocar meu plano em prática.

YE: Espero que seja divertido, estou num tédio ultimamente.


Notas Finais


Já conseguem imaginar o que aconteceu?

Book trailer:
https://youtu.be/l22vut7GUhk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...