História Secretário - Imagine Hwang Hyunjin - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Stray Kids
Personagens Bang Chan, Han Ji-sung, Hwang Hyun-jin, Kim Seung-min, Kim Woo-jin, Lee Felix, Lee Min-ho, Personagens Originais, Seo Chang-bin, Yang Jeong-in
Tags Amor, Chefe, Hyunjin, Ódio, Secretárias
Visualizações 180
Palavras 3.015
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá
Finalmente o último capítulo
Obrigada por lerem até aqui
Boa leitura e espero que gostem

Capítulo 27 - Capítulo Vinte e sete - FIM





Me solta, me solta – A menina de longos cabelos negros gritava enquanto o homem mais velho a carregava até um quarto desconhecido

- Cala a boca garota, e é melhor você ficar quietinha – Jogou a garota em uma cama velha e caminhou até uma gaveta próxima, tirando de lá uma tesoura ele voltou a se aproximar – Agora vamos cortar esse cabelinho, ele da muito trabalho

Depois de entender a situação a menina tentou se livrar da melhor forma possível, chorou, gritou e tudo mais

Porém, o final foi o mesmo, ela acabou tendo o seu cabelo cortado até um pouco acima dos ombros, o adulto segurava seu corpinho já um pouco machucado

Para resumo de conversa Jimmi estava completamente assustada, mas ela confiava em sua mãe, ela viria salva-la

Do outro lado da cidade Li S/n se encontrava angustiada. Havia algo de errado ela só não sabia ao certo o que era mas seu coração insistia em passar essa sensação, seria esse o instinto materno?

Andando de um lado a outro da casa Seungmin que ainda estava no computador em busca de provas ou qualquer coisa que ajudasse a Li a reaver sua filha ou que ao menos colocasse os culpados na cadeia

O interfone tocou e assustou um pouco a todos que estavam concentrados em seus próprios afazeres e dessa vez o Hwang fez questão de atender

- O Porreiro disse que tem um rapaz querendo te ver S/n, o nome dele é Sei Changbin – O Hwang estranhou o brilho repentino nos olhos da Li e ainda mais a forma ansiosa com que ela esperava a chegada dele depois de permitir a entrada

O homem tinha uma feição fechada e usava um terno inteiramente preto

- Hey, BabyChangbin – Ela gritou, o primeiro sorriso animado desde que Jimmi foi levada

- Não me chame assim, eu sou Dark – Todos que o conheciam riram pelo fato de que ele não havia mudado absolutamente nada – Infelizmente não temos tempo para reencontros, precisamos agir rápido e para isso todos precisam estar cientes da situação



Hwang Hyunjin



Estávamos praticamente imóveis mas resolvemos nos sentar no sofá como se esperassemos uma palestra

- Para os que me conhecem ,Dane-se e para quem não me conhece eu sou Seo Changbin amigo pessoal e Maravilhoso advogado da Li – Alguns retiraram os olhos com a apresentação e outros como eu apenas rimos, ele parecia um cara legal – Ontem a minha preciosa S/n me ligou e jogou uma chuva de informações primeiro ela tem um Namorado e agora ela tem uma filha eu fiquei chocado que mais alguém além do Woojin pudesse pacientemente atirar essa criatura mas realidades a parte vamos ao que eu descobri sobre a Jimmi – Ele falou tudo muito rápido o que tornou ainda mais engraçado já que ele parecia estar divagando e então ele ficou sério

- Primeiro o casal que supostamente eram os pais da Jimmi não são os pais biológicos

- Eu suspeitava disso..- A Li comentou ainda mais apreensiva – então quem são eles?

- Ninguém conhece seus nomes verdadeiros mas são muito famosos pelo codinome que usam Mami e Papi, ridículo eu sei, eles são um casal procurado pela Interpol a 3 anos pelo sequestro e tráfico de diversas crianças ao redor do mundo, no caso eles planejam vender a Jimmi para um homem que mora na Europa e supostamente perdeu a filha e a esposa em um acidente recentemente, como ele não é realmente Europeu o processo de adoção e muito mais burocrático então ele decidiu simplesmente comprar uma

- Quem é esse cara ? – Eu perguntei

- Esse cara sou eu, entrei em contato com a associação de adoção e pedi os dados desse casal, descobri quem eles eram não foi realmente difícil então liguei para eles e fiz um pedido, sei características parecidas com a da Jimmi e eles fizeram um ponto de entrega aqui mesmo na Coréia já que eu informei estar aqui a negócios. A polícia já está ciente e se der tudo certo amanhã teremos a Jimmi de volta e eu quero um aumento pelo meu trabalho excepcional

Estou realmente impressionado, ele é muito bom mas eu também estou preocupado com o que pode acontecer com ela nesse meio tempo

- Não se preocupe Hyunjin eu pedi que a criança viesse em bom estado, então acho que de alguma forma isso deve ajudar – Suspirei um pouco aliviado, pelo menos eles não a machucaram fisicamente mas..e mentalmente? Perai, como ele sabe o meu nome – Eu pesquisei a sua vida no tempo livre pra saber se você tinha o selo Binnie de qualidade e você passou no teste parabéns

Os amigos da Li

São todos estranhos

Porém

Muito divertidos

Narrador

A manhã seguinte foi repleta de ansiedade, era hora de ter Jimmi de volta

O local de encontro era deserto, um galpão bem longe do Centro de Seul, Changbin colocou sua cara de mal e a Li e o Hwang se esconderam juntamente com a polícia

Não demorou muito para o casal voltar, o carro parou um pouco longe, Changbin caminhou lentamente

-Godo Lee? – Eles perguntaram o nome falso do Changbin – Qual o código?

- Only fest – Bem aleatório mas eles pareciam reconhecer, a garotinha foi tirada dos fundos do carro o cabelo cortado e o vestido sujo apertando fortemente a única coisa que a permitiram ficar, o seu amado ursinho, Depois de conferir o dinheiro entregaram a menina adormecida para Changbin e saíram cantando pneu mas não durou muito tempo, logo a polícia estava atrás deles a perseguição durou uma hora até que finalmente o casal fosse preso, a Mami com um tiro de raspão na perna e o Papi em estado grave com dois tiros no abdômen mas antes disso os pais corujas correram do esconderijo para a sua filha que agora se encontrava chorando no colo do homem desconhecido ao menos para ela

- Omma – A menina chorou quando a mulher a pegou no colo, Hyunjin as abraçou feliz por ter quem ele amava de volta e Chagbin tirou uma foto do momento

- Eu disse que iria te buscar, a mamãe está aqui agora – abraçou mais forte a pequenina


***



Eles entraram na casa cansados, todo o pessoal veio logo atrás preocupados com o que havia acontecido mas a preocupação passou para felicidade assim que viu a menina no colo do amoroso Hwang

A casa Li estava em paz novamente

Ou era isso que esperavam, mas Li S/n queria mais, ela não deixaria barato quem havia feito isso, ela faria questão de ir atrás do mandante e fazê-lo pagar pelo simples fato de tentar ferir sua filha e foi isso que ela fez, vestida para matar com Hyunjin, Seungmin e Changbin ao seu lado ela deixou Jimmi aos cuidados da Omma Yang mesmo que fosse difícil se separar de sua pequena bola de luz

Seungmin dirigiu o carro entrando pela primeira vez naquela mansão, diferente da casa da Li aquele lugar não era acolhedor era solitário e cheio de tensão

O carro parou e o Hwang desceu abrindo a porta a Li, ele ficou do seu lado direito enquanto Seungmin é Changbin andavam um pouco atrás, um dos diversos funcionários da casa abriu a porta chocados pela presença da Li mais nova tão repentinamente

- Bom dia Senhorita Li – Ela se curvou e a Li apenas deu um sorriso singelo seguindo seu caminho

- Olha só, o que a bastarda está fazendo aqui? – A voz estridente fez a Li respirar fundo era aqui que a guerra começava

- Kyshi, Diga ao meu irmão para me encontrar no escritório do Papai – Foi tudo o que disse antes de sair



Li S/n




Eu estava profundamente triste

Aliviada é claro, minha filha estava sã e salva

Com raiva? Com certeza, alguém ousou tentar tira-la de mim

Mas com certeza triste, porque eu jamais esperava que o autor de tal atrocidade fosse meu próprio irmão

Li Hyunsu

- Bom dia irmãzinha – Ele falou assim que entrou no escritório,ele tinha um rosto cansado e um sorriso triste, Kyshi atrás dele com um sorriso presunçoso

Eu não entendo porque isso se tornou assim

Eu ainda me lembro de brigar com ele sempre que ele invadia meu quarto e roubava meus gibbis, eu me lembro de chorar com ele assistindo comédias românticas, eu me lembro dele me protegendo quando alguém implicava comigo, eu lembro do quanto eu o amava, eu lembro de quando Hyunsu não era essa casca de homem

O que foi que o tornou assim? Á quem eu quero enganar, todos sabem quue foi Kyshi que o tornou esse homem que ele é hoje

- Meninos e Kyshi eu quero conversar a sós com o meu irmão, podem nos dar licença por favor? – Hyunjin deixou um beijo na minha testa e saiu logo atrás dos outros dois, Kyshi recitou um pouco mas logo meu irmão a enxotou também

A porta se fechou, éramos apenas nós dois agora

- Você me odeia tanto assim? – Minha voz quebrou, faziam anos que eu queria perguntar isso, os olhos dele se arrecadaram um pouco e ele ficou calado – Você me odeia a ponto de querer tirar tudo o que eu tenho?

- Eu..

- Eu sinto falta de quando você era realmente o meu irmão, eu sinto falta de poder ver as estrelas com a pessoa que me ensinou tudo sobre constelações, eu sinto falta do cara que assistia meninas malvadas comigo, eu sinto falta do meu irmão, eu sinto sua falta – senti algumas lágrimas presas embaixo dos meus olhos

- Nos nunca fomos irmãos biológicos mas você sempre foi melhor que eu, porque eles te deram a empresa? Era o que eles mais amavam, era o sonho deles, porque eles deram pra você é não pra mim?

- Então era por Isso? Dinheiro? Á empresa?

- Quem se importa com dinheiro? Eu tô falando do sonho deles, eles queria que a empresa se tornasse grande, que pudesse se tornar uma multinacional e avançar a tecnologia para que ela pudesse alcançar e ajudar as pessoas mesmo do outro lado do mundo, eu sou o filho mais velho e mesmo assim eles simplesmente entregaram esse sonho a você, eles confiaram e VOCÊ E NÃO EM MIM – Dessa vez ele que parecia machucado, e então eu entendi, ele se sentia de alguma forma abandonado, eu me aproximei dele enquanto ele chorava

- Astrologia, você sempre foi apaixonado por isso, essa sempre foi a carreira que você queria seguir, eles não queriam que você se provasse do SEU sonho para levar o sonho DELES adiante, você não entende isso? Eles não te deram a empresa mas te deram todo o dinheiro para que você se tornasse o que você quisesse, eles te amavam e te amam assim como eu te amo – Algo dentro dele pareceu estalar quando eu o abracei, a quanto tempo eu não abraçava o meu próprio irmão?

- Desculpa, desculpa, desculpa – Ele falou rouco e entre lágrimas

- Eu já te perdoei a muito tempo, antes mesmo de que meu cérebro aceitasse isso o meu coração já havia te perdoado

Passamos alguns momentos assim

Foi bom

Eu não sabia o quanto eu precisava disso

- Você sabe que – Ele me interrompeu

- Sei, já está mais do que na hora

Limpamos as lágrimas e sorrimos um para o outro, eu podia ver novamente parte do antigo Hyunsu

Pedimos para aqueles que saíram entrarem novamente

- Até que enfim – Kyshi disse

- Agora a conversa é com você Kyshi – Ela franziu o cenho – Devo admitir que estou surpresa, eu sempre soube que você não era flor que se cheire mas daí a tentar vender uma criança?

- Você não tem provas

- Provas? Das conversas pelo telefone a mensagens pela Deep Web, qual desses você não considera como prova? – Seungmin sorriu de lado

- Claro, não apenas isso, roubo, desvio de dinheiro, ameaças e até um pedido de assassinato, Temos mais do que provas suficientes para te por na cadeia

Ela riu

RIU

- Amor, você vai deixar que eles falem assim comigo?

- Kyshi, eu sabia dos seus planos contra a criança mas daí a assassinato? Eu não posso e nem quero te defender, por anos eu tive você colocando na minha cabeça que a minha irmã era a vilã da história e eu não vou deixae você destruir nossa família novamente

- Do que importa, se eu for presa, você vai junto como cúmplice

- Garanto que ele ter a um ótimo advogado certo Changbin? – Falei antes que ela o ameaçasse novamente

- Além do mais eu pretendo pagar pelos meus crimes mesmo que isso me leve a cadeia por um tempo – Ele anunciou e me surpreendeu – A única forma de me perdoar é sentir que fui devidamente punido pelos meus erros e eu também preciso de um tempo para pensar

Depois disso a Kyshi deu seu Show histérico

- BLÁ BLÁ BLA, PIPIPI POPOPO – Eu realmente não me dei o trabalho de ouvir apenas esperei a polícia chegar, Kyshi foi levada a força enquanto meu irmão foi pacificamente

- Changbin, vai com ele por favor? – Ele concordou e entrou no carro, não antes de gritar

- Quando isso acabar eu vou querer um aumento e 3 meses de férias

Seungmin insistiu e também foi com ele

O carro saiu antes de eu sentir braços fortes ao meu redor

- Tudo bem?

- Com certeza, me sinto muito mais leve, finalmente eu posso ter minha família de volta

Hyunjin então me beijou compartilhando da minha felicidade

1 mês depois Kyshi e Hyunsu foram julgados , ela negou tudo apesar das provas e ele admitiu e se mostrou arrependido

Como tudo havia dado certo e eu não quis apresentar quiçá contra ele a pena foi reduzida para serviço comunitário e ele ficaria no radar da polícia por um tempo

Kyshi foi exportada para os EUA onde cumpriria pena de 10 anos de prisão e seria proibida de voltar Coréia


***



6 messes depois


- S/N A GENTE VAI SE ATRASAR ANDA LOGO – Hyunjin gritou da sala

- Tô indo calma – Coloquei o brinco enquanto descia as escadas, ele vestia uma camisa branca social e segurava uma Jimmi agitada no colo, o pedido de adoção dela ainda não havia sido completa eu precisava estar casada para isso mas eu tinha sua guarda provisória enquanto procuravam pelos pais dela, descobrimos que a Jimmi é Norte Coreana e que provavelmente seus pais tentaram fugir de lá com ela mas tudo que sabemos é isso, não temos notícias de como a Jimmi foi parar aqui ou onde e como estão os pais Biológicos dela

Assim que conseguimos a Jimmi de volta colocamos ela em acompanhamento com uma psicóloga, o único dano foi no cabelo dela que agora está cortado mas ela continua linda

Quando chegamos na praia encontrei os meninos, vocês devem estar se perguntando onde eu estou...

Casamento

Casamento do meu irmão e dessa vez com uma mulher descente que ele conheceu na faculdade, Kaly uma mulher digna do nome Li

Abracei meu irmão que estava ansiosíssimo no altar e voltei para o lado de Hyunjin

- Omma, quando você é o Papai vai casar também?

Quase engasguei com o ar e o Hwang riu

- Um dia , quem sabe – Ele respondeu

Sorri com as bochechas vermelhas, namoramos a seis meses e ele ainda me causa as mesmas reações de sempre rosto vermelho, borboletas na barriga e coração acelerado além é claro do sorriso bobo

...

Hora de jogar o buquê, enquanto uma enxurrada de mulheres se amontoavam atrás da noiva prontas para uma luta de vida ou morte por um monte de flores que vão morrer daqui a três dias tudo por causa de uma superstição boba e machista que prega que as mulheres querem instintivamente e mais do que tudo casar. Recusei os olhos e continuei sentada enquanto Jimmi brincava com algumas crianças e o Hwang estava com Changbin cuidando delas

- 1

-2

-3

Elas gritaram, mas ao invés de presenciar uma briga de gladiadores Kaly caminhou graciosamente até mim e me entregou o buquê

- Boa sorte gata

- O que? – Olhei confusa

- 6 messes foram mais do que suficiente para que eu tivesse a certeza absoluta que você é a mulher da minha vida, eu quero te ver sorrir, eu quero te fazer sorrir para o resto de toda a minha vida, Li S/n – Fiquei surpresa com o Hwang se declarando publicamente do nada – Li S/n Você aceita se casar comigo?

Ele parecia nervoso enquanto se ajoelhada e mostrava uma pequena caixinha onde se encontrava um anel bem simples

Meu coração batia mais rápido do que relâmpago macqueen

- Sim, SIM SIM SIM – PULEI nele mais feliz do que nunca e ele me beijou colocando o anel logo em seguida era lindo

- Ebaa – Jimmi pulou no meu colo logo em seguida

A música voltou a tocar enquanto as pessoas nos parabenizavam, talvez eu não ache mais a hora de jogar o buquê tão irritante, o som ao meu redor foi abafado em algumas risadas felizes enquanto minha mente trabalhava

(Momento de quebra da quarta parede por Li S/n)

Eu comecei essa história como uma megera sem coração, fiz pessoas se apaixonarem pela minha personalidade, criei e fortaleçi amizades, sorri, chorei me apaixonei, dei e recebi amor, ganhei uma filha, ganhei um Namorado e agora Noivo

Tudo que eu tenho que fazer é agradecer a todos que me fortaleceram nessa história onde eu aprendi a ser alguém melhor, onde eu ganhei Hwang Hyunjin como o melhor presente de todos os tempos

Eu sei tenho a agradecer a todos vocês por fazerem parte dessa história

Agradecer por existir e por saber que esse não é o fim, esse é apenas o começo

O começo de um final feliz

- Amor?

- Oi Hyun

- Tá tudo bem? Você parecia distante

- Eu estava apenas lembrando o quanto eu sou grata por ter você comigo – Ele sorriu E me deu um selinho

- Eu te amo Li S/n

- Eu te amo Hwang Hyunjin

              FIM


Notas Finais


Primeiro
Obrigada a todos vocês por continuarem a ler essa história, por comentarem e favoritarem
Vocês são incríveis e sem vocês nada disso seria possível

Segundo

Me perdoem caso haja algum erro


Terceiro

Esse é o último capítulo da história MAS ainda vão haver dois ou três capítulos BÔNUS

Espero que gostem



Mais uma vez Beijos de uma Imperatriz Perdida 😗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...