História Secrets (2 Temporada) - Descendentes do Mal - Capítulo 14


Escrita por: ~ e ~Maddison_Hatter

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Carla Tsukinami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Diabolik Lovers, Hentai, Mukamis, Romance, Sakamki's, Tsukinamis
Visualizações 63
Palavras 856
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Hentai, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello pessoal, sou eu, a ~Mad que está escrevendo hoje, espero que gostem do capítulo.
Boa Leitura!

Capítulo 14 - Nem sempre é bom lembrar do passado


Fanfic / Fanfiction Secrets (2 Temporada) - Descendentes do Mal - Capítulo 14 - Nem sempre é bom lembrar do passado

○Hitomi off○

○Kiyomi on○

_Ah, estou cansada! – falei ofegante, logo meu pai me trouxe uma garrafa de água.

_Até que você melhorou um pouco, continuaremos amanhã – assenti e fomos até o portão, onde avistamos um garoto conversando com meus primos e primas.

_Quem é esse? – perguntei aparecendo na frente do garoto, que não reagiu.

_Ele é o Hitomi, filho da tia Harumi! – falou Mitsuo passando o braço em volta do pescoço do garoto a minha frente.

_Eh? Esqueceu que a tia Harumi tá viajando – questionei, prontamente senti alguém atrás de mim, tampando meus olhos.

_Surpresa – ouvi uma voz inesquecível.

Virei-me rapidamente e abracei a minha tia com força, a qual ela também retribuiu.

_Sashiburi! – falei enquanto estávamos abraçadas.

Paramos de nos abraçar e ela começou a me analisar, também não deixei de fita-la reparando nas mudanças.

_One-chan, enfim está de volta – falou meu pai sorrindo, minha tia retribui dando-lhe um abraço.

_É melhor entramos, o clima parece não estar muito agradável – disse minha mãe e seguidamente entramos.

_É tão bom estar de volta, e olha, a decoração da mansão mudou! – minha tia falou sorridente.

_Muitas coisas mudaram por aqui – falei observando Hitomi que não parava de fitar um quadro meu com minha mãe, meu pai e meu irmão mais novo.

_Hm... Parece que alguém já se apaixonou aqui – Koji sussurrou para mim com malicia e eu só bufei irritada.

_Até parece – respondi cruzando os braços.

_Ah, admita Yomi, ele é bem gatinho – falou olhando Hitomi com malicia.

_Você está passando muito tempo com o Mitsuo, está começando aprender com ele a ficar olhando apenas a beleza das pessoas – falei ainda emburrada.

_Você é tão chata, nem tenta seduzir antes de desistir – respondeu fingindo chateação.

_Falando assim faz você parecer uma puta sabia – disse a olhando com frieza, ela apenas riu e desapareceu do meu lado.

_Tenho tantas novidades, mas estou tão cansada – minha tia disse bocejando, fazendo-me rir.

_Te mostrarei seu quarto, venha comigo Harumi-san – minha mãe disse estendendo a mão, a qual minha tia pegou e a acompanhou.

_Kiyomi, vamos conversar no jardim – Kin disse pegando no meu braço, assenti e fomos até o jardim.

○Kiyomi off○

○Harumi on○

Yui me levou até meu quarto e demos início à conversa, acompanhada de vinho.

 _E então Harumi-san, como foi passar esse tempo viajando pelo mundo todo? – perguntou toda sorridente.

_Bem ocupado, quase não tive tempo para aproveitar minha própria vida – falei num tom cansativo, acompanhado de suspiro.

_De onde é o Hitomi-kun é? Quando você o adotou? – perguntou curiosa e eu a olhei deprimida.

_É uma história bem complicada, ele era para ser meu escravo, porém eu acebei por adota-lo – falei relembrando daquele fatídico dia.

_Puxa vida, quantos anos ele tinha? – perguntou tristonha.

_Eu não sei, e ele disse que não se lembra, mas pelo meu ponto de vista naquele dia, ele tinha uns sete ou oito anos – falei distraída, olhando meu reflexo no vinho.

_E eu pensando que era só aqui que ocorreram diversas coisas – ela disse rindo, e logo tudo se animou.

_Como assim? – perguntei desconfiada, arqueando uma das sobrancelhas.

_Não notou? A maioria aqui tiveram filhos com seres de outras raças – respondeu sorrindo de leve, logo a loira se deitou na cama onde estávamos sentadas.

_Você ainda é desacostumada a beber vinho não é Yui? – falei me deitando do seu lado, só observei a loira balançar a cabeça positivamente, acompanhado de um sorriso bobo em seu rosto.

_Fico ainda meio tonta, mas depois me acostumo – falou abrindo um pouco seus olhos _Harumi-san, você não tem mais notícias do Kotaro-san?

Congelei na hora, essa é uma pergunta muito desconfortável.

_Não, desde que viajei não tenho mais falado com ele – disse séria, odiava lembrar-se daquele idiota.

_Ah, sinto muito, essa pergunta foi muito íntima, me perdoe! – desculpou-se triste.

_Não tem problema, só não gosto de ouvir no nome daquele hipócrita – falei seca, ela se levantou e bocejou.

_Vou para o meu quarto, qualquer coisa é só chamar – falou indo até a porta, no momento que ela ia abrir Hitomi abriu.

_Ah, Komori-san desculpe atrapalha, não sabia que vocês estavam aqui – falou envergonhado e Yui riu.

_Não tem do que se desculpar, eu já estou saindo – respondeu à loira logo saindo, em seguida Hitomi entrou no quarto e se jogou na cama.

_Alguma problema filho? – perguntei acariciando sua cabeça, ele confirmou levantando a cabeça.

_Tem muitas pessoas aqui – respondeu com manha, tinha horas que ele parecia uma criança.

_Eu sei – ri _Mas não há problema, todos aqui são da família – disse tentando não preocupa-lo.

_Mesmo assim, ainda tem muitas pessoas – disse se ajeitando do meu lado na cama.

_Não precisa ter medo, ninguém vai te machucar – falei deleitando do meu vinho _ Quer um pouco? – ofereci a bebida levando até um pouco para perto do seu rosto.

_Não, obrigado. – disse deitando-se de lado.

_Você tem que aprender a relaxar, curta um pouco a vida e vê se tira a cara dos livros! – disse séria e ouvi-o rindo.

_Vou me lembrar disso Oka-san – disse contente, logo o mesmo fica quieto, parecia que tinha dormido.

Termino de beber o vinho e me deito, sem passar muito tempo durmo.


Notas Finais


No capítulo anterior a ~Mari-chan esqueceu-se de colocar a foto do Hitomi e da Harumi atualmente,então aqui está:
Harumi:https://i.pinimg.com/736x/62/a4/4d/62a44d558511aa702c7fbfa79e64f326--anime-girl-concepts.jpg
Hitomi:http://www.7cgcg.com/uploads/image/20150518/1431919532.jpg
Sei que foi meio curto, mas espero que tenham gostado, não se esqueça de deixar seu comentário, isso ajuda na hora da criação ^^.
Bjos é até o próximo capítulo♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...