História Secrets and lies (imagine Jungkook) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Visualizações 791
Palavras 2.256
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite xuxuzinhos.
Boa leitura ♥

Capítulo 6 - Capítulo 6


Eu realmente queria entender, como Chanyeol sabia onde eu estava 

J- Que isso s/n?

S/n- Chanyeol me mandou uma flor e um bilhete. - falei sorridente.

Jm- Deixa eu ver. -falou avançando em minhas mãos para ver o bilhete.

S/n- Sai Jimin, o bilhete é pra mim.

Jm- Mas eu só quero ler, tem algo de mais escrito?

S/n- Não, mas você deveria ao menos me pedir e não tentar agarrar o negócio da minha mão.

L- Deixa eu ler s/n

Entreguei o bilhete a Lisa que leu e disse:

L- Ele estava com você ?- ela falava angustiada

S/n- Não, depois que eu sai daqui eu desliguei o celular.- todos me olharam apreensivos.

L- Então como ele sabia onde você tava?

S/n- eu não sei, ele deve ter me visto, eu sai andando sem rumo e acabei indo pra uma cafeteria perto do prédio dele.- era mentira.

L- S/n se ele tivesse te visto tomando chuva ele te daria corona não? - pensei um pouco, e realmente, se ele tivesse passado por mim ele teria me ajudado. Mas como eu mentia, não era possível ele passar por onde eu tava. Então, como ele descobriu onde eu tava ?

Assim que me sentei na mesa novamente, Jungkook se levantou e saiu

Jk- Estou sem fome, mas obrigado Jin. -Ele se retirou da mesa, sentou no sofá e ficou mexendo em seu celular, ninguém falou nada, apenas continuamos comendo. Terminamos e limpamos tudo, já estava escuro eram cerca de oito horas da noite, Jin já tinha me dado remédio e a febre já sumiu.  Ele se levantou e disse que teria algumas coisas pra resolver mas iria dormir em minha casa.

S/n- Que horas você volta Jinie?

J- Mais tarde, ainda não sei ao certo, o pessoal vai também, vou deixa-los em casa e amanhã cedo eles estarão aqui.

S/n- vocês vão me deixar sozinha? -Falei enquanto os acompanhava até a porta.

T- Não, o Jungkook vai ficar aí, ele não precisa ir com a gente. - falou e depois olhou maliciosamente para Jungkook que corou um pouco, dei um tapa na cabeça do Tae e levei o mesmo até a porta.

H- não se preocupe (seu apelido) amanhã cedo estaremos aqui- me deu eu beijo na testa e saiu, Lisa repetiu o ato e saiu. Depois que todos saíram eu voltei a sala e Jungkook continuava com cara de cú

S/n- o que foi Jeon?

Jk-Nada- ele falou o mais grosso possível.

S/n- O que foi Jungkook, desde que você saiu da mesa você ta com cara de cú.

Jk- Não é nada, só estou quieto.

S/n- Ta bom então.

Comecei a olhar pra ele com olhar pidão e ele nem me olhava- Kookie, você sabe quem me mandou aquele presente?- ele me olhou sem expressão e disse:

Jk- Sei, porque?

S/n- então me conta?- falei manhosa enquanto fazia biquinho.

Jk- Não posso s/n, eu não tenho  autorização pra isso.- fiquei chateada, eu achei que pelo menos ele me falaria algo. Fechei a cara e fiquei no canto do sofá -qual é s/n, não vai ficar fazendo birra né?

S/n- Ué, agora estou ouvindo vozes? Eu achei que estava sozinha.

Jk- A não s/n, você não ta fazendo isso...

S/n- Caralho, que voz chata.

Jk- Então você vai ficar com graça? - ele disse se aproximando de mim e colocando suas mãos em minhas cintura me fazendo cócegas.

S/n- SAI JUNGKOOK, NÃO FAZ ISSO, EU NÃO GOSTOOOOOOO -eu gritava em meio aos meu desespero e as risadas. Ele estava em cima de mim e eu já estava me debatendo, acabamos caindo no chão e ele não parava.- para Jungkook pelo amor de Deus, eu não vou fazer birra, eu juro.- ele aos poucos parou de fazer as cócegas mas continuou em cima de mim. Seu rosto estava próximo do meu, eu conseguia sentir sua respiração em meu rosto, fechei meus olhos por impulso até que uma voz masculina e bem conhecida por mim, ecoou em minha sala. Empurrei Jungkook de cima de mim e me levantei rapidamente. Era Chanyeol, oque ele tava fazendo aqui?

Ch- O que está acontecendo aqui?

S/n- Oiii Channy, o que faz aqui.- falei me enroscando em seu pescoço o  maior passou suas mão em minha cintura e me deu um selinho.

Ch- Eu vim ver como você estava, mas vejo que ja está bem.- ele disse e olhou mortalmente pra Jungkook que o olhava da mesma forma

S/n- Estou melhor, como sabia onde eu estava?

Ch- Eu tenho meus contatos. - ele me olhava e mantinha um sorriso estranho no rosto .

S/n- você me assusta as vezes sabia. - falei divertida, mas inocente.

Ch- Eu queria ficar com você, mas vejo que não vamos ficar sozinhos. Amanhã eu venho te buscar pra gente sair de noite, pode ser?- eu ainda estava com os braços em seu pescoço e sorrindo.

S/n- Uhum.- Falei e dei um selar rapido em seus labios.

Ch-Cadê seu irmão? Porque ele te deixou sozinha com ele?- ele falava serio enquanto olhava pra mim.

S/n- Jin saiu pra comprar remédios pra mim, não queria me deixar sozinha e pediu pra Jungkook cuidar de mim.- era mentira, mas eu não ia chegar e falar que ele simplesmente que ele me largou la com outro cara 

Ch- hum, ta bom. Já que está bem, eu já vou, só queria ver como estava.

S/n- Ta bom, amanhã a gente se vê. - dei um breve selar nele e o levei a porta, ele se despediu e saiu

Jk- Você é uma mentirosa sabia?

S/n- Ou era isso ou falar que meu irmão me largou em casa com um homem. Sem falar que ele viu que você estava em cima de mim. Ele ficaria bravo.

Jk-Mas vocês tem algo pra ele ficar bravo? Até onde sei, vocês não namoram.

S/n- Jungkook, somos apenas amigos com benefícios.

Jk- Então não deveria das satisfações a ele


       *Jungkook on*

Eu estava quase beijando-a, eu ia descobrir o gosto de seus lábios, parecia que eu estava flutuando, até a voz daquele cara ecoar pela sala, eu queria ter socado a cara dele, eu queria ver o sangue dele. O que fez meu sangue subir foi a s/n simplesmente se jogar nos braços dele, ERA PRA SER OS MEUS BRAÇOS. Mas tudo bem, eu me mantive calmo, não ia demonstrar nada. Eu acho que me sai bem. Ficamos um tempo na sala, eu estava cansado e queria ir pra casa só pra poder tomar um banho e dormir

Jk- será que o Jin vai demorar muito? Estou cansado, queria ir pra casa tomar banho.- joguei a cabeça pra trás, eu realmente só queria dormir, é bom ficam com s/n mas eu estava cansado, eu tinha voltado de viagem e ainda não tinha dormido na minha cama a qual eu tava com saudades.

 S/n- Eu não sei ainda. Mas se quiser pode ir tomar banho, ainda tem algumas roupas suas aqui.- S/n se levantou, eu a acompanhei e fomos para seu quarto. O quarto dela sempre foi tão arrumado, tão cheiroso, seu perfume pairava pelo seu quarto e era um cheiro maravilhosamente doce.

Ela abriu o seu armário, e tinha algumas pilhas de roupas masculinas, ela começou a mexer nas roupas

S/n- Nam... Yoongi... Tae... Hobi... Ahaaa, achei as suas. - ela retirou um calça de moletom, um blusão e uma cueca box, ué, ela tinha até cuecas nossas. A menor ficou na ponta dos pés e puxou uma toalha da parte de cima de seu armário e me entregou.- Pode tomar seu banho, vou ficar na sala, quando sair não deixa a toalha na minha cama se não eu vou fazer você engolir ela.

Ela saiu e me deixando sozinho. Entrei no banheiro, tirei minhas roupas e abri o registro, as gotas da água quente faziam meu corpo relaxar, toda vez que eu fechava os olhos, a única imagem que vinha a minha cabeça era a s/n, seus olhos brilhantes, sua boca perfeitamente rosa, seu rosto tão delicado. 

Acabei meu banho, enrolei a toalha em minha cintura, me vesti e na hora que fui por a blusa me lembrei de ter largado-a em cima da cama, sai pra pegar a blusa e a s/n abriu a porta na mesma hora, assim que ela me viu ela cobriu os olhos com as mãos.

S/n- Desculpa, eu vim buscar meu celular, não sabia que estava se vestindo.- ela falou rápido fechando a porta em seguida. Eu fiquei confuso com a reação dela, mas era fofo. Até parecia uma menininha inocente

           *S/n on*

Eu estava na sala entediada, batia a mão pelo sofá e vi que meu celular não estava lá, fuçei a sala toda e nada. Lembrei de ter largado meu celular na cama na hora de pegar as roupas pro Jungkook, fui até meu quarto e abri a porta, eu achei que ele ainda estava no banho mas quando abri a porta o mesmo se encontrava no meu quarto apenas de calça, o vi rapidamente, mas foi o possível para reparar em seu físico maravilhoso. Ele tinha um peitoral forte, barriga definida e braços grandes, seu corpo era lindo. 

Quando percebi que ele me viu, cobri os olhos rapidamente com minhas mãos, me desculpei, me expliquei e sai rápido, provavelmente deixando-o confuso.

Voltei para a sala e me sentei, pensando em tudo oque tinha acontecido no decorrer do meu dia, até alguém aparecer estendendo meuu celular, olhei e era ele, eu estava realmente com vergonha. Peguei meu celular e ele se sentou do meu lado, colocamos um filme o qual era tedioso para nos dois, quando estamos quase dormindo, a porta do meu apartamento foi batido e a voz do Jin gritando nos fez despertar no susto

J- CHEGUEI E TROUXE PIZZA.

S/n- TAQUEPARIU que susto Seokjin, como você chega assim?  Eu quase morri.- eu mantinha a mão no peito enquanto meu coração batia disparado. Ele riu e mandou a gente ir comer. Nos comemos, Jin tomou banho e nos arrumamos pra dormir. Dei os colchões, as cobertas e os travesseiros para eles e fui me deitar, eu estava cansada então rapidamente dormi.

      *sonho on*

Eu estava sentada no junto de Jungkook em um parque, nos conversamos e riamos alto, ele me beijava docemente, me tocava.como se eu fosse uma boneca feita da mais delicada porcelana. Seus toques me arrepiavam, eu me sentia protegida com ele, eu só sabia sorrir. Estamos felizes, até um barulho alto de tiro, tar conta do parque. Sua blusa branca foi tomada por uma cor vermelha, me afastei e vi uma marca de tiro em seu abdômen, eu entrei em desespero enquanto ele pressionava o lugar ferido. Eu so chorava em panico, ele me olhou e com sua voz doce e rouca falou baixo em meu ouvido

Jk- Vá meu amor, aqui é perigoso pra você, eu ficarei bem. E meu amor você sabe que eu amo mais que a mim mesmo- uma pequena lagrimas escorreu por seus rosto- agora corra.

Eu o obedeci, sai correndo e ele retirou de sua cintura um revólver e começou a trocar tiros com um cara de cabelos roxos. Me escondi atras de uma árvore e quando olhei na direção deles, ele estava sangrando no chão e o homem de cabelo roxo colocava os pés em seu peito o empurrando ao chão e dando o último tiro em sua cabeça

          *sonho off*

Eu acordei suando, com lágrimas no rosto, era tão estranho, parecia tão real, o homem de cabelo roxo parecia tanto o Chanyeol.

Pulei da cama e fui até a sala Jin dormia pesado e Jungkook não estava na sala, sai correndo até a cozinha vendo o mesmo de costas pra mim bebendo água, o abracei por trás fazendo ele se assustar um pouco, ele se virou ainda em meus braços.

Jk- Você ta bem?

S/n- Eu tive um pesadelo com você e tudo parecia tão real- eu falava com a cabeça enfiada em seu peito, ele acariciava meus cabelos. Seu cheiro me trazia paz, seus braços eram acolhedores

Jk- Quer me contar?- eu neguei com a cabeça e ele apenas me apertou mais contra seu corpo. Nos soltamos e ele foi em direção a sala antes de se deitar eu o chamei.

S/n- Kookie, dorme comigo, eu estou com medo...

Ele abriu um sorriso maravilhoso, pegou sua coberta o travesseiro e veio até mim. Me sentei na cama o esperando, ele se aproximou e deitou meio sem jeito, parecia tímido.

S/n- Não precisa ter medo de mim Kookie, nos sempre dormimos juntos quando éramos menores.- Seu sorriso era tímido, fofo e inocente. Ele se deitou direito e eu me arrumei em seu peito, seu coração batia extremamente rápido e isso me fez sorrir. Seu cheiro era convidativo e eu poderia perfeitamente me embriagar nele. (Meu deus, o que esta acontecendo comigo?) Ele mexia em minha madeixas castanhas, me trazendo uma paz maravilhosa, rapidamente eu peguei no sono.

*Jungkook on*

S/n me pediu para que dormisse com ela, eu mexia em seus cabelos e ela rapidamente pegou no sono. Sua feição angelical era a visão mais linda que eu poderia ter pra dormir. Vê-la dormir daquela forma e em meu peitoral me trazia uma sensação de calma então eu peguei no sono, vendo o amor da minha vida dormir

            *S/n on*

Acordei nos braços de Jungkook, ele dormia muito fofo, dava vontade de colocar ele em um potinho e colocar na minha instante. Me levantei com cuidado pra não acordar a bela adormecida, fui ao banheiro, fiz minha higiene, troquei de roupa e fui atraída por um cheiro magnífico que vinha da cozinha, fui até lá e Jin fazia o café junto com Lisa. Na sala se encontravam Hoseok e Yoongi, eles tinham chegado realmente cedo.

 L- Bom dia sua safada, cadê o princeso? Vocês estavam dormindo abraçados? Finalmente cedeu aos encantos do senhor Jeon Jungkook?


Notas Finais


Continua?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...