História Secrets (camren) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Normani
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila, Camila Cabello, Camren, Camz, Lauren, Lauren Jauregui, Lolo, Normila
Visualizações 54
Palavras 650
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Antes que junte as sílabas da primeira palavra dessa história me sinto na obrigação de lhe avisar para que não se sinta traído durante a leitura. Eu amo escrever dramas, talvez seja a influência das minhas incessantes leituras sobre sequestros e prisões, mas de qualquer forma meu fascínio por romances me faz ter os pulmões mais cheios do que nunca ao contar sobre como alguém perde o folego, faz-me sentir-me viva ao falar sobre morte e ao causar desencontros achar-me completa. Quero que entendam que nada aqui será fácil, já que a única verdade absolta é que a vida não é fácil e nossa única possível decisão é como lidar com isso. Obras literárias são adoráveis metáforas sobre a vida, apenas. Isso quer dizer também que sempre tudo acabará bem. Com tudo em mente lhes desejo uma ótima experiência.
With all my heart, Ella.




Está obra é dedicada às minhas maiores motivadoras, melhores amigas e pessoas incríveis, amo-lhes com todas as minhas forças e agradeço muito por tê-las na minha vida.

Capítulo 1 - Prólogo


Sinopse: Ninguém sabe o que acontece dentro das paredes da bela mansão Jauregui. Talvez se soubessem não odiariam tanto a filha mais velha da família, Lauren, pelas suas atitudes e comportamentos que a fazem ser insuportável. Mas quando alguém finalmente consegue se aproximar da garota descobre que pode ser muito melhor nunca ter visto o lado ruim da família. A maior preocupação neste caso com certeza não é que o casal permaneça juntos e sim que permaneça vivo.

O perfeito pode, na verdade ser cheio de problemas.

Prólogo

Lauren POV

Setembro, sabem o que isso significa? É meu mês favorito do ano, pois este é o único capaz de combinar tão perfeitamente o típico calor do verão americano com estes frios ventos que proveem do inverno. A é meu aniversário também.  Mas esse setembro está diferente, o motivo é simples, não é como em todos os outros anos que já passaram em que eu estou assustadoramente feliz falando com qualquer um que vejo sobre ser um mês perfeito, e sim estou chorando pelos cantos e rezando para que não tenha que falar com ninguém. Como eu cheguei nesse ponto com tamanha velocidade?

Todos meus pensamentos são interrompidos quando me deparo com minha professora me encarando.

Quão contraditório pode ser eu estar me sentindo mais perdida do que nunca ao ter sido encontrada? Talvez se levarmos em conta que eu não realmente desejava que tivessem me encontrado isso faça mais sentindo.

Mas o que realmente importa agora é como explicarei para ela que pela nona ou décima vez este mês eu estava me escondendo. A resposta é simples na verdade, eu simplesmente não quero precisar ir para minha aula, olhar para cínicas faces dos meus colegas é uma das coisas que mais me causa ânsia no mundo. Porém não acho que essa resposta soará agradável aos ouvidos da furiosa mulher que me encara no momento.

-Você é uma boa aluna, será triste te expulsarem.-Eu queria poder ler os pensamentos dela agora por que sua cara não me permite entender nada do que passa na mesma.

 

-Você acha que farão isso? – Pergunto triste, cinicamente obvio, eu não poderia me importar menos.

-Acho que deveriam, deve ser a décima vez que você nos faz perder alguns períodos te procurando.- Ela diz fria.

-Não é algo que pareça minha culpa, quero dizer, seus QIS serem abaixo da média o suficiente para em uma escola onde há no máximo 12 lugares para se esconder e 10 deles eu já usei não me acharem durante 2 períodos é inteiramente culpa dos burros seres que realizaram tão proeza. –Eu a odeio então não existem motivos para não ser estúpida. Mesmo que agora estou temendo um pouco a resposta que possa vir.

-Eu realmente queria te entender- Por que ela não está me xingando? – Sabe, seus pais são incríveis, comparecem a todas reuniões que marcamos, sempre preocupados com seu desenvolvimento, você é uma garota com uma beleza que chega a ser invejável e, não querendo soar intrometida, mas todos sabem da condição financeira da sua família que é incrivelmente favorável. Então por que você age assim? É estupida com todos, não deixa ninguém se aproximar, foge a todo custo de qualquer lugar que não seja sua casa, sem contar tudo que faz para seus colegas. Tem pelo menos um motivo para tudo isso, ou você apenas adora ser insuportável? –Não querendo soar intrometida? Meu bem você soou a própria intromissão agora.

-Se esse motivo existe ou deixa de existir não é da sua conta, senhorita Greenvaals.- Na verdade existe, mais de um, são vários, mas não acho seguro nem para mim nem para essa mulher que ela fique sabendo de qualquer um deles.

-Tudo bem, você têm toda razão, não deveria me meter em sua vida. Apenas, por favor, pare, você está machucando a todos e principalmente, a si mesma.- A professora fala se retirando de minha vista.

 

 


Notas Finais


Qualquer erro será corrigido na revisão.
Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...