História Secrets Revealed - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Nino
Tags Adrinette, Alyno, Carapace, Chat Noir, Hawk Moth, Ladybug, Plakki, Queen Bee, Rena Rouge
Visualizações 524
Palavras 1.275
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiiee pipocas =)
Siiim, eu cheguei mais cedo hoje ^^
Espero que gostem do capítulo de hoje.
Boa leitura ^^

Capítulo 7 - The message of Master Fu


Fanfic / Fanfiction Secrets Revealed - Capítulo 7 - The message of Master Fu

 

 

Marinette on:

 

 

 

Estava correndo pelos prédios de Paris, indo em direção a casa de Adrien. Os ventos batiam em minha face conforme eu corria.

Avistei a mansão dos Agrestes, e percebo que apenas a luz do quarto do Adrien estava acesa. Entro pela janela com muita cautela, para não ser vista por nenhuma das câmeras.

Olho pelo enorme quarto e não vejo nenhum sinal de Adrien. Onde será que ele se meteu?

 

- Boa noite, Lady! - Diz Plagg abraçando minha bochecha.

- Olá Plagg! Como vai? - Pergunto fazendo carinho em sua cabeça.

- Bem. - Diz ele fechando os olhos e aproveitando o carinho. - O moleque mandou eu te avisar que está no banho.

 

Olho rapidamente para a porta do banheiro que estava fechada. Vejo as luzes passarem por debaixo da porta e escuto o barulho do chuveiro. Dou um sorriso, e desfaço minha transformação.

 

- Plagg! - Tikki corre até ele.

- Joaninha! - Diz ele a abraçando e dando um beijo em sua bochecha.

 

Resolvo sair de perto para não ficar de vela. Me jogo na cama de Adrien, soltando um suspiro de satisfação logo em seguida. Já disse que essa cama é divina? Parece que sinto todas as minhas dores sumirem apenas ao deitar naquela macia e enorme cama.

Fecho meus olhos em quanto aguardo pacientemente por Adrien. Estava preocupada com ele, já que parecia um pouco bolado por pensar na possibilidade do seu pai ser o grande vilão.

Sinto seus braços me envolverem por trás. Dou um sorriso e logo me viro, o encarando.

 

- Desculpe a demora. - Diz ele beijando minha bochecha.

- Você não demorou mon amour, cheguei a uns cinco minutos. - Digo beijando seu maxilar.

 

Adrien me puxa para um beijo calmo e relaxante. Nossas línguas dançavam de forma suave e lenta, em quanto aproveitávamos cada segundo.

Nos separamos e ficamos com as testas coladas. Acariciei seu rosto e vejo Adrien fechar os olhos.

 

- Cansado? - Pergunto me referindo ao akuma que teve mais cedo.

- Um pouco, por sorte só tive duas sessões de fotos depois do akuma. - Diz ele ainda de olhos fechados.

 

Duas sessões de fotos era extremamente cansativas, porém, em comparação as milhares de sessões que o Sr. Agreste estava marcando para Adrien, duas delas não era praticamente nada.

 

- Você está cansada? - Pergunta ele acariciando minhas costas.

- Não, dormi a tarde inteira por causa da dor de cabeça. - Digo.

- Por isso que não consegui falar com você, liguei para seu celular três vezes. - Diz ele sorrindo de canto.

- Desculpa não te atender! - Digo beijando a ponta do seu nariz.

- Sem problemas My Princess. - Diz ele abrindo os olhos e acariciando minha bochecha.

 

Vejo em seus olhos que ele estava bem mais cansado do que dizia, pois ele estava com leves olheiras. Passo minhas mãos por seus olhos, e Adrien os fecha imediatamente.

 

- Porque não dorme? - Pergunto.

- Porque estou com insônia. - Responde ele simplesmente.

 

Era óbvio que estava com insônia, como não pensei nisso antes? Adrien ficou tão bolado por achar que seu pai era Hawk Moth que isso tirava seu sono. Suspirei e acariciei seus cabelos, já que ele adorava esse tipo de carinho.

 

- Mas precisa dormir, mon amour, temos aula amanhã. - Digo carinhosamente.

- Você pode ficar comigo essa noite? - Pergunta ele manhoso.

- Claro, gatinho. Na verdade, eu meio que já vim com essa intenção. - Digo, o fazendo rir.

- É sempre bem vinda para passar a noite aqui. Bem que poderia vir todo dia, não é? - Pergunta ele com um daqueles malditos sorrisos do Chat Noir.

- Pervertido! - Digo sabendo muito bem o que ele estava pensando naquela mente não pura.

 

Adrien ri e me beija novamente. Mas esse beijo era mais apaixonado e um pouco mais rápido que o anterior. Coloco uma de minhas mãos nos seus cabelos, em quanto a outra permanecia em sua nuca. Meu gatinho acariciava minha bochecha e com a outra mão, apertou um pouco mais minha cintura.

Sempre me sentia no paraíso quando ele me beijava, mas infelizmente, nossos celulares tocam juntos e consequentemente nos interrompe.

Adrien bufa mau humorado e se levanta para pegar o celular. Pego o meu aparelho também e vejo uma mensagem.

 

"Ladybug, preciso falar com você e com seu parceiro urgentemente. Pode vir a minha casa amanhã?

Conto com a presença de vocês.

Ass: Mestre Fu"

 

Releio a mensagem uma três vezes antes de olhar para Adrien. Ele também analisava a mensagem, antes de me olhar.

 

- É a mensagem do mestre Fu? - Pergunta ele.

- Sim. O que será que ele quer falar? - Pergunto preocupada.

- Eu não sei, provavelmente sobre o akuma de hoje. - Diz meu gatinho seriamente.

 

Analiso seu rosto e vejo que ele ficou ainda mais tenso com a mensagem. Me levanto e vou em sua direção, passando meus braços por seu pescoço.

 

- Relaxa, mon amour, vai ficar tudo bem, eu prometo. - Digo acariciando sua nuca, o fazendo relaxar.

 

Adrien pareceu pensar em algo e logo abriu um sorriso sacana.

 

- Como ele conseguiu o número do meu telefone? - Pergunta ele.

- O mestre sabe de tudo, gatinho. - Digo rindo.

 

Colei nossas testas antes de perguntar:

 

- Vamos a casa dele depois da escola?

- Vamos, não podemos deixar para depois algo urgente. - Diz ele beijando meu nariz.

 

 

 

QUEBRA DE TEMPO

 

 

 

Escutei o despertador tocar, e isso fez eu me aconchegar ainda mais ao corpo de Adrien. Enfiei minha cabeça em seu pescoço, tentando abafar aquele som irritante que saia do aparelho.

Adrien acariciou minhas costa e beijou o topo da minha cabeça, se aconchegando também logo em seguida.

Ignoramos o despertador por mais alguns minutos, antes de Tikki e Plagg aparecerem para nos chamar.

 

- Adriiiieeeen! - Choraminga Plagg. - Eu estou com fomeee! - Após Plagg dizer isso, escuto Adrien resmungar e enfiar o nariz em meus cabelos.

- Marinette, já está na hora de acordar! - Diz Tikki suavemente.

- Só mais cinco minutinhos. - Respondo com a voz embargada de sono em quanto me aconchegava ainda mais em Adrien, colocando uma de minhas pernas em sua cintura.

- Vai se atrasar! - Diz Tikki.

- Ainda são seis horas! - Rebato.

- Mas até chegar em casa e se arrumar já vai ter dado o horário! - Diz minha kwame.

 

Odeio quando ela tem razão.

Bufo em quanto tentava me levantar. Sim, tentava, pois Adrien me segurou fortemente, me impedindo de levantar.

 

- Adrien! - Resmungo. - Preciso ir gatinho!

- Adriiieeen, levanta logo, eu to com fome! Não pode me deixar com fome. Ou me dá o queijo ou nunca mais te transformo em Chat Noir! - Diz Plagg fazendo drama.

- Tem queijo dentro do pote em cima do computador! - Diz ele de olhos fechados e totalmente emburrado.

- Acabou. - Diz Plagg.

 

Adrien bufa e se levanta, olhando mortalmente para Plagg.

 

- Filhote de buraco negro! - Resmunga meu gatinho.

- Eu ouvi! - Diz Plagg emburrado.

 

Eu e Tikki soltamos um risinho, ambos pareciam duas crianças brigando por algo.

 

- Vamos Mari? - Pergunta Tikki.

 

Assinto e dou um beijo em Adrien.

 

- Não se esqueça que temos que ir a casa do mestre Fu hoje. - Digo fazendo carinho em sua bochecha.

- Ok, não se atrase para a aula. - Diz ele.

- Não vou me atrasar, prometo. - Digo rindo.

 

Dou um selinho em Adrien e logo me transformo, indo para minha casa. Hoje vai ser um longo dia... 

 


Notas Finais


Queria falar alguma coisa.... Mas sabe como é, né? Tô sem assunto...
Espero que tenham gostado ^^
Desculpe pelos erros e obrigada por lerem!
Larissa ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...