História Secrets Revealed - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Nino
Tags Adrinette, Alyno, Carapace, Chat Noir, Hawk Moth, Ladybug, Plakki, Queen Bee, Rena Rouge
Visualizações 369
Palavras 1.890
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiiee pipocas, como vão? =D
Mais um capítulo para vocês ^^

OBRIGADA PELOS 94 FAVORITOS E PELOS COMENTÁRIOS <3

Boa leitura ^^

Capítulo 9 - Delivery of Miraculous


Fanfic / Fanfiction Secrets Revealed - Capítulo 9 - Delivery of Miraculous

 

 

Chloé on:

 

 

 

Escuto a droga do despertador tocar. Apenas me viro, puxando ainda mais o cobertor e me aconchegando mais.

 

-Senhorita, vai se atrasar. - Diz meu mordomo.

-Já vou.... - Digo com a voz carregada de sono.

 

Pois é, ficar acordada até tarde conversando com o Nathanael pelo celular me deixou exausta! Porque hoje não é fim de semana?

Me levanto e me espreguiço, sentindo meus ossos estralarem. Meu Deus, hoje eu acordei crocante!

Coloco meu robe e minha pantufa e me dirijo ao banheiro. Faço minhas higienes matinais e começo a escovar meu cabelo.

Ultimamente me sentia tão bem, com humor ótimo. Ser boa não é tão ruim assim! Por sorte, grande parte das pessoas me perdoou, e tudo isso graças a Marinette, por ter me incentivado a pedir desculpas a eles. Devo muito a ela!

Continuo a escovar meus cabelos, até eu avistar uma caixinha com detalhes vermelhos.

 

-O que é isso? - Digo pegando a caixinha e a observando. Será que é mais uma das jóias que meu pai comprou para mim?

 

Abro a caixinha e vejo um pente com um símbolo de uma abelha. Logo vejo uma luz muito forte praticamente me cegar.

Assim que a luz passou, vi um ser pequenininho. Ou melhor, uma abelha gigante, literalmente.

 

-Aaaaaah! - Grito. - Tem uma abelha mutante no meu banheiro! - Digo saindo correndo de lá.

-Eii, se acalme! - Diz o ser.

-SOCORRO! - Grito ao meu mordomo.

-Está tudo bem, senhorita? - Pergunta ele.

-Não, não, não. Eu te explico tudo, mas não conte a ninguém sobre minha existência. Sou boazinha e não vou te machucar, eu prometo! - Diz aquele serzinho.

-Senhorita? - Chama novamente meu mordomo.

-E-Está tudo bem! T-Te chamo se precisar de algo. - Digo gaguejando.

 

Dou um tempo até ele se afastar e logo me viro para aquele serzinho.

 

-Pode se explicar, seja lá quem for você! - Digo praticamente colada na parede.

-Me chamo Pollen, e eu sou uma kwame. Te dou poderes para se transformar na heroína Queen Bee, através do Miraculous, que é esse pente com a figura de uma abelha.

-Uma super.... Heroína? - Pergunto chocada.

-Sim. - Confirma ela.

-Igual a Ladybug e o Chat Noir? - Pergunto.

-Exatamente. Hawk Moth está ficando mais forte e Ladybug e Chat Noir precisam de ajuda. Eles indicaram você para ajudá-los!

-Eu? Mas porque justo eu? Já fiz tanto mal... - Digo meio triste mas ao mesmo tempo surpresa pelos heróis me darem uma chance.

-Eles perceberam sua mudança, Chloé. Eles precisam de sua ajuda, aceita essa missão? - Pergunta ela docemente.

 

Dou uma pausa para refletir. Eu, Chloé Bourgeois, seria a mais nova super heroína de Paris. Ladybug e Chat Noir me escolheram porque confiam em mim.... Não poderia recusar isso.

 

-Eu aceito, se eles precisam de mim, não vou desapontá-los. - Digo confiante em quanto colocava o pente em meus cabelos.

-Te levarei a casa do guardião dos Miraculous depois da escola. Ele precisa falar com você e com os outros portadores.

 

Assinto ainda meio perplexa.

 

-Chloé, precisa se arrumar! - Pollen me chama, me fazendo acordar do transe e correr para me arrumar.

 

 

 

Chloé off/ Alya on:

 

 

 

-Alya o café está pronto! - Grita minha mãe.

-Já vou mãããe! - Respondo gritando em quanto terminava de arrumar meu material.

-Não demora. - Grita ela.

-Cadê a merda do meu celular? - Pergunto para mim mesma.

-Alyaaaaa! - Grita minha irmãs, entrando no meu quarto e abraçando a minha perna.

-Olá pequenas. - Digo fazendo carinho na cabeça de ambas.

-Pode ficar com nós hoje Aly? - Perguntou uma delas.

-Por favor Aly, daí vamos poder brincar o dia inteiro. - Diz a outra com um bico.

-Não posso faltar aula pequenas, mas prometo que depois que chegar da escola vamos poder brincar a tarde inteira, tudo bem?

-Tudo! - Respondem elas juntas.

-Então cadê meu abraço? - Pergunto me abaixando e abrindo meus braços.

 

Minhas irmãs praticamente pularam sobre mim, me fazendo perder o equilíbrio e cair com elas. Rimos em seguida e voltei a abraça-las, dando um beijo na cabeça de cada uma.

 

-Meninas, andem logo! - Grita minha mãe.

-Porque não descem? Eu já estou indo. - Digo para minhas irmãs.

 

Elas assentem e logo descem, então logo volto a procurar meu celular. Onde raios ele se meteu?

Procuro na escrivaninha, na cama, no banheiro e nada do maldito aparelho. Voltei ao meu quarto e levantei uma almofada e encontro meu celular e uma caixinha. Provavelmente minhas irmãs esconderam meu celular e esqueceram o brinquedo delas.

Pego a caixinha para devolver a elas, mas me senti atraída por aquele objeto. Abro lentamente e vejo um colar igual ao da akumatizada Volpina. O que aquilo estava fazendo aqui? Que merda de brilho é esse?

Após o brilho sumir e eu abrir os olhos, vejo uma raposa flutuante com olhinhos brilhantes me olhando.

 

-Oii? Por acaso você é minha fada madrinha em formato de mini raposa? - Pergunto para ela. - Você é fofa, posso tirar uma foto?

-Não Alya, ninguém pode saber da minha existência. - Diz ela balançando as patinhas.

-Quem é você? - Pergunto.

-Me chamo Trixx, e sou um kwame. Esse colar lhe concede poderes para ser uma heroína e....

-Espera aí, uma heroína? HEROÍNA? H-E-R-O-Í-N-A? - Pergunto pausadamente e começando a me animar.

-Shh, fala baixo, ninguém pode saber disso. - Diz ela em quanto eu assinto. - Ladybug e Chat Noir te escolheram para ser uma das novas portadoras do Miraculous.

-O que é Miraculous? - Pergunto confusa. - Como assim a Lady e o Chat me escolheram?

-Miraculous é esse colar, ele é uma joia mágica e quando você invoca o poder dele, ele te transformará em Rena Rouge. Ladybug e Chat Noir te escolheram porque confiam em você Alya, precisa aceitar essa missão.

 

Penso um pouco sobre o que Trixx falou. Lady e Chat estavam com um pouco de dificuldade para derrotar os akumas, já que os poderes de Hawk Moth parece ter aumentado. Se a Lady e o Chat me escolheram eu não podia deixá-los na mão, além deles realizarem um dos meus maiores sonhos que é ser heroína.

 

-Mas Trixx, eu não vou saber ser uma heroína igual a Lady e o Chat. - Digo.

-Lady e Chat também não sabiam ser heróis, eles aprenderam com o tempo. Lembre-se que eles estarão lá para ajudar você e os outros novos portadores. Confie em mim, eles são uns amores! Vai ajudá-los?

-Vou, se eles precisam de mim, eu estarei aqui para eles! - Disse confiante.

-É assim que se fala. - Diz ela animada. - Depois da escola precisamos ir a casa do guardião dos Miraculous, tudo bem?

 

Me lembro que prometi brincar com minhas irmãs, eu odiava desapontá-las.

 

-Não pode ser outro dia? - Digo.

-Tem que ser hoje Alya, a segurança de Paris está em jogo! - Diz ela seriamente.

 

Suspiro pesadamente, terei que desfazer minha promessa com minhas irmãs na hora do café e brincar com elas apenas a noite.

 

-Tudo bem Trixx, se é por esse motivo não vai ter problema. - Digo por fim.

 

 

 

Alya off/ Nino on:

 

 

 

Maldito despertador, essa peste está fazendo eu odiar minha música preferida. Bem que Alya havia me avisado para não colocar a música que eu gosto como toque do despertador.

Coloco um dos travesseiros em meu rosto e volto a dormir.

 

-NINO, VOU PRECISAR TE TIRAR DA CAMA OU VAI SE LEVANTAR POR LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE? - Grita minha mãe histérica.

-Já vou, mãe.... - Digo.

-ANDA LOGO, OU NÃO VAI GOSTAR NADA DE LEVANTAR COM VÁRIOS CHINELOS VOANDO.

 

Essa frase fez eu me levantar rapidamente.

 

-Já tô de pé, eu hein!

-O que disse? - Pergunta ela.

-Que eu te amo, mãezinha! - Digo saindo do meu quarto e dando um beijo em seu rosto.

 

Minha mãe não é normal, ela é igualzinho a Alya. Como eu consegui ter duas loucas na minha vida?

Demoro quase meia hora no banheiro, pois me arrumava com a maior coragem que existe. Que dia da semana é hoje mesmo? Ah, quarta-feira, não estamos nem no começo da semana e nem no final, e isso é um saco.

 

-ANDA LOGO NINO LAHIFFE OU VAI SE ATRASAR! - Grita minha mãe.

 

Sinceramente? Me pergunto como os vizinhos não se mudaram ainda....

 

-Calma mãe, ainda é seis e meia da manhã.

-E as aulas começam às sete. - Diz ela,

-Às oito, mãe, a aula começa às oito. - A corrijo.

-Pra mim ela começa às sete, então anda logo. O café já está pronto.

-Ok! - Respondo revirando os olhos. As vezes é melhor concordar se não quiser morrer.

 

Vou até meu quarto e arrumo meu material. Vejo que dentro da minha mochila tem uma caixinha com detalhes vermelhos, será que a Alya quer me dar um novo anel de compromisso? Mas eu dei um a ela maravilhoso.

Abro a caixinha e vejo uma pulseira verde, que se assemelhava a um casco de tartaruga. Logo, uma mini tartaruga apareceu na minha frente.

Olho para o bichinho meio surpreso, antes de pronunciar:

 

-Eu não sabia que tartarugas bebês voavam. Legal! - Digo sorrindo.

-Eu não sou uma tartaruga bebê, sou um kwame. - Diz ele com um sorrisinho.

-É o que?

-Um kwame. - Repete ele.

-E o que é isso? - Pergunto curioso.

-Kwames são seres mágicos que através daquela joia te dão poderes para se transformar em um herói. - Diz ele apontando para a pulseira.

 

Arqueio uma sobrancelha.

 

-Hein? Como assim herói? Eu sou uma pessoa muito desatenta para ser herói.

-NINO LAHIFFE, ANDA LOGO! - Grita minha mãe.

 

Ignoro ela e continuo minha conversa com aquele serzinho.

 

-Qual é o seu nome?

-Me chamo Wayzz, e você é o novo portador do Miraculous da Tartaruga. É um prazer conhece-lo mestre.

-Mestre? Gostei. - Digo com um sorriso. - Mas não sou a pessoa mais indicada para esse trabalho, me desculpe.

 

Pego a pulseira e deposito dentro da caixinha novamente.

 

-Não faça isso mestre, Ladybug e Chat Noir confiam em você para assumir esse trabalho.

 

Paro o que estava fazendo e olho para ele.

 

-Ladybug e Chat Noir? - Pergunto.

-Hawk Moth está ampliando o poder dos akumas, e a Lady e o Chat precisam de ajuda. Eles escolheram os novos portadores dos Miraculous para os ajudar.

-Escolheram? Quer dizer que eles me conhecem? - Pergunto desconfiado.

-NINO LAHIFFE, TE DOU CINCO MINUTOS PARA DESCER DESSE QUARTO!

 

Novamente, ignoro minha mãe e volto minha atenção a Wayzz.

 

-Todas essas perguntas serão respondidas pelo guardião do Miraculous hoje a tarde, depois da sua escola. Isto é, se aceitar a missão e se tornar o novo Carapace.

 

Reflito um pouco sobre tudo aquilo. E se eu fracassasse como herói? E se a Ladybug e o Chat Noir tiverem cometido um erro ao me escolherem?

 

-Por favor mestre, Paris precisa de você! - Diz ele.

 

Não resisto a essas palavras. Afinal, eu nunca saberia se eu seria capaz se eu não tentasse.

 

-Eu aceito Wayzz. - Digo colocando a pulseira.

-Apenas não conte a ninguém sobre minha existência, tudo bem? - Pergunta ele, me fazendo assentir logo em seguida.

-NINO! - Diz minha mãe.

-Já tô indo mãe. - Digo pegando Wayzz e descendo em seguida. 

 

 

 

Continua....

 

 


Notas Finais


Aiai, a mãe do Nino representa a maior parte das mães do Brasil.... Porque eu fiz ela assim? Porque me deu vontade =)
Espero que tenham gostado.... Próximo capítulo é as grandes revelações hehehe
Desculpe pelos erros e obrigada por lerem!
Larissa ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...