História Secrets to be revealed - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias H2O, Meninas Sereias, Saga Crepúsculo, Sou Luna, The Originals
Personagens Alice Cullen, Ámbar Benson, Bella Swan, Edward Cullen, Elijah Mikaelson, Emmett Cullen, Freya Mikaelson, Gaston, Hayley Marshall, Jacob Black, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Luna Valente, Matteo Balsano, Nico, Nina, Ramiro, Rebekah Mikaelson, Renesmee Cullen, Simón
Tags Lutteo Simbar Gastina
Visualizações 78
Palavras 2.384
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Comentem se estão gostando.❤
Boa leitura!

Capítulo 29 - Bella Thorne.


Fanfic / Fanfiction Secrets to be revealed - Capítulo 29 - Bella Thorne.


29. POV Luna Valente 
Luna: Mamãe?! O que você tá fazendo aqui? -Me aproximei para ver melhor a sua expressão e me arrependi ao ver seu rosto fechado 
Lili: Isso não é importante agora. Onde você estava? -Ela realmente estava furiosa 
Izzy: Err... Luh nós vamos para o seu quarto -Concordei com um aceno de cabeça- Oii tia 
Lili: Oi meninas! Eu falo com vocês depois -Disse forçando um sorriso e as meninas assentiram antes de subir as escadas -Vamos! Estou esperando.
Luna: Mãe, não acha melhor se sentar? -Tentei me manter calma 
Lili: Eu estou bem em pé -Começou a bater o pé repetidas vezes impaciente -Desembucha -Respirei fundo me preparando para a sua reação 
Luna: Na casa do meu namorado -Ela empalideceu e pareceu congelar 
Lili: Namorado? 
Deixei-me contar a vocês uma pequena historinha. Era uma vez um casal feliz que viviam em Buenos Aires eles eram muito felizes e unidos até que um dia a mulher descobre que está grávida. A notícia pega o homem totalmente desprevenido mas ele suporta e eles tem o menino sendo que o casamento já não é o mesmo e o homem começa a passar menos tempo com a família e a "trabalhar"até tarde chegando em casa completamente bêbado e fedendo a perfume barato das raparigas. Mas minha mãe suportou e eles viveram mais 2 anos nessa vida quando o Gastón completou 3 anos meu "pai" começou a melhorar e querer dar atenção a sua família e isso fez minha mãe se iludir já que ela o amava demais sendo que quando Lili me adotou e ele desandou  disse que não aguentava mais que nunca a amou e que só suportou aquilo tudo por causa do dinheiro da família dela mas que não tinha dinheiro no mundo que fizesse ele ficar mais um segundo na mesma casa que ela. Então ele foi embora e minha mãe ficou devastada mas como não queria pensar nele se focou em cuidar de mim e do Gas e trabalhar para nos dar uma vida melhor então ela ficou traumatizada com tudo isso e sempre deixou claro que não queria que eu namorasse porque tinha medo que sua menina sofresse o mesmo que ela. Por um lado eu até entendo mas por outro lado eu acho isso ridículo de várias formas.
Lili: Namorado...? -Voltou a falar antes de se jogar no sofá -Como assim você está namorando? E toda a nossa conversa? -Me encarou com os olhos arregalados e eu suspirei antes de me sentar ao seu lado no sofá
Luna: Mãe, olha -Peguei sua mão- Eu sei de toda a sua história com o Berni e sinto muito mesmo por tudo o que ele te fez passar. Sendo que não é por que ele te fez sofrer que o Matteo vai me machucar...-Suspirei encarando nossos dedos entrelaçados - Existe sim a possibilidade de eu sofrer mas isso não quer dizer que eu tenha que me privar de viver. E no momento mãe... Matteo é o que me faz sentir mais viva -Sorri que nem boba me lembrando dele- Ele me faz sentir coisas que nunca pensei sentir e... Eu o amo -Voltei a encarar seu rosto que agora estava banhado em lágrimas - Sei que posso sofrer e até mesmo me arrependa de tudo depois mas... Estou disposta a arriscar com ele e por ele... E se a senhora me apoiasse ia ser incrível porque eu queria muito que duas das pessoas que mais amo nesse mundo se dessem bem -Ficamos nos encarando caladas por um tempo e eu enxuguei suas lágrimas para logo depois ver um pequeno sorriso brotar em seus lábios.
Lili: Se ele te faz feliz... Eu também fico feliz meu amor -Disse pegando a minha mão que estava no seu rosto e entrelaçando os nossos dedos . Eu não podia estar mais feliz! 
**
Acordei com três mulas pulando em cima de mim e xinguei todas as gerações das famílias das meninas. Depois de conseguir as tirar de cima de mim fui direto pro banheiro fazer minhas higienes. Hoje eu não vou para a escola porque vou aproveitar o dia com as meninas, minha mãe e vou aproveitar para me reaproximar do Gas já que temos estado meio distantes esses dias. Sai do banheiro, corri para o closet e peguei uma blusa de mangas prata, uma calça rasgada preta e saltos pretos (Capa) arrumei meus cabelos e fiz uma maquiagem leve assim que sai do closet Izzy já estava pronta sentada na cama conversando com a Rikki que segurava uma toalha na mão e provavelmente é a Becca que está no banheiro. Fui até a cômoda e peguei meu celular já vendo mensagens de Matteo.
Gostoso ❤: Bom dia linda, te encontro na escola?  -Abri um sorriso instantâneo ao ver sua mensagem 
Você: Bom dia moreno, hoje não vou pra escola! 
Gostoso ❤: Que? Por que? 
Você: Vou sair com as meninas e com a minha mãe 
Gostoso ❤: Sua mãe está na cidade? 
Você: Sim, quando cheguei em casa ontem a encontrei e ah, ela quer te conhecer! 
Gostoso ❤: Pode marcar tenho certeza de que ela vai me amar ,afinal, eu sou incrível! -Revirei os olhos sorrindo 
Você: Eu tenho o namorado mais modesto do mundo 
Gostoso ❤: E eu tenho a namorada mais linda do mundo -O Matt fofo no começo era um pouco estranho mas eu me acostumei rápido demais com isso
Você: Eu sei que você me ama... Mas então, já tá na escola? 
Gostoso ❤: Depois eu que sou o mauricinho. Sim, eu já cheguei na escola mas aqui fica sem graça sem você
Você: Ninguém ganha de você mauricinho, Owwwn isso tá me deixando com saudades -Abri um biquinho involuntário 
Gostoso ❤: Não faça esse biquinho se não eu vou ai agora mesmo -Dei risada por ele me conhecer tão bem 
Você: Mas eu não to fazendo biquinho e mesmo que eu estivesse, não posso? 
Gostoso ❤: Não pode fazer biquinho quando eu não estou ai pra te beijar -Mordi o lábio inferior quando uma vontade súbita de o beijar tomou conta de mim 
Você: Então vem... 
Gostoso ❤: Não me provoque...
Você: Você que está me provocando, sabe o quanto quero te beijar agora? -Fechei os olhos por um segundo lembrando da sensação de tê-lo perto de mim 
Gostoso ❤: Com certeza eu sei, estou sentido exatamente a mesma coisa!
Você: Merda, Amor é melhor nos falarmos depois -Disse já sentindo um fogo subir por mim -Não ouve resposta e eu bloqueei o celular suspirando 
Izzy: O que houve? -Voltei a abrir os olhos e já vi todas as meninas prontas na minha frente. Nosss, eu demorei tanto assim conversando com Matteo?
Luna: É só o Matteo que quer me deixar louca antes das 8:00 horas da manhã 
Rikki: O que foi? Problemas no paraíso? O fogo da paixão não acende mais? -Disse e respirou fundo dramática o que fez todas rirem 
Luna: Na verdade... Tem fogo demais -Suspirei esperando um monte de piadinhas vindo da Rikki mas antes que elas pudessem dizer algo a campanhia tocou -Eu atendo! -Me levantei e fui praticamente correndo até o andar de baixo quando eu cheguei na porta o Gas já estava próximo então ele apenas suspirou antes de voltar a se jogar no sofá
Abri a porta e dei de cara com Matteo com a mão esquerda apoiada na parede ao lado da porta e a outra na cintura eu fechei a porta atrás de mim enquanto ele percorria o olhar por todo o meu corpo e antes que eu pudesse dizer algo ele avançou em mim me tomando em seus braços em um beijo quente quando nossas línguas se chocaram eu senti um arrepio correr pela minha espinha e soltei um gemido baixinho senti sua mão esquerda me puxar colando nossos corpos enquanto sua mão direita estava segurando forte meu cabelo. Coloquei minha mão direita na sua nuca e alternei entre puxar e arranhar ali e minha mão esquerda estava na suas costas por dentro da camisa arranhando de leve quando o ar se fez necessário nos separamos ofegantes e ficamos nos encarando.
 Antes de voltar a nos beijarmos. Eu não sei o que é isso essa necessidade que eu sinto de estar sempre perto dele o beijando ou abraçando eu só sei que meu dia com certeza não fica completo se eu não ver ele. Quando eu ia aprofundar mais o beijo escutei um som vindo de trás de mim e pelo cheiro do perfume percebi que era minha mãe então afastei nossas bocas e o encarei ele ignorou qualquer barulho que vinha de dentro da casa e começou a beijar, morder e chupar meu pescoço enquanto apertava forte minha cintura isso me deixou completamente entregue a ele esqueci qualquer coisa que pudesse me atrapalhar e aproveitei a sensação dos seus lábios no meu pescoço sendo que voltei a realidade quando escutei a voz da minha mãe falando com Gastón então o empurrei delicadamente.
Luna: Temos que parar 
Matteo: Por que? Tava tão bom.
Luna: Presta atenção nas vozes dentro da casa -Ele olhou fixamente para meu rosto enquanto parecia completamente concentrado em outra coisa 
Matteo: É uma voz de mulher. É sua mãe? 
Luna: Sim, então se você quiser ser pego pela minha mãe aos beijos comigo prossiga mas vou logo avisando que isso vai te fazer perder pontos com ela -Ele bufou baixinho antes de me puxar pela cintura e me abraçar 
Matteo: Estava com saudades -Passei minhas mãos pelos seus ombros o apertando contra mim 
Luna: A gente se viu ontem Matt 
Matteo: A gente passou o final de semana todo junto e agora eu não vou te ver o dia todo... Estou com saudades! -Enterrei minha cabeça no seu pescoço e dei um beijo ali 
Luna: Também estou com saudades -Ele me apertou mais contra ele e ficamos assim por um tempo -Mas então -Me afastei um pouco apenas para encará-lo -Vai entrar e conhecer minha mãe agora ou vai vir outro dia? 
Matteo: Eu não posso ficar -Revirou os olhos- Entrou uma novata lá na sala e o diretor teve a brilhante ideia de me colocar para apresentar o colégio para ela -Bufou baixinho -Agora além de ficar sem você vou ter que aturar aquela menina que deve ser completamente irritante 
Luna: Ei -Fiz ele me encarar- Seja gentil- Ele revirou os olhos- Você consegue! Eu vou te ver amanhã, ta? -Ele concordou- Agora se ela der em cima de você eu vou dar uma voadora na cara dela -Ele gargalhou 
Matteo: Minha ciumenta -Beijou a ponta do meu nariz 
Luna: Eu só cuido do que é meu -Dei de ombros- Agora você tem que ir! -Lhe dei mais um selinho antes de me afastar -Eu te amo
Matteo: Eu sei -Deu de ombros e eu revirei os olhos sorrindo -Eu também te amo -Piscou para mim antes de se tornar um borrão e sumir da minha frente 
POV Matteo Balsano 
Assim que o professor entrou na sala uma menina entrou logo atrás e o professor a apresentou o nome dela é Bella Thorne ela é ruiva e tem os olhos castanhos. Devo admitir que ela é bonita mas não faz meu tipo é alta demais e magra demais parece um esqueleto me da agonia só de olhar. Seu olhar percorreu toda a sala até parar em mim ela sorriu e piscou o olho eu apenas revirei os olhos e isso pareceu atiçar ela mais ainda quando o professor perguntou quem o diretor havia pedido para apresentar a escola para ela eu apenas me levantei e sai da sala não sem antes notar o sorriso enorme que ela tinha no rosto "Essa vai me dar trabalho." Esse pensamento me fez querer dar um murro na cara do diretor por me fazer passar por isso.
Matteo: Aqui é o ginásio -Abri as portas e mostrei a ela mas a mesma parecia interessada demais em me olhar para prestar atenção em alguma coisa "Seja gentil." as palavras de Luna ecoam pela minha mente .Eu vou tentar!
(N/A: Vou usar Bella T no nome dela para não confundirem com Bella Cullen.) 
Bella T: Essa escola é muito bonita. Estuda aqui a muito tempo?
Matteo: Já tem um tempo -Virei mais um corredor e ela parecia correr para me acompanhar 
Bella T: Hum... Alias meu nome é Bella. E o seu? -Revirei os olhos já começando a ficar irritado 
Matteo: Matteo. -Falei simplesmente e aumentei o ritmo para ver se ela ficava para trás sendo que ela é persistente 
Bella T: Nome diferente. É italiano? 
Matteo: Sou -Respondi o mais friamente possível -Aqui é a cantina
Bella T: Sabe Matteo você é muito bonito -Disse encostando no meu ombro 
Matteo: Eu sei! -Disse e tirei a sua mão do meu ombro demostrando que não queria conversa mas ela apenas soltou uma leve risadinha 
Bella T: Um mauricinho? Interessante! -Esse apelido não 
Matteo: Olha, eu não quero conversa com você. A úncia coisa que eu tenho que fazer é te mostrar a escola e é isso que eu vou fazer mas a gente não precisa conversar -Disse e sai dali para mostrar o resto da escola 
POV Bella Thorne 
Quando eu vi aqueles lindos olhos castanhos senti uma coisa vibrar por todo o meu corpo e me perdi naquele mar castanho. Percebi que toda vez que o encarava sentia um comichão atrás da minha orelha e isso me deixou intrigada. Bonito e Misterioso? Já me conquistou completamente. Calma.. Não sejamos modestos ele é um pedaço de mal caminho um verdadeiro pecado e Deus sabe o quanto eu quero pecar "Parece que eu tenho uma nova conquista." Quando soube que ele ia me apresentar a escola não pude ficar mais feliz "Hora de começar a atacar." pensei ao correr meu olhar por todo aquele perfeito corpo enquanto caminhávamos pelos corredores.
Eu tentei atacar de todas as formas mas ele parece resistir aos meus encantos sem pestanejar. Será que tem namorada? Não! Ele não tem aliança... Peguete?! Não sei. Tenho que descobrir! Até amanhã eu vou saber tudo sobre Matteo Balsano ou eu não me chamo Bella Thorne. Porque meus amores de todas as coisas na vida se eu tenho uma certeza é de que esse homem vai ser meu!
 


Notas Finais


Comentem se estão gostando.❤
Obs: Desculpem os erros.❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...