História Século XIII -SuperCorp AU - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Supergirl
Personagens Kara Zor-El (Supergirl), Lena Luthor
Tags Kara, Lena, Supercorp, Supergirl
Visualizações 260
Palavras 1.150
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Xuxus, o capítulo especial vai ser no próximo e não nesse, resolvi trazer mais sobre a história da Lena
Mas prometo que o próximo vai ser especial ❤️

Capítulo 16 - Lex Luthor


LENA LUTHOR 

Eu e Kara ficamos um tempo conversando. Mas infelizmente tivemos que voltar para dentro da casa pois havia começado a chover 

-Eu acho que eu vou dormir -falou -Boa noite 

-Boa noite 

Ela foi até seu quarto e eu fiquei parada a observando. 

Fui correndo até o porão.

-ALEX ALEX ALEX- gritei enquanto descia as escadas 

-Meu Deus, o que foi- a mesma se virou para o meu lado ainda sentada na sua cadeira

-Eu beijei a Kara-falei de uma vez 

-Você beijou a Kara? -falou incrédula e com um leve tom de deboche 

-Na verdade ela que me beijou 

-Ela te beijou? -falou com o mesmo tom da frase anterior 

-Aí Alex, a gente se beijou, pronto!- já estava perdendo a paciência 

-Pera... tá falando sério?- concordei com a cabeça- AAA, ela beija bem? 

Me assustei com sua pergunta e fiquei corada 

-Pra que quer saber? 

-por nada ué -revirei os olhos 

-tá, sim! Ela beija bem 

-hummm safada 

-É o que- como assim gente 

-onde foi?- perguntou 

-no telhado, foi tudo perfeito, a vista, o momento, tudo! -falei me lembrando de tudo 

-Bumm... -fez uma “explosão” com a mão -a bomba da paixão estourou em você Lena, coitada

-Eu não to apaixonada Alex- falei convencida 

-aham sei... me fala o que você mais gosta nela.

-ah...O que eu mais gosto dela fisicamente são os olhos, aqueles olhos azuis, são muito lindos, e na personalidade dela, ela é uma pessoa muito forte, mesmo não sabendo muito sobre ela acho que ela já passou por muita coisa. Ela é tão bonita, seu corpo é tão lindo, seu cabelo é macio e...-Alex me cortou no meio da frase 

-CHEGA PELO AMOR DE DEUS- falou fazendo sinal de “pare” com a mão 

-Eu não to apaixonada Alex 

-Se isso não é paixão eu nem sei mais o que eu to fazendo da minha vida Lena. Boa noite- Saiu me deixando em pé 

Aí meu Deus, eu to apaixonada 

{...}

Já se passou dois dias dês de que eu e Kara nos beijamos, nós entramos... vamos dizer que estamos “ficando”. Nesse momento estava de tardezinha 

-LENA- Alex me gritou 

-diga-me- falei 

-eu vou ter que viajar, vou entregar sapatos em um reino diferente, vou ficar fora por dois dias então espero que você tome conta da casa, eu sou sair daqui duas horas 

-Por que não me avisou antes 

-não tive tempo, agora você só fica com sua namorada 

-Ela não é a minha namorada... você tá com ciúmes? -negou com a cabeça- AÍ QUE FOFA ELA RA COM CIÚMES, relaxa Alex você sempre vai ter um lugar especial no meu coração- a abracei e a mesma retribuiu o abraço 

Fui até a Kara que estava sentada no chão apoiando suas costas na parede do seu quarto e a mesma estava lendo um livro, nem me viu chegar 

-oi- falei batendo na porta já aberta 

Ela me olhou parecendo que se assustou um pouco 

-ah oi, senta aqui -fechou seu livro e arredou para o lado então me sentei 

Kara estava com as pernas cruzadas e eu sentei com uma perna esticada e a outra com o joelho meio dobrado 

-Eu estive pensando em uma coisa- falou quebrando o silêncio 

-pensando sobre o que? 

-Eu queria saber sobre você, eu não sei quase nada. 

-A minha história é complicada 

-complicação é comigo mesma- sorriu 

-bom..., meu pai morreu quando eu tinha apenas 4 anos-comecei a contar 

 FLASHBACK ON 

Eu tinha 10 anos e Lex tinha 14, nós estávamos voltando da escola sozinhos 

Vimos umas crianças comendo maçã 

 

-Você quer uma maçã? - Lex me perguntou 

 

-Q-quero mas como você vai conseguir? Você tem dinheiro? 

 

Não falou nada e me arrastou até uma loja onde vendia frutas 

 

-O que está fazendo? -se abaixou e eu me abaixei junto 

 

-shiiiiiu- falou andando para frente e pegando uma maçã 

 

-Você vai roubar? -concordou com a cabeça- FICOU MALUCO? 

 

-Lena cala a boca e vamos em bora logo 

 

Saímos de fininho quando...

 

-HEY VOLTE AQUI VOCÊS DOIS - o dono da loja saiu correndo atrás da gente e nós começamos a correr 

 

Eu tropecei em meus pés e cai, Lex parou pra me ajudar, esse foi o tempo certo para o moço nos alcançar 

Pegou Lex e eu pela manga das nossas blusas 

 

-ONDE É A CASA DE VOCÊS? 

 

Nos o levamos até a nossa casa, o mesmo bateu com força na porta e ouvi a fechadura se destrancar, avistei minha mãe com uma cara de assustada, o cara nos jogou para dentro de casa e nós dois ficamos abraçados com minha mãe 

 

-o que aconteceu? -perguntou 

 

-Esses pilantras roubaram a minha loja- apontou para nós 

 

-Mãe foi só uma maçã- falou Lex com lágrimas nos olhos, eu já estava chorando 

 

-Me perdoe senhor, mas essa bagunça toda foi por conta de uma maçã? 

 

-Sim senhora, agora que quero saber quem roubou a maçã para que eu mesmo faça justiça 

 

-fui eu -falei dando um passo para frente assumindo toda culpa, o mesmo me puxou para si e segurou meu braço com força 

 

Não, para! Foi eu que roubei- Lex falou se aproximando- larga ela 

 

-o que está fazendo?- falei somente com os lábios e Lex entendeu 

 

O moço me largou com força me fazendo cair com o joelho no chão, minha mãe me levantou depressa 

O mesmo pegou Lex com muita força no seu braço e saiu o arrastando 

 

Eu e minha mãe saímos atrás dele 

-NÃO, PARA SOLTE-O- minha mãe gritava e quando mais gritavamos o moço andava mais rápido 

 

Chegamos na praça, havia muitas pessoas paradas com pedras na mão 

Não era possível que...

 

O cara jogou meu irmão no meio da multidão e dois homens fortes vieram e me seguraram, eu e minha mãe. 

 

Lex estava jogado na praça e homens começaram a jogar pedras nele, ele já estava sem força para levantar 

 

-LEXXXXX- Gritei chorando e minha mãe já estava aos prantos 

 

Depois de muito tempo consegui me soltar do homem e corri até Lex que já estava desmaiado, todos já haviam saído sem ao menos dizer nada 

 

Segurei sua cabeça e acariciei sua bochecha 

 

-Não me deixa, por favor não me deixa 

 

Minha mãe havia conseguido escapar também e correu até nos 

 

-Filho....-minha mãe o abraçou 

 

-eu...amo.      Vocês- Lex falou e fechou os olhos 

 

Comecei a chorar sem parar junto com minha mãe 

 

 

FLASHBACK OFF (Lena havia contado tudo isso para Kara) 

 

Kara já estava com o olhar de espanto 

-Ha quatro anos atrás minha mãe morreu de pneumonia, morei com minha vó dois anos e quando fiz 18 vim morar com a Alex 

-nossa Lena... me desculpe eu não sabia -falou se sentindo culpada 

-não tem problema,. Eu já superei -falei limpando minhas lágrimas 

Respirei fundo e me levantei 

-Bom... esqueci de falar, Alex vai viajar então você é só minha -pisquei para ela e saí de lá 

 


Notas Finais


MANO FOI SÓ UMA MAÇÃ, eu to braba com isso mano, o Lex só queria uma maçã vey
Me digam o que acharam ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...