1. Spirit Fanfics >
  2. SEDUCTION, Jikook >
  3. Chapter One - The worst and the best day of my life

História SEDUCTION, Jikook - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Chapter One - The worst and the best day of my life


Fanfic / Fanfiction SEDUCTION, Jikook - Capítulo 1 - Chapter One - The worst and the best day of my life

28 de abril de 2022 [07:35pm]


“Me lembro até hoje, aquele dia foi o melhor e o pior da minha vida. Mas ser estagiário na Energy foi a melhor coisa que me aconteceu. E é por isso que estou aqui agora, indo em direção ao altar, vendo o homem mais lindo do mundo me encarando como se eu fosse um pedaço de carne que nunca comeu na vida.


A euforia, é a melhor parte, sem preocupação nem nada, hoje só vai ser eu e ele. Só nós. Acho que agora que é a parte em que eu me pergunto oque eu fiz para merecer esse homem? Oque ele viu em mim?


Ai meu deus eu estou surtando! Se acalma Jimin, é o dia do seu casamento, o dia mais feliz da sua vida, não é pra surtar agora!


Enquanto caminho até o altar, Jungkook me encara sem parar, e cara, ele precisa parar com isso! Está me deixando mais nervoso do que já estou. O padre está com um sorriso muito simpático, a capela está com uma decoração absurda de linda, do jeitinho que eu sonhei. Bem clichêzinha mesmo não estou nem aí.


Meus pais como previsto não vieram, mas só a família do Jun já basta, na verdade, só eu e ele já estaria de bom tamanho.


Já no altar eu e Jungkook damos as mãos e o padre começa a falar, não dou atenção á muita coisa por que estou no meu mundinho admirando o homem ao qual eu escolhi passar o resto da minha vida. Os olhos dele estão brilhando, assim como estavam quando ele se declarou pra mim pela primeira vez, e isso é oque eu mais gosto nele. As galáxias que são os olhos dele, brilham como uma noite estrelada. 


—Jeon Jungkook, aceita Park Jimin como seu marido e companheiro? —o padre enfim faz a primeira pergunta para Jun, tirando a conexão que estava entre nossos olhares.


—Sim. —é oque Jungkook responde, e isso me deixa bem aliviado, imagina se ele fala “Não, não te quero mais”, meu deus não quero nem imaginar.


—Então repita comigo, “Eu Jeon Jungkook aceito você Park Jimin como meu marido e companheiro, prometo ser fiel, te amar e respeitar, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, todos os dias da nossa vida".— o padre volta a falar me tirando de meus devaneios estúpidos que olha, não vou nem falar mais nada.


—Eu Jeon Jungkook aceito você, Park Jimin, como meu marido e companheiro, prometo ser fiel, te amar e respeitar, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, todos os dias da nossa vida.— ele faz uma pausa e logo volta a falar de novo, ingênuo eu, achando que ia acabar por aí.—Você meu amor, foi a melhor coisa que me aconteceu, eu te amo demais e sempre vou proteger você, não importa oque for. Você me mudou Jimin, e isso foi bom. Eu te amo.


E foi aí que minha promessa de não chorar foi pro ralo.


—Park Jimin, aceita Jeon Jungkook como seu marido e companheiro, na alegria e n-


—SIM SIM SIM— interrompo o padre e agarro Jungkook pelo pescoço e dou um beijo extremamente eufórico da minha parte porque como sempre Jungkook está sempre calmo.”


30 de março de 2020 [09:17am]


“Acordo” com o meu celular me infernizando, alias com Min Yoongi infernizando minha vida. É a quinta chamada dele, vou atender dessa vez vai que ele esta morrendo né, ninguém sabe.


—Bom dia para a mais nova vadiazinha empregada uhuu— pelo sono ou pela lerdeza mesmo não faço a mínima ideia do que ele esta falando.


—Do que você ‘tá falando doido? —pergunto.


—Você não esta na empresa ainda?


—PUTA QUE PARIU! Te ligo mais tarde, se eu ainda estiver vivo. —desligo o telefone na cara do pobre coitado que nem um tchau deu.


Pronto, fodeu, meu primeiro dia trabalhando como estagiário e eu ‘tô como? Nem banho eu tomei. Vou ser demitido no meu primeiro dia, certeza. Calma Jimin, calma.


Com uma pressa absurda tomo um banho e visto minhas roupas que graças a deus eu já havia separado no dia anterior. Pego minhas outras coisas e a chave do meu carro e vou em direção a ele. E com minha burrice e pressa em uma mistura só, tenho que voltar pra dentro de casa novamente por que esqueci o maldito crachá. Pronto. Já peguei tudo, eu espero.


—O Senhor está atrasado, Park. —é oque a mulher do Recursos Humanos fala assim que me vê entrando correndo. —E pare de correr, está achando que aqui é oque? Parquinho?


—Não senh—


—Não quero saber. O senhor já esta ciente de como irá funcionar seu estagio aqui certo? Caso não irei explicar novamente. O senhor irá fazer tudo oque o Sr.Jeon mandar, vai ser como uma secretaria, só que você não vai mexer com a parte burocrática, nesse período o Sr.Jeon irá ensinar á você. Quando e se, ele achar que você está pronto você subirá de nível, entendeu? —Faço sinal positivo com a cabeça e vou em direção ao elevador logo depois de ouvir mais algumas instruções da moça, que no caso eu até agora não sei o nome.


Bom ela me disse pra mim ir até o sexagésimo andar, e puta merda, que prédiozinho alto hein, deus me livre, ainda por cima vou ter que ficar no ultimo andar todos os dias, oh papai do céu, tenha piedade de mim e que o meu chefe seja bonzinho.


Quando chego no ultimo andar, vejo que são pouquíssimas salas, e também só tem uma secretaria, então deve ser só o “Sr.Jeon”  que fica aqui. Vou em direção a secretaria, e nossa como ela é bonita. Espera um pouco aí, oque diabos eu estou pensando? Eu estou com algum problema, só pode. 


—Olá, meu nome é Park Jimin e eu sou o novo estagiário —me pronuncio chamando a atenção da moça, oque dá certo porque ela olha pra mim com um sorriso ladino.


—Olá, eu sou a Lisa, secretaria do Jungkook, prazer. —a garota diz tudo com o maior sorriso do mundo. Simpática.


—O prazer é todo meu. —Sorrio também — Então, a mulher do RH me disse que eu tinha que falar com o Sr.Jeon, eu já posso entrar?


—Ah, sim pode, só espera o Namjoon sair, tá bom? Você pode esperar ali se quiser —ela aponta para um sofá encostado na parede a sua frente. E lá vou eu esperar, sei lá, ‘tô meio ansioso, acho que é só pelo fato de ter um emprego depois que saí da faculdade. Ficar em casa estava me matando. 


—Não, a gente pode fazer como você falou Jun, vai ser bem melhor. —Depois de ficar um tempinho mofando, ouço uma voz saindo do escritório, vejo um homem um pouco alto demais, saindo de lá e logo atrás vejo um homem alto, mas nem tanto. Ele parece que malha ou os ternos dele são apertados demais, as coxas são grossas. Subo o meu olhar e o encaro por breve segundos, apenas para analisar. Seu maxilar é bem definido, cabelos escuros, olhos negros feito jabuticaba, a boca não é tão grossa assim, mas me imaginei mordendo–as. OQUE???


—Jimin não é? —graças a deus sou tirado da minha imaginação tarada e aceno positivo a sua pergunta— Vamos entre, já está atrasado demais não acha?!


Tá bom, não era assim que eu imaginei meu chefe, eu sei que atrasei não precisa ser grosso, seu ogro!   


—Uhm, desculpa o atraso, é que eu tenho o sono muito pesado e não consegui acordar quando o despertado tocou. —fui andando atrás dele mas parei ao que ele deu a volta na mesa e se sentou em sua poltrona.


—Sei, presumo que Taylor já tenha te dito como irá funcionar seu serviço sim? —afirmei com a cabeça e o analisei novamente, agora ele estava com os cotovelos na mesa mãos dadas e apoiadas no queixo, acho que é pra dar uma impressão de durão ou sei lá. —Pode falar, Park, eu não mordo, a não ser que você queira.


—Oque? Não, não, que isso. —falei desesperado, e ele dava risada da minha cara, ótimo, pelo menos estou sendo motivo de alegria para o meu chefe. Dou uma risadinha meio sem graça e paro assim que reparo que ele esta me analisando assim como eu fiz com ele. —A–alias pode me chamar de Jimin.


—Bom, Jimin, já que estamos sendo tão informais assim pode me chamar de Jungkook, sem essa de “senhor” porque eu não sou velho e eu e você vamos passar muito tempo juntos, então é isso. Ah, e sem mais atrasos, não sou muito de tolerar essas coisas e nem desculpinhas esfarrapadas. 


—Sim senhor, q–quer dizer, Jungkook. —meu deus esse homem me deixa muito nervoso, pra que falar meu nome com tanta entonação na voz assim?—O que o senhor quer que eu faça agora? —quando o olho vejo que ele está com uma cara feia e vejo o onde foi que eu errei. —Desculpa Jungkook. 


—Pode se sentar aqui por enquanto. Você fez faculdade e se especializou em Engenharia Elétrica certo? —aceno com a cabeça enquanto me sento em sua frente na cadeira. —Isso será fácil então porque eu também me especializei nessa área e em outras duas e é por isso que sou o CEO da Energy hoje. Primeiramente, por que quis se especializar em elétrica primeiro e não em mecânica que dá bem mais dinheiro? Ou em mecatrônica? —jesus, que porrada de perguntas são essas?!


—Bem, eu queria fazer as três, uma atrás da outra mas eu precisava de dinheiro para pagar as outras especializações. Então aqui estou, fiz elétrica primeiro e assim que arrumar uma grana eu irei fazer mecânica e assim vai.


—Interessante, não quero que pense que estou me intrometendo na sua vida nem nada mas você não tem ninguém, assim, que atrapalhe seus estudos trabalho, namorada, irmão ou irmã que você cuide, família que atrapalhe, nada? —nossa moço, quer os dados da minha conta também não?


—Eu não namoro, justamente para não atrapalhar em trabalho ou estudos, não que isso atrapalhe de fato mas eu não me sinto confortável. Eu tenho um irmão de consideração que adora me atormentar e levar garotas e garotos para dormirem lá na minha casa, aquele garoto acha que minha casa é motel, mas isso acabou porque ele anda ocupado demais com a faculdade. Meu pai não liga muito pra mim, na verdade ele está pouco se fodendo para mim, isso desde que minha mãe morreu e ele casou com a mãe do Seokjin, mas eu não me importo, com tanto que ele continue me bancando até que eu me estabilize, tudo bem. —me senti como se estivesse conversando com um psicólogo, falando da minha vida assim, que horror.


—Entendo, bom— Jungkook ri nasalmente e coça a nuca —eu não entendo mas isso é só pra saber se você é uma pessoa equilibrada e não tem problema que possa te afetar profissionalmente —“pessoa equilibrada”? ele acha que eu me formei com boas notas sento um retardado?! Ok ou ele se faz de idiota ou ele é idiota, que tipo de chefe pergunta algo assim pra um funcionário? 


Sinto meu celular vibrar em meu bolso direito da calça, pego e vejo que é Yoongi ligando, deve ser pra saber se Jungkook é bonito ou não. Desligo deixando nossa conversa para depois. Mas parece que não é o suficiente e ele volta a ligar.


—Pode atender, eu espero.


—Obrigada -me levando e vou para um cantinho da sala para atender o telefone.


—Fale, Min Yoongi. —o atendo com zero por cento de animação por meu amigo estar atrapalhando o meu trabalho e me dando uma impressão horrível.


—Como ele é uh? É bonito? Gostoso? Cheirosinho? Me conta tudo amiga.


—Yoongi cacete, não dá pra falar agora. Estou na sala com ele fazendo um tipo de entrevista, depois a gente conversa. E sim ele é tudo isso aí que você falou, agora tchau —como mais cedo desliguei sem ele se despedir e voltei para o meu lugar.


—Onde estávamos? —falo ao me sentar.


—Eu tenho uma reunião agora, você pode ir comigo pra ver como funciona ou pode ir embora mais cedo. Como é seu primeiro dia, não tem muita coisa pra você fazer. E então, o que vai ser? —an? Só pode ser brincadeira sair mais cedo? Hoje? O dia que eu cheguei atrasado? Meu primeiro dia? Como assim? Vou ir né, vai que ele me despede por não ir. Quem sabe, deve ser chato? Deve mas fazer o que. 


                              


Notas Finais


Bom, esse foi o primeiro capítulo, espero que tenham gostado, esse provavelmente vai ser o capítulo mais curto, por ser o primeiro e tals. Mas é isso aí mesmo, já comecei com o casamento deles e aviso aqui que esse NÃO SERÁ O FINAL ok?!! Vão ter muitas voltas ao passado e quando for em um ambiente em que o jimin não vá estar vai ser contado por mim. Então fiquem ligados pq eu sou meio doida e gosto de fazer esses negócios bugados mesmo 

Bjs da Ju 💜 


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...