História Seduction Misterious - Min Yoongi (Long-Fic) EM REVISÃO - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Suga
Tags Bangtanboys, Imagine, Suga, Sugarlandz, Você
Visualizações 1.029
Palavras 5.428
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi mozamoreeees 😍
Como vão vocês? Espero que gostem...

Mais um bebê chegando ao fim e eu estou como? 😭💕

Mais um capítulo maravilhoso pra vocês 👏

LEIAM AS NOTAS FINAIS

Desculpem os erros 😱
Espero que gostem 😉

Obrigada pelo carinho de todos 💕

Boa Leitura 📖

Capítulo 30 - Capítulo 30 - Final


Fanfic / Fanfiction Seduction Misterious - Min Yoongi (Long-Fic) EM REVISÃO - Capítulo 30 - Capítulo 30 - Final

- Porque não fala com seu namoradinho, princesa. - Jay aproxima a câmera nela e a mesma, totalmente dopada olhava pra  câmera e isso foi o suficiente pra deixar o Jeon descontrolado.

- EU VOU MATAR ESSE FILHO DA PUTA! - Jeon pega a arma e sair chutando a porta, tentando sair do escritório.

- Jeon! - Jimin puxa ele e o segura. - Calma cara, nós vamos pegar ele. Vamos trazer ela de volta, te prometemos isso! -  Diz e Jeon se senta no chão chorando muito.

Quando vi aquela cena, eu não pude suportar e sair dali com a chamada  de vídeo ainda ligada.

- Me diz o que você quer Jay? - Pergunto e ele sorriu colocando a câmera em cima de algo sem mostrar o rosto. 

Eu fiquei olhando em direção a um local que não me era muito estranho.

- Eu quero 5 milhões de dólares e mais uma coisinha.…Sua cabeça  como prêmio, Yoongi! - Disse e ouço seu sorriso sarcástico.

Naquele momento, eu estava em uma adrenalina tão louca, que acabei aceitando sem pensar.

- Se eu for aí sozinho, você solta ela e eu fico em seu lugar? - Pergunto com sangue nos olhos.

- É um acordo justo! - Sorriu. - Venha me encontrar no endereço….

Depois que ele falou o endereço, eu não pude crer o quão  burro o Jay estava sendo. Eu sabia que estava reconhecendo aquele lugar, afinal, ele era o meu local de escoderijo, na época em que eu era do tráfico. 

Na mesma, hora tive uma ideia.

- Eu vou, mas até lá, nem pense em triscar um dedo nela ouviu? - Digo o ameaçando.

- Eu vou tentar, ela é muito linda e eu estou quase perdendo a cabeça de tão gostosa que essa garota é…

 

- JAY! - Grito e ele sorriu.


- Ta bom, eu não prometo, mas vou tentar me segurar. - Desligou a chamada de vídeo.

Eu estava nervoso, confesso. Mas estava preocupado com a Sam e também. Preocupado de quando minha princesa souber que sua amiga está em perigo. Ela irá surtar.

- Vai dar tudo certo!

Volto pro escritório e Jeon estava sendo vigiado pelos meninos. Quando me viu, se levantou e veio até a mim, ficando na minha frente sério.

- Você vai me ajudar a resgatar a Sam, não vai hyung? - Estava sério, mas seu rosto estava vermelho de tanto chorar.

- Claro que vou, maninho! - Digo e ele respirou fundo.

- Eu te protejo e você me protege! - Sorrir ao ver sua mesma frase de quando ele falava  quando era criança.

- Eu vou trazer a Sam de volta pra casa. ok? - Olhei nos olhos dele e ele tinha muita confiança em mim.

- Eu sei que vai. Claro, eu vou buscar minha namorada também! - Diz e eu suspirei cabisbaixo.

- Não Jeon, eu não vou deixar você se arriscar assim! - Ele me olhou triste.

- Mas hyung eu…
-

- Jeon, eu sei que você pode salvar ela, mas isso é entre eu e aquele…- Fecho os olhos pra conter a raiva. - Esse assunto, só eu posso resolver.

Jeon parecia decepcionado, mas ele concordou. Até fácil demais pro meu gosto.

Olhei pros meninos e ele estavam cabisbaixo. Sorri pois sabia o que eles estavam pensando. Por incrível que pareça, eles me conheciam muito bem e saberiam que se insistissem, não iria adiantar nada.

- É isso mesmo que quer fazer? - Jimin perguntou e eu assenti.

- Olha cara, você  sabe que estamos aqui pra te ajudar não sabe? - Hoseok chegou perto de mim e me cumprimentou como nos velhos tempos.

- Eu sei irmãozinho! - Digo.

- Eu sei que você você vai conseguir! - Taehyung indagou e sorri por confiarem tanto em mim.

- O que vamos dizer pra S/N, quando ela acordar? - Jin se pronuncia e foi aí que parei pra pensar.

- Diga que …

- Dizer o quê Yoongi? - Minha princesa aparece do nada atrás da gente e estava com um copo d'gua na mão.

Nos entreolhamos e os meninos ficaram sem jeito. Eu respirei fundo e fiquei pensando no que que iria dizer à ela, sem a mesma perceber a gravidade da situação que estava acontecendo.

- Princesa, eu tenho que ir á um lugar! - Digo e a mesma ficou confusa.

- Onde você vai? - Perguntou curiosa.

Olhei pros meninos e fiz um sinal disfarçadamente pra que eles me ajudassem.

- S/N, ele vai comprar uns aparelhos que estamos precisando pra aumentar a segurança dessa casa.- Taehyung diz e olhamos pra ele.

- Sério mesmo Tae? - Hoseok debocha porque já  estava tarde.

- Aish… o que iriamos falar? Vocês querem que eu diga…

- Ta bom, cala a boca! - Jimin diz e o mesmo revirou os olhos.

- Vocês estão muito esquisitos! - S/N diz cruzando os braços.

- Não é nada meu amor. Vem vamos conversar! - Digo o puxando, e a levo até a sala.

[…]

- Quer me explicar o que está acontecendo? - Ela me olha séria.

Suspirei e finalmente encontrei um jeito de distraí-la.

- Eu não vou mentir, eu… vou ao encontro de um amigo meu do FBI, que vai me ajudar a pegar o Jay de uma vez por todas. - Olhei pros lados e ela parecia ficar mais aliviada.

- Eu fico mais confortável, se for assim! - Diz e lhe abraçei.

Depois de muito mentir, eu confesso que fiquei com raiva de mim mesmo. Depois de prometer que nunca mais iria fazer ela chorar ou mentir pra ela, eu achei que fosse necessário pra protegê-la de qualquer susto ou desconfortos.

[....]

- Tenho que ir pessoal! - Digo colocando umas munições e a minha arma na cintura.

- Yoongi, estaremos atentos pra qualquer sinal! - Hoseok diz.

- Tudo bem, não podemos mais perder tempo! - Digo saindo e eles ficavam me olhando calado.

- Vocês estão estranhos! - Digo e eles negaram.

- Você queria que estivéssemos como? - Jeon diz sério.

- Ok! - Assenti e sair á caminho do local onde a Sam estava.

Achei melhor não contar sobre o acordo com o Jay pra eles, mas eles ficaram mais confortável quando disse que a polícia já estava sabendo dos meus planos. O que é  mentira, pois não  envolvi ninguém, além de mim pra acabar com essa palhaçada do Jay. Me senti como se estivesse sendo seguido, mas peguei um atalho e consegui despistar o carro. 

Cheguei até o local e fiquei observando o lugar atentamente. Aquele local está muito diferente de antes, agora não passa de um terreno baldio, com esgotos estourados e cheios de ratos.

Deixei isso pra lá e sair do carro silenciosamente e muito atento. Peguei minha arma e com ela em punho fui direcionando á um local, que só eu sabia que existia ali.

Seguir até uma porta falsa e entrei silenciosamente. Aquele lugar eu conhecia como a palma da minha mão, e aquele local secreto eu planejei justamente pra algum imprevisto de invasão da polícia. Mas parece que o idiota do Jay não descobriu, o que foi de grande vantagem pra mim.

Ouvir seus gritos e com certeza, ele estava brigando com a Sam. Resolvi agilizar e fiquei na espreita, observando cada passo que ele dava. Estava nervoso? Sim! Porém concentrado pra não dar nada errado.

 

           YOONGI OFF

            AUTORA ON

 

Vendo que seu plano estava quase indo por água abaixo, depois de falhar na invasão  da casa de Yoongi, Jay resolveu tentar mas uma vantagem contra ele já  que ele queria lhe atingir de qualquer jeito.  Porém todos estavam juntos e em alerta com ele. 

Foi aí que ele acabou se lembrando da Sam e teve uma ideia. Como ele não tem ninguém que podia chamar a atenção do Yoongi, pegando a amiga da sua noiva e namorada do seu irmão chamaria a atenção de todos e ainda, sabia que Yoongi tomaria as dores do irmão pra protegê-lo.

- A sorte continua do meu lado! - Jay diz olhando em direção a casa da Sam.

Ele estava no carro e esperava que a garota fosse pro apartamento pra colocar seu plano em ação. Jay ainda estava com os dois ajudantes que tentaram invadir a casa do Yoongi e depois de ter a ideia que supostamente lhe traria benefícios e uma vingança esplêndida, tramou um plano que até então ele estava convicto de que iria dar certo.

Depois que viu que a mesma tinha entrado, esperou algumas horas até  a rua ficar mais deserta. Saiu do carro com um frasco de sonífero e um pano colocando no bolso, indo em direção ao apartamento dela. Conseguiu distrair o porteiro e o apagou com o sonífero muito forte.

Horas antes de ser sequestrada, Sam estava despreocupada e depois de chegar do serviço ou seja da Empresa do Yoongi, ela foi tomar um belo banho. Depois de relaxar, vestiu seu babydoll e resolveu comer alguma coisa, pois estava com uma fome horrenda.

Foi pra sala assistir o seu programa favorito e estava caindo no sono. Foi quando ela ouviu o som da campainha e distraidamente deixou o controle da TV cair de sua mão ao despertar com o barulho. Praguejou pra si mesma e se levantou com cuidado, pois sabendo como era super desastrada, novamente poderia cair e ainda se machucar. Foi em direção a porta e olhou no olho mágico, estranhou pois não era uma pessoa conhecida.

- Senhorita? Aqui é o entregador, vim trazer uma encomenda em nome do Senhor Jeon! - Mentiu o rapaz que estava do lado de fora.

Ela por outro lado estranhou e resolveu não atender na hora, até por causa do horário também. Quem iria fazer entrega aquela hora? Sam é muito desconfiada, mas ela não sabia a gravidade da situação de Yoongi e S/N. 

Porém sua consciencia dizia que ela deveria ligar para Jeon , pra confirmar se era realmente verdade, o que o tal homem dizia.

Assim ela fez e imediatamente pegou o celular discando o número do Jeon. A chamada insistia, mas era sem sucesso, porém continuou insistindo e começou a ficar nervosa.

- Droga Jeon! - Praguejou desistindo e jogou o celular no sofá, indo até a porta.

- Pediu alguma coisa amor? - Fingiu falar com alguém na sala ou seja, com o próprio Jeon.  

Ela viu que o homem insistia ficar na porta e novamente gritou.

-  Olha só, não fizemos nenhuma encomenda. Então por favor vá embora! - Fingiu que não estava sozinha.

Na mesma hora, a pessoa parou de insistir em bater na porta e o local ficou silencioso. Ela lentamente foi até o olho mágico novamente e espiou calmamente. Quando viu o local vazio deixou um suspiro de alívio sair e relaxou de costas pra porta agradecendo aos céus por ele ter desistido.

Quando foi se afastando, se assustou com a porta do seu apartamento sendo arrombada e sem tempo de correr, ela foi agarrada com um pano tapando seu nariz, assim fazendo-o desmaiar.

Pra não chamar atenção, Jay foi pelos fundos e seus amigos que já estavam espertos, deram a volta pelo quarteirão indo pelos fundos também e a colocaram dentro da van com vidros de fumê bem escuros.

[...]

Depois de várias torturas e tentativa de colher algumas informações sobre Yoongi e do Jeon através dela, ele ficou totalmente frustrado. E pra amedrontrá-la, começou a fazer pequenos cortes com estiletes sobre a perna da garota.

 A mesma gritava muito, por causa das dores e mesmo assim negava vazar alguma informação sobre a empresa.

- Você prefere morrer por causa daqueles infelizes do que me dizer tudo sobre eles? - Perguntou incrédulo e a mesma cuspiu em seu rosto com nojo.

- Não vou dizer nada pra você seu verme! - Disse totalmente ensanguentada e chorava muito.

Jay desfere um tapa em seu rosto e novamente, fez um leve corte em sua perna, fazendo a mesma gritar tanto até desmaiar.

Ele sorria igual a um psicopata e seus amigos estavam meio que assustados com ele.

- O que foi? Huh? Estão com pena? - Perguntou debochado.

- Você falou que pegaríamos ela pra ser a isca cara, mas olha só o estado dela. - Um deles a olhava horrorizado.

Sam estava perdendo muito sangue, e isso, só a fez  ficar mais fraca. Ela estava lutando muito pra suportar, porém estava quase convicta de que não sairia dessa.

- Ah já sei, já ia me esquecendo. - Disse pegando o celular. - Eu vou fazer a ligação pros neus amiguinhos! - Sorriu irônico.
 

[…]

 

Depois de receberem as ameaças do Jay, Yoongi saiu ao seu encontro . Só que ele pensava que seus amigos iriam aceitar sua decisão de ir sozinho. O que não era verdade, todos eles já tinham planejado tudo e lógico, que o Jeon não iria ficar parado enquanto a sua família estava em perigo. Então Hoseok, Jeon, Namjoon e Jimin foram com Jeon atrás do Yoongi, enquanto Taehyung e Jin ficaram em casa com a S/N e o resto dos seguranças espalhados pela casa.

No caminho, Jeon conseguiu alcançar seu irmão e disfarçava abaixando a luz dos faróis para não chamar atenção. Uma hora ou outra, Jeon disfarçava pra não dar bandeira e o Yoongi acabar percebendo a presença deles.

Depois de minutos de perseguição, viu que Yoongi tinha percebido a presença do carro e então decidiram pegar outra rota, pra chegar no local.

- Será que o Yoongi conseguiu ver que era a gente? - Namjoon ficou apreensivo.

- Não cara, pra isso que serve o fumê né! - Hoseok diz óbvio.

- Pior que verdade! - Namjoon fica encabulado.

- Ei Jeon tem várias chamadas da Sam no seu celular! - Namjoon lhe entrega o celular e Jeon fitou o mesmo.  Quando olhou o horário de sua ligação, apertou o volante e praguejou-se podendo ter evitado tudo aquilo.

- Ela ligou muito antes daquele filho da puta pegar ela! - Jeon disse entredente.

- Talvez ela estava ligando pra pedir socorro ou algo assim? - Namjoon pergunta  enquanto olhava pra estrada.

- Provavelmente! - Jimin diz terminando de colocar algumas balas em sua arma e guardando.

- Eu vou te salvar meu amor. Me perdoa! - Jeon sussurra e os meninos se entreolham preocupados.
 

[…]

Yoongi estava observando atentamente e quando viu o Jay distraído se preparou e correu até ele colocando a arma em sua cabeça.

- Acabou pra você Jay Park! - Yoongi diz e quando olhou pra Sam seu peito apertou.

- Calma aí, isso é covardia! - Jay diz em deboche e Yoongi sem paciência pros seus sarcasmo, dá uma coronhada na sua cabeça, fazendo ele cair no chão, mais sem desmaiar.

Yoongi correu até Sam e verificava seus ferimentos.

- Ah meu Deus Sam…- Sua voz saiu embargada e a mesma estava zonza.

- Y-Yo-on…- Ela tentava dizer seu nome porém sua força não ajudava.

- Tudo bem querida, eu vou tirar você daqui e levá-lo pro meu irmão. - Disse esperançoso. - Você vai ficar bem, acabou! - Disse desamarrando seus pulsos e suas pernas

Apoiou direito sua cabeça na cadeira e resolveu terminar o serviço. Olhou pro Jay com mais ódio ainda e lhe apontou a arma. Jay colocou a mão atrás de sua cabeça.

 Depois de sentir algo escorrendo em seu pescoço  e viu que era seu sangue, simplismente sorriu se levantando.

- Agora você passou dos limites!  - Diz e quando ia tentar  puxar sua arma, Yoongi foi mais rápido e deu um tiro certeiro em sua orelha.

Jay se assustou com a pontaria excelente dele e se afastou incrédulo com o que ele tinha feito.

- Se você se mexer eu atiro em sua cabeça! - Yoongi estava furioso.

- Pelo jeito o grande Yoongi é bom em tudo mesmo! - Jay diz enquanto sua orelha escorria sangue, porém ele estava com tanto ódio do moreno que esqueceu a dor e começou  a liberar sua raiva.

- Você não deveria ter tentado entrar na minha casa Jay, você colocou a vida da minha mulher e do meu filho em perigo - Yoongi diz entredente. - Seu maior erro foi mexer com a minha família e isso eu não admito.

- Você merece sofrer Yoongi, você destruiu a minha vida, a vida da Yangi-Mi e dos pais dela. Agora eu vou terminar a minha promessa e vou te matar, do mesmo jeito que matarei a S/N, seu filho bastardinho e seus amigos safados. - Sorriu. - Pois é Yoongi….Você pensa que eu estou sozinho né? - Sorriu olhando pra trás dele e quando Yoongi  sentiu o cara colocando a arma em sua cabeça e na cabeça da Sam, imediatamente ele soltou a que tinha em mãos. 

Não por causa dele e sim por causa da Sam.

- É meu parceiro, parece que hj a sorte não está do seu lado mesmo hahaha. - Jay sorriu e deu um soco em Yoongi.

- Agora, vamos ao showtime pessoal! Ah… você trouxe o meu dinheiro Yoongi? - Pergunta e o mesmo negou.

- Acha mesmo que eu iria dar o meu dinheiro pra você, seu moleque? - Sua voz soou sarcástico.

- Então quer dizer que você não tem amor á sua vida? - Debochou com uma feição de psicopata e do nada derrubou uma mesa velha a jogando na parede. - Essa sua petulância vai te matar Yoongi…e olha só, esse dia chegou e vai ser hoje que vou levantar sua cabeça como troféu, meu caro! - Seu sorriso era doentio.

- Que seja, mas deixa ela em paz. O seu negócio é comigo! - Yoongi diz a olhando.

Jay começou uma sessão de socos e chutes em Yoongi, que o mesmo chegou a cuspir sangue.

- Está prestes a morrer mais coloca a sua vida em jogo pra salvar a da amiguinha. - Jay indagou.- Sabe, agora que a vi perfeitamente, ela é muito lindinha não é? - Olhou pros capangas e os mesmos assentiram passando as mãos a boca e admirando a Sam.

- Se você mexer com ela eu vou…- Yoongi diz levantando da cadeira, mais foi empurrado novamente na mesma, voltando a se sentar.

- Vai fazer o quê? - Sorriu e olhava pros lados. - Pelo que vejo, alguém aqui está em desvantagem… E não sou eu! - Debochou.

Yoongi ficou possesso de raiva e praguejou a si mesmo, por ser teimoso e não ter aceitado a ajuda dos seus amigos.

Quando Jay foi se aproximando da Sam, um estrondo enorme soou no local, assustando Jay Park e todos que estavam ali.

- Ah meu caro, acho que estáem desvantagem sim, filho da puta! - Jungkook aparece.

Namjoon chega atirando junto com o Jimin atrás dele e os comparsas do Yoongi caíram perfurados de bala. 

Jungkook olhou a Sam e travou na hora. - E logo estará morto também! - Ele foi se aproximando e apontou a arma pra cabeça do Jay possesso.

- JUNGKOOK, AGORA NÃO! - Yoongi grita e ele parecia acordar de sua fúria com a arma já encostada na cabeça do seu inimigo pronto pra atirar.

- Yoongi eu não vou deixar esse cara vivo! - Jungkook diz e Yoongi sorriu.

- E eu disse que iríamos deixá-lo? - Sorriu de canto e seu irmão entendeu. Jeon deu um soco no Jay tão forte, que o mesmo desmaiou.


- Pessoal, eu deveria deixar vocês fora de tudo isso. - Yoongi lamentou. - Mas eu confesso que fico feliz que estão aqui, por um momento achei que iria falhar minha promessa à vocês. - Indagou. 

Com a Sam no colo Jungkook deu um beijo em sua testa e a mesma sorriu olhando pro Jeon.

Ele ficou horrorizado com a condição que a namorada estava e foi mais um motivo pra querer acabar de vez com Jay.

- Meu amor, eu prometo que estarei do seu lado quando acordar! - Jeon diz dando um selinho nela e na mesma hora os meninos correram a carregando até o carro, pra levá-la pro hospital.

Jeon e Yoongi ficaram com Jay sozinhos. Ele estava sentado na cadeira todo amarrado pronto para tortura que iria sofrer nas mãos dos dois irmãos.

- Eu quero que isso morra aqui e nunca mais quero te ver com uma arma na mão, a não ser pra proteger sua família! Entendido?

Jeon assentiu e o mais velho sorriu.

- Obrigado por me salvar, eu estou orgulhoso de você! - Disse e Jeon sorriu.

- Valeu Hyung! - Disse e abraçou o irmão mais velho.

- Vamos acabar com isso!

O mais velho foi até o Jay e pegou um litro de gasolina. Começou a derramar na cabeça do Park e quando terminou....

- Acorda! - Yoongi deu um tapa no rosto do rapaz, que acordou com o susto.

- Vocês…

- Cala boca, que só quem fala aqui sou eu! - Pegou um estilete que provavelmente, teria usado na Sam e se aproximou do Jay.

Você sabe o que isso aqui? - O olhar do Yoongi era sinistro e Jeon observava o irmão com uma certa curiosidade e espanto também. Porém sorriu ao ver o quanto o cara que torturou sua namorada estava sofrendo, na mão do irmão e aquilo  no momento era gratificante pra ele.

- Hyung, eu quero conversar com ele também! - Jeon diz chegando perto do mais velho.

Yoongi simplismente passou o objeto cortante pro Jeon e lhe alertou.

- Só dessa vez por causa da Sam! - Disse sério  e Jeon assentiu. - Deixa que eu mato, não quero que fique com sangue de bandido em suas mãos. - Disse metaforicamente, insinuando que não queria que seu irmão caçula, fosse um assassino.

Jeon chegou próximo do Jay…

- É bom? Ficar amarrado e ser torturado? - Jeon sorriu.

- Sua namoradinha é muito gostosa, fique esperto porque eu vou arregaçar aquela vagabunda de jeito e ela sentirá o verdadeiro prazer de ser fudida por um pau de um homem de verdade! - Jay mesmo todo machucado, fazia questão de continuar com seu deboches.

- Ah é? Vamos ver se esse macho aguenta um corte bem levinho. - Jeon diz sarcástico.

- AHHHHHHHHHHHHHHHHH! - Jay gritava absurdamente alto e Jeon perfurava o estilete em sua perna com gosto, assim sujando suas mãos.

- Gostou Machão? - Diz e Yoongi observava todo o ato do mais novo.

Jay ainda insistia em ser durão, e o Jeon também insistiu em mais cortes. Porém cada corte que ele dava no corpo do Jay, ele lembrava-o do porquê de daquele sofrimento todo pra ele.

- Isso é por você se meter na vida do meu irmão. - Um corte no braço. - Isso é pela minha namorada, por ter triscado nela e torturá-la também. - Um corte no peito. - e por último mais importante… - Se levantou e sem pensar duas vezes, sacou a arma de sua cintura apontando pra cabeça dele. - Ninguém mexe com a minha família, seu desgraçado! - Deu um tiro certeiro bem na sua testa. - Jay caiu no chão morto e Jeon respirou fundo. 

Yoongi o olhou sério, porém  se aproximou e simplismente abraçou seu irmão.

- Me desculpe hyung! - Disse Jeon se acalmando e Yoongi o apertou cada vez mais no abraço.

- Eu te amo Jeon, saiba que sempre me orgulhei de você e agora eu sei que você pode cuidar da nossa família. - Eles sorriram e Jeon agradeceu.

- Obrigado por ter fé em mim Yoongi! - Disse informalmente e o mais velho sorriu, vendo o quanto seu maninho tinha crescido. Porém vendo que só agora ele pôde enxergar no cara adulto e responsável que o Jeon se tornou. 

Só lamentou em pensamento, quando viu que ele não seria mais seu caçula que pegava direto no pé dele.

- Vamos embora daqui! - Disse pegando outro litro de gasolina e como naquele lugar tinha alguns barris com alguns produtos inflamáveis, Yoongi teve uma ideia.

Saíram do terreno com Jeon fazendo um percurso com gasolina e quando chegaram na saída, acendeu um isqueiro e jogou dentro do terreno.

Entraram no carro se afastando e quando já estavam em uma boa distância, ouviram a explosão e olharam pelo retrovisor do carro.

- Assunto Encerrado! - Jeon diz e Yoongi assentiu.

- Exatamente! - Sorriam.

          UM MÊS DEPOIS

- Trás  a bolsa azul bebê Yoongi! - S/N grita e Yoongi imediatamente colocava as coisas dentro do quarto do futuro filho do casal.

Chegou dia que a S/N iria fazer a cirurgia, e ela incrivelmente estava muito calma, porém ansiosa. Yoongi por outro lado, sorria igual um besta louco pra ver seu filhote em seus braços.

Yoongi mandou equipar uma sala de cirurgia em sua casa, somente para o nascimento do filho. Ele queria que tudo fosse filmado e com toda a segurança possível de higienização. Tudo que poderia ter em uma sala cirúrgica, ele fez questão de instalar também. S/N achou aquilo um exagero mas não questionou o noivo.

Chegou a hora tão esperada por todos, Yoongi estava apreensivo e segurava na mão de sua pequena, tentando acalmá-la. Sam e os meninos estavam nervosos esperando na sala da mansão.

- Meu sobrinho vai nascer! - Jeon diz bobo e Sam a beijou.

- O próximo será o nosso! - Disse e Jeon assentiu.

- Já dei o primeiro passo, que foi te pedir em noivado! - Se gabou. - Depois é casar e ficarmos tentando todos os dias né? - Ela sorriu dando um tapinha em seu ombro.

- Fala baixo amor! - Repreendeu, depois de ele falar um pouco alto, perto dos seus amigos.

- Não adianta, nós já ouvimos!- Hoseok diz revirando os olhos e ajeitou seu terno.

Todos eles estavam arrumados, pois depois de olhar o tão esperado sobrinho, eles iriam viajar pros seus compromissos.

Depois do que aconteceu, o assunto morreu naquele mesmo dia. S/N só soube da morte do Jay pelo jornal, mas não sabe quem o matou ou explodiu o local onde acharam os corpos carbonizados. Porém desconfia de algo mas deixa pra si.  Sobre a tortura com a Sam, ela ficou abalada pelo que Jay fez com ela. Porém  ela acha que foi a polícia que resgatou a amiga. Quando viu que a amiga estava bem, agora está tudo às mil maravilhas. Sam continha suas cicatrizes, porém, com várias sessões de tratamentos de pele, todas estão sumindo.

Jeon virou o vice presidente da empresa e seus pais eram só orgulho do filho mais velho e agora do caçula que também está no cargo importante do império da família.

[…]

- Amor,  relaxa que vai ficar tudo bem! - Yoongi falava baixinho, sentado do lado dela e beijava seu nariz fazendo carinho na mesma.

- Nosso filho, meu amor! - Ela disse emocionada  e ele sorriu com os olhos lacrimejando.

- Pois é meu amor, ele está chegando! - Beijava a mão dela constantemente.

Depois de algumas horas…Um choro ecoou pela sala. Aquele choro que todos esperavam por meses e que os pais estavam doido pra conhecer. O chorinho do futuro herdeiro e novo membro da Família Min que a família toda ansiava em conhecê-lo. Ele, Min Ji Hyong, um menininho lindo de olhinhos puxados e que pesava 3,5k de pura fofura. 

Yoongi estava com os olhos marejados. Olhava pro filho com um orgulho imenso, agradeceu aos céus profundamente e em pensamento jurou proteger aquela pessoinha tão frágil e abençoada, por toda sua vida.

- Meu amor, ele é lindo! - Olhou pra S/N e a mesma já estava em lágrimas, ansiando olhar pro seu tão esperado filhote.

- Parabéns aos Papais! - A enfermeira  diz entregando o filho nos braços da mamãe.

- Oi…- S/N começa a chorar e Yoongi não conseguia segurar  a felicidade que tanto transbordava, através de seus olhos.

- Seja bem vindo, Filhão! - Diz aconchegando o rosto nas mãos igual uma criança e ainda admirava o filho.

Ficaram bobos e sorrindo muito. S/N e Yoongi enquanto conversava com o filho da forma mais fofa, ele simplismente segurou o dedo mindinho da mãe e isso só foi mais um motivo de ela cair em lágrimas novamente.

- Ele reconheceu a mamãe dele! - Yoongi sorriu bobo.

Depois de uns minutinhos a enfermeira veio buscar o bebê, pra limpá-lo e levar até o berçário.

         8 MESES DEPOIS

Estavam todos desesperados com o preparativo do casamento e S/N super preocupada, nervosa pelo grande dia.

- Amiga, eu tô com medo. E se eu cair no caminho, eu sou muito desastrada.

- Calma garota, vai dar tudo certo! - Diz Sam ajeitando o vestido da amiga, enquanto a mesma se olhava no espelho.

- É  hoje que me torno oficialmente a esposa de Min Yoongi! - S/N diz admirada e seus olhos ameaçavam lacrimejar.

- Ah não amiga, não vai borrar sua maquiagem, pelo amor de Deus. - Pegou o buquê e deu a ela. - Pronto! - Sorriu. - Você está perfeita!

- Vamos lá! - Diz a noiva que estava prestes a dar um treco na frente do imenso portão da igreja.

- Estão todos te esperando amiga, vou voltar pro meu lugar e você trate de desfilar lindamente, naquele tapete viu! - Sam se referiu ao tapete vermelho da igreja  e olhando a amiga dos pés a cabeça, ela sorriu satisfeita.

Ela respirou fundo e a musica comecou a tocar. Quando a noiva entrou na igreja, ganhou todos os olhares de admiração dos convidados. Ela estava linda e isso era o óbvio.

Min Yoongi quando viu sua noiva praticamente parecendo uma princesa, ele deixou um lindo sorriso  transbordar de seus lábios e seus olhos brilhavam de tanta felicidade que estava sentindo. Voltou a sua postura, porém enxugava os olhos constantemente. 

Por outro lado, S/N também sorriu. Quando viu a expressão do seu futuro marido, ela se emocionou. Olhou pra todos que estavam na Igreja, inclusive os pais do Yoongi que deu total apoio a eles e são loucos pelo neto.  

Falando nele, o mesmo já estava nos braços do seu tio Jeon que não parava de apertá-lo,  e como os tios e o pai, ele também estava todo produzido e carregava as alianças dos noivos em uma almofadinha branca, que antes da noiva entrar, ele carregou com o tio até o altar como feito nas tradições de casamentos.

Ela achava aquela cena mais fofa do mundo e se pudesse corria até ele pra abraçá-lo.

[……]

Depois de muitas emoções e finalmente os dois terem dito o famoso "Eu aceito!" um pro outro, S/N e Yoongi estavam mais ainda apaixonados. Em nenhum momento se separavam e a toda hora a troca de carinhos rolava entre os dois. Comemoravam com a família e amigos no salão de festa e todos brindaram a felicidade, com a mais nova geração da Familia Min.

Começou a tocar uma música romântica e claro, S/N depois de insistir muito, puxou Yoongi pro meio da pista de dança. 

- Sabe, eu achava que já te amava demais, porém nesse momento, eu tenho certeza de que eu não consigo viver sem você, Yoongi! - S/N se declarou e Yoongi ficou a fitando no fundo de seus olhos.

- Eu quero agradecer a você por me fazer o homem mais feliz do mundo e por ter me dado o nosso  pequeno herdeiro. - Ele pegou no rosto da S/N, mãe do seu filho e agora, sua esposa oficialmente e se emocionando muito lhe deu um beijo intenso.

Quando S/N percebeu lágrimas caindo de seu rosto, ela achou aquela cena linda e sorriu.

- Olha só, cadê aquele Yoongi durão que eu conheço? - Brincou e ele a apertou contra seu corpo e abraçando apertado.

- Eu te amo princesa! - Sussurrou.

- Também amo você! - Retribui a declaração.

- Desculpe interromper os pombinhos. - Diz Jungkook. - Mas essa coisa linda aqui, não para de chorar, querendo a mãe e o pai dele! - Diz entregando o JiHyong pro Yoongi e sorrindo, deixou os dois a sós novamente.

- Oi meu amor…-  Ela se aproxima do filho e no impulso Yoongi a puxou pra um abraço triplo.

O filho do nada, parou de chorar e abraçava o pescoço do pai apoiando a cabeça em seu peito. O papai super babão, sorriu derretido.

 

- Eu amo vocês! - S/N sussurrou abraçada com o filho entre os dois e ali ficaram os três agarradinhos e dançaram felizes até a música acabar.

 

 

TheEnd!

 


Notas Finais


Gostaram Amorecas? 😏
Obrigada por lerem 😘

Acompanhem minhas Obras 👇💕

(Shots Terminadas)
https://www.spiritfanfiction.com/listas/shots-terminadas-2448573

(Imagines Terminadas)
https://www.spiritfanfiction.com/listas/imagines-terminadas-2448579

(Imagines em Andamento)
https://www.spiritfanfiction.com/listas/em-andamento-2456215

(Projeto Daddy Kink - One Shots)
https://www.spiritfanfiction.com/listas/projeto-7-one-shots-daddy-kink-2732767

Indiquem o Imagine para as amigas também, ajudem a Unnie panfletando. 😍💕
Sigam meu perfil pra não perderem novidades: @sugarlandz 💕

💗💗💗💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...