História SEE ME! - YoonKook - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Min Yoongi (Suga)
Tags Bangtan Boys (BTS), Gakook, Gay, Jungkook, Sad, Shortfic, Suga, Sugakook, Yoongi, Yoonkook
Visualizações 206
Palavras 1.170
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shounen, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Parte X


SEPTUAGESIMO PRIMEIRO DIA

Jungkook: Bom dia, amor

Jungkook: Vamos passar o intervalo juntos, me espera na porta

Jungkook: Ah

Jungkook: E se você não sentar do meu lado na próxima aula, vou chamar você no grito

Jungkook: Para todo mundo ouvir que é para você ser minha dupla

Jungkook: Eu te amo

 

SEPTUAGESIMO SEGUNDO DIA

Yoongi: Você deixou outra caixa de chocolate no meu armário?

Jungkook: Sim

Jungkook: Eu sei que é o seu preferido

Yoongi: Você não devia estar gastando sua última mesada comigo

Yoongi: Você tem que guardar para poder dar um futuro para nós

Yoongi: Eu amo você, mas não quero morar debaixo da ponte

Jungkook: Então a gente vai ter um futuro juntos?

Jungkook: Eu nunca deixaria uma preciosidade como você tão exposto ao mundo

Jungkook: Quando terminarmos a faculdade, vou trazer você para morar no meu castelo

Yoongi: Nosso futuro só depende de você me reconquistar de volta

Yoongi: Você não ia ser deserdado?

Yoongi: Como vamos morar no seu castelo?

Jungkook: Eu disse que meu pai ia me deserdar, não que ele conseguiu, gatinho

Yoongi: Não estou entendendo mais nada

Yoongi: Mas obrigado pelos chocolates

Yoongi: Vou aproveitá-los muito na minha cama, sozinho, mais tarde

Jungkook: Se você quiser eu posso ficar com você

Jungkook: Yoon?

 

SEPTUAGESIMO TERCEIRO DIA

Yoongi: Uma cartinha?

Yoongi: Sério?

Jungkook: Eu sei que você gostou

Jungkook: Eu te vi chorando emocionado enquanto lia

Yoongi: Você não viu nada mentiroso

Jungkook: Não adianta negar, você está ficando corado, amor

Jungkook: Eu amo vê-lo assim

Jungkook: Me traz tantas lembranças...

Jungkook: Você está muito vermelho agora, quer que eu vá te acudir?

Yoongi: Isso é tudo culpa sua!

Yoongi: Eu te odeio

Jungkook: É só a gente ir no banheiro na hora do intervalo e resolver isso

Yoongi: Não vou com você em lugar algum

Yoongi: Eu morri para você hoje

Jungkook: Não seja dramático, gatinho

Jungkook: Gatinho?!

 

SEPTUAGESIMO QUARTO DIA

Jungkook: Por que você sempre me deixa no vácuo?

Jungkook: Isso não é nenhum pouco legal

Yoongi: Eu sei

Yoongi: Você me deixou quase duas semanas falando sozinho no começo

Jungkook: Verdade

Jungkook: Me desculpe

Yoongi: Como você sabia?

Jungkook: Hm?

Jungkook: Sobre o que?

Yoongi: Que a rosa branca é a minha flor favorita

Jungkook: Ahhh

Jungkook: Eu não sabia

Jungkook: Mas eu a vi no seu quarto

Jungkook: Enquanto você estava ocupado dormindo em meus braços

Jungkook: Então eu achei que como você tinha em seu quarto, era porque gostava

Yoongi: Quer dormir em casa amanhã?

Jungkook: Quero?

Jungkook: Você está mesmo me convidando para passar a noite com você?

Yoongi: Sim

Yoongi: Mas só dormir, Jungkook!

Jungkook: Ok rsrs'

Jungkook: Mas aposto que vai ser você o primeiro a me agarrar...

Yoongi: Até parece...

 

SEPTUAGESIMO QUINTO DIA

— Jungkook me solta! — brigou Yoongi, se afastando dele na cama e deitando no outro extremo. Jungkook logo estava atrás de si, abraçando seu corpo.

— Amor, deixa eu ficar deitadinho assim com você, uh? — pediu Jeon manhoso. Nem parecia mais aquele garoto sério que odiava contato com as pessoas na escola. — Quando seus avós chegarem, não poderei mais ficar aqui e você não vai sentir minha falta?

— Vou, mas eu ainda estou bravo com você! — retrucou, com um bico emburrado. — Meus avós vão chegar só amanhã de tarde. Eles foram no aniversário do meu priminho de seis anos e vão passar a noite na casa da minha tia.

— E por que você não foi? — questionou ele, beijando seus cabelos carinhosamente.

— Eu não fui convidado. — deu de ombros, gostando do carinho do mais velho.

— Quando tivermos nossos filhos, não vamos convidar eles também! — ditou Jungkook bravo, apertando Yoongi em seus braços. — Vai ser só nós dois, nossos poucos amigos e um bando de criançada...

— Jungkook, para de brisar, eu sou homem, não posso te dar filhos... — riu o menor, se encolhendo nos braços dele.

— Tem varias crianças para a adoção. Podemos pegar umas três...

— Você vai desistir depois que a gente pegar a primeira criança. — afirmou Yoongi, rindo do resmungo do maior.

Depois de alguns segundos em silêncio, Jungkook perguntou.

— Mas você vai mesmo querer um futuro comigo? — perguntou, sentindo o coração acelerar ansiosamente e imaginando se o outro podia ouvir.

— Se você me quiser... — disse baixinho, um pouco tímido. Amava Jeon com todas as forças e mesmo o outro dizendo tudo aquilo, não sabia dizer se era brincadeira ou não. — Você sabe que eu amo você, Kookie.

Jungkook virou ele de frente para si, beijando-o com todo o amor que conseguia transpassar.

— Faz tempo que eu não ouvia você me chamar assim... — sorriu, beijando seus lábios novamente. Yoongi sorriu entre o beijo, abraçando o corpo do maior e parando em cima do seu corpo. — Quer ser meu para sempre, gatinho? Prometo te amar por toda a vida.

— Quero e muito. — sorriu o Min mais abertamente, suspirando apaixonado e acariciando o rosto dele. — Eu prometo te amar de volta por toda a vida e cuidar de você também.

Jungkook sentou na cama, rindo baixinho e trazendo ele junto em seu colo. Abraçou seu corpo, inalando o cheiro característico dele, se sentindo – desde muito tempo – em casa.

— Não, gatinho — negou, acariciando suas costas. —, eu vou cuidar de você e ponto.

— Mas podemos cuidar um do outro...

— Mas eu quero mimar você! — cortou ele, selando seus lábios para não ter como reclamar. — E você vai deixar...

— Tá, tá... — resmungou Yoongi, fazendo um bico emburrado.

Jeon se esticou um pouco para fora da cama e alcançou a mochila que estava ali perto, pegando uma caixinha dali de dentro e a escondendo atrás de si. O menor tentou bisbilhotar, mas foi repreendido.

— Feche os olhos, eu tenho que dizer algumas coisas... — ditou Jungkook, sorrindo com os dentes de coelhinho a mostra.

O Min fechou os olhos, sorrindo ao esperar uma declaração, mas o que veio foi um beijo. Esse beijo não era só um beijo, ali tinha muito amor e carinho, junto da promessa de que ficariam juntos por toda uma vida. Eles selavam aquela promessa ao ter seus lábios grudados.

— Agora que você aceitou ser só meu, não tem mais escapatória, gatinho. — sussurrou Jungkook, com suas testas coladas e ambos de olhos fechado. — Mesmo se eu for chato, implicante ou acabar te fazendo chorar, você não pode me deixar, Yoon, nunca. Porque independente de você querer me matar ou bater muito forte, eu ainda vou amar você e você não pode me abandonar sozinho. Você agora é a minha vida, ok? — Yoongi assentiu, sentindo as lágrimas escorrerem pelo rosto, mas ainda mantendo os olhos fechados.

Jungkook sorriu, se afastando e pegando a caixinha atrás de si, abrindo-a e pegando o par de alianças, colocando a sua rapidamente e encaixando a menor nos dedos do agora namorado/noivo. O moreno abriu os olhos rapidamente, soluçando quando viu a peça delicada adornando seu dedo anelar direito.

— Agora você é meu para sempre. — murmurou Jeon, abraçando-o.

— Sim, agora eu sou seu para sempre. — concordou Yoongi, abraçando de volta e sentindo as lágrimas ainda descerem. — E você é meu...


Notas Finais


Espero que estejam gostando!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...