História Segredos, Amor e ... Felizes para Sempre??? - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kushina Uzumaki, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Comedia, Drama, Naruhina, Naruto, Nejiten, Romance, Saiino, Sasusaku
Visualizações 58
Palavras 2.360
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá bebés, como prometido hoje é sexta dia de postar mais um capitulo.
Quero agradecer aos leitores que favoritaram a fic. Agradeço de coração mesmo.
Dicionario linguístico do capitulo:
#1 - Ducado: conjunto de terras que formam o domínio de um duque.
#2 - Cleyvedon - lugar onde fica o castelo do Duque.
#3 - Eton - Escola para os homens na época.
#4 - Sagaz - dotado de sagacidade; perspicaz, fino. Que não se deixa enganar; esperto
#5 - Anfitriã - a dona da casa, que recebe os convidados para qualquer evento
#6 - Peralta - criança travessa; traquinas.

Sem mais delongas, o 2 capitulo, espero que gostem.

Capítulo 2 - Capítulo 2


“... é fato que todos já conhecem que o Duque Uchiha não se dava bem com seu pai. Mas, isso não importa, não é? Pois deixando isso de lado, temos um homem muito charmoso e interessante, vale ressaltar as apreciadoras dessa beleza que ter alguém assim ao seu lado poderá ser divino. Será que nessa temporada ele irá procurar uma esposa?...

Ah, mas qual será o motivo da desavença do Duque com o falecido pai Fugaku Uchiha?...”

 

CRÔNICAS DA SOCIEDADE DE LADY DARK

26 DE ABRIL DE 1816

 

 

Naquela tarde antes do baile...

 

Sasuke estava pensativo, melancólico, havia quase uma semana que tinha voltado a Londres. Seu pai falecera há um ano, e a seis ele não pisava em Londres. Hoje será o dia de retorno aos bailes de Londres agora como Duque Uchiha, não queria aquele nome, tinha ódio de seu pai, tinha raiva de tudo que passou!

 

... FLASH BACK ON ...

 

O Duque Fugako Uchiha casou-se pela 3º vez com a mãe de Sasuke. O Duque não tinha nenhum filho e queria um herdeiro para o seu ducado. Mas logo o casal descobriu que a mãe de Sasuke tinha o corpo frágil para a gravidez. O primeiro filho não conseguiu passar do 5º mês de gestação. O segundo filho nasceu morto. Apesar de tudo a mãe de Sasuke não desistia, disse que ia dar um herdeiro ao Duque.

Então veio a terceira gestação, a Duquesa não saia da cama, não fazia nenhum tipo de esforço para não correr o risco de perder o bebê. O Duque ordenou aos criados que fizessem de tudo para a Duquesa, e assim foi feito. Na semana do nascimento do bebê a Duquesa não estava se sentindo bem, não conseguia comer direito, passara a semana com enjoos.

Chegada a hora do nascimento do bebê foi uma alegria sem tamanho pois era um menino forte e saudável, o Duque logo pegou o filho e apresentou a todos que estavam lá para ver o grande momento. Enquanto isso a Duquesa que não parara de sangrar desde a hora do início do parto faleceu.

...

O Duque lamentou a morte da esposa e logo conseguiu uma ama para que cuidasse do recém-nascido, e foi para Londres. Ele visitava o filho de tempos em tempos, voltou para o castelo de Cleyvedon quando o filho inteirou 2 anos.

Mas havia um problema o filho ainda não falava, o que deixou o Duque frustrado, o Duque resolveu voltar para Londres e disse que buscaria o filho quando este inteirasse 4 anos. E quando Sasuke completou 4 anos o Duque voltou e ficou ainda mais furioso pois seu filho ainda não falava segundo o que a ama lhe disse. Fugako entrou furioso na sala onde estava Sasuke iria lhe bater pelo fato de que ele ainda não falava e quando chegou perto ele escutou:

- Não!

A ama ficou pálida e o Duque sorriu, o filho falava.

- O que você falou? – perguntou o Duque

- Não me b-b-b-b-b-b-b-b-b...

Agora foi a vez de o Duque ficar pálido, balançou a cabeça e perguntou novamente – você pode repetir o que você falou?

- N-N-N-N-N-N-N-N...

- Meu Pai! Ele é um idiota - falou o duque com raiva – Meu filho é um idiota. O que eu fiz para merecer isso? Meu Ducado ficará nas mãos de um débil mental – Fugako saiu bufando da sala, e já tinha um plano formado em sua cabeça, o filho jamais se apresentaria a sociedade, eles jamais descobririam o que o filho era.

Sasuke chorou muito, mas sua ama lhe ajudou, ensinou a ele tudo o que um herdeiro deveria saber. Sasuke era inteligente e aprendia rápido as matérias propostas, e então surgiu a ideia, Sasuke já se sentia mais confiante, o tempo tinha passado, agora ela tinha 12 anos, ele estava pronto para rever seu pai não gaguejava mais, conseguia se concentrar nas palavras, a língua não pesava falava pausadamente e quando parecia que queria tropeçar nas palavras ele parava  respirava e voltava a falar normalmente. Queria que seu pai se orgulhasse dele.

Sasuke convenceu sua ama a irem visitar o Duque em Londres, para que seu pai visse o rapaz que ele se tornou e que não iria envergonha-lo diante da sociedade, mas, infelizmente as coisas não saíram como Sasuke havia planejado, ele sentiu-se nervoso na presença do pai, tropeçou nas palavra, não conseguia falar direito ... ele falhou ... e seu pai pediu para que ele continuasse em Cleyvedon, para que Sasuke não voltasse mais, que não envergonhasse o seu nome. Sasuke sentiu a rejeição do pai mais uma vez, sentiu ódio, raiva do pai que nem se quer lhe deu uma chance de melhorar, de ver o progresso que ele tinha feito, ele voltou para Cleyvedon no mesmo dia.

Sasuke soube naquele momento que nunca teve um pai, mas que iria em frente iria mostrar a ele que era capaz, já não o queria como pai, não mais, queria mostrar que ele estava errado sobre Sasuke. Sasuke usou toda sua raiva para entrar para Eton, seu pai soube meses depois do acontecimento, mas não falou nada, não escreveu, apenas continuou o ignorando. Depois de Eton consequentemente Sasuke ingressou em Oxford onde conheceu Naruto, Neji e posteriormente o irmão de Naruto, Sai.

Ele era inteligente e atlético, e ficou muito famoso na escola tanto como estudioso como libertino, mas seu status estava relacionado mais aos seus modos pois, Sasuke não falava desnecessariamente, as pessoas o chamavam de arrogante, mas era assim que um futuro duque deveria ser. Ele tinha um humor sagaz e irônico nas poucas vezes que falava. Os homens buscavam a sua opinião e as mulheres caiam aos seus pés.

Quando voltou para Londres depois de Oxford seu pai tentou se aproximar, então, no dia seguinte ao fato Sasuke deixou Londres.

 

 

... FLASH BACK OFF ...

 

Sasuke estava feliz por ter voltado, por ter encontrado seus amigos. Não tinha planos de se casar, não mesmo, queria dar essa lição no seu pai, quando morresse o ducado iria para outra pessoa, não teria herdeiros, essa seria sua vingança. Não tinha o porquê de ele frequentar bailes então, mas aquele em especifico ele iria. Pelo seu amigo, mas melhor ainda pela anfitriã do baile Lady Tsunade, quem o ajudou muito durante a sua infância, ele devia isso a ela. Devia essa lealdade.

 

 

BAILE DA LADY TSUNADE SENJU

 

Sakura estava parada no canto do salão tentando se distanciar de todos, Naruto lhe informara mais cedo que Sasori voltara a pedir sua mão e agora a estava procurando. Ela então decididamente foi para o canto do salão, o lado mais escuro, onde poderia passar despercebida aos outros.

Quando Sakura estava olhando para o salão viu Sasori perguntando por ela, pensou em sair rápido dali, mas assustou se quando ouviu lhe chamarem:

- Sakura! O que faz escondida?

- Naruto! – disse colocando a mão no peito, seu irmão lhe assustara – Não sabia que viria.

- Mamãe – falou Naruto fechando a cara.

- Não precisa dizer mais nada meu caro irmão, lhe entendo perfeitamente. Ela já lhe passou a sua lista? – questionou Sakura rindo da expressão do irmão mais velho quando falou sobre a lista.

- Por que nós a amamos mesmo? - Indagou Naruto.

- Porque ela é nossa querida, amada, gentil, doce e louca mãe – ria Sakura ao dizer.

- Tem certeza? – questionou Naruto – Porque tenho quase certeza que ela está doente, uma loucura momentânea da idade... Aí – Naruto recebeu um tapa no ombro da irmã. – Até que você sabe bater Sakura.

- Com dois irmãos homens, deveria mesmo, vocês não me deixavam em paz, tive que aprender algumas coisas irmão. E sobre nossa mãe tenho certeza que a adoramos, apesar de tudo – Gesticulou Sakura – E perdoe me irmão, se não consigo lhe ajudar mas tenho a minha própria lista  de maridos em potencial, e agora ela vem trocando a minha lista a cada duas semanas, afinal ser uma mulher solteira com 23 anos é patético, mas ser um homem com a sua idade é um desafio, e se você não percebeu meu amado irmão sou uma mulher – Sakura estava descontente com a situação.

- Serio mesmo? Mulher? – falava Naruto rindo de Sakura – Sou seu irmão, não percebo essas coisas. Mas o que me diz disto aqui? Me dê sua opinião. – Naruto passou para Sakura sua lista de pretendentes.

Sakura olhou a lista com 8 nomes escritos, espantou-se – Por Deus, Naruto! Você tem certeza que quer se casar nessa temporada?

- É tão ruim assim? – Naruto não estava gostando nada daquilo.

- Tenho duas opções para você, espere mais uma semana até todas as moças já estarem em Londres ou então meu irmão espere mais um ano até a próxima temporada. – Naruto afirmou com a cabeça seguiria o conselho da irmã.

Sakura era inteligente, não era como a maioria das outras mulheres da sociedade, ela era divertida, gentil e bem-humorada, não sabia como ainda não havia encontrado um marido. Mas sabia que queria o melhor para irmã, e quando ela achasse que finalmente havia encontrado o marido para ela, aceitaria de bom grado a escolha da irmã, por isso sempre aceitara sua opinião referente as outras mulheres.

- Shion está nessa lista, ela é mesquinha e nojenta, além de parecer burra como a porta, mas tenho que admitir que é bela.

- Quem é burra como a porta? – Sakura e Naruto se espantaram não tinha visto Sai chegar – E por que estão se escondendo?

- Mamãe! – falaram em uníssono.

- Não me diga que ela lhe obrigou a vim?! – indagou Sakura.

Sai fez cara de tristeza – Ela nem me bajulou – fez bico – Ela foi direto para o lado da culpa. Me lembrou que se Naruto não casar logo quem haverá de arrumar um futuro herdeiro sou eu – disse rindo da feição de Naruto.

Sakura olhou ao redor e via as mães olhando para onde eles estavam, dois Uzumaki solteiros com ninguém mais além da irmã, era um prato cheio para as mães da sociedade, ela tinha que sair dali, se não seu plano iria por água abaixo e Sasori lhe acharia.

- E você o que faz aqui que não está com a mamãe? – Perguntou Naruto.

- Então né, gostaria de estar na presença de meus amados irmãos.

- Você deve estar bem encrencado para nos chamar de “amados” – falou Sakura dando um abraço no irmão.

- Ah, não! Jamais! Só estou fugindo das mães caçadoras de maridos, aqueles dragões cuspidores de fogo, - Naruto gargalhou, Sai continuava o mesmo menino peralta de quando era criança.

Sakura viu Sasori andando na direção deles e disse – Acho que essa é minha deixa – olhou para os irmãos que entenderam o recado – Se ele vier atrás de mim ...

- Pode deixar irmãzinha – falou Naruto entendendo e olhando para o Sai que concordou com a cabeça.

- Não se preocupe, vá – disse Sai passando a ficar na frente da irmã para que ela fugisse nem que fosse para ir ao toalete.

- Obrigado sussurrou Sakura antes de sair.

 

 

[...]

 

Sasuke resolveu entrar pelos fundos da casa de Lady Tsunade não estava afim de falar com ninguém e iria só dar um oi para o amigo e para a Lady e no máximo com meia hora iria embora, conhecia a casa por isso resolveu fazer dessa forma.

Quando Sasuke virou em um dos corredores que davam para o salão ouviu vozes que vinham que vinham de lá, estava um pouco escuro, ouviu uma voz feminina e outra masculina, pensou em dar meia volta, não queria ter que flagrar nenhum casal apaixonado, isso iria lhe trazer complicações, mas quando virou para ir embora escutou a voz feminina claramente alterada falar:

- Não!

Ele esperou mais um pouco, iria verificar se estava tudo bem com a dama, se não estava acontecendo nada mais sério. Ficou tentando escutar o desenrolar da conversa, mas não conseguia entender. Resolveu olhar, mas o que viu o deixou de queixo caído.

- Sasori você não deveria ter me seguido – falava a moça.

- Mas eu amo você. – Dizia o tal Sasori.

- Meu irmão já lhe disse que não vou me casar com você, por favor entenda – a moça falava com a voz tranquila, parecia que tudo estava sobre controle.

 - Não! Se você não se casar comigo quem irá? – Se aquilo foi um pedido de casamento certamente Sasuke o achou muito inconveniente. Sasuke tentou ver a moça, mas não conseguia ela estava encoberta pelas sombras.

- Ah Sasori! Isso não é verdade. Há jovens nesse salão que adorariam casar com você – dizia a moça.

- Não, não há! Elas não me querem assim como você também não.

Essa foi a frase para que Sasuke entendesse que estava tudo sobre controle e querer sair dali. Não queria ver um homem se humilhar. Ele deu dois passos para sair, não queria bancar o herói com ninguém, mas assim que chegou a porta mais próxima, para ir a um corredor alternativo, escutou o grito da moça.

- É, parece que terei que bancar o herói – pensou Sasuke e deu meia volta, viu o homem segurando o braço da mulher dizendo:

- Você tem que casar comigo, tem! – gritou.

- Sasori, pare!

Sasuke preparou as palavras “Acredito que a dama tenha pedido que parasse”, mas o destino realmente não queria que ele bancasse o herói, a jovem puxou o braço e acertou um soco bem forte no queixo do rapaz.

Sasori caiu desengonçado agitando os braços de forma cômica. Sasuke ficou parado observando a moça ajoelhar se.

- Ah poxa! Você está bem? Eu não queria bater tão forte?

Sasuke gargalhou alto, e a garota o olhou assustada, até então não havia percebido ninguém ali. Quando Sasuke a olhou, ficou sem ar, não a tinha visto pois ela estava oculta nas sombras, mas agora podia lhe ver bem, seus cabelos eram bem claros um tom de rosa, tinha os olhos grandes e claros, na verdade eram verdes, a boca contrastava com o rosto.

Ela não estava nenhum pouco satisfeita em vê-lo - Quem é você? – perguntou ela com a sobrancelha esquerda erguidas, algo o deixou sem folego.

 

...

 

Continua!!


Notas Finais


Obrigado por lerem, desejo todos um ótimo final de semana amores.

Até a próxima sexta se Deus permitir.

Bjus Bjus.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...