História Segredos do Passado - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Baekyeol, Chanbaek, Chanyeol, Exo, Kaibaek, Kpop
Visualizações 546
Palavras 3.154
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá queridos leitores, como vocês estão?
Sim, chegamos ao final de Segredos do Passado! ~chorando horrores~ Eu gostaria de agradecer à todos que leram a fanfic até aqui, à todos que me apoiaram e me motivaram a continuar até o fim; eu sou muito grata por todos vocês.
Eu li todos os comentários de vocês, e mesmo que não tenha respondido alguns, vocês me fizeram muito feliz <3
Leiam as notas finais, é importante, pois vou "desativar" o meu perfil do Spirit, e se vocês gostam das minhas obras, vai ser bom que leiam elas.
Vamos ao último capítulo, boa leitura!

Capítulo 30 - Você é a minha estrela (FINAL)


O dia do ano que eu mais havia esperado finalmente chegou: a formatura. Preciso confessar que eu estava esperando este dia desde os primeiros dias de aula. Não era como se eu odiasse a escola ou algo do tipo, muito longe disso, eu só queria dar o próximo passo e, tentar esquecer as coisas ruins que eu passei no pior e melhor ano da minha vida. Depois da formatura, passaria uma borracha em tudo que não valeu a pena; sentimentos, lembranças, decepções, mágoas, tudo que não valesse a pena ser lembrado, e obviamente só deixaria as coisas importantes no meu coração.

Chanyeol praticamente me convenceu a ir em um psicólogo, nem que fosse por alguns dias para eu conseguir colocar tudo para fora as coisas que aconteceram nos últimos meses; acabou que eu me senti bem mais leve depois que comecei a ir ao consultório, era bom ter alguém que você pudesse conversar sem se sentir estranho. Me sentia muito melhor, tanto que o próprio psicólogo disse que eu estava muito melhor do que quando fui pela primeira vez no seu consultório.

Levei minha roupa de formatura para me arrumar na casa do Chanyeol, pois o seu pai queria tirar uma foto nossa para colocar na sala de estar. Preciso falar que achei muito fofo? Desde que voltei a frequentar a residência dos Park’s, eu considerava o mais velho como se fosse o meu pai, especialmente por eu me sentir amado e acolhido por ele. Lembrei da vez em que Chanyeol disse que família não era só a que tínhamos de sangue; família pode ser os nossos amigos, conhecidos, pessoas que gostamos e sabemos que gostam da gente.

— Baekhyun, onde está o meu blazer? — Ouvi a voz do maior ecoar pelo quarto. Ele estava de jeans preto, camisa branca e com um sapato preto. Seus cabelos estavam desgrenhados de um jeito bonito, tanto que era impossível não prestar atenção nele. — O que foi? — Ele sorri, vindo na minha direção e deixando um selar na minha testa e passando seus braços em volta da minha cintura. Amava tudo nele; o seu cheiro, o seu abraço, a forma que seus braços encaixavam perfeitamente no meu corpo imperfeito.

— Você está bonito, muito bonito — digo, corando e sorrindo largo. — Seu blazer está em cima da cama. — Aponto para a cama e ele faz uma cara de surpreso, como se estivesse procurando há muito tempo a peça. Chanyeol era bem desligado para algumas coisas, mas eu já estava acostumado com isso.

Eu já estava pronto, só faltava esperar o grandão vestir o seu blazer. Tanto eu como ele odiávamos essas coisas formais, então nem cogitamos a ideia de colocar uma gravata, pois seria o cúmulo para nós. Optei apenas por uma camisa branca, uma calça azul escura e um sapato com alguns detalhes vermelhos para combinar com o meu cabelo; fiz uma maquiagem rápida para realçar os meus olhos e passei um pouco de perfume. Sim, eu tomei vergonha na cara e aprendi a me maquiar. Meu cabelo estava impecável, pois retoquei alguns dias antes, só por causa da formatura.

— Odeio essas coisas...

— Formais — completei. — Eu sei, também odeio. Mas vai ser apenas uma noite, e aposto que vai estar bem legal. A diretora planejou tudo com muito cuidado, e isso me deixa mais nervoso ainda, sinto que vou surtar a qualquer momento....

— Calma. — Park me interrompe, sorrindo ladino e vindo na minha direção para me abraçar novamente. Às vezes a minha ansiedade atacava quando eu menos esperava, mas felizmente eu tinha ele para me ajudar. — Vai dar tudo certo, a festa deve estar linda. Mesmo que eu odeie essas coisas formais, eu gosto de estar com você, e esta noite vai ser incrível.

— Tem razão, não tem motivo para eu me preocupar atoa. — Sorrio ladino, segurando a aba do seu blazer para aliviar um pouco da ansiedade. — Vamos descer então, seu pai deve estar esperando a gente para tirar as nossas fotos.

O maior faz um gesto positivo com a cabeça e entrelaça seus dedos nos meus, me guiando até o andar de baixo onde seu pai estava nos esperando com uma câmera fotográfica em mãos. Ao nos ver, ele arregalou os olhos e pude perceber algumas lágrimas pinicarem no canto de seus olhos, ameaçando cair. Floquinho estava do seu lado, e por um momento, parecia que ele estava olhando para nós também.

— Vocês estão tão bonitos, meus filhos. — Se permitiu deixar uma lágrima cair e veio nos dar um abraço muito apertado, quase nos esmagando. — Vou tirar umas fotos de vocês, eu preciso guardar este momento. Sua mãe ficaria tão orgulhosa, Chan.

Sr. Park tirou mais de dez fotos nossas em diferentes poses, ele parecia muito animado em ver que seu filho finalmente estava terminando o ensino médio e logo mais estaria entrando em uma boa faculdade. Tiramos fotos abraçados, nos beijando, um do lado do outro... tantas poses que eu até perdi a conta, mas estava sendo divertido. Eu estava profundamente feliz.

— Chega de fotos, pai, vamos acabar nos atrasando — Park diz com humor, arrumando seus cabelos e pegando seu celular, colocando no bolso da sua calça.

— Certo, certo. — Colocou a câmera dentro do bolso e pegou as chaves do carro, pois ele nos levaria para a escola e ficaria lá para ver o filho se formando.

Embora Park estivesse feliz de ter seu pai lá, eu sentia que ele queria que sua mãe estivesse lá para o apoiar. Acho que quando ficamos muito tempo com uma pessoa, conseguimos ver quando ela não está em seus melhores dias, mesmo que Park estivesse disposto a fazer aquela noite ser a melhor de nossas vidas. Minha mãe me mandou uma mensagem falando que iria na formatura também e que ficaria junto com o pai de Chanyeol, e isso me fez pensar que ela também poderia estar triste em ver apenas um de seus filhos se formarem; Kim continuava internada na clínica que ficava bem longe de Seul, e quando minha mãe tentou ir uma vez lá para vê-la, Kim não quis ver a própria mãe. Meu peito estava doendo em pensar nessas coisas, devia ser frustrante para ela ter uma filha louca e um ex-marido presidiário.

 

 

O ginásio da escola estava lotado e muito bem decorado. Todas as pessoas presentes estavam muito bonitas e elegantes, mas era perceptível como a maioria estava se sentindo desconfortável com aquelas roupas formais demais. Chegamos em cima da hora, mas pude dar um breve oi para os meus amigos antes de ler aquele discurso besta na frente de todos, e foi a primeira vez na minha vida que eu fui aplaudido. Me senti emocionado, pois nunca ninguém havia me notado antes. A pior parte já teria passado, e agora era a hora do tão esperado baile. A diretora havia contratado um DJ profissional que vez ou outra colocava alguma música cafona de baile de colégio, sendo vaiado algumas vezes pelos estudantes que queriam ouvir música eletrônica.

Eu estava profundamente feliz, meu rosto doía de tanto que eu sorria; meus amigos estavam todos reunidos e dançávamos como se não houvesse amanhã. Sabia que depois da escola, não iríamos nos ver todos os dias, e isso me deixava muito triste, mas esse é o ciclo da vida; uma hora precisamos crescer. Luhan e Sehun foram os únicos que iriam para a mesma faculdade que eu e Chanyeol, e só de pensar ficar longe do Jongin já me fazia sentir vontade de vomitar, mesmo que fossemos vizinhos de prédio. Sabia que iria sentir falta de estudarmos na mesma sala, de fazermos trabalhos juntos, passarmos o intervalo juntos, mas amigos de verdade são para sempre, muito além de uma escola.

— Sehunnie, dança direito, tira essa bunda da cara. — Luhan reclamava com o namorado que não estava se divertindo nem um pouco. Ele bufava, mas o chinês sempre dava um jeito de fazê-lo sorrir. Luhan era encantador e tinha um dom de deixar as pessoas alegres.

Uma música lenta começou a tocar, e era a hora dos casais se colocarem na pista para dançar. Pousei minhas mãos em cima dos ombros do grandão, que apoiou suas mãos na minha cintura, me puxando para mais perto. Jongin havia trazido Kyungsoo como seu convidado, e o menor estava orgulhoso pelo namorado estar se formando; Luhan conseguiu puxar Sehun para uma dança depois de muita insistência, pois o chinês estava esperando aquela noite tanto quanto eu.

Dançávamos conforme a música tocava, e enquanto eu fitava aqueles enormes olhos brilhantes e aquele sorriso descarado, mais eu tinha certeza que eu estava no lugar certo, com as pessoas certas e no tempo certo. As mãos de Park eram suaves, e acariciavam vez ou outra a minha cintura, pois ele sabia que conseguia fazer meus pelos se eriçarem.

— Sabe, eu estou muito feliz de estar aqui — comento, ainda encarando aqueles enormes olhos enquanto um sorriso enorme brotava no meu rosto. — Essa é a melhor formatura da minha vida.

— Mas essa é a única formatura que você já teve até hoje — Park diz em um tom brincalhão, e eu dou um tapinha de leve na sua orelha.

— Idiota, você não vale nada. — Sorrio ladino, apertando minhas mãos nos seus ombros. — Mesmo que eu tivesse mil formaturas diferentes, essa seria a melhor porque todas as pessoas que eu gosto estão aqui comigo, inclusive você, a pessoa que eu amo. Obrigado por tudo... por nunca ter desistido de mim, por ter sido compreensivo comigo desde o começo, por me fazer sorrir sempre que nossos olhos se encontram, por me amar da maneira que eu sou, e principalmente... por ter salvado a minha vida, quando eu pensei estar no fundo do poço.

— Eu nunca desistiria de você, pequeno, você é o grande amor da minha vida, e eu nunca vou cansar de te dizer isso, assim como eu nunca vou cansar de falar como eu te amo. — Park sorri, me fazendo sorrir junto. — Eu te amo muito, minha estrelinha.

— Eu também te amo, Chan — digo, passando meus braços ao redor de seu pescoço e selando nossos lábios em um beijo lento e apaixonado.

Meu coração estava muito acelerado com toda aquela situação e momento, sentia que poderia chorar de felicidade a qualquer momento, mas eu não queria chorar no meu baile de formatura. Eu sabia que estava chegando ao fim, que aqueles dias de acordar cedo para a escola estavam acabando, e isso me deixava muito triste, porém ansioso para a minha próxima fase; uma agenda de shows lotados e a faculdade de música, mas as coisas se tornam mais fáceis quando você tem pessoas do seu lado que te apoiam e gostam de você.

Depois da festa de formatura, eu e os garotos fomos para uma boate comemorar a nossa conquista. Chamamos o pessoal da banda para festejarem conosco, e sinceramente, foi uma das melhores noites da minha vida. Não bebi por conta dos meus remédios, e se eu tomasse um gole de qualquer bebida alcoólica, cortaria o efeito dos remédios, e eu não podia arriscar. Mesmo assim, não precisei de bebida para me divertir, pois todas as pessoas que eu gostava estavam ali comigo.

Foi incrível.

 

 

 

Alguns meses depois...

 

O local do show estava lotado de fãs que vieram de muito longe apenas para ouvir a nossa música, e eu me sentia muito honrado e nervoso ao ver tantas pessoas juntas no mesmo lugar. Era um sonho se realizando ter todas aquelas pessoas que gostavam da banda, seguidamente eu me emocionava quando elas cantavam junto com a gente; algumas vezes não era nem preciso cantar, pois elas cantavam tão alto que a nossa voz sumia diante delas. Todas gritavam pedindo mais uma música, mas infelizmente não tínhamos mais tempo, precisávamos cumprir com o maldito horário.

— Eu sei, eu sei que vocês querem mais uma música, então gritem para que a Sunni escute e deixe nós cantarmos mais uma — digo de modo brincalhão, com os lábios perto do microfone branco. — MAIS UMA, MAIS UMA!

Todos começaram a gritar pedindo mais uma, e obviamente a mulher ouviu e permitiu que cantássemos mais uma. Chanyeol optou por cantar um cover que ele havia feito e que os fãs gostaram tanto que apoiaram que ele cantasse. A música era Fix You, mais conhecida como a nossa música. Os fãs cantaram a música inteira conosco, e isso me fez sentir uma vontade enorme de chorar.

 

— Lights will guide you home and ignite your bones, and I will try to fix you. — Terminamos de cantar e os fãs começaram a aplaudir e a gritar muito alto, essa foi a segunda vez que eu fui aplaudido na vida, e eu sabia que seria aplaudido outras vezes.

— Antes de irmos, eu quero falar algumas coisas... especialmente para você, Byun. — Park vem na minha direção e segura a minha mão, todos começam a gritar.

— Ai meu Deus, o que você vai fazer? — pergunto no microfone, fazendo todos rirem. Chanyeol tinha essa mania de ser imprevisível.

A música Fix You do Coldplay começa a tocar no fundo, e nessa hora eu só conseguia sentir meu estômago revirando de nervosismo.

— Primeiramente eu gostaria de te agradecer por você ter sido a pessoa que mais me incentivou a ir atrás do meu sonho de ser cantor, talvez se eu não tivesse você comigo, as coisas não seriam hoje do jeito que são... Está vendo todas essas pessoas que vieram nos ver? — Aponta para os nossos fãs. — Todas elas gostam muito de você, e te admiram como pessoa e cantor. Galera, vocês não fazem ideia de como esse baixinho é importante para mim, e como eu amo ele — diz olhando para todas aquelas pessoas que por algum motivo, gostavam da gente. Meu coração já estava quase saindo para fora do meu peito, e pelo visto, Park ainda não havia terminado. — Eu nunca pensei que um dia fosse me apaixonar novamente e tão intensamente como eu me apaixonei por você, Byun. Nunca pensei que um dia fosse dormir pensando tanto em uma pessoa ao ponto de não conseguir dormir por estar pensando no que você está fazendo. — Ele limpou uma lágrima que insistiu em deslizar pelo meu rosto, e sorriu largo, dando um beijo na minha bochecha. — Eu prometo nunca te deixar sozinho, nunca deixar de falar um dia sequer como eu te amo e como você é importante para mim, prometo sempre ser compreensivo com você e te apoiar em todas as suas escolhas, prometo nunca deixar de te amar como eu te amo hoje. Nosso sentimento é muito forte, e já conseguimos vencer muitas barreiras apenas com ele, e eu sei que daqui para frente vai vencer muitas mais ainda...

— Chanyeol, onde você quer chegar? — questiono, extremamente nervoso, principalmente por ter muitas pessoas naquele local.

O maior sorri largo e se ajoelha na minha frente, fazendo todos gritarem de forma histérica, principalmente os nossos parceiros de banda. Meu coração bate mais rápido, e eu ia matar ele depois por me deixar tão nervoso assim.

— Nunca acreditei muito em finais felizes, mas depois que eu tive a honra de te conhecer na nossa antiga escola, passei a pensar de forma diferente... e sei que se eu tiver você do seu lado, não teremos só um final feliz, mas teremos um presente e futuro felizes. Todas as noites eu agradeço por ter te conhecido, Byun, você mudou a minha vida de uma forma boa, e eu sou muito sortudo por ter você do meu lado. Sei que somos muito jovens, mas os meus sentimentos por você não vão mudar com o decorrer dos anos, só vão aumentar cada vez mais... — Ele engole em seco, e meu rosto já estava todo molhado de tanto chorar. — Byun Baekhyun, você é a minha estrela mais brilhante e minha galáxia inteira, eu te amo muito, pequeno... eu quero crescer do seu lado, sabe? Construir uma família e ser tão feliz como somos agora. Nós passamos por muitas coisas juntos e separados, e quando ficamos separados, isso só aumentou a minha certeza de que eu quero passar a minha vida inteira do seu lado. — Ele sorri descarado, segurando minha mão com força. — Minha pequena estrela do sorriso mais lindo do mundo, você quer casar comigo?

Quando Chanyeol termina de falar, todos começam a gritar muito mais alto do que antes, e eu estava com as mãos na boca para esconder o quão chocado eu estava. Era possível escutar todos gritando “ACEITA, ACEITA”, e naquele momento, senti que poderia desmaiar a qualquer momento. Meu interior estava formigando, minhas pernas estavam bambas, faltava pouco para que eu caísse. As lágrimas rolavam sem dó pela minha face, tanto que minha maquiagem já devia estar toda borrada.

— C-claro que eu quero, Chan, isso é o que eu mais quero na vida — digo no microfone, antes de me jogar em seus braços e o puxar pelo colarinho da camiseta, para selar seus lábios nos meus.

Todos gritavam e aplaudiam, e meu corpo estava formigando de tanta felicidade por conta daquele pedido. Eu sabia que estava no lugar certo, no momento certo e com a pessoa certa. Aquele momento era nosso. Eu amava Park Chanyeol, e ele me amava da mesma forma e na mesma intensidade, e era só isso que eu precisava para seguir em frente. Chanyeol havia curado todas as minhas dores desde o primeiro dia em que nos conhecemos na escola, e desde então, meu sentimento por ele só vem aumentando cada vez mais. Graças a ele, meus segredos do passado agora só eram coisas do passado, pois o meu presente e futuro seriam muito melhores do que todas as coisas ruins que eu já passei.

A vida não é perfeita, todos temos nossos segredos e dores, muitas vezes iremos chorar e se perguntar o porquê de tais coisas estarem acontecendo; entretanto, as coisas são muito mais fáceis quando temos pessoas que realmente se importam conosco ao nosso lado, e Chanyeol era uma dessas pessoas, eu tinha certeza absoluta que o nosso futuro junto seria incrível, sem segredos ou mentiras. Por muito tempo eu questionei sobre tudo isso que estava acontecendo, sobre tudo que aconteceu desde o dia em que falei para a minha família que estava gostando de coleguinha meu, e as respostas nunca vinham na minha cabeça. Depois que eu conheci Park Chanyeol, ele foi a resposta para todas as minhas dúvidas e incertezas, talvez se aquelas coisas não tivessem acontecido no passado, se eu não tivesse aberto meu coração para ele, talvez meu presente não seria do jeito que era hoje. Park Chanyeol salvou minha vida, me tirou do fundo do poço quando não tinha ninguém para segurar a minha mão, me fez conhecer uma parte de mim que eu nem sabia que ainda existia: o lado do amor.

Não posso prever o meu futuro com ele, mas tenho certeza que será incrível.

E eu o amo.

Muito.

Por céus, ele é o homem da minha vida, e nunca vou cansar de falar isso.


Notas Finais


~CHORANDO EM VÁRIAS LINGUAGENS~
Desculpem pelo susto e por ter atualizado um dia antes, mas eu estava ansiosa demais para o final.
O que vocês acharam? Eu achei a coisa mais linda, tanto que não paro de chorar ):
Peço que leiam o meu jornal, pois ele será o último aqui do Spirit por um bom tempo https://spiritfanfics.com/jornais/vou-abandonar-o-spirit-9961124

Então isso é um até logo, eu amo cada um de vocês que me fizeram tão feliz e acreditaram em mim.
Podem me chamar no twitter quando quiserem @jiminfit e me procurar no Wattpad para lerem minhas novas fanfics: winngs

Um beijo no coração de todos, Wingss ><

https://www.wattpad.com/user/winngs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...