História Segredos em Aman - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias O Hobbit, O Senhor dos Anéis (The Lord of the Rings)
Personagens Aragorn, Arwen, Elrond, Galadriel, Gandalf, Gimli, Legolas, Tauriel, Thranduil
Tags Hobits, Legolas, O Senhor Dos Aneis, Thranduil
Visualizações 18
Palavras 3.977
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Agora começa realmente a batalha para Thranduil, sua esposa terá que ouvi_lo mas como? Vamos lá mais um capítulo.

Capítulo 15 - O começo da batalha pelo grande Amor


Fanfic / Fanfiction Segredos em Aman - Capítulo 15 - O começo da batalha pelo grande Amor


Saiu do banheiro apenas de sunga e com a toalha no corpo, olhou o guarda roupa ali. Colocou apenas uma camisa azul escura e a calça da mesma cor, ambas que viu que serviriam, calçou as botas achou melhor colocar um manto por cima, teria que renovar aquele guarda roupa ali, com certeza foi feito se baseando em seu corpo a um milênio atrás, e por mais que os elfos não mudassem sua forma física, ele mudou, os séculos sem sua esposa e sem sequer ter um pingo de vontade de ter outra pessoa o levou a treinos e mergulhos a exaustão até começar a fazer besteira, suspirou, agora não adiantava se arrepender, todo aquele esforço de séculos treinando e nadando,  acabou em reflexo no seu corpo.

_ Feren preciso que alguém renove esse guarda roupa. Nada aqui me serve.

_ Imagino! Vou pedir que o façam. ambos saíram ao abrir a porta quase esbarrou em um elfo com um vaso enorme com flores silvestres. A circulação era enorme ali.

_ O que significa isso??? Ele olhou os elfos descendo e subindo com diversas coisas desde utensílios de comida a objetos de decoração. Feren o olhou

_ Ahhh... lembra da festa que a Rainha disse? _ Pois é, ela não voltou atrás, pediu que fizessem todos os preparativos para daqui duas semanas. Sera "a festa"

_ Ela só pode estar maluca! Ela não vai fazer isso! Ela sabe que teremos que abrir essa festa Feren. Dançar, e ainda..

_ Ainda???

_ A uma dança com os súditos lembra_se??

_ Acho que ela não vai apreciar essa parte.

_ Nem eu. Feren o olhou franzino a sobrancelha. _ Não pense e não pergunta Feren. Ele riu

_ Ela deve ter algum plano em mente para evitar uma dessas coisas

_ Ah sim com certeza, wilwarim é mestre em inventar planos. Bufou,  Legolas era igualzinho,  governar junto a ela sempre foi algo vantajoso, ela resolvia a maioria dos problemas relacionados ao castelo e aos súditos, sentiu falta até disso quando ela se foi, era desgastante assuntos pequenos, pois ele gostava mesmo era de resolver problemas e assuntos mais difíceis, mais complicado, o que não tirava a importância dela como Rainha. Chegaram ao salão. Todos já estavam ali em volta da mesa ele a olhou! Ela realmente fazia juz a seu povo! Estava com um vestido verde claro com capuz e o manto de um verde mais escuro! ela o olhou e desviou o olhar, ele riu irônico. A altivez daquele povo era impressionante, orgulhosos  nada os fazia abaixar a cabeça, mas nao podia negar. Tinham sua razão. E ela?? ela nasceu princesa e sempre teve aquele porte de Rainha, não tinha como negar, ela nasceu para aquilo, reinar mandar e comandar, estava no sangue, Virou Rainha, sua rainha, "A Calima" como a chamava e depois os suditos também, baixar a crista dela sempre foi uma tarefa de difícil execução. Aliás quase impossível. Ela estava tão linda! Como era difícil estar no mesmo ambiente e não ppder toca_la depois de um milênio longe. Bom ele conseguiu uma vez, a colocou sobre seu comando,  embora as vezes o jogo virava e ela o colocava no bolso. Queria tudo aquilo de volta, e ia conseguir, nem que fosse a ultima coisa que fizesse.

_ Feren??? Ele.se aproximou. _ Fez o que pedi?? _ Veja por você mesmo. Thranduil olhou em volta o salão não continha um objeto sequer de decoração. Somente o quadro dela atrás do trono real _ Vocês já jantaram?

_Sim todos já o aguardam para a reunião que pediu.

_ Irei lá assim que jantar! Feren se retirou
Finrod veio ao seu encontro.

_ Aran! o saudou ele abraçou o neto e o levou junto até a mesa.

_ Demorei???

_ Nao meu filho chegamos todos agora! Disse seu pai ele se sentou e todos se sentaram. Ele olhou wilwarin ela se sentou e nem o olhou. Ele se aproximou para que só ela ouvisse.

_ Temos assuntos inacabados Mella ela o olhou. Seu olhar soltava faíscas. _E antes que me esqueça esta linda.

_ Dispenso seus elogios. não temos nada para falar, e não me chame de amor já disse. Disse ela entre dentes para ninguém também ouvir.

_ Uma hora terá que me ouvir.

_ Ouvir que você me traiu? Já ouvi portanto não preciso ouvir mais nada.

_ Você me liberou lembra? Ela fechou os olhos suspirou e o encarou furiosa.

_ Cínico... melhor nem começar ou vou sair dessa mesa e não vai ficar nada bonito para você! 

_ Para mim?? Veremos! Ele se endireitou. 

_ Me fale da festa "Alteza" achei que não mais haveria!!! Ela o olhou e deu seu melhor sorriso irônico. O fazendo rir a deixando mais furiosa.

_Eu disse que faríamos em comemoração a sua chegada "majestade" lembra_se? ele riu irônico

_ Passou pela cabeça de "vossa alteza" que eu posso não querer agora? Ela o olhou com a mesma ironia

_ Seus súditos estavam ansiosos por essa festa "majestade" não vai desaponta_los não é?? Ambos se encararam. Os quatro que estavam na mesa se entreolharam _ Atalya??? Ele a chamou sem tirar os olhos da esposa

_ Aran Nín ela se aproximou. Thranduil a olhou viu o olhar divertido da elfa que sempre foi mais que cozinheira e governanta, sempre foi uma mãe, ele se lembrava bem que Atalya adorava ver as brigas do dois. Ela sempre se divertia.por mais séria que fosse a briga.

_ Pode mandar servir! Ela o saudou saindo. Ele voltou a olhar a esposa, se aproximou o máximo para só ela ouvir.

_ Cancela a festa, ou vai ter a primeira de suas ordens em séculos revogada. Ela o fuzilou com o olhar.

_ Nao se atreveria! Ele riu irônico. _ Quer pagar para ver???


Foram servidos, mais todos na mesa ali sabiam que os dois estavam se testando, logo a briga aconteceria e não queriam estar pertos.


〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️♥️✴〰️〰️〰️〰️〰️〰️

Ao terminar ele se encaminhou para a reunião levou seu pai e Finrod juntos, e foram decididos os postos de cada um, Feren continuaria como seu conselheiro Tauriel continuaria em seu posto e Caleg se tornou o líder dos arqueiros já que o líder deles que assumiu o lugar de Caleg antigamente, nas terras do meio ficou. Um conselheiro também não veio e ele preferiu deixar somente cinco. Tinha planos para o sexto mas isso ia ficar para depois, estavam em aman mas pelo que ele viu, exércitos de elfos ainda era frequentes ali. Ele já havia ouvido história sobre uma profecia de mandos ali em Aman por isso todos os elfos ainda treinavam e muito pelo jeito. Assim que se acertaram ele saiu, Finrod saiu com seu pai, foi mostrar os salões para ele. viu Nörevendë sentada no imenso salão sozinha. Ele se aproximou.

_ O que faz sozinha aqui???

_ A rainha foi mostrar o castelo para sua mãe e eu preferi ficar aqui! Ele a olhou intrigado

_ O que há??? Ela o olhou!

_ Nada Aran eu só queria ficar um pouco só. Ele se virou falando. _ Está bem! disse fazendo menção de sair ela se levantou o chamando.

_ Aran Nín?? Ele se voltou

_ Acha que Legolas me perdoará?? Thranduil a olhou, viu em seus olhos puro medo. Ele se voltou pegou suas mãos e a fez se sentar à frente dele

Nesse momento sua mãe e wilwarin adentraram o salão mas ambos não as viram.

_ Quer a verdade ou meia verdade Nörevendë? Ela o olhou confusa!

_ Posso lhe chamar de nöre? Ela sorriu

_ Claro que sim!

_ Elrond uma vez me disse que assim que conversasse com você teria a certeza que Legolas demorou mas escolheu bem! Ela o olhou. _ Nem precisei, eu ja vi na época que você era especial só havia muito medo e receio em seus olhos. Eu não entendi sua fuga na época, mas ele me disse que você não queria nosso mal, achei que você estava se dando muita importância, mas eu sabia do poderio de sauron guardado a séculos, vi o estrago, e se não tivesse ajuda não sei se teríamos sobrevivido. Eu já sabia que sem ajuda poderíamos ser aniquilado, quando soubemos da sua partida para cá me perguntei o porque?? Qual seria a diferença de lá e aqui, para alguém que sabia como ninguém viver escondido. Ele riu.

_ Eu não conhecia essa parte da história, da gravidez que muda todo o corpo de vocês, obrigado pelo neto que me deu, ele é igual ao pai, mas creio que pela primeira vez o sangue sindar flui ali. Ele é mais razão que emoção.

_ Sim, a Rainha já havia visto isso, ela disse que ele se parecia muito com o senhor. Ele suspirou!

_ Pois é, diferente de Legolas que puxou a mãe em tudo, Olha nöre, Você só viu o lado bom de Legolas, amoroso, gentil, caloroso, amigo. Mais a um lado ruim nele, e esse lado quando ele se apresenta é ... difícil.

_ Ele não vai me perdoar então? Disse com os olhos já em lágrimas.

_ Nao! Ela abaixou a cabeça e começou a chorar. Wilwarin não gostou do que ele disse ia se aproximar mas Linya a segurou e pediu silêncio. Thranduil abraçou a nora e aquele abraço a reconfortou.

_ Nöre?? Ela o olhou. _ Sua primeira reação será revolta, raiva se sentirá traído enganado, vai sobrar até para Elrond tenha certeza, depois ficará magoado e muito, muito sentido, posso lhe dizer com convicção. Vai demorar para ele te perdoar a não ser que algo aconteça nesse meio tempo que o faça mudar o foco, aí seu perdão vira mais rápido. Mas ele vai te perdoar, só terá que ter paciência.

_ Ele vai demorar a chegar??? Thranduil suspirou

_ Eu sinceramente não sei, mas lhe garanto que saberei quando ele estiver próximo. Eu espero.

_ Como assim?? Ele.sorriu e acariciou seu rosto.

_ Tínhamos um código nas terras do meio, quando ambos saíamos ao voltar a trompa soava fora da floresta. Mas eu sempre senti a presença dele de alguma forma antes de ele a fazer soar. Acho que não vou perder isso aqui espero. Ela sorriu.

_ Só lhe peço se acaso eu não estiver aqui, não conte, não o deixe ver Finrod entendeu? Ela balançou a cabeça afirmativamente. Ela se levantou

_ Eu vou me deitar. Obrigada.

_ Fique tranquila tudo se ajeitará!

_ E pra Você?? Ele sorriu e beijou sua testa a emocionando.

_ Nao sei! Mas sei o que fazer se algo não der certo para mim.

_ O que???

_ Vá descansar Aranel(princesa), uma hora seu Cundu(principe) chegará! ela sorriu o saudou

_ Eu ouvia muito sobre vocês da floresta das trevas, o nome já causava arrepios, quando o vi entrar com seus soldados em Rivendel, a maneira que eles o olhavam, ate mesmo Alathar e Laethan que conheci antes, em uma formação de reverência de admiração, vi o olhar de Legolas brilhando ao reencontra_lo, percebi ali que as histórias foram inventadas, e talvez por vcs mesmos para que tivessem ao menos paz, ali no mundo  só de vocês, eu jamais iria me interpor e fazer aquele mundo desabar, era lindo demais ver. Ele sorriu e acariciou o rosto dela.

_ Querendo ou não nöre, agora faz parte dessa loucura toda aqui, é a princesa desse reino, se comporte como tal,  principalmente quando ele chegar, eu vi uma guerreira, portanto é assim que vai se comportar, não abaixe a cabeça para ele, lute por ele e pelo amor de vocês.

_ O farei, prometo. Ela novamente o saudou se retirou. wilwarin olhou Linya estava emocionada com a concersa

_ Vou para meu quarto também.

_ Quando vai ouvi_lo?

_ Nao tem o que ouvir senhora.

_ Nao passa pela sua cabeça o que ele quis dizer que se nao der certo ele sabe o que fazer?

_ Nao me interessa! Ela se virou e Linya a chamou.

_ Wilwarin??? Ela a olhou. _Eu o conheço não como deveria é verdade, pois ele não me permitiu ser mãe e eu não me esforcei também, mas uma coisa eu sei , e vi, desde Beleriand ele a ama e sua vida sem você de nada vale. Pensa nisso. disse se retirando. Ela olhou a sogra saindo. O que ela quis dizer com isso???

〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️♥️✴〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️

Thranduil perguntou a uma elfa se havia visto a Rainha e e ela lhe disse que a Rainha tinha se recolhido, Finrod havia lhe mostrado o quarto onde ela estava. Ele se encaminhou para la e abriu a porta do quarto entrando, ela estava na varanda, estava com um penhoar pronta para dormir,

_ O que faz aí vestida assim wilwarin??

Ela se assustou, e o olhou se virou entrando no quarto

_ Quem autorizou vc a entrar em meu quarto? Disse se aproximando

_ Desde quando preciso de ordem para entrar no quarto de minha esposa? Aliás esposa que deveria estar no nosso quarto. O que fazia lá fora vestida assim?? Disse nervoso!

_ Não sou sua esposa, não existe nosso quarto, existe o seu e o meu. E qual o problema de eu estar la fora vestida assim?? Aliás o que faz aqui??

_ Há muitos elfos essas horas circulando por aí e você vestida assim! Ela o olhou

_ Está ousando insinuar alguma coisa?? Jamais duvide da minha fidelidade a você, embora não a mereça, poderia fazer igual agora! Ele se aproximou, wilwarim se afastou. Ele jamais sequer a olhou de forma furiosa ou via em seu rosto a fúria que viu agora. Nunca o viu daquela maneira, ele demonstrava...ciúmes???, nunca o viu irado daquele jeito! Era estranho mas até que gostou do que viu.

_ Não ouse sequer cogitar essa possibilidade wilwarim.

_ Fique tranquilo, não faz parte da minha natureza, é meu esposo lhe devo fidelidade, e nenhum elfo que não seja daqui circula nessa floresta, e eles não ousariam olhar para a Rainha, sabem o Rei que eles tem, agora vá embora sai do meu quarto

_ Wilwarin volto a lhe dizer, vai cancelar essa festa ou eu mesmo a cancelo. Ela o olhou irritada.

_ Você não ousaria me desacatar perante nossos súditos.

_ Nossos? Acabou de dizer que não é minha esposa então não é a Rainha. Aliás está entrando em muitas contradições "alteza" Ele disse se virando.

_ Thranduil não ouse! Ele se voltou para ela.

_ Nao ouse??? Nao ha motivos para festa aqui, você está feliz??? Está Wilwarin? Ela apenas o encarou. Eu não estou nada feliz, Estou tentando conversar com você e você não me dá uma chance sequer.

_ Nao ha o que conversar vc me traiu

_ Você me liberou, esqueceu??? Disse ele.

_ Nao seja Cínico, seu.. seu idiota. Ele se aproximou.

__ Me de todos os adjetivos que quiser se isso lhe faz bem, mas me escute, eu tentei juro que tentei, mais foi mais forte que eu, me deixa explicar

_ Saia daqui e não ouse cancelar a festa ela vai acontecer. Eu nao quero ouvir.

_ wilwarim! Só quero ter a chance... Ele não terminou a frase. Ela jogou travesseiro nele, os quatro que havia lá, ele só os pegou.colocando de volta na cama

_ Saia, eu não quero ouvir, não quero olhar pra vc saia daqui. Os livros que ali havia ela também jogou sobre ele. Ele se aproximou rápido dela segurando ambas as mãos dela atrás do corpo. Ambos se olharam. A aproximação dos corpos os deixaram com a respiração acelerada e em chamas os olhos eram pura fogo.

_ Me.. solta! Se afasta de mim.. agora.

_ Olha para nos agora wilwarin, você me pertence, e eu a você, você me faz falta em todos os sentidos, nesse aqui então nem fale, sabe bem o quanto me deixa louco Mella!

_ Já disse para não me chamar de amor! Ele a beijou com a mão livre segurou a nuca dela e continuou o beijo ela evitou beija_lo sua boca parecia esculpida em pedra, mas ele sabia o que fazer beijou sua face. _ Me solta ou... desceu para o pescoço e ali o sugou arrancando um gemido dela,

_ Cafajeste, desgraçado isso... ela.mordeu os lábios com o movimento dos lábios dele em seu pescoço. _ É.. é jogo sujo Thranduil. Pare por favor. Ele beijou o ombro dela e ali também o sugou. Foi voltando ao pescoço e o mordeu. Ela gemeu mais alto. Ele se aproximou de sua boca.

_ Desgraçado. ela o beijou o corpo de ambos reagiu aquele jogo de sedução, ele soltou os braços dela e ela instaneamente agarrou seu pescoço com uma das mãos e a outra segurou seu rosto o beijando.

Ele sabia que não estava certo, quando se tocavam o corpo de ambos comandavam as ações e quando ele percebia estava a mercê dela, ela o comandava como ninguém, ali ela mandava, como ela dizia, era escravo dela, mas não estava certo, não era esse o conselho que teve, e ele sabia que não poderia agir daquela maneira, ele estava jogando com a razão. Sabia o que o corpo de ambos fazia com eles. Ele tinha que jogar com o coração e seu coração dizia que não era para acontecer, ela não o perdoou, ela estava apenas querendo satisfação, assim como ele. A milênios espera por aquele momento, mas não poderia acontecer ali e não daquela maneira, E no momento seguinte ela continuaria o odiando. Ele não soube como achou força e vontade, mas se afastou. Ela o olhou confusa.

_ Nao sabe o quanto me doi, o quanto me custa isso, mas você vai continuar com raiva de mim aliás mais raiva ainda se prosseguimos wilwarin. Antes de tudo precisamos conversar e você me perdoar. Ela o olhou com os olhos cheios de lágrimas

_ S.a.ia da.qui agoraaa. Ele se virou

_ Cancela a festa ou eu a cancelarei

_ Nem uma coisa nem outra, ela pegou a moringa e jogou nele. _Essa festa vai acontecer. Ele olhou irritado.

_ Vai??? E como vai abrir a festa? Porque eles esperam o rei e a Rainha abrindo a festa e felizes e não é o que está acontecendo "alteza" disse ele irônico.

_ Dane_se "majestade"! Ela respondeu na mesma ironia. O copo e tudo que estava sobre o criado de seu quarto ela lançou sobre ele. _Essa festa vai acontecer e se me desautorizar perante eles eu juro que

_ Que???

_ Acabo com você! ele riu ironico e se virou encaminhando para a porta.

_ Já está acabando comigo Mella, pode acordar qualquer hora e não me achar mais. Ele saiu batendo a porta.
Ficou do lado de fora ainda ouviu ela quebrando o que tinha lá dentro suspirou.

_ Ela está realmente furiosa! Feren se aproximou. _Tentou falar para Ela?

_ Ela não me da a chance Feren

_ E Porque essa revolta toda?

_ Mandei ela cancelar a festa ou eu cancelo!

_Fará isso?? Thranduil o olhou

_ Farei! Feren riu

_ Está rindo de que Feren?

_ Ouvia isso direto nas terras do meio nunca vi você revogar uma só ordem dela. Continuou rindo.

_ Já chega Feren ou esqueço que é meu amigo e te lembro quem é o rei aqui

_ Está bem! Disse ficando sério. _ Ela parou. Thranduil abaixou a cabeça

_ Feren?? Feren o olhou O olhar de Thranduil estáva longe e parecia agoniado. O que foi Thranduil tudo bem?? Disse preocupado.

_ Peça a Finrod para pegar Maylin e trazer o pai dela aqui. Thranduil o olhou _ Vá agora. Feren saiu já sabia o porque. Ela poderia ter uma de suas crises e as crises de wilwarin antes de Thranduil era o pai que acalmava e tanto ele como Thranduil sabiam que ele não poderia entrar agora lá ou seria pior.

Wilwarin olhou em volta, seu quarto está um caos, como sua vida agora! Colocou a mão nos lábios

__ Eu não acredito. _ Ele me teria agora se quisesse, se deitou na cama começou a chorar.

_ Eu o amo tanto... tanto, revê _lo era tudo que queria, ele esta tão diferente, tão... Eru Porque??? Ela amou cada momento daquele reencontro até seu mundo desabar com o que ele disse. abraçou os joelhos. _ Porque tá doendo assim. Eru por favor me tira essa dor! Eu Nao quero sentir mais, eu não suporto a ideia de outra mulher ter lhe dado uma filha, a filha que perdi. Porque?? Porque o senhor permitiu isso??? Porque??? Só queria entender! Não tenho o que perdoar, mas me doi demais! Olhou para fora a varanda e o Céu estrelado.

_ Preciso dele! Mas não consigo olhar para ele e ver a filha que era para ser nossa, pelos valar queria entender isso!

Chorou muito e acabou caindo no sono.

Ela olhou não acreditando, estava próxima a um abismo era noite olhou lá embaixo. A dor acabaria?? Fechou os olhos e abriu os braços.

_ Nao faça isso! Se fizer ele também morrerá. Ela se virou e quase caiu, uma mão veio em seu socorro e a puxou. Ela olhou era uma menina, era adolescente se via, seu rosto seus olhos lembrava Thranduil, mas a maneira de olhar e o sorriso eram iguais aos de Legolas quando criança. Aquele rosto lhe era familiar, mas não por parecer igual a Thranduil, ela conhecia mas de onde?? Nao se lembrava.

_ Olá! Quem é você? O que faz aqui? A menina estava toda de branco.

_ Vem me acompanha! Lhe deu a mão ela segurou a mão da menina, sentiu um calor tão gostoso parecia que a menina era extensão dela. Parecia dela. Sentiu conforto, carinho. Chegaram a um local todo gramado o céu cheio de estrelas, só se via o gramado árvores, um cenário lindo, mais a frente tinha apenas um banco ali a menina se sentou. E olhou para wilwarin.

_ Venha senta! Sua felicidade era tão contagiante que wilwarim se sentou sorrindo.

_ Me diz quem é Você?? Eu ja vi esse rosto em algum lugar mas não me lembro! que quis dizer com ele tambem morreria?

_ Sim você já viu meu rosto, mas ainda não é hora para se lembrar! E me referi a seu esposo! Se você se for agora ele parte junto. Ele te ama demais, é um amor tão lindo de ver. Uma lágrima rolou nos olhos da menina. Wilwarin a olhou confusa!

_ Como sabe?? O conhece??? A menina a olhou triste

_ Conheço vocês. E você me conhece. Um dia se lembrará. O ouça por favor ou ele vai partir.

Ela piscou e tudo ficou escuro. Wilwarin se sentou na cama assustada. Seu coração acelerado. Que sonho foi aquele? Quem era aquela garota? Ela a conhecia? Ela disse que se lembraria dela, como assim? E o que ela quis dizer com ele ia partir?  O mesmo que sua sogra insinuou.

Derepente o ar lhe faltou, sentiu uma dor no peito que era insuportavel. Não conseguia respirar. Não conseguia falar nem gritar. Não... não... aquela crise de novo não. Ouviu uma batida na porta, Agarrou o lençol. A dor aumentando e o ar faltando a porta foi aberta e seu pai entrou.

_ Wilwarin. ela o olhou em agonia. Ele se aproximou a abraçando.

_ Calma estou aqui! Calma está tudo bem! Ela grudou as costas do pai. A dor era cada vez mais insuportável.

_Está tudo bem meu amor estou aqui. Calma vai passar, vai passar, é só mais uma crise. Vai ficar tudo bem. "Não, não ia, ela sabia. Ela queria seu esposo ali, seu amor. Seu pai lhe era reconfortante, era quem aliviava essas crises antes de Thranduil, mas com Thranduil sempre foi diferente, seu corpo seus beijos era seu aconchego, seu alento, sua paz"


Notas Finais


Gostaram???? Espero que sim, até o próximo se a inspiração não falhar 😔😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...