História Segredos Gregos - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bruna Marquezine, Marina Ruy Barbosa
Personagens Bruna Marquezine, Marina Ruy Barbosa
Tags Bruna, Chupo Este Dedo, Grécia, Marina
Visualizações 1.214
Palavras 470
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, LGBT
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Depois do Jantar


Após sairmos para jantar, Marina quis que eu conhecesse a suíte em que ela estava hospedada, agora, sozinha. Eu me tremia por dentro e entre minhas pernas se formou uma cachoeira.

 

Depois daquelas árduas lembranças, minha vontade era de reviver nossos momentos no chão frio de porcelanato do Projac, mas aqui era melhor. Mais quente. Mais sensual.

 

No caminho ficamos quietas e não trocamos nenhuma palavra. Vez ou outra ela me olhava pelo canto dos olhos e sorria, parecia se divertir com aquela situação. Eu continuava assustada e ansiosa. Queria que nosso momento se perpetuasse. O que era impossível.

 

Repentinamente paramos de frente de uma porta de folha dupla. Sem parar de me olhar, Marina retirou da bolsa um cartão magnético e passou na porta. Ela se abriu, e eu me abri junto com um longo suspiro.

 

A suíte estava escura. Entrei primeiro. Ela em seguida. 

Ela fechou a porta atrás de nós e entrelaçou seus braços em minha cintura, com a cabeça no meu pescoço, aspirou meu perfume, dizendo: 

 

- nossa, eu sonhei tanto com este momento.

 

Fechei meus olhos e me deixei levar. Nada ali poderia nos impedir. Estávamos sozinhas. Apenas eu e ela, naquela suíte escura.

Virei de frente para Marina e pude ver aqueles olhos verdes queimando de desejo no escuro. Não pensei duas vezes. Apenas a beijei.

Beijei a Marina arduamente, com vontade. Mordisquei seus lábios de leve e a cada segundo eu gemia. Me contorcia de tanta vontade de estar com ela e sentia suas mãos apertando cada vez mais forte a minha cintura. 

- Bruna, acho que está na hora de você ver o tapete.

Eu sorri. 

Levamos nossos corpos até aquela King Size no centro do quarto. Nos deitamos. E a cada beijo era uma peça de roupa diferente que saia do nosso corpo.

Percorri seu corpo com meus dedos trêmulos e ansiosos. Passei minha mãos pela sua larrisinha molhada e em seguida coloquei meus dedos em minha boca suspirando de tesão ao sentir o gosto dela explodir nos meus lábios.

Continuava sendo o melhor sabor que eu poderia sentir. Nem o gozo do Neymar que era tão doce com o tanto de abacaxi que o meninoNey comia por dia, se comparava ao que a Marina me proporcionava.

Sem perceber, Marina foi me beijando lentamente, passando sua boca quente e ávida pelos meus seios, barriga, chegando por fim na minha virilha. Começou a beijar minhas coxas e de vez em quando me olhava, soltando uma risadinha sapeca. 

De repente, senti sua língua na minha larissinha e gemi alto dizendo.

- aaaaaaaaaaa ruivinha. mostra sua pérola pra mim, vai.

E ali, nos unimos mais uma vez em momento de êxtase, luxúria, prazer proibido e todas as coisas mais intensas que poderiam existir.

O que importava era aquele momento. O depois? ficava para depois.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...