História Segredos Gregos - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bruna Marquezine, Marina Ruy Barbosa
Personagens Bruna Marquezine, Marina Ruy Barbosa
Tags Bruna, Chupo Este Dedo, Grécia, Marina
Visualizações 404
Palavras 478
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, LGBT
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - O Beijo


Enquanto nós amávamos naquela suíte, em minha cabeça se passavam vários momentos que eu tive com a Marina. Inclusive um em específico enquanto gravavamos uma novela em que eu, arduamente, fiz um papel de vilã.

Vê-la vestida com aquela roupa de plebéia apenas acendia o fogo que existia em mim e a cada gravação de cenas juntas era difícil me manter concentrada no roteiro. Muitas vezes eu pensava no Neymar para baixar o fogo que existia em mim.

Marina sugou minha larissinha com tanta vontade que achei que fosse arrancar fora do meu corpo. Depois, subiu lentamente e me beijou. Foi uma explosão de sabores em minha boca e meu corpo se remexeu todo. Agora era a minha vez de fazer valer aquela viagem.

- Vou te mostrar que não mudei nada. Continuo da mesma forma.

Marina sorriu e replicou:

- Cai de boca no meu bucetao

É assim o fiz. Fui beijando lentamente cada parte exposta do corpo da Marina. Seus seios com seus mamilos rosados, passando pela sua barriga chapada com aquele tom de pele bronzeado, chegando por fim na sua virilha. 

Me deletei com a imagem que tive a seguir. Os pelos...

Comecei a lamber a chupar a Marina com tanta vontade que estava quase entrando em desespero. Cada vez que olhava para cima a via de contorcendo e segurando aqueles gemidos maravilhosos que ela adorava soltar em meu ouvido. De repente:

- Fode essa buceta, Bruna! 

Meti seguidamente meus dedos nela até me faltar forças. Cada socada era um espasmo e gemido diferente. 

Repentinamente, Marina se vira de costas para mim e fica de quatro. Eu não estava acreditando no que estava por acontecer. Ainda de quatro, ela disse:

- Faça o que você quiser, afinal estamos na Grécia e nada vai passar daqui.

Eu levantei e beijei suas costas. Passando minhas unhas pela curvatura que fazia a posição em que ela estava. Ajoelhada, acaricieisua bunda e fui lentamente até o seu cu, fazendo carinho e estimulando a área. 

- Tem certeza do que você quer? 

- Nunca estive mais certa em toda a minha vida, Bruna. Faça comigo o que o xandy nunca foi capaz de fazer.

Assenti e continuei 

Voltei a beija-la sem parar um instante. Cada beijo, Marina se abria mais para mim. Cada vez que eu acariciava seu corpo e sua bunda, Marina gemia de tanto prazer. Estava na hora.

Beijei sua nádega esquerda. Beija sua nádega direita e, finamente, fiz o que sempre tive vontade. Dei uma longa lambida no furico da Marina.

Estava limpo, bem lavado e tinha sabor de sabonete de framboesa. Continuei fazendo isso, enquanto metia meus dedos nela até ela chegar no clímax e tombar na cama com orgasmos.

A sensação que eu tive quando eu olhei para ela nesse estado é que seria capaz de ter essa visão para o resto dos meus dias. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...