História Segredos machucam - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Plagg, Tikki
Visualizações 94
Palavras 1.357
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Capitulo3


Lady: Você vai mesmo deixar Paris ser totalmente destruída? 

Adrien: Existe inúmeras pessoas em Paris e só você escolher uma. -O loiro se afastou da joaninhas e suspirou. -E melhor eu ir tenho que ligar para a Marinette para ver se ela esta bem.

Lady: Chatnoir, por favor eu preciso de você.

Adrien: E quando eu precisei de você Ladybug? Você guardou segredos de mim e não só sobre sua identidade.

Lady: Eu fiz para te proteger.

Adrien: Eu aceito isso, mais eu cansei de sofrer por você, você não sabe o quão ruim e sofrer por amor.

Lady: E obvio que eu sei, eu te disse naquele vez que o Glaciator nos atacou, eu te disse que havia outro menino.

Adrien: E eu me lembro espero que vocês dois sejam felizes....

Lady: É VOCÊ! 

Adrien: O que? -Adrien permaneceu parado enquanto via Ladybug cair em prantos. 

Lady: Eu só não aceitei o amor do Chat porque eu estava apaixonado por você.

Adrien: Esta mentindo para tentar me fazer voltar a ativa?

Lady: Adrien eu...

De repente um barulho alto fez com que Ladybug se assustasse a joaninha procurou pelo causador do barulho alto e a encontrou, no céu estava um menina de cabelos e olhos brancos ela parecia normal o único detalhe era que além de voar ela lançava furacões com a mão Ladybug logo entrou em ação a mestiça lançou seu ioió na menina e a pegou pelo pé rapidamente Ladybug puxou seu ioió com força fazendo a menina cair no chão a mestiça encarou Adrien por alguns minutos o loiro abaixou a cabeça e pode ver a caixa preta contendo o anel do Chatnoir rapidamente o Agreste encarou a joaninha e ficou observando Ladybug correr e lançar seu ioió em uma casa longe dali, a mestiça já ia pular quando olhou pela ultima vez para Adrien. 

Lady: Eu me apaixonei por você no primeiro dia de aula, admito que não gostei de ver você tentando tirar aquele chiclete da minha mesa.

Adrien: Chiclete?

Lady: Eu realmente achei que você estava colocando ele ela. -A joaninha olhou para o céu nublado e suspirou. -Acho que eu nunca te agradeci, né Adrien? 

Adrien: Pelo que?

Lady: Por me emprestar o seu guarda chuvas, graças a você eu não fiquei toda ensopada então Obrigado Adrien, eu te amo. 

A mestiça deu um pulo alto deixando Adrien para trás o loiro ficou parado repetindo o nome tão aguardado verdadeiro nome de sua amada "Marinette" a doce e desajeitada Marinette, Adrien riu em meio as lagrimas realmente ele estava feliz finalmente ouviu da boca de sua amada as três palavras que ele mais aguardava, Eu te amo, a brisa leve fez com que Adrien mordesse os lábios em meio ao seu lindo sorriso, porém a leve brisa era um furacão que a akumatizada lançava em direção ao loiro, com a mão direita levantada para cima a akumatizada a girava rápido e quanto mais ela girava mais dava para ver o tornado se formando e quando ele estava finalmente pronto a akumatizada desacelerou e antes de lança-lo ela parou e piscou, a akumatizada lançou o tornado que veio em direção a Adrien e a algumas pessoas que corriam desesperadas.

Lady: ADRIEN!

O loiro pegou a caixa preta e a segurou com toda a suas forças o tornado finalmente havia o alcançado Adrien acabou sendo pego e Ladybug não havia conseguido lhe salvar e na cabeça da mestiça a unica culpada era ela mesmo Ladybug rapidamente tentou tirar Adrien daquele lugar, porém o tornado era rápido demais e para piorar a akumatizada que se denominava Storm impediu a aproximação de Ladybug a única coisa que a Cheng podia fazer era gritar o nome do seu amado enquanto via o tornado se afastar.

Storm: Me entregue o seu Miraculous.

Lady: N-Não olha eu sei que nós duas podemos chegar a um acordo, você foi vitima de um akuma mais esta tudo bem agora.

Storm: Tudo bem? Eu deveria ter aquele papel eu deveria ser a tempestade eu me dediquei tanto a isso.

Lady: Machucar as pessoas não e o que a tempestade faria. 

Storm: CALADA! 

Lady: Storm me escuta. -A joaninha distraia a vilã enquanto tentava ver algum ponto fraco. -Droga o Chat seria de grande ajuda agora.

A akumatizada levantou seu braço novamente ela começou a gira-lo em direção a Ladybug foi naquele exato momento que Ladybug percebeu que a akumatizada só usava um braço e que o outro se matinha fechado o tempo inteiro, de repente a akumatizada parou de fazer os movimentos e quando ia lançar seu tornado um bastão a acertou bem no braço fazendo a mesma se desconcentrar e cair no chão de dor Ladybug reconheceu aquele bastão a mestiça começou a procurar pelo autor da queda de Storm e finalmente o encontrou encima da torre Eiffel realmente Chatnoir estava longe, mais isso não impediu Ladybug de sair correndo ou melhor pulando de telhado em telhado até o encontro de seu amado, Chatnoir ao ver Ladybug correndo em sua direção sorriu docemente o Noir ficou de quatro como um gato e começou a correr e a saltar de casa em casa.

Lady: Chatnoir. -Ladybug chorava enquanto via seu parceiro correr com um sorriso no rosto.

Chat: Bugboo. 

Chat se levantou e correu o mais rápido que conseguia e finalmente depois de correrem tanto ambos estavam próximos a joaninha em momento algum parou de correr ela só parou depois de sentir o abraço forte e aconchegante de Chat que foi pego de surpresa por Ladybug ambos ficaram em silencio apenas as pessoas que Chat salvou do furação diziam "Anw" Storm aproveitou a distração dos heróis e levantou sua mão indicando que iria atacar a akumatizada ficou imóvel enquanto as nuvens iam se tornando pretas e de repente um raio rosa cruzou o céu e caiu em direção a Ladybug e Chatnoir, porém o Noir foi mais rápido e com um movimento de seu bastão ele tirou Ladybug dali ambos foram para outra casa.

Chat: Vamos My lady? -Chat estendeu suas mão para Ladybug fazendo a mesma sorrir.

Lady: Vamos Chat.

Ladybug segurou na mão de seu parceiro com toda força que tinha ambos encararam a akumatizada e sorriram Chat saiu correndo e pulou junto de sua joaninha, Ladybug segurou com força o seu parceiro enquanto ele os levava direto a vilã.

Chat: Ai fica calma.

Storm: NÃO ME MANDE FICAR CALMA!

Chat: Então bugboo espero que você tenha um plano.

Lady: Lucky Charm! - Ladybug lançou seu ioió para cima fazendo aparecer um perfume. -O que eu vou fazer com isso?

Chat: Olha pelo lado bom nós iremos ser derrotados mais ao menos estaremos cheirosos.

Lady: Cheiro? 

Storm: Eu vou destruir vocês. 

Chat: Qual o plano?

Lady: Certo gatinho, atacar. -A joaninha apontou para Storm fazendo Chat arregalar os olhos. 

Chat: Lá vou eu.

Chat avançou na direção da akumatizada o Noir usou o seu Cataclismo e faz alguns tijolos que havia em uma das casas caírem sobre Storm porém a akumatizada os segurou com um tornado enquanto isso Ladybug se preparava para atacar e quando viu que Storm estava ocupada fazendo outro tornado rapidamente a mestiça se aproximou e lançou o perfume bem no rosto da menina fazendo a mesma começar a espirrar e perder a concentração rapidamente os tijolos cairão na cabeça da Storm fazendo uma foto da garota como tempestade cair de sua outra mão, rapidamente Ladybug pegou a foto a rasgou e deixou o akuma sair.

Lady: Não acredito que você fez outra vitima akuma, HORA DE ANIQUILAR A MALDADE! -A mestiça prendeu a borboleta em seu ioió e o purificou. -Te peguei, ate mais borboletinha. -Ladybug pegou o perfume e o lançou o mais alto que conseguiu. -MIRACULOUS LADYBUG! 

Graças a Ladybug e Chatnoir Paris foi totalmente restabelecida e pela primeira vez a akumatizada era uma completa estranha Ladybug se aproximou da mulher ao ver que ela estava caída no chão confusa a joaninha lhe explicou o necessário fazendo a mulher implorar por perdão.

Lady: E melhor nós irmos.

Chat: Ladybug.

Lady: Te vejo na torre Eiffel as oito?

Chat: Eu estarei lá.                 

                                                                        


Notas Finais


Espero que estava bom


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...