1. Spirit Fanfics >
  2. Segredos na Estrada. >
  3. Você é tão maduro Dean!

História Segredos na Estrada. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oii guys, essa fic tava perdida aki nas minha notas e resolvi terminá-la pra vcs. Espero que gostem, bjs e boa leitura!

Capítulo 1 - Você é tão maduro Dean!


Fanfic / Fanfiction Segredos na Estrada. - Capítulo 1 - Você é tão maduro Dean!

 

 


Na estrada indo para algum hotel, Dean e Sam resolveram parar no meio do nada para descansar, já que chovia muito e o hotel estava muito distante ainda.
Dean então desliga o carro e se deita nos bancos da frente. Sam passa para os bancos traseiros do impala.
- Vou pegar a cerveja, não vou passar a noite inteira sem tomar uma - falou Dean já abrindo a porta.
- Dean, você vai se incharcar! Você não consegue nem por uma noite? - respondeu Sam.
- Não,  não consigo - falou Dean já saindo debaixo da enchurrada.
Dean conseguiu pegar as cervejas, mas como Sam havia dito, ele voltou ensopado.
Acabou tirando a roupa e ficando apenas de cueca box dentro do carro para não ensopar tudo com a roupa escorrendo água.  Sam tira um cobertor de dentro da mochila, já que sempre andava preparado para tudo.
- Aqui, pega. Está fazendo frio. - disse Sam.
- o que foi Sammy? Não consegue me ver assim?
-  Você é tão maduro Dean.
Embora tivesse sido da boca para fora que Dean tivesse dito aquilo, Sam realmente estava incomodado de estar com o irmão apenas de cueca, já que seus sentimentos por Dean passavam de sentimentos de irmão. Só de ver Dean daquela forma, o pequeno de Sam (que não era nada pequeno) já se animava por debaixo de sua calça jeans. Dean era sua paixão proibida, o cara que sempre iria ter o seu coração em suas mãos.

- Você não vai tomar cerveja, a menos que faça uma coisa Sam - disse Dean brincando com o moreno.
- O quê? Qual é Dean, deixa de ser pervertido e me dá logo isso!
- Nãaao. Você me deixou ir lá fora sozinho e ficar ensopado. Você não toma, a menos que vá lá fora pegar os cobertores restantes.
- Dean você foi porque quis! Eu avisei, agora me dá logo essa cerveja..

Sam falou esticando o braço pra tomar a cerveja de seu irmão, sem sucesso.
Sam se levanta e vai a luta pela sua cerveja, mas mesmo sendo maior, Dean é mais esperto conseguindo driblar a cerveja das mãos do seu irmãozinho caçula.
 Sam já quase sem paciência tenta agarrar a cerveja mais uma vez e quando estava prestes a conseguir, acaba caindo por cima de Dean. Ele não percebeu antes, mas Dean estava com seu membro tão duro que mesmo se estivesse com roupas, daria pra senti-lo. 
Dean do nada acaba fazendo algo que seu irmão não esperava. Com os olhos verdes brilhando em direção a Sam, Dean agarra Sam, segurando seu rosto e o beija como se sua vida dependesse daquilo.
O moreno fica surpreso e tenta se soltar de Dean, mas sem perder tempo, Dean segura os braços do moreno com força e Sam já não aguentando o desejo, retribui o beijo com voracidade.
Dean acaba soltando um pequeno gemido, que nos ouvidos do maior, era a coisa mais sexy de se ouvir.
Mas Sammy voltando ao seu sentido, tenta levantar mais uma vez e acaba se soltando dos braços de Dean.
- Dean, o que foi isso? - falou ofegante e assustado.
- Na verdade, era exatamente o que eu queria fazer há muito tempo, e a oportunidade apareceu - respondeu Dean com um sorriso tentador.
- Como assim há muito tempo? - perguntou Sam confuso. 
- Sammy, eu não vou mais negar o que sinto, eu realmente não aguento mais esconder. Eu sei o que você sente e eu também sinto, então porquê negar, o que me diz?
Sam ficou sem reação com a fala do loiro, como assim ele sabia? Mas o seu desejo era de ter isso há muito tempo, então agarrou Dean de volta se prendendo em seus braços.
O beijo ficava mais afoito e desesperado.
Sam se coloca sentado no colo de Dean, o loiro retira o cinto e abre a calça jeans de Sam a baixando e levando sua mão as nádegas do moreno apertado-a com força. Sam passa a eriçar seus membros excitando-os mais ainda.
 
O moreno não aguenta e retira sua roupa por completo fazendo Dean babar com a visão, os músculos bem definidos e seu pau grande e riste para cima era bem proporcional ao tamanho gigante do seu corpo.
Sammy volta a sentar no colo do loiro beijando sua boca. Dean coloca um dos dedos entre o beijo molhado de ambos e após isso, passa a introduzir o dedo bobo no orifício do moreno fazendo ele gemer.
-Aahh.. Dee..isso é bom..
-Tá gostoso maninho?
-hunrrum tá sim..
 -Geme pro seu maninho Sammy.. que delícia..
-Aahh..Dean me come logo vai...
-Calma Sammyboy não quero te machucar, deixa eu continuar com meu dedinho aqui meu garotão..q pau mais gostoso. 
-Dean.. não aguento mais esperar..
Sam não esperando mais, posicionou o pau do loiro em seu buraquinho e penetrou devagar soltando um gemido arrastado de dor e prazer ao mesmo tempo, mas o prazer naquele canto era tão novo e tão gostoso que pouco se importou com a dor.
Foi encaixando o pau do loiro devagar chegando até a aste de Dean sentindo suas bolas o tocarem.
Enquanto isso trocavam beijos loucos.
-Aahh.. Sammy, que apertado, tá me deixando maluco..
-Vai Dean, eu esperei muito por isso, me fode meu loiro.
-Sammy...que delícia seu cuzinho, se soubesse que era tão gostoso tinha te fodido antes... Ahh.. caramba..
Dean começou a penetrar sammy com rapidez num vai e vem ritmado, seus corpos batiam e o som era excitante da velha baby rangendo com o movimento dos dois, enquanto uma tempestade de chuva caía sobre o carro do lado de fora. 
Dean não largava a bunda de Sam tão carnuda e firme, enquanto Sam mordia seu pescoço gemendo manhoso com Dean acertando seu ponto doce o levando as estrelas de tanto prazer. Dean passou a masturba-lo com o mesmo ritmo das estocadas.
-Deee.. vou gozar.. 
-Vem maninho, goza pra mim..vem comigo..
Após isso ambos chegaram ao ápice juntos gemendo alto com Sam jorrando jatos de seu leite no abdômen de ambos.
Dean pegou um pouco em seu dedo e chupou.

-Delícia maninho..

Ambos ficaram abraçados por um tempo deixando seus corpos se acalmarem. Dean dedilhava no cabelo de Sam.
Não acredita que finalmente tinha Sam apenas pra si.
Sam saiu de seu colo e foi para o banco de trás.
-Ae... vai pra onde Sam?
Sam começou a rir pois a voz do loiro tinha um certo medo..
-Dean eu só vou pegar outro cobertor aqui na mochila..
-hmm.. quantos cobertores cabem aí dentro? 
-O bastante pra te cobrir seu chato..
Sam voltou para o banco da frente e se aninhou com Dean.
Ainda estavam nus, mas calor ali era o que não faltava.
-Dean... Quando descobriu?
-O que?
-Você sabe...
-Descobri quando vi você bater uma no banheiro do hotel chamando meu nome.. que delícia heim maninho...- falou Dean mordendo os lábios.
Sam fica vermelho com a descoberta..
-Qual é Sam, você não é o único, também já bati uma pra você... - falou com voz de safado.
-Você só pensa nisso Dean?
-Não.. também penso em você meu moreno marrento e chato.
Falou Dean puxando-o para mais um beijo.




Fim.
 


Notas Finais


Bjs e até a próxima fic!! :-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...