História Segredos Ocultos - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Cailin Russo, Histórias Originais, Justin Bieber
Personagens Cailin Russo, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Drama, Passado, Revelaçoes, Romance
Visualizações 6
Palavras 404
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Prólogo


Foi tudo um jogo? Eu mal podia acreditar que no que mais acreditei me trairia tão duramente como agora, e eu se quer estava preparada. Eu creio que nunca serei preparada para nada, a voz me chamava e eu só precisava estar fora dali. Em meio a chuva e ao escuro, me encontrava e apenas queria esquecer do dia de hoje e de toda minha vida.

Sem olhar apenas correndo, uma luz me acerta e daqui tudo fica escuro como a noite. Eu sinto dor mas não posso me mover, eu ouço vozes mas não posso ver. Eu apenas estou em um limbo entre paraíso e inferno. 

Em um dia nublado acordo com faces olhando para mim, e não sei por onde caminho, apenas me sinto em paz e distante do mal de algum tempo. Ao abrir minha boca não ouço um A e das faces vejo apenas sorrisos e suas bocas, mas se quer ouço um A. Acho que Joker Day aconteceu e estou presa em um mundo doentio imaginário. Enquanto o real é como tocar no céu, um sonho para que possamos crer em um dia melhor.

Em um dia cinza as cinzas são o meu guia, por aqui tudo está queimado e choro é apenas o som que ouço. Talvez a morte se pareça com isso, ou então o inferno. Meu corpo carrega dor e sangue, angústia e raiva. E estou sendo alimentada pela a minha própria carne, e enfraquecida por cada gesto gentil.

Me encontro sem alma e devastada. E a procura de um salvador, e se o próximo rosto que eu ver for a obra do Senhor peço para que me leve até ele e assim tenha paz. Ou que pelo menos me leve para caminhar no céu, e em um sopro me mande em uma chama ao inferno. Mas que daqui eu saia e viva quem sou e o ser que devo ser.

Vejo outras faces mas onde meu corpo se encontra com vida e com lágrimas e toque reais. Eu estou perdida mas feliz, acho que sei onde esteve minha força e que estava presa na minha falta de fé. Eu vejo você e só quero lhe ver, é o que dizia enquanto olhava para um rosto e sentia seus cabelos, e amava cada batida de um coração que me pertencia e era a minha moradia. Acho que estamos nessa, e agora será nossa vez de jogar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...