1. Spirit Fanfics >
  2. Segunda Chance - RomanceYaoi Gay >
  3. Um sentimento diferente

História Segunda Chance - RomanceYaoi Gay - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Regressamos com um novo capitulo
Esperemos que gostem
Boa leitura

Capítulo 3 - Um sentimento diferente


Fanfic / Fanfiction Segunda Chance - RomanceYaoi Gay - Capítulo 3 - Um sentimento diferente

Até conseguir dormir foi difícil  eu só conseguia pensar nele. Mas não  podia ele estava a me ajudar e isto não  iria se tornar uma linda e perfeita história  de amor , pois e a vida real e na vida real isso não  aconteceu.  No dia seguinte  tinha de ir a faculdade infeliz pois tinha medo de la chegar muito provavelmente eu era noticia por ter me tentado me matar.  Robert me leva até lá , e ao entrar naquele  espaço desejava ser invisível.  Agora todos me conheciam o miúdo que tentou se suicidar se atirando da ponte , afinal isso deu nas noticias. Vou para  a sala de aula quando sou abordado por Miles, Rita e Jack 

Jack- olha só o nosso famosinho amigo está de volta as aulas 

Rita- sentimos a tua falta sabias 

Miles- nós temos muito que  compensar pela tua falta - ele me olha maliciosamente - vamos agora começar  

Jack- arrebenta ele - Miles me puxa mas para quando Lia aparece  me chamando 

Lia- Will ! - ela vem até mim - oque está acontecendo 

Rita- e quem és tu 

Lia- Lia amiga do Will e vocês 

Miles- eu sou o namorado dele , e ele nunca me falou de ti - Lia olha surpresa mas parecia não  acreditar , mas para minha sorte sou salvo pela aula 

Will- tenho de ir para  a aula - me solto e corro para a minha sala e vou me sentar no meu lugar . Saindo daquela estranha situação  para  voltar a ser o centro de fofocas na sala . Aqueles  que  nem sequer  sabiam da minha existência  agora me conheciam e me olhavam com pena se perguntando  se eu sofro muito para ter chegado aquele ponto. Quando  as aulas terminaram eu temia que  Miles me perseguisse para tirar satisfações ou exigir algo de mim. Saio da sala e felizmente  não  era o Miles que  me esperava mas sim Lia 

Lia- advinha quem vai te levar a casa - eu sorrio forçadamente e ela sorri e me atira um capacete , a sigo e reparo que ela vinha de mota , ela põe  o capacete  e sobe para mota - anda e segura-te bem - eu estava com um pouco de receio nas ao notar que Miles estava a minha procura com os amigos ponho o capacete e salto para a moto e seguro-me com força - pronto 

Will- sim - ela arranca e vamos bem rápido e me sinto alivido por ter escapado por hoje de Miles . Ela andava bem de mota e bastante rápido , estava com um pouco de medo pois era cada curva que ela fazia , e cada ultrapassagem que parecia que iamos morrer . Mas chegámos ao restaurante  rápido  e sem um  arranhão sequer . 

Lia- chegámos 

Will- que bom - noto na porta que eles  precisavam de um garçõn 

Lia- queres te candidatar , acho que era uma boa ideia 

Will- sim 

Lia- vamos falar com o chefe- entramos  juntos e o chefe estava comendo  no  refeitório  , mas o mesmo  se levanta para ir lavar sua loiça e eu apenas me lembro de ontem , mas logo  apago  da cabeça mas não  deixo de admirar sua incrível beleza- Chefe- o mesmo vêm  até nós sorrindo 

Robert- boa tarde, muito bem Lia vejo que o trouxeste são  e salvo sem nenhum arranhão estou surpreso 

Lia- não  seja assim nós cremos  lhe falar sobre outra coisa 

Robert- oque?

Will- o trabalho eu gostaria de me candidatar 

Robert- isso seria bom , vives logo aqui em cima, és simpática e muito bonito , tens experiências 

Will- um pouco durante a época  da escola fazia part time em um restaurante  aos fins de semana 

Robert- muito bem então  o trabalho é teu começas hohe Lia tu estas responsável por ele - ele se vai embora e Lia sorri 

Lia- vamos  trabalhar juntos - ela fala com um grande sorrido - ela me leva até Justin um homem com uns 40 e tal anos negro e carreca um pouco forte  que era o chefe dos garçons ele me recebeu muito bem e me deu a farda e a chave do cacifo ao lado do da Lia . Vou me trocar e depois guardo minhas coisas . Sigo e Lia me vai explicando as coisas  e logo começo  a experimentar com clientes. Na hora de jantar, jantamod juntos e ela explica que trabalha-se muito em duplas  e nós  seriamos uma - posso te perguntar una coisa mas não  és obrigado a responder 

Will- força- eu já práticamente  sabia o que ela iria me perguntar mas ainda nem sabia responder 

Lia- tu realmente  namoras esse tal de Miles- fico surpreso  pois pensava que ela iria me perguntar  o porquê  de eu ter tentado me suicidar - podes não  respondeu  se quiseres e só que fiquei curiosa pois ele não parecia ser muito carinhoso 

Will- e não  é , mas acho que se pode dizer que namoramos sim ou que temos um relacionamento talvez isso seja melhor 

Lia- asserio!, Miles é tão  bruto com as pessoas  o representante  do seu ano fala que ele é um irresponsável e muito confusento

Will- e é 

Lia- então  porque  namoram  não  me digas que gostas de maus rapazes 

Will- é um pouco complicado 

Lia- estou pronta a ouvir 

Will- ser gay a onde eu vivia era complicado ninguém  sabia e vivia com medo de alguém  descobrir, quando cá cheguei me sentia  mais livre e acreditava que seria melhor mas não continuava com medo e receio de alguém  descobrir , mas ai ele apaeceu com os seus amigos , Miles topou logo minha sexualidade  e na primeira oportunidade se aproveitou  no inicio ele cria apenas que eu o mamasse e me ensinou como o agradar mas depois ele quiz mais e com sua lingua venenosa me convenceu e depois declarou que eu era dele , de primeira  iarecia bom mas depois percebi que eu me tinha tornado  seu brinquedo  sexual ele me tratava mal a toda hora tanto a frente das pessoas  e pior em escondido

Lia- e porquê  não  acabas com isso , é claramente um relacionamento  tóxico. 

Will- tentei mas não  consegui , tentei muitas vezes até 

Lia- foi por culpa dele que  tentaste te matar .

Will- não  , bem foi muito mais coisas 

Lia- ok , queres  ajuda a te livrar dele - não  sabia o porquê  dela ser tão simpática  para mim mas pela primeira vez parecia que eu tinha una amiga .

Will- porquê  és tão  simpática  para mim 

Lia- porquê  somos amigos - ela sorri - terminamos o jantar e voltamos a trabalhar. Estava feliz com o trabalho e acho que era percéptivel pois até o Robert notou 

Robert- vejo que estás feliz com o trabalho ainda bem 

Will- sim obrigado 

Robert- não  precisas agradecer só de ver o teu lindo sorriso ja ganhei o dia - fico corado não  sabia o que dizer , Robert despertava em mim algo diferente  um sentimento totalmente novo 


Notas Finais


esperámos que tenham gostado se gostaram adcionem aos favoritos e comentem o que acharam pois isso nos motiva em continuar a escrever esta história .
Beijos da Sojung&Mariana e até breve


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...