História Segunda Chance - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki
Tags Chance, Hinata, Naruto, Romance, Vingança, Volta Ao Tempo
Visualizações 49
Palavras 552
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá a todos, se você chegou aqui é porque de alguma forma a sinopse conseguiu fazer você se interessar pela história, de primeira quero lhe agradecer por me dar essa chance, a muito tempo não escrevo uma fanfic com tanta paixão, é muito bom quando escrevemos algo e pensamos, "quero ler isso", espero que você tenha o mesmo pensamento.

Esse por enquanto é só o prólogo, admito que gostei muito do resultado, acho que nele consegui tanto dar uma dica do futuro quanto transmitir a passagem de tempo.

Boa leitura.

Capítulo 1 - Prólogo


Naruto estava em pé, em cima da montanha que um dia havia os rostos dos hokages da vila de Konoha, que agora não passava de escombros provindos da invasão, estava abatido, atormentado e sua aparência desleixada e miserável só demonstravam suas emoções, conseguiu se manter vivo e até mesmo eliminar alguns dos ninjas que havia chegado ao lugar, mas ele havia sido o único, todos que um dia conheceu estavam mortos, Iruka, Kakashi, Gaara, Sakura, nem mesmo Sasuke com todo seu poder foi capaz de sobreviver e claro, a sua amada Hinata também estava na lista dos mortos. Enquanto permanecia em pé, um exército de vestimentas brancas se aproximava de Naruto, seu líder deu um sinal quando se aproximaram o suficiente e então alçou sua voz a Naruto.

- Devo lhe parabenizar humano, por ter sobrevivido nestas terras reivindicadas por deuses, deveria ter orgulho de si, demonstrou ser um oponente digno, mas este é o fim, então peço, para que batalhas desnecessárias não aconteça, que renda-se e morra de maneira digna, como um reconhecimento de seu poder por nós.

Naruto mordeu os próprios lábios de raiva, estava desgastado, desolado, não tinha condições mais de lutar e assim não faria, mas aquele não era o fim, era apenas o começo.

- Não me renderei. - Gritou. - Nem mesmo morrerei para vocês.

- Desista. - Insistiu o líder. - Não a mais nada que você possa fazer aqui, seu tempo. - Naruto que tinha a feição abatida se deu ao luxo de dar um leve sorriso ao esperar o final da frase de seu inimigo. - Acabou. - O líder concluiu e então como se estivesse perdido toda sua sanidade, Naruto gargalhou enquanto ainda pisava na prova de seu sofrimento.

- Então irei recuperá-lo. - Bradou, mordeu seu polegar direito com ímpeto e em sequência realizou os selos de macaco, cabra, cavalo, porco, tigre, rato e galo, finalizando com a mão ferida de palma no chão como em um jutsu de invocação. - Até breve, Indra. - Naruto ameaçou. - Jutsu de reversão temporal. - Uma cortina de fumaça o envolveu.

Sua visão rapidamente ficou turva e logo depois apenas escuridão, nada via, ouvia e sequer sentia, se pudesse julgar qual seria a sensação de estar morto, seria exatamente aquela, e assim ficou por um tempo que mal conseguia calcular, talvez alguns segundos ou até mesmo anos, mas então, aos poucos e crescentemente, sua audição era tomada por risadas fracas e vozes embaralhadas, seu tato já conseguia sentir seu corpo despejado sobre algum objeto maciço, mas sua atenção voltou-se novamente a sua audição, que gradativamente desembaralhar as vozes até o instante que conseguiu reconhecer seu nome sendo chamado.

- Naruto, Naruto, Naruto. - A voz era familiar e lhe passava segurança, mas sentia que a cada vez que lhe era chamado, o tom deixava de ser educado e brando, para se tornar grosseiro e intenso, até que sentiu um soco em sua cabeça, que o fez levantar em relance. - Quantas vezes eu tenho que lhe chamar atenção para que não durma na aula, você não tem vergonha na cara não? - Naruto ainda confuso com o que acontecia, focou seu olhar para a pessoa que estava gritando e quando o reconheceu, forçou-se para não chorar.

- Iruka-sensei? - Disse com tom sentimental.

 


Notas Finais


Se você gostou ou se interessou, peço educadamente que acompanhe e me ajude com comentários, eles sempre servem como combustível para melhorar a fic, é bom ter alguém com dicas, criticas e teorias para com o que você escreve, é com certeza uma boa sensação.

Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...