História Segunda Chance - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Kyuubi, Massacreuchiha, Naruto, Sasuke
Visualizações 94
Palavras 3.229
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Romance e Novela, Saga, Survival
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 27 - Capítulo XXVII


Naruto caminhava devagar entre as várias estantes de livros enquanto ouvia o amigo fechar a porta atrás de si. Havia todo tipo de livros naquele local, sobre coisas que ele nunca tinha ouvido falar.

— Bem, por onde começamos? — Sasuke caminhou até onde ele estava.

— Não faço ideia — Naruto deu um giro completo onde estava, observando as estantes absurdamente altas. Não era fã de livros, mas, se a informação que buscava estava em algum deles não seria nada fácil encontrar.

— Os livros estão organizados por ordem alfabética e assuntos — Sasuke observou enquanto folheava um dos livros — Política, Leis da vila… precisamos encontrar a sessão onde fica os livros que falam sobre a Kyuubi.

— E como vamos saber que sessão é essa?

— Eu não sei… deve estar classificada como Lendas ou algo assim — Sasuke opinou. Na verdade não sabia nem se existia uma sessão que falasse sobre isso, mas era a única ideia que lhe ocorria no momento — Continue procurando aqui, eu vou olhar daquele lado — e se afastou.

Naruto deu mais uma olhada nos livros mais próximos e descobriu que Sasuke tinha razão, eles estavam separados por sessões e ordem alfabética. Ele estava na divisão de política, o que de nada ajudava no momento. Caminhou entre algumas estantes, procurando um tema que parecesse útil. Encontrou uma sessão sobre Fatos Históricos da vila e decidiu folhear alguns livros na esperança de algum deles mencionar o ataque da Kyuubi contra a vila e, consequentemente, o selamento da mesma nele. Estava olhando o que devia ser o quinto livro quando ouviu Sasuke gritando do outro lado da sala.

— Ei Naruto! Vem dar uma olhada nisso!

Naruto largou o livro que não tinha ajudado em nada e correu até o amigo. Sasuke estava sentado no chão, rodeado por uma pilha de livros, um deles aberto em seu colo enquanto ele lia outro que segurava entre as mãos.

— É bom você ter encontrado alguma coisa sobre a Kyuubi ou vou começar a pensar que você é um maníaco por livros — Naruto avisou.

— Não encontrei nada sobre ela — Sasuke respondeu — Mas olha só o que eu achei — ele entregou para Naruto o livro que estava em suas mãos.

— “A jinchuuriki anterior, Uzumaki Kushina, se sacrificou pela vila…” — Naruto interrompeu sua leitura. Por que seu sobrenome estava naquele livro? E quem era aquela mulher? Aquela simples frase em um livro continha muito mais informação sobre ele do que qualquer um já tinha lhe dado. Alguém com o mesmo sobrenome que ele. Um parente.

— Conhece alguma Kushina? Sabe quem é ela? — Sasuke interrompeu seus pensamentos.

— Não… nunca ouvi falar — Naruto continuou folheando o livro com as mãos trêmulas — Que sessão é essa Sasuke?

— Sobre os Clãs da vila. É bem grande — o garoto respondeu — Nunca se perguntou o que aconteceu com seu clã, Naruto?

— Eu tenho um clã? — Naruto apontou para si mesmo boquiaberto. Isso nunca tinha lhe passado pela cabeça.

— Deve ter. Ou tinha, eu não sei — Sasuke falou em dúvida — O meu era bem grande antes de ser destruído, você sabe. E veja os do Hyuuga por exemplo. É um clã bem numeroso, e eles ainda têm aquela coisa de família principal e secundária… o que eu quero dizer é que, ainda que você tenha perdido seu pai e sua mãe, devem existir outras pessoas no seu clã. Nunca se perguntou o que aconteceu com elas?

— Eu não sei nem quem eram meus pais, que dirá outras pessoas — Naruto resmungou.

Mas agora que Sasuke havia mencionado, ele tinha razão. Naruto se perguntou várias vezes quem eram seus pais, no entanto nunca parou para pensar em seus outros parentes. Não sabia quem eram seus avós, por exemplo, nem se ainda estavam vivos. Provavelmente tinham morrido durante o ataque da Kyuubi também. Ou isso ou o abandonaram a própria sorte quando era bebê, o que seria muito cruel da parte deles.

— Bom, esses livros mencionam o sobrenome Uzumaki várias vezes. Pode ser a sua chance de saber mais sobre o seu clã. Talvez até de descobrir mais coisas sobre os seus pais.

— Acha mesmo que posso conhecer meus pais através de livros? — Naruto exclamou.

— Eu sei que não. Mas ao menos você pode descobrir os nomes deles e saber quem foram — Sasuke folheou o livro que estava em seu colo — Aqui diz que a Vila do Redemoinho onde havia vários membros do clã Uzumaki foi destruída durante uma emboscada… muitas pessoas morreram.

— Certo, então eu também não tenho um clã — Naruto deu de ombros, fingindo não se importar. Na verdade aquela sugestão absurda de Sasuke tinha lhe dado uma pontinha de esperança de conhecer possíveis parentes que ele nem sabia se existiam, mas acabou de descobrir que estavam todos mortos — Vamos esquecer isso e continuar procurando o…

— Algumas pessoas conseguiram sobreviver — Sasuke contou, tentando animá-lo — Parece que os sobreviventes foram para várias aldeias diferentes. Não têm os nomes de todos eles aqui, mas podemos fazer as contas e descobrir quais deles têm idade para ser seu pai e sua mãe.

— Não vai ser fácil. Olha só quantos livros tem aqui — Naruto deixou o livro que segurava de lado e pegou outro na grande pilha que Sasuke tinha espalhado ao seu redor. Continuou folheando, tentando ignorar seu coração que batia com força diante da nova perspectiva de encontrar uma família que ele nem sabia que tinha. Mas não encontrou nada sobre o nome Uzumaki naquele livro. Pegou outro e enquanto o folheava Sasuke chamou novamente.

— Ei Naruto, olha só. Aqui fala sobre uma tal de Uzumaki Karin, que teve a vila destruída — Sasuke leu a frase contida no livro — Conhece ela?

— Nunca ouvi falar. Nem naquela Kushina que vimos antes. Acha que uma delas pode ser minha mãe?

— Bom, essa aqui não é. A garota tem a nossa idade — Sasuke deixou o livro  de lado — Ei, será que você tem alguma irmã perdida por aí? Ou uma prima talvez?

— Não sei nem os nomes dos meus pais, como é que eu vou saber? — Naruto resmungou.

Embora soasse aborrecido, ficou preocupado com a ideia e um pouco ansioso também. Tinha certeza de que não tinha irmãos, mas se tivesse algum primo ou tio… ou a pessoa desconhecia sua existência ou era muito cruel por abandoná-lo naquela situação quando ainda era um bebê.

Mas isso já não importava mais. Se tivesse algum parente seria como provar sua existência naquele mundo onde todos o ignoravam, provar que tinha uma família de verdade. Provar que não estava sozinho.

— Naruto? — Sasuke o despertou de seus pensamentos — Você está bem?

— Sim. É claro. Estou ótimo — ele mentiu descaradamente. Voltou a ler o livro em suas mãos e reparou que o nome Uzumaki se repetia nele — Olha Sasuke! Acho que encontrei alguma coisa!

— Alguma coisa boa, eu espero — Sasuke pousou o livro em seu colo.

— Esse livro não fala sobre os Clãs. Devem ter colocado na sessão errada — Naruto olhou melhor a capa do livro — Ele fala sobre a Kyuubi.

— Falando nisso, a gente veio procurar informações sobre a Kyuubi, não é? — Sasuke lembrou — Acabamos fugindo do assunto.

— Não tem problema. Na verdade isso é mais interessante do que a Kyuubi — Naruto respondeu, desviando o olhar para os livros que o amigo tinha encontrado e que mencionavam o sobrenome Uzumaki — Sabe, eu me perguntei incontáveis vezes quem eram os meus pais. Como eles eram, seus rostos… queria ao menos saber os nomes deles. Mas ninguém nunca me disse nada. É como se eu não pertencesse a lugar nenhum. Mas agora, vendo essas pessoas com o mesmo sobrenome que eu… bom, eu não faço ideia de quem são, mas é como se fosse uma prova de que eu realmente já tive uma família um dia. Que eu não estou sozinho.

— Você nunca esteve sozinho Naruto. Pelo menos nos últimos anos — Sasuke deixou o livro de lado — Iruka-sensei é tipo um pai para você, certo? Você mesmo vive dizendo isso. E não se esqueça de mim, seu ingrato — ele esfregou a cabeça de Naruto com mais força do que o necessário, bagunçando seus cabelos.

— Ai! Isso dói! — Naruto reclamou — Não me esqueci disso, vocês dois são minha família. Mas descobrir que existem outras pessoas com o mesmo nome que o meu por aí é… não sei, é meio…

— Reconfortante? — Sasuke completou a frase.

— Sim.

— Entendo o que quer dizer. É como eu me sentiria se descobrisse que existe algum outro sobrevivente do meu clã por aí — ele comentou — O que quer fazer agora? Procurar mais pessoas com seu sobrenome ou continuar buscando informações sobre a Kyuubi?

— As duas coisas — Naruto respondeu, recolhendo o livro que tinha deixado de lado — Aqui, o livro que eu falei que tinham deixado na sessão errada fala sobre a Kyuubi, mas também menciona o meu nome — ele apontou para um parágrafo e Sasuke começou a ler.

— “… deste modo, Minato selou a Kyuubi, com o auxílio de sua esposa Uzumaki Kushina, que era a jinchuuriki da época em seu próprio filho recém-nascido, salvando a vila…” — Sasuke interrompeu a leitura, arregalando os olhos para a frase que tinha acabado de ler.

— O que foi? — Naruto o encarou confuso — Por acaso lembrou quem é Kushina? Você a conhece?

— Não a conheço — Sasuke não tirava os olhos do livro — Mas aqui diz que Minato selou a Kyuubi dentro do filho recém-nascido.

— Sim, e daí?

— Minato é o nome do Quarto Hokage — Sasuke esclareceu, finalmente encarando o amigo — Todo mundo sabe que foi o Quarto Hokage que “derrotou” a Kyuubi, e agora sabemos como. Você é filho do Quarto Hokage, Naruto.

— Eu… eu sou o que? — Naruto arregalou os olhos, tentando processar a informação. Aquilo não podia ser verdade… ou Sasuke estava brincando com ele ou tinha se enganado — Tem certeza?

— Não conheço nenhum outro Minato — ele respondeu simplesmente.

Antes que Naruto pudesse processar toda aquela informação a porta da biblioteca se abriu com um baque. O homem que Naruto tinha nocauteado e que tinha sido amarrado por Sasuke despertou e conseguiu se libertar. Obviamente estava furioso.

— Vocês, seus pirralhos imundos e encrenqueiros — ele apontou de Naruto para Sasuke e de volta para Naruto — Vão pagar caro pelo que fizeram. Já que seus pais não ensinaram boas maneiras a vocês então eu mesmo vou fazer isso!

— Ei, calma aí! Talvez sejamos pirralhos para você, mas não somos imundos — Naruto falou ofendido — Eu tomo banho todo dia, viu? O Sasuke disse que era para fazer isso.

— Você fedia quando tinha sete anos — o garoto recordou — E faz tempo que ninguém me ensina a ter boas maneiras. Nenhum de nós tem pais e o Naruto não me ensinou isso.

— Esse cara está desatualizado — Naruto comentou e Sasuke assentiu.

— Nós somos encrenqueiros? — Sasuke falou em dúvida.

— Não sei — Naruto deu de ombros — Talvez eu seja mais do que você. Mas estamos em uma encrenca agora.

— Chega de papo! — O homem gritou fazendo os dois se encolherem — Pouco me importa se vocês acabaram de se formar, o que vocês fizeram hoje é inaceitável. Podem dizer adeus às suas vidas de gennin. Devolvam suas badanas agora.

— Por quê? Não tem ninguém aqui para você castigar — Sasuke falou mais sério. Naruto ia perguntar se ele estava planejando alguma coisa, mas quando encarou Sasuke viu que ele tinha ativado o Sharingan. O homem diante deles estava completamente paralisado.

— Naruto, saia daqui — Sasuke mandou.

— Por quê? O que você fez com ele?

— Saia rápido ou eu juro que vou atear fogo no Ichiraku e você nunca mais vai comer ramen na vida!

— Está bem, já entendi! — Naruto passou correndo pelo homem que pareceu não notar sua presença.

Passou pelas outras salas de aula, olhando por cima do ombro enquanto corria, mas não viu nenhum sinal de Sasuke. Quando estava na metade do caminho viu o garoto dobrar um corredor, mais pálido do que de costume.

— Sasuke — Naruto correu até ele — Você está bem? O que aconteceu?

— Eu usei Genjutsu nele — o garoto explicou — Agora ele pensa que a sala sempre esteve vazia e esqueceu que nos viu lá.

— Quando foi que você aprendeu a usar Genjutsu? — Naruto arregalou os olhos.

— Faz algumas semanas que estou treinando… mas é muito cansativo. Não consigo manter por muito tempo — ele sentiu os joelhos começarem a ceder e Naruto o segurou — E consome muito Chakra.

— Nesse caso é melhor te levarmos até a enfermaria…

— Não — o garoto fez um esforço para colocar-se de pé outra vez — Precisamos sair daqui depressa antes que alguém nos veja.

— Tudo bem, então eu te ajudo — Naruto passou um dos braços do amigo ao redor de seu pescoço para ajuda-lo a andar mais rápido.

Sasuke queria dizer que não precisava de ajuda para caminhar, mas na verdade precisava. Avançaram o mais depressa que conseguiram até a orla da floresta. Ao longe podiam ver que a maioria das famílias dos colegas que também se formaram como gennin já tinham ido para casa, mas algumas ainda permaneciam lá, rindo e conversando. Sasuke tinha razão, ninguém deu falta deles, o que era uma sorte e triste ao mesmo tempo.

Sasuke sentou-se de qualquer jeito na grama, encostado no tronco de uma árvore e Naruto sentou de frente para ele.

— Tem certeza de que não quer ir até a enfermaria? — Naruto indagou.

— Está tudo bem. Só preciso descansar um pouco — Sasuke respondeu — Mas isso é o de menos agora. Naruto, você viu o que estava escrito naqueles livros, não é?

— É claro que vi — Naruto murmurou. Na verdade estava tentando não pensar no assunto. Era muita informação de uma vez só. Tudo o que ele queria descobrir quando invadiu a sessão restrita da biblioteca era quem tinha selado a Kyuubi dentro dele e saiu de lá sabendo que tinha outros parentes perdidos mundo afora e os nomes dos seus pais, algo que ele se perguntou durante anos. E o mais surpreendente era quem era o seu pai.

— Meu pai é realmente o Quarto Hokage? — Naruto perguntou tolamente. Não sabia como deveria reagir a isso.

— É o que parece — Sasuke o encarava com atenção — Não está feliz?

— Eu não sei. Quero dizer, a maioria das pessoas ficaria feliz em ser filho do Hokage, não é? — Naruto perguntou retoricamente — Mas eu perdi meu pai justamente por ele ser Hokage. Entendo que ele fez uma coisa heroica, se sacrificando enquanto lutava para salvar a Vila, mas… eu preferia que ele estivesse aqui comigo.

— Na verdade eu tinha perguntado se você estava feliz por ter finalmente descoberto o nome do seu pai — Sasuke explicou, observando o céu — Você sempre disse que queria ao menos saber os nomes do seu pai e sua mãe, não é? Bom, agora você já sabe.

— O nome da minha mãe? — Naruto voltou-se para ele confuso.

— O livro dizia que “Minato selou a Kyuubi, com o auxílio de sua esposa Uzumaki Kushina, que era a jinchuuriki da época em seu próprio filho recém-nascido” — Sasuke repetiu a frase — Se Uzumaki Kushina era a esposa dele então ela era a sua mãe.

— Os nomes dos meus pais… eram Minato e Kushina — Naruto murmurou, deixando escapar um sorriso.

Mal podia acreditar que finalmente tinha descoberto. Passou boa parte da vida se perguntando como seus pais se chamavam. Perdeu a conta de quantas vezes perguntou isso ao Terceiro Hokage e nunca obteve uma resposta. Quem diria que iria encontrar essa informação em uma biblioteca. Se soubesse que existia um livro sobre clãs teria invadido aquela biblioteca há muito mais tempo.

Naruto foi buscar por uma informação e acabou encontrando outra totalmente diferente. Algo que ele procurava há anos e que estava começando a perder as esperanças de que um dia conseguiria obter a resposta. Descobriu muito mais do que imaginou naquele dia. Não apenas quem selou a Kyuubi dentro dele, que foi o que o motivou a invadir a biblioteca, como também os nomes de seus pais e que seu pai foi um dos Hokages. Simplesmente não sabia o que fazer com toda aquela informação.

Não tinha uma foto dele, mas, se olhasse para o gigantesco monumento de pedra que mostrava os rostos dos Hokages poderia ter uma ideia de como era sua face. Infelizmente o mesmo não valia para sua mãe, mas já era alguma coisa. Aquilo só o fazia desejar ainda mais que seus pais ainda estivessem vivos, ou que ao menos tivesse tido a chance de conhecê-los quando era mais novo, mas não podia fazer nada quanto a isso. Perdeu ambos quando ainda era um bebê recém-nascido, no momento em que eles decidiram selar a Kyuubi dentro dele para salvar a Vila.

— Foram meus pais que selaram a Kyuubi em mim — Naruto comentou — Por que acha que eles fizeram isso?

— Dizem que a Kyuubi estava destruindo a vila na época. Acho que os seus pais pensaram que, se você a mantivesse selada seria um tipo de herói ou salvador da vila por estar contendo a força e a ira de um monstro dentro do seu próprio corpo e impedindo a destruição — Sasuke opinou — Pena que o tiro saiu pela culatra.

— A vida é muito injusta — Naruto deu uma risada fraca.

— Seu pai fez isso porque era o Hokage na época, mas eu entendo o que você quer dizer. É natural que você prefira que seus pais estivessem vivos e do seu lado ao invés de terem se sacrificado para derrotar a Kyuubi… sei como é querer ter seus pais de volta melhor do que ninguém — Sasuke comentou melancólico — Sabe, na verdade é curioso você querer ser Hokage. Vai ser igual ao seu pai.

— Não quero ser Hokage por causa do meu pai. Eu nem sabia que ele era Hokage — Naruto respondeu irritado — Quero ser Hokage para conquistar o respeito de todas as pessoas da vila.

— Então tente fazer isso sem precisar se sacrificar por causa de algum monstro ou guerra que possa acontecer no futuro.

— Acha que eu vou morrer tentando virar Hokage? — Naruto exclamou indignado.

— Não, seu idiota. Estou dizendo para você não morrer — Sasuke respondeu — É claro que você vai se tornar Hokage um dia. Apenas tente não ter o mesmo fim que o seu pai.

— Não vou ter o mesmo fim que ele. Se acontecer alguma guerra eu vou proteger todo mundo e sair inteirinho dela. E me tornar o maior Hokage de todos os tempos!


Notas Finais


Lembram que eu falei que faria grandes mudanças na história agora que os dois estão mais crescidos? Bom, era desse tipo de mudança que eu estava falando. Naruto já descobriu quem são os pais dele, porque né, pra que esperar vários fillers pra isso acontecer? kkkkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...