1. Spirit Fanfics >
  2. Segunda geração de shadowhunters >
  3. Melanny e Harry(Hot)

História Segunda geração de shadowhunters - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - Melanny e Harry(Hot)


Fanfic / Fanfiction Segunda geração de shadowhunters - Capítulo 11 - Melanny e Harry(Hot)

Pov Melanny

Bem meus pais iam sair hoje e como meu pai não queria que eu ficasse sozinha nessa situação de vida ou morte chamou Harry para ficar em casa comigo e nisso iamos ver um filme.

(Com Harry)

-Que filme Melanny?-perguntou Harry enquanto eu fazia pipoca

-pode escolher qualquer um Harry-falei terminando a pipoca

Sabe quando você se arrependeu de algo?então isso aconteceu, assim que cheguei na sala Harry tinha colocado um filme de terror e eu não me dou muito bem com esse tipo de filme, suspirei devagar e me sentei do seu lado colocando a pipoca entre a gente

-não tem nada ver esse filme né?-pergunta ele dando play no filme

-não tem nada-menti na cara dura mais minha vontade era de falar _sim eu não gosto pode mudar querido?_ mais eu mandei ele escolher então vou ficar na minha né

-deus não está aqui, padre-a menina fala com uma voz medonha que me trás um certo medo mais fico parada na minha

Harry não se incomodava com o filme nem um pouco então deduzi que ele já o tinha assistido, geralmente quem gosta dessas coisas nunca sou eu e sim as meninas, no filme dá um grito e eu grito junto fazendo Harry rir

-idiota-falou no seu braço

-eu perguntei se poderia ser esse e você deixou!!-falou segurando minhas mãos

-aish ok-bufou a hora que ele foi me soltar a menina grita de novo e eu pulo indo para o seu colo

-calma-falou ele

-calma a menina não para de gritar-falei escondendo meu rosto sobre seu pescoço e me ajeito no seu colo, já que a procissão que eu estava era desagradável

-é um filme Mellany-falou ele e eu revirei os olhos sem ele ver

-não gostei pode mudar-falei e ele negou-por que não?-perguntei curiosa

Ele não me respondeu e deu um beijo no pescoço

-Harry-fico vermelha

-você já viu como está no meu colo?-perguntou ele

A hora que eu percebi que estava bem em cima do seu membro, sair de seu colo com vergonha e escondi meu rosto

-desculpa Harry-falei e ele tirou minha mão do rosto

-não foi nada Mellany-falou ele bem próximo de meu rosto

Quando dei por mim ele já estava me beijando e eu me entregava ao seu beijo, ele pegou o controle e pausou o filme sem nem olhar para a Tv, estávamos sozinhos então qualquer coisa poderia acontecer entre nós, circulei seu pescoço com meus braços e ele segurou a minha cintura, o engraçado que um filme de terror começou tudo isso, a falta de ar começou a surgir em mim e eu larguei o beijo, ele sorriu e me senti leve pelo seu sorriso como se tudo tivesse parado e só estivesse nós dois no mundo, dei um leve empurrão nele fazendo ele cair no chão do meu lado e me levantei

-isso dói sabia?-perguntou e eu neguei

-nunca fui jogada no chão-ri-vem logo reclamam-subi uma escada

Quando estava quase chegando lá em cima senti seus braços na minha cintura e ele beijou meus ombros descendo minha blusa sobre eles, eu segurei sua mão e me virei para ele

-ei ei só no quarto senhorzinho-falei negando e corri para o quarto, ele entrou logo depois de mim e eu fechei a porta o encostando na mesma

Beijei ele antes dele falar qualquer coisa e ele me correspondeu segurando minha cintura e me guiando até a cama, me senti sendo deitada na cama e aproveitei para tirar a sua blusa, joguei sua blusa para o lado e sai de baixo dele indo mais para cima da cama, chamei ele com o dedo e ele sorriu vindo na minha direção, eu mesma tirei minha blusa e joguei sei lá para onde, ele me deitou na cama e começou a beijar meu pescoço eu passei meus dedos no seu cabelo e dei uma leve apertada quando senti ele morder meu pescoço, suas mãos geladas que estavam na minha cintura subiu pelas minhas costas me fazendo ter um leve arrepio a cada toque seu, eu estava em suas mãos ele podia fazer o que quiser comigo pois eu estava me entregando de corpo e alma a ele, suas mãos pararam no feixe do meu sutiã e sem parar de beijar meu pescoço ele abriu meu sutiã e o tirou, me senti um pouco envergonhada mais logo parei de me sentir assim quando ele abocanhou um dos meus seios me fazendo fechar os olhos e gemer manhosa, mordi meu lábio inferior e olhei para ele que descia cada vez mais seus beijos em direção a minha intimidade, inverti as posições e ele segurou minha cintura

-não-tirei suas mãos de mim-só eu posso te trocar-falei o beijando com vontade

Eu sabia que ele não iria resistir e ia me tocar pois sentir sua mão apertando minha bunda, parei o beijo e o olhei direto nos olhos, dei uma leve rebolada no seu colo e ele apertou minha cintura me fazendo arfar baixo, sai do seu colo e abri o fecho da sua calça a puxando para baixo junto com a box, vi seu membro já com pré gozo

-nossa querido já está assim?-perguntei me levantando e tirando minha roupa na sua frente

-você sentou no meu colo, me provocou rebolando esperava que eu estivesse como?-perguntou ele ofegante

Dei um sorriso malicioso e se abaixei na sua frente ele me olhou sem entender, coloquei seu membro na minha boca e comecei masturbar ele recebendo vários gemidos ofegantes dele, ele jogou a cabeça para trás como se eu estivesse lhe dando prazer, não demorou muito para eu sentir seu gozo preencher minha boca, engoli tudo e me deitei na cama ofegante, ele ficou por cima de mim e devagar encaixou seu membro em mim, eu senti dor no começo e ele ficou parado, era a minha primeira vez claro que eu sentiria dor, ele passou a mão no meu rosto e esperou eu me acostumar para não me machucar, quando eu me senti confortável mexi meu quadril mordendo o lábio, ele começa a se movimentar devagar me fazendo gemer baixinho de prazer, me mexi de novo

-mais rap-rápido-pedi e ele acelerou os movimentos

As respirações dos dois estava ofegante mais a minha estava mais que a dele, ele atingiu meu ponto sensível e eu me contorcia gemendo alto, ele começou a estocar só ali me fazendo gemer mais alto ainda, eu cheguei a minha ápice e ele também, sua respiração ofegante se encontrou com a minha e ele sorriu, eu puxei ele e o beijei logo parando e depois começamos de novo só que dessa vez ia ser mais intenço mais gostoso ia durar mais.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...