História Segurança - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Girls' Generation
Personagens Taeyeon, Tiffany
Tags Taeny
Visualizações 53
Palavras 1.488
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yuri (Lésbica)
Avisos: Cross-dresser, Homossexualidade, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Já começou pedido desculpas se algo estiver escrito errado.

Capítulo 1 - Capítulo único


Fanfic / Fanfiction Segurança - Capítulo 1 - Capítulo único


A pressa é a inimiga da perfeição, isso era o que minha mãe me dizia toda vez que eu tinha certas crises de ansiedade, apesar de sempre levar essa frase em consideração nunca realmente me importei muito com ela, mas hoje, definitivamente hoje essa frase serve serenamente a mim. Tudo que se passa diante aos seus olhos, tudo o que você aprendeu durantes anos e anos dentro de uma faculdade, parece sumir e você fica sem saber pra onde ir, sem rumo. Certamente minha faculdade para virar uma agente federal não serviu pra muita coisa, estava na frente de uma casa presidencial, esperando a minha mais nova função, proteger a filha do presidente de um ataque que está acontecendo neste exato momento, eu fui considerada a melhor para cuidar da mesma, eu certamente acredito nisso, eu sou realmente a melhor. Meus colegas de trabalho mal sabiam segurar a merda de uma arma, imagina se um desses idiotas tivessem sido escolhidos para cuidar de alguém importante para a sociedade ? 

-  senhorita Kim, o helicóptero está sua espera e da senhorita Hwang, ela está sendo encaminhada para lá, vá rápido, tome - ele me entregou um papel grande, com coisas escritas nele - este é o lugar, o que deve fazer e o que explicar para senhorita Hwang

- tudo bem general - segurei o olhar dele, mas o vi com um olhar preocupado

- por favor se cuide - após isto, corri para as extremidades da casa e logo subindo uma imensa escadaria para encontrar a Stephanie Hwang.

- temos que ir Kim, ande - o piloto do helicóptero era um de meus residentes quando entrou no exército Heechul-oppa era meu melhor amiga e por dentro fiquei imensamente feliz por ver que ele estaria o meu lado naquela grande missão.

- pronto - entrei logo fechando a porta da grande máquina voadora e me virei para o lado vendo quem eu ainda não conhecia, a filha do presidente

Eu juro que vi uma deusa grega na minha frente, sua pele brilhante e pálida, talvez pela adrenalina que seu corpo deve estar soltando neste exato momento, seus cabelos provavelmente passavam de sua bunda, já que estava com as pontas jogadas no banco da aeronave, ela é realmente bela, Heechul-oppa disse que ela era linda de morrer e confesso que não estava com tantas expectativas, mas era exatamente o que ele dizia

- prazer, sou Kim Taeyeon, seu pai me contratou para cuidar de você - estendi minha mão para ela e como esperado vindo de uma mimada que nasceu em um berço de ouro, ela me ignorou e virou a cara para o outro lado sem ao menos me cumprimentar, vi de relance Heechul-oppa rir da minha cara de descretamente eu lhe mostrei meu dedo do meio 

- para onde nós vamos ? - ela podia ser uma patricinha chata, mimada e o diacho a quatro, mas não podia negar que ela tinha muitos encantos, sua voz era mansa e fofa 

- estamos indo para Ilha Cocos na Austrália, seu pai preparou um estabelecimento escondido nesta ilha, para quando acontecesse esse tipo de alarme - disse calmamente, não podia negar que fiquei com raiva por ela ser mau educada 

- meu pai vai pra lá também ? - sua pergunta quase me deixou sem resposta

- se seu pai quiser e não ter muito o que fazer para reverter a situação em que ele se encontra talvez sim - disse a verdade, sinceramente não sabia nem se ele conseguiria sair vivo de lá

- você vai trazer ele para cá - isso sou como uma ordem, na verdade foi uma ordem, eu sabia lidar com isso, já que seu pai havia me explicado que ela gosta de ser mandona e me permitiu tirar o cavalinho dela da chuva 

- não recebe ordem suas senhorita Hwang - na lata, vi sua cara ficar vermelha, provavelmente por não aceitar não como resposta de ninguém

- não banque a boba senhorita Kim, eu dou ordens e você as obedece - vi ela chegar mais perto de mim, quase colando sua cara com a minha, tão perto que podia sentir seu hálito de morango quando expirava 

- seu pai me deu ordens que não deveria deixar as ordens com você, então larga de caranca garota e me respeita como eu estou de respeitando, por que agora eu que mando nessa porra e eu estou disposta a dar a minha vida por você, deveria estar agradecendo a mim e não reclamando - tenho certeza que saiu mais grosseiro do que eu esperava, mas pelo menos a patricinha ruiva sentou direito no seu acento e fechou a boca, o resto da viagem foi assim. Extremamente queito 

- chegamos - Heechul-oppa nós disse após nos aterrissarmos na área, logo vi uma grande porta de ferro, estava um pouco longe

Descemos do helicóptero e no caso apenas eu e a senhorita Hwang, já que o Heechul-oppa nós disse que teria que voltar para pegar malas, mas que no próximo dia estaria cedo aqui para ajuntar a nós

- ótimo, vou ter que ficar com a mandona vesga - ouvi a senhorita princesinha reclamar baixo atrás de mim, nada esperto

- vamos senhorita, temos muito o que fazer ainda - comecei a andar mas olhei para trás quando não vi nenhuma movimentação da mesma

- não vou andar nessa área nojenta - ela olhava com nojo para tudo o que estava a sua volta, inclusive a mim, a este ponto o Heechul-oppa já tinha sido ido com o helicóptero

- eu não acredito nisso, é sério ? - olhei inacreditávelmente para a moça que agora tinha braços abaixos dos seus grandes seios, deus que me perdoe mas essa menina é uma deusa dos pés a cabeça 

- você pode carregar, é forte o suficiente para isto - ela ergueu os braços como um bebê e eu andei até ela e a puxei pelo braço, forçando ela a andar 

- não, vai andando, não sou burro de apoio para ficar te carregando -  vi sua cara ficar vermelha

- yah, pare Kim - ela colocava força nas suas pernas fazendo nos pararmos 

- mais que saco garota, vem logo - peguei a mesma estilo "noiva depois que sai do casamento no colo de seu marido", a deixando surpresa e tive que andar com ela resmungando ainda até chegarmos na grande casa 

- pronto, entre - disse assim que abri os portões e entramos no grande jardim que tinha ali 

- wow, isso é muito lindo - ela andou na minha frente tirando seu salto alto 

- vamos entrar, depois você pode ficar aqui, por enquanto vamos ficar escondidas dentro da casa - abri novamente a porta da casa

- pode me levar para o quarto ?- eu paralisei quando senti ela susurrando em meu ouvido 

- como ? 

- me leva para meu quarto e me coloque na cama - segundos depois ela veio para minha frente e pulou colocando suas pernas na minha cintura e rodeando meu pescoço com seus braços 

- o que eu fiz para merecer isso ? - não me importei se ela tinha ouvido ou não 

- Tae será que posso tomar um banho primeiro ? - ouvi ela disse enquanto eu subia com ela ainda no meu colo, as escadas 

- faça o que quiser - eu realmente não deveria ter dito isso 

- posso fazer o que eu quiser ? Posso brincar um pouco com meu pau? - ela escorregou sua mão para baixo dela apertando meu membro que agora tinha sinal de vida por baixo da minha calça

- tire a mão Stephanie - puxei sua mão de lá, enquanto a outra segurava de forma desajeitada sua cintura

- não, eu quero seu pau em mim Taeyeon - eu iria deixar ela cair por um segundo, mas minhas mãos foram rápidas o suficiente para segura-la, o problema era que sua bunda grande estava sendo apertadas pela minha mão e ela não perdeu a chance me provocar mais uma vez - isso Tae.. continue apertando - sua voz arrastada quase como um gemido soou pela casa 

- pare Tiffany, chega de brincadeiras - eu voltei a andar com ela rapidamente pelas escadas logo entrando em um quarto rosa, provavelmente o dela 

- Tae...ahn - senti ela escorregar com a cintura até meu membro, fazendo sua boceta roçar em meu membro 

- mais que merda Tiffany - essa garota tava me tirando do sério e se ela continuar não vou conseguir me segurar e irei fode-la ali mesmo

- Taetae - mais um gemido, ela continuava a subir e descer fazendo nossas intimadades se chocarem fazendo se tornar uma prazerosa situação

- deus me perdoe, mais eu vou fode-la com toda a minha força - sussurro em seu ouvido, era isso que ela queria, eu também queria agora.

Eu a encostei com força na parede, ela ainda estava em meu colo 

- tire seu pau, por favor sem cerimônias - eu também preferia assim 



Notas Finais


Eu sei, ficou uma bosta, foi o melhor que eu consegui rs

Eu estou pensando em postar uma oneshot triste Taeny.. bom eu tô pensando se eu conseguir eu aviso vocês ♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...