1. Spirit Fanfics >
  2. Segurança Particular >
  3. Segredo revelado

História Segurança Particular - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Tentando não desistir...

Capítulo 14 - Segredo revelado



  Deidara: Er... e-eu... - meus amigos notaram meu problema e tentaram ajudar.

  Hidan: Ele tinha um fogo de artifício!

  Itachi: É-é... e-em forma de aranha.

  Sasori: Q-que é ativado pela voz por isso o "katsu".

  Naruto assentiu nervosamente com a cabeça: Isso mesmo - todos estavam com um sorriso extremamente falso no rosto, todos estávamos nervosos por quase termos revelado meu Kekkei Genkai para os outros seguranças.

  Kakuzu: Fogo de artifício?

  Kisame: Em forma de aranha?

  Zetsu: Ativado pela voz? Isso não faz sentido.

  Obito: Calem a boca vocês três, se o Deidara-Senpai não quer revelar o segredo dele ele não vai e pronto! - os três se calaram imediatamente, pareciam temer o que meu moreno poderia fazer com eles.

  Deidara: Obito... - todos olharam para mim - Tá tudo bem hm.

  Obito: Tem certeza? Posso socar a cara deles se quiser.

  Deidara: Eles estão curiosos... - eu retirei minhas luvas e mostrei as bocas nas minhas mãos para todos - É o meu Kekkei Genkai, Bakuton ou Estilo Explosão como quiserem chamar hm.

  Kisame: Por isso que usa luvas o tempo todo.

  Hidan: Ele também tem uma boca gigante no peito esquerdo, ele usa ataduras em cima delas desde criança.

  Itachi: Nunca mais me esqueci do dia em que fomos pra piscina na casa do Hidan e vimos o Dei usando todas aquelas ataduras no peito, foi quando descobrimos o Kekkei Genkai dele.

  Naruto: Mas as explosões dele são muito daoras! Lembram daquela vez em que ele explodiu vários fogos de artifício que ele mesmo criou com as argilas dele?

  Hidan: Aquele foi um show de pirotecnia incrível! Só me esqueço daquele dia quando eu morrer! Você devia fazer mais vezes aquilo, você nunca mais explodiu nada desde que sua mãe...

  Deidara: Hm - eu estava sorrindo e olhando para minhas mãos - Está tudo bem Hidan, eu farei aquilo algum dia, em breve eu mostrarei minha arte para vocês novamente.

  Sasori: Ai sim!

  Hidan: Sentimos falta disso!

  Naruto: Esse é o nosso Deidara!

  Itachi: Porque a arte é uma... - os quatros apontaram para mim e olhei para eles.

  Deidara: Explosão hm! - todos rimos daquilo juntos.

  Obito me abraçou mais forte: Vocês não tem jeito mesmo.

  Kakuzu: Você tá muito soltinho hoje, não acha Hidan?

  Kisame: Não acha que já comeu dangos o suficiente por hoje Itachi-san?

  Zetsu suspirou: Só vocês hein.

  Ficamos mais alguns minutos na loja de dangos para terminar o pedido enorme que fizemos, quando acabamos de comer tudo nos despedimos e cada um seguiu seu caminho, ainda era pôr-do-sol mais todos tinham compromissos naquela noite, se é que você me entende (¬‿¬).

  Obito e eu já estávamos no carro: Você parece pensativo Senpai.

  Deidara: Não é nada.

  Obito: Vamos voltar pra minha casa então - ele ligou o carro e seguimos viagem.

  Quando já estávamos na metade do caminho ele fez um desvio e seguiu para um lugar diferente, eu disse que a casa dele era para o outro lado mas ele me disse que me levaria em um lugar especial, apenas fiquei quieto e continuei olhando para a paisagem, lindas árvores e flores cobriam o chão por completo, a grama alta podia ser o esconderijo da casa de alguns animais. Após mais alguns minutos chegamos no topo de uma pequena colina que oferecia uma bela vista da cidade, eu fiquei maravilhado com a ampla vista da cidade, olhando-a assim parece que é uma cidade gigante mas éramos apenas uma pequena cidade rodeada de outras gigantes, como Tokyo, que é nossa cidade vizinha.

  Deidara: Isso é lindo hm.

  Obito: Sabia que ia gostar, é aqui que eu venho quando estou triste - ele se aproximou da beirada e sentou em uma pedra que ali tinha - Senta aqui - ele deu uns tapinhas na pedra ao lado dele.

  Deidara: Tá - eu fui, queria aproveitar aquela linda vista com o homem que amo incondicionalmente.

  Obito: Deidara-Senpai... - seu tom de voz diminuiu - Por que não quer transar comigo? - ele olhava para frente o tempo todo e eu fiquei olhando seu rosto para o menor sinal de mudança em seu humor, ele parece triste mas eu não tenho certeza, decepcionado talvez?

  Deidara: É que eu tenho medo hm.

  Obito: De que?

  Deidara: De que depois de eu entregar meu corpo a você... você acabe me abandonando - eu olhei para frente e uma lágrima caiu do meu olho esquerdo.

  Obito olhou para mim: Por que eu te abandonaria? - ele secou minha lágrima com seu polegar e manteve sua mão em meu pescoço - Eu te amo.

  Sem nem pensar duas vezes eu me aproximei e lhe dei um beijo em seus lábios macios, ele usou sua mão esquerda para me puxar pela cintura e me guiar para seu colo, então nos separamos.

  Deidara: Não vai me abandonar? Nunca?

  Obito: Só quando eu morrer.

  Ele colocou a mão atrás da minha cabeça e me puxou para um beijo profundo sua língua invadiu minha boca com agressividade, parecia desesperado por prazer, ele estava agarrando minha cintura com tanta força que parecia que ia explodir de tesão, estávamos perto da beirada e Obito parecia não se importar mas eu sim, ele desceu os beijos para o meu pescoço e misturava-os com algumas mordidas.

  Deidara: Ah... Obito... estamos na beirada hm, não tem perigo?

  Obito me ergueu me pôs sobre o porta-malas do carro e permaneceu entre minhas pernas ainda beijando e mordendo meu pescoço sem ter dó, ele abria os botões da minha blusa violentamente, suas ações estavam quase me enlouquecendo, preciso fazer algo antes que ele arranque a pele do meu pescoço inteiro, pensa... ahh não consigo pensar em nada com ele me atacando, eu o afasto com as mãos e ele me olha um tanto confuso.

  Deidara: Aqui é desconfortável hm, podemos fazer isso dentro do carro?

  Obito: Quer mesmo fazer isso?

  Deidara: Mais do que tudo!

  Obito: Então tá, vamos.

  Eu desci do porta-malas e nós dois entramos no carro, ele abaixou os bancos traseiros os colocando para trás e nos dando mais espaço.

  Obito: Ainda bem que dá pra fazer isso, eu quero te fuder bem gostoso hoje Senpai.

  Deidara: Vem arrombar meu cuzinho virgem Obito hm.

  Obito: Com prazer.
 

 


Notas Finais


7w7


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...